Edital do Concurso Fundação Educacional São Carlos - SP (FESC/SP) 2011

Visualizaçao do Edital do Concurso

1
FESC FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS
EDITAL
DE CONCURSO PÚBLICO
A FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS - FESC, entidade de direito público interno, torna
público, por determinação de sua Exma. Diretora Presidente, Elisete Silva Pedrazzani, a abertura
de inscrições para os Concursos Públicos abaixo discriminados, a serem realizados por meio da
FUNDAÇÃO PARA O VESTIBULAR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA “JÚLIO DE
MESQUITA FILHO” – VUNESP.
I – Dos Empregos e Vagas
Concurso
Público
número
Emprego
Núm
ero
de
vagas
Jornada
de
trabalho
Semanal
Salário
Padrão*
Pré-Requisito
25 Educador - Físico 01
12 horas
semanais
R$ 821,00
Curso Superior Completo em
Educação Física
26
Educador –
Gestão
Empresarial e
Empreendedorism
o
01
12 horas
semanais
podendo
ser
períodos
diurno
e/ou
noturno,
inclusive
aos
sábados
R$ 821.00
- Ensino superior completo
em Administração de
Empresas ou Economia ou
Ciências Contábeis ou
Marketing ou Engenharia de
Produção ou área correlata
* Auxilio alimentação previsto na Lei 13130/03 incorporado ao vencimento padrão por força da Lei
13771/06.
I.1. Da Jornada de Trabalho Semanal:
É de direito da Fundação Educacional São Carlos alterar a jornada de trabalho do Educador, com
proporcional adequação de seus vencimentos, conforme Lei Municipal nº 14.841/08, de acordo
com o quadro abaixo:
EMPREGO JORNADA DE TRABALHO SEMANAL VENCIMENTOS /
SALÁRIO
PADRÃO
40 horas R$ 2.073,00
30 horas R$ 1.616,00
20 horas R$ 1.174,00
Educador
12 horas R$ 821.00
I.2. Das Atribuições Gerais do Emprego
Educador - Físico: Desenvolver atividades de ensino-aprendizagem referentes às ações de
atividades físicas e de expressão corporal para pessoas jovens, adultas e idosas, de diferentes
segmentos sociais, que permitam o resgate de identidade corporal, da auto-estima e do
desenvolvimento corporal, expressivo, espacial e criativo, por meio de exercícios físicos,
atividades com movimentos livres ou conduzidos, atividades lúdicas, coreografias e danças.
Desenvolver atividades de ensino-aprendizagem relativas às atividades físicas para pessoas
idosas visando a manutenção e melhoria das capacidades físicas e habilidades motoras ligadas à
flexibilidade, resistência aeróbica, força muscular, coordenação, equilíbrio; agilidade e ritmo,
respiração e relaxamento. Práticas orientais como Yoga, Tai Chi-Chi Kung e Lian Gong que visem
ao despertar da vitalidade inerente ao corpo e da energia interior, o desenvolvimento do equilíbrio
emocional, o fortalecimento da mente e da capacidade de concentração. Planejar atividades de
ensino-aprendizagem, definindo objetivos, conteúdo programático, procedimentos de ensino,
materiais e recursos didáticos, estratégias de avaliação e bibliografia básica. Executar o plano de
ensino, ministrando aulas e avaliando o aproveitamento escolar. Fazer registro da documentação
escolar. Garantir a segurança, higiene e proteção ambiental das situações de ensino-
aprendizagem. Zelar pela manutenção dos equipamentos e ambientes de trabalho. Participar de
reuniões coletivas de planejamento e avaliação e propor mudanças estruturais nos cursos.
2
Participar da organização e da realização de vivências, visitas, excursões e eventos. Participar de
projetos e atividades de extensão à comunidade. Participar de ações de capacitação e intercâmbio
profissional e científico. Sistematizar estudos, informações e experiências sobre a área ensinada.
Educador – Gestão Empresarial e Empreendedorismo: Desenvolver atividades de formação,
atualização e aperfeiçoamento, para pessoas jovens, adultas e idosas, de diferentes segmentos
sociais, como aulas, cursos e palestras em gestão empresarial, empreendedorismo,
associativismo, cooperativismo, economia solidaria, auto gestão, novos modelos de gestão e
administração de empresas para diferentes segmentos sociais, que permita a aquisição de
conhecimentos e habilidades para uso pessoal e profissional, aliando conteúdos e habilidades
básicas para o exercício da cidadania. Planejar atividades de ensino-aprendizagem, definindo
objetivos, conteúdo programático, procedimentos de ensino, materiais e recursos didáticos,
estratégias de avaliação e bibliografia básica. Executar o plano de ensino, ministrando aulas e
avaliando o aproveitamento escolar. Fazer registro da documentação escolar. Garantir a
segurança, higiene e proteção ambiental das situações de ensino-aprendizagem. Zelar pela
manutenção dos equipamentos e ambientes de trabalho. Participar de reuniões coletivas de
planejamento e avaliação e propor mudanças estruturais nos cursos. Participar da organização e
da realização de vivências, visitas, excursões e eventos. Participar de projetos e atividades de
extensão à comunidade. Participar de ações de capacitação e intercâmbio profissional e científico.
Sistematizar estudos, informações e experiências sobre as áreas de ensino.
II - Das Inscrições
1. A inscrição deverá ser efetuada das 10 horas de 11.04.11 às 16 horas de 03.05.11 (horário de
Brasília), exclusivamente pela internet – site www.vunesp.com.br
.
1.1. Para inscrever-se
o candidato deverá:
1.1.1. acessar o site www.vunesp.com.br
, durante o período de inscrição das 10 horas de
11.04.11 às 16 horas de 03.05.11;
1.1.2. localizar no site o "link" correlato ao Concurso Público, quando o candidato deverá:
a) ler o Edital na íntegra e preencher total e corretamente a ficha de inscrição;
b) imprimir o boleto bancário;
c) efetuar o pagamento da taxa de inscrição, de acordo com a tabela do item 2,
deste Capítulo, em qualquer agência bancária, até a data limite para
encerramento das inscrições (03.05.11). Atenção para o horário bancário.
1.1.3. Para o pagamento da taxa de inscrição realizada pela internet, somente deverá ser
utilizado o boleto bancário gerado no ato da inscrição, até a data limite do encerramento
das inscrições.
1.1.4. A efetivação da inscrição ocorrerá após a confirmação, pelo banco, do pagamento
do boleto referente à taxa de inscrição. A pesquisa para acompanhar a situação da
inscrição deverá ser feita no site www.vunesp.com.br
, na página do Concurso Público, dez
dias após o encerramento do período de inscrições (03.05.11). Caso seja detectado algum
problema, o candidato deverá entrar em contato com o Disque VUNESP, pelo telefone
(0XX11) 3874-6300, nos dias úteis, das 8 às 20 horas, para verificar o ocorrido.
1.1.4.1. O único comprovante de inscrição aceito é o boleto bancário com a
autenticação mecânica ou com o respectivo comprovante de pagamento, referente
à taxa de inscrição.
1.1.5. Às 16 horas (horário de Brasília) de 03.05.11, a ficha de inscrição não estará mais
disponível na internet.
1.1.6. Não será aceita inscrição pelo correio, fac-símile, por depósito em caixa eletrônico,
transferência eletrônica, DOC, DOC eletrônico, ordem de pagamento ou depósito em
conta corrente, condicional ou fora do período estabelecido de 11.04.11 a 03.05.11, ou
por qualquer outro meio não especificado neste Edital.
2. O pagamento da importância correspondente à taxa de inscrição poderá ser efetuado em
dinheiro ou em cheque, no valor de R$ 70,00 (setenta reais).
Obs. No valor mencionado já estão incluídas as despesas referentes aos serviços bancários
relativos às inscrições. Não será concedida ISENÇÃO da taxa de inscrição.
2.1. A inscrição feita com cheque será considerada efetivada após a respectiva compensação.
2.2. Caso haja devolução do cheque, por qualquer motivo, a inscrição será anulada.
2.3. O agendamento do pagamento só será aceito se comprovado a sua efetivação dentro do
período de inscrição.
2.4. Em caso de feriado ou evento que acarrete o fechamento de agências bancárias na
localidade em que se encontra o candidato, o boleto deverá ser pago antecipadamente.
3
2.5. Não haverá devolução, parcial, integral ou mesmo que efetuada a maior ou em
duplicidade, da importância paga, seja qual for o motivo alegado.
2.5.1. A devolução da importância paga somente ocorrerá se o Concurso Público não se
realizar, sendo que a responsabilidade da devolução recairá sobre a Fundação VUNESP.
3. O candidato será responsável por qualquer erro, rasura ou omissão, e pelas informações
prestadas, pessoalmente ou por seu procurador, na ficha e no requerimento de inscrição,
independentemente do tipo de inscrição efetuada.
4. O candidato deverá no ato da inscrição indicar se é portador de necessidades especiais, de
acordo com o Decreto 3.298 de 20/12/99.
4.1. Os portadores de necessidades especiais, quando da inscrição, deverão obedecer ao
procedimento descrito no subitem 4, item II.1 - Das Inscrições para Candidatos Portadores de
Necessidades Especiais, deste Capítulo.
4.2. Os candidatos que necessitarem de acomodações ou condições especiais para realização
da prova como, por exemplo: cadeira especial por estar com braço quebrado e outras deverão
fazer, durante o período de inscrição, solicitação à Fundação VUNESP localizada na Rua Dona
Germaine Burchard, 515 – Água Branca - São Paulo, SP – CEP 05002-062, pessoalmente ou
via SEDEX, ou através do site www.vunesp.com.br, especificando o nome completo, endereço,
telefone e área em que está inscrito.
4.3. A VUNESP e a FESC não se responsabilizam por solicitação de inscrição via Internet não
recebida por motivos de ordem técnica, falhas de comunicação, congestionamento de linhas de
comunicação, bem como por outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.
4.4. A inscrição do candidato implica o conhecimento e concordância com as exigências
contidas no presente Edital, bem como pela responsabilidade e conseqüências de eventuais
erros no preenchimento da ficha de inscrição.
4.4. Para os inscritos não serão aceitos pedidos para alteração de emprego.
II.1. Das Inscrições para Candidatos Portadores de Necessidades Especiais
1. Nos termos das Leis Municipais n.º 12.663 de 10 de outubro de 2000 e nº 13.062 de 19 de
setembro de 2002, ficam reservados para fins de classificação final, 5% (cinco por cento) das
vagas, às pessoas portadoras de necessidades especiais desde que em condições de exercer as
atividades exigidas para o desempenho das funções pertinentes e que tenham sido habilitadas
em todas as fases do Concurso Público.
1.2. Na aplicação deste percentual, serão desconsideradas as frações inferiores a 0,5 (meio) e
arredondadas para maior aquelas iguais ou superiores a tal valor.
3. O candidato, antes de se inscrever, deverá verificar se as atribuições do cargo são compatíveis
com a deficiência de que é portador.
4. O candidato inscrito como portador de necessidades especiais deverá especificar, na ficha de
inscrição, o tipo de deficiência que apresenta, e, no período de inscrição (11.04.11 a 03.05.11),
encaminhar, por SEDEX, à Fundação VUNESP – Rua Dona Germaine Burchard, 515 – Água
Branca – Perdizes, São Paulo – SP – CEP 05002-062, os seguintes documentos:
a) relatório médico atestando a espécie, o grau ou nível da deficiência, com expressa
referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID, bem
como a causa da deficiência, inclusive para assegurar previsão de adaptação da sua prova;
b) requerimento com a qualificação completa do candidato, bem como a especificação do
Concurso Público para o qual está inscrito, e, se for o caso, a solicitação de prova especial,
ou de condições especiais para a realização das provas.
5. Consideram-se deficiências aquelas conceituadas na medicina especializada, de acordo com os
padrões mundialmente estabelecidos, e que constituam inferioridade que implique grau acentuado
de dificuldade para integração social, de acordo com o previsto no Decreto 3.298 de 20/12/1999.
6. Não serão considerados como deficiência visual os distúrbios de acuidade visual passível de
correção, como, miopia, astigmatismo etc.
7. A necessidade de intermediários permanentes para auxiliar na execução das atribuições da
função, ou na realização da prova pelo portador de deficiência, é obstativa à inscrição no
Concurso.
8. As pessoas portadoras de necessidades especiais participarão do Concurso em igualdade de
condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo, avaliação, duração, data,
horário e local de realização das fases deste concurso.
9. Após o ingresso do candidato a deficiência não poderá ser arguida para justificar a concessão
de readaptação da função, bem como para aposentadoria por invalidez.
1. As vagas reservadas aos portadores de necessidades especiais ficarão liberadas se não
tiver ocorrido inscrição ou aprovação destes candidatos, nos termos do § 3º da Lei Municipal
nº 12.663 de 10/10/00.
4
2. Serão elaboradas duas listas de classificados, uma geral, com relação de todos os
candidatos aprovados, e uma especial, com a relação dos candidatos aprovados na
condição de portadores de necessidades especiais, após comprovação da compatibilidade
da deficiência com o emprego, por junta médica.
3. Os portadores de necessidades especiais aprovados deverão submeter-se a perícia médica,
para verificação da compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atribuições do
emprego.
III – Das Disposições Gerais
1. Cabe à VUNESP a confecção, aplicação e correção das provas objetivas e o processamento
do concurso. A Comissão responsável pelo acompanhamento dos trabalhos dos concursos
será designada por portaria da Diretora Presidente da FESC.
2. Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos,
enquanto não consumada a providência ou evento que lhes disser respeito, circunstância que
será mencionada em Edital ou aviso publicado.
3. A inscrição do candidato importará no conhecimento e aceitação tácita das condições do
concurso estabelecidas neste Edital e Normas.
4. Será automaticamente excluído do Concurso Público o candidato que:
a) não comparecer às provas;
b) não entregar ao fiscal a folha definitiva de respostas ao final das provas;
c) usar de meios ilícitos na execução das provas.
5. Nos termos das Leis Municipais nº 12.663 de 10/10/00 e nº 13.062 de 19/09/02, ficam
reservadas 5% (cinco por cento) das vagas que vierem a surgir durante a vigência deste
concurso, para os candidatos portadores de necessidades especiais, desde que aprovados.
Os portadores de necessidades especiais participarão do certame em igualdade de condições
com os demais candidatos, no que diz respeito ao conteúdo e a avaliação das provas.
6. As vagas reservadas aos portadores de necessidades especiais ficarão liberadas se não tiver
ocorrido inscrição ou aprovação destes candidatos, nos termos do § 3º da Lei Municipal nº
12.663 de 10/10/00.
7. Serão elaboradas duas listas de classificados, uma geral, com a relação de todos os
candidatos aprovados, e uma especial, com a relação dos candidatos aprovados na condição
de portadores de necessidades especiais, após comprovação da compatibilidade da
deficiência com o emprego, por junta médica.
8. Os portadores de necessidades especiais aprovados deverão submeter-se a perícia médica,
para verificação da compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atribuições do
emprego.
9. A aprovação e correspondente classificação não geram direito automático de contratação.
10. O provimento das vagas constantes deste Edital e das que vierem a surgir ocorrerá de acordo
com a necessidade da FESC, durante a validade do concurso, obedecendo à ordem de
classificação.
11. Não será permitida a acumulação remunerada de cargos e empregos públicos, exceto nas
hipóteses previstas no inciso XVI do Art. 37 da Constituição Federal.
12. As convocações para provimento das vagas serão feitas por meio do Diário Oficial do
Município, com prazo marcado para o comparecimento, implicando o não comparecimento em
desistência tácita da vaga.
13. Para efeito de sua contratação fica o candidato sujeito à aprovação em exame médico que o
ateste estar em condições físicas e mentais para o desenvolvimento das atividades para as
quais está sendo contratado e a apresentação dos documentos que lhe forem exigidos.
14. A inexatidão das informações ou a constatação de irregularidade em documentos, ainda que
verificadas posteriormente, eliminará o candidato do concurso.
15. O concurso terá validade de dois anos, contados da data da sua homologação, podendo ser
prorrogado por igual período, a critério da Fundação Educacional São Carlos.
16. Em caso de aprovação fica o candidato responsabilizado por atualizar pessoalmente ou
através de procuração o seu endereço e outros dados cadastrais na Divisão de Administração
e Finanças da FESC.
17. Os casos omissos serão resolvidos pela comissão examinadora designada para a realização
do concurso.
18. E, para que ninguém possa alegar desconhecimento, é expedido o presente Edital e são
afixadas as Normas do Concurso na sede da FESC.
São Carlos, 30 de Março de 2011
ELISETE SILVA PEDRAZZANI
Diretora Presidente
5
NORMAS DO CONCURSO PARA OS EMPREGOS DE EDUCADOR - FÍSICO E EDUCADOR –
GESTÃO EMPRESARIAL E EMPREENDEDORISMO
I – Do Concurso
A presente norma rege os Concursos Públicos para os empregos de Educador-Físico e
Educador- Gestão Empresarial e Empreendedorismo, respectivamente vinculada ao Edital dos
Concursos Públicos nº 25 e nº 26
II - Da Seleção
A seleção constará das seguintes fases:
1ª Fase - Prova Objetiva para todos os empregos. A prova versará sobre Português,
Conhecimentos Pedagógicos e Conhecimentos Específicos; será de caráter eliminatório e
elaborada de acordo com a especificidade de cada emprego.
2ª Fase - Prova de Títulos será de caráter classificatório e será realizada para todos os
empregos.
TABELA PROVA OBJETIVA
Emprego Provas
Número de
questões
Valor
Português 20
Conhecimentos Pedagógicos 30
Educador - Físico
Conhecimentos Específicos 50
100 pontos
Educador - Físico Prova de Títulos -- 15 pontos
Emprego Provas
Número de
questões
Valor
Português 20
Conhecimentos
Pedagógicos
30
Educador – Gestão Empresarial e
Empreendedorismo
Conhecimentos Específicos 50
100 pontos
Educador - Gestão Empresarial e
Em
p
reendedorismo
Prova de Títulos -- 15 pontos
III - Da Realização das Provas
III.1 – Da realização das Provas Objetivas
1 - A prova objetiva será realizada na cidade de São Carlos, no dia 19/06/2011, às 13 horas, em
locais a serem comunicados por meio de publicação no Diário Oficial do Município de São Carlos
e afixados na sede da FESC – Rua São Sebastião, nº 2.828, Vila Nery, São Carlos – SP.
1.1. Será excluído do Concurso o candidato que não comparecer ao local de convocação
informado no Diário Oficial do Município.
2 - O candidato poderá também acompanhar na home page da VUNESP – www.vunesp.com.br.
3 - O ca
ndidato deverá comparecer ao local designado para a prova com antecedência de 30
(trinta) minutos, munido de:
Comprovante de inscrição;
Original de um dos documentos de identidade a seguir:
Cédula de Identidade (RG);
Carteira de órgão ou conselho de classe;
Carteira de Trabalho e Previdência Social;
Certificado Militar;
Carteira Nacional de Habilitação (com foto).
Não serão aceitos protocolos, nem cópias dos documentos acima citados, ainda que autenticadas.
Os documentos apresentados deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir a
identificação do candidato com clareza.
6
4 - Não será admitida a entrada de candidato na sala de provas após o seu início.
5 - Não haverá 2ª chamada, seja qual for o motivo alegado, para justificar o atraso ou a ausência
do candidato.
6 - Durante as provas não serão permitidas consultas bibliográficas de qualquer espécie nem a
utilização de máquina calculadora ou de qualquer equipamento eletrônico.
7 - Será eliminado do Concurso Público o candidato que, durante a realização das provas, for
surpreendido comunicando-se com outro candidato ou terceiros, verbalmente ou por escrito ou
usando de meios ilícitos.
8 - O candidato não poderá ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento de um fiscal.
9 - O candidato deverá comparecer ao local designado munido de caneta de tinta preta ou azul,
lápis preto e borracha. Não será permitido o uso de corretivo na Folha Definitiva de Respostas.
10 - O candidato lerá as questões no caderno de questões e marcará suas respostas na Folha
Definitiva de Respostas, que será o único documento válido para correção eletrônica. O
preenchimento da Folha Definitiva de Respostas será de inteira responsabilidade do candidato,
que deverá proceder em conformidade com as instruções especificadas na capa do Caderno de
Questões e na própria Folha Definitiva. Não haverá substituição de Folha Definitiva de Respostas.
11 - As provas terão duração de 3 horas e ao terminar o candidato deverá entregar ao fiscal a
Folha de Resposta e o caderno de questões.
12 - Não será atribuída pontuação à questão que contiver mais de uma ou nenhuma resposta, ou
resposta rasurada ou errada.
13 - Por motivo de segurança, os candidatos somente poderão ausentar-se do recinto de provas
depois de decorrida uma hora do seu início e não levará o caderno de questões.
14 - Durante a aplicação da prova, poderá ser colhida a impressão digital do candidato, sendo
que, na impossibilidade de o candidato realizar o procedimento, esse deverá registrar sua
assinatura, em campo predeterminado, por três vezes.
III. 2 Do Julgamento da Prova Objetiva
1. As provas objetivas serão avaliadas na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e terão
caráter eliminatório e classificatório.
2. Será considerado habilitado o candidato que acertar no mínimo
40% das questões da
prova de Português, 40% das questões da Prova de Conhecimentos Pedagógicos e 50%
das questões da Prova de Conhecimentos Específicos.
III. 2 Prova de Títulos:
1. A Prova de Títulos de caráter classificatório, será avaliada na escala de 0 (zero) a 15 (quinze)
pontos.
2. A entrega de títulos para a Prova de Títulos será realizado no mesmo dia da Prova Objetiva.
3. A entrega e a comprovação dos títulos serão de exclusiva responsabilidade do candidato, não
sendo permitida a juntada ou substituição de quaisquer documentos extemporâneos.
4. Serão considerados títulos, desde que devidamente comprovados os discriminados a seguir:
Para os empregos de: Educador- Físico e Educador – Gestão Empresarial e
Empreendedorismo:
TÍTULO COMPROVANTES VALOR
UNITÁR
IO
QUANT.
MÁXIM
A
VALO
R
MÁXI
MO
a) Licenciatura
Plena ou
Graduação que
não seja requisito
para o emprego
Diploma ou certificado de conclusão de
curso, em papel timbrado da instituição,
contendo carimbo e assinatura do
responsável.
1,0 01 1,0
b) Pós-
graduação lato
sensu
(especialização
ou
aperfeiçoamento)
na área ou área
Diploma ou certificado de conclusão de
curso, em papel timbrado da instituição,
contendo carimbo, assinatura do responsável
e respectiva carga horária.
4,0 01 4,0
7
correlata, com no
mínimo 360
horas.
c) Curso de
Extensão
Universitária na
área (com
duração de 30
horas)
Diploma ou certificado de conclusão de
curso, em papel timbrado da instituição,
contendo carimbo, assinatura do responsável
e respectiva carga horária.
1,0 03 3,0
d) Pós-
graduação lato
sensu
(especialização
ou
aperfeiçoamento)
em outra área,
com no mínimo
360 horas.
Diploma ou certificado de conclusão de
curso, em papel timbrado da instituição,
contendo carimbo, assinatura do responsável
e respectiva carga horária.
1,0 01 1,0
e) Título de
Mestre na área
em que concorre
Diploma devidamente registrado ou
declaração/certificado de conclusão de curso,
acompanhado do respectivo Histórico
Escolar.
5,0 01 5,0
f) Título de
Doutor na área
em que concorre
Diploma devidamente registrado ou
declaração/certificado de conclusão de curso,
acompanhado do respectivo Histórico
Escolar.
6,0 01 6,0
Total Máximo de Pontos 15,0
7. Caso o candidato possua títulos que também se enquadrem como requisito para o emprego,
deverá apresentar os documentos que comprovem o requisito para o emprego, juntamente com os
demais, para efeito da avaliação da prova de títulos. Caso contrário, a documentação exigida
como requisito para o emprego deverá ser apresentada no ato da contratação.
8. Não serão aceitos títulos fora do prazo determinado para sua entrega.
9. Não será permitida a juntada ou substituição de quaisquer documentos extemporâneos.
10. Os documentos entregues serão devolvidos, após 120 (cento e vinte) dias da data da
homologação do Concurso Público, desde que solicitado à Fundação VUNESP.
11. Não serão avaliados títulos não especificados na tabela.
12. Será permitida a apresentação dos títulos por procuração mediante entrega do respectivo
mandato, com firma reconhecida, acompanhado de cópia do documento de identificação do
procurador e apresentação do comprovante de inscrição.
13. Não serão considerados, para fins de pontuação, protocolos dos documentos, devendo estes
serem apresentados em cópias reprográficas autenticadas ou acompanhadas do original, para
serem vistadas pelo receptor.
14. Os cursos realizados no exterior deverão ser revalidados por universidades oficiais que
mantenham cursos congêneres, credenciados junto aos órgãos competentes.
15. Serão considerados títulos os obtidos ou concluídos até Abril de 2011.
16. Os títulos de Mestre e Doutor não serão avaliados concomitantemente, sendo considerado o
de maior grau.
17. O candidato que desatender aos termos da convocação não poderá apresentar seus títulos,
recebendo pontuação zero nesse item.
18. Os resultados da avaliação dos títulos serão publicados no Diário Oficial do Município de São
Carlos, no site www.vunesp.com.br e afixados em quadro de avisos da FESC.
19. A avaliação dos títulos estará sob a responsabilidade da Fundação VUNESP.
20. Todos os documentos apresentados, cuja devolução não for solicitada no prazo de até 120
(cento e vinte) dias, contados a partir da homologação do resultado final do Co