Edital do Concurso Fundação Ezequiel Dias - MG (FUNED/MG) 2006

Visualizaçao do Edital do Concurso

1
1
?
APRESENTAÇÃO
Este Manual do Candidato, em que se reproduz o Edital n
o
1/2006, que
regulamenta o Concurso Público promovido pela Fundação Ezequiel Dias -
FUNED, tem como objetivo prestar aos interessados as informações necessárias
sobre esse Concurso.
Ao lê-lo, portanto, o candidato tomará conhecimento não das normas que
regem o processo seletivo, conforme determinadas no referido Edital, mas
também se informará sobre quadro de vagas, atribuições dos cargos oferecidos,
programas das disciplinas que constituirão cada prova, bibliografias sugeridas
para orientar os estudos, bem como sobre processo de inscrição, etapas do
concurso e outros temas de interesse dos candidatos em geral.
Assim sendo, a Fundep recomenda:
“Leia atentamente todo o conteúdo deste Manual do Candidato. É por ele que
começa sua seleção”.
2
2
?
CALENDÁRIO
EDITAL: publicado no “Minas Gerais”em 30 de março de 2006
SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO: 12 e 13 de abril de 2006
? Resultado do julgamento: até dia 9 de maio de 2006
PERÍODO DAS INSCRIÇÕES:
a) Internet : www.fundep.br/concursos - das 10 horas (horário de Brasília/DF) do dia
18 de abril de 2006 até às 19 horas (horário de Brasília/DF) do dia 11 de maio de
2006.
a) Correios
:
de 25 de abril de 2006 a 12 de maio de 2006, horário de atendimento
externo de cada uma das Agências credenciadas relacionadas a seguir:
AC JK – Avenida Afonso Pena, 1.270 – Centro
AC Savassi – Rua Pernambuco, 1.322 - Savassi
AC Santa Efigênia – Avenida Brasil, 310 – Santa Efigênia
PROVAS :
? Objetivas de Múltipla Escolha: dia 2 de julho de 2006*
RECURSOS:
? 5 (cinco) dias úteis, contados do primeiro dia subseqüente à data da publicação do objeto do
recurso no Minas Gerais.
INFORMAÇÕES GERAIS:
? Endereço eletrônico: www.fundep.br (clicar em concursos)
? Fundep/Setor de Concursos - call center: (0xx)31.3499.6827
? Endereço: Avenida Presidente Antônio Carlos, 6.627- Unidade Administrativa II - andar
UFMG/Campus Pampulha - Belo Horizonte/MG.
? Estará também disponível para consulta, no site da Fundep, os locais de realização das
provas.
? Horário de atendimento: das 9 h às 11h30min e das 13h30min às 16h.30min .
? * Publicação oficial do gabarito das Provas Objetivas no Minas Gerais: 4 de julho de 2006.
3
3
GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS
SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE
FUNDAÇÃO EZEQUIEL DIAS
EDITAL FUNED N.º 01/2006, 28 DE MARÇO DE 2006.
CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DAS CARREIRAS DE
TÉCNICO DE SAÚDE E TECNOLOGIA E ANALISTA DE SAÚDE E TECNOLOGIA DA FUNDAÇÃO EZEQUIEL DIAS -
FUNED
O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO EZEQUIEL DIAS - FUNED, no uso de suas
atribuições, e a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa FUNDEP, tornam pública a
abertura das inscrições e estabelecem normas para a realização do concurso público destinado
a selecionar candidatos para o provimento de cargos das carreiras de Técnico de Saúde e
Tecnologia e Analista de Saúde e Tecnologia do Grupo de Atividades de Saúde, do
Quadro de Pessoal da Fundação Ezequiel Dias, observadas as disposições constitucionais
referentes ao assunto, bem como os termos da Lei n.º. 15.462, de 13 de janeiro de 2005, dos
Decretos n.º 42.899, de 17 de setembro de 2002, n. 43.673, de 4 de dezembro de 2003 e n.º
43.885, de 4 de outubro de 2004, legislação complementar pertinente ao assunto e, em
particular, as normas estabelecidas neste Edital.
1
DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE O CONCURSO
1.1 O concurso público de que trata este Edital visa ao provimento de cargos das carreiras de Técnico de Saúde e
Tecnologia Níveis l e II -, e Analista de Saúde e Tecnologia Níveis I, III e IV, com a respectiva
escolaridade/habilitação exigida, para as vagas estabelecidas no item 2.
1.2 Ao número de vagas estabelecido no item 2 poderão ser acrescidas aquelas que forem oferecidas dentro do prazo de
validade do concurso.
1.3 Se novas vagas forem oferecidas durante o prazo de validade do concurso, 10% (dez por cento) dessas serão
destinadas a candidatos portadores de deficiência, observado o disposto no item 2.3 deste Edital.
1.4 Este concurso público será constituído de:
1.4.1 Prova Objetiva de Múltipla Escolha, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos, conforme disposto
no item 9.1.
1.4.2 Prova de Títulos, de caráter classificatório, para os cargos de Analista de Saúde e Tecnologia, conforme disposto no
item 9.2.
1.5 A legislação e alterações em dispositivos legais e normativos, com entrada em vigor após a data de publicação deste
Edital, não serão objeto de avaliação nas provas deste concurso.
1.6 Este concurso público terá validade de 2 (dois) anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo
ser prorrogado por igual período.
4
4
2
VAGAS
2.1
O número de vagas, em nível médio de escolaridade - Nível I e por curso de formação profissionalizante - Nível II, para
a carreira de Técnico de Saúde e Tecnologia, é o constante do quadro abaixo:
Cargo: Técnico de Saúde e Tecnologia Nível I e Nível II
N.º de vagas
Nível
Código
do Cargo
Nível de Escolaridade
Ampla
Concorrência
Reservadas ao
Portador de
Deficiência
I 101
Nível Médio ou Curso de Educação Profissional de
Nível Médio
183 18
102
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Administração
39
103
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Agropecuária
4
104
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Biotecnologia
15
105
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Contabilidade
20
106
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Edificações
2
107
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Eletrônica
4
108
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Eletrotécnica
6
109
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Enfermagem
2
110
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Informática
5
111
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Instrumentação
2
112
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Mecânica
6
113
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Meio Ambiente
2
114
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Patologia
48
115
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Química
54
116
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Segurança do Trabalho
3
117
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Vigilância. Sanitária
2
II
118
Curso de Educação Profissional de Nível Médio -
Técnico em Webdesign
1
22
Total de Vagas 398
5
5
2.2
O número de vagas, por Área de Conhecimento/Área de Concentração e por Nível de ingresso nas careiras de
Analista de Saúde e Tecnologia, Nível I é o constante dos quadros abaixo:
Cargo: Analista de Saúde e Tecnologia - Nível I
Código do Cargo Áreas de Conhecimento
Ampla
Concorrência
Portador de
Deficiência
201 Administração 15
202 Advocacia 8
203 Assistente Social 1
204 Biblioteconomia 4
205
Biologia/Ciências Biológicas, Biomedicina, Farmácia, Médico
Veterinário, Tecnologia de Alimentos. Área temática:
Microbiologia de Produtos
17
206
Biólogo/Ciências Biológicas. Área temática Botânica e
Biodiversidade
1
207
Biólogo/Ciências Biológicas. Área temática Biologia e
Microbiologia
2
208
Biologia/Ciências Biológicas, Biomedicina, Farmácia. Área
temática: Análises Clínicas
31
209
Biologia/Ciências Biológicas ou Farmácia. Área temática.
Área temática Biossegurança em Laboratórios
4
210
Biologia/Ciências Biológicas ou Farmácia. Área temática
Produção de Meios de Cultura
3
211
Biologia/Ciências Biológicas ou Farmácia Área temática
Gestão da Qualidade em Laboratórios
3
212
Biologia/Ciências Biológicas ou Farmácia. Área temática
Bioquímica
13
213
Biologia/Ciências Biológicas. Área temática Ciências
Biológicas
2
214 Ciências Contábeis 6
215 Ciências Econômicas 2
216 Comunicador Social 3
217 Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Química 1
218 Engenharia Civil 2
219 Engenharia Elétrica 1
220 Engenharia Eletrônica 1
221 Engenharia Mecânica 2
222 Engenharia de Produção ou Gestão de Produção 2
223
Farmácia, Química, Engenharia de Alimentos e Tecnologia
em Laticínios. Área temática Físico Química
35
224 Farmácia. Área temática Produção de Medicamentos 16
225 Farmácia. Área temática Ciências Farmacêuticas 6
226
Farmácia. Área temática Controle de Qualidade Físico
Químico
8
227
Farmácia. Área temática Garantia da Qualidade, Validação e
Registro de Produtos.
5
228 Farmácia. Área temática Imunobiológico 5
229 História 1
230 Medicina Veterinária 3
231 Nutrição 2
232 Pedagogia 5
233 Psicologia 2
234
Química Área de Concentração Controle de Qualidade Físico
Químico
1
235 Secretária Bilingüe 3
236
Tecnologia da Informação, Análise de Sistemas ou Ciência
da Computação
6
237 Curso Superior (qualquer área) 14
23
Total de vagas 236
6
6
2.3
O número de vagas, por Área de Conhecimento/Área de Concentração e por Nível de ingresso nas carreiras de
Analista de Saúde e Tecnologia, Nível III, é o constante dos quadros abaixo:
Cargo: Analista de Saúde e Tecnologia - Nível III
Código
do Cargo
Áreas de Conhecimento
Áreas de concentração
(lato sensu)
Ampla
Concorrência
Portador de
Deficiência
301 Administrador Administração Pública 02
302
Biologia/Ciências Biológicas ou
Farmácia
Saúde Pública 01
303 Biologia/Ciências Biológicas Parasitologia 01
304 Biologia/Ciências Biológicas Bacteriologia 01
305 Biologia/Ciências Biológicas Imunologia 01
306 Biologia/Ciências Biológicas Virologia 01
307 Enfermagem Enfermeiro do Trabalho 01
308 Engenharia Engenharia Sanitária 01
309 Farmacêutico Toxicologia 01
310 Farmacêutico Parasitologia 01
311 Farmacêutico Bacteriologia 01
312 Farmacêutico Imunologia 01
313 Farmacêutico Virologia 01
314 Farmacêutico Farmacologia 01
315 Farmacêutico
Gestão e Tecnologia da
Qualidade ou Administração
Industrial ou Qualidade e
Vigilância na Produção de
Medicamentos ou Controle e
Garantia de Qualidade de
Produtos Farmacêuticos
08
316 Medicina Medicina do Trabalho 01
317 Medicina Veterinária Parasitologia 01
318 Medicina Veterinária Virologia 01
3
TOTAL DE VAGAS 26
2.4 O número de vagas, por Área de Conhecimento/Área de Concentração e por Nível de ingresso nas careiras de
Analista de Saúde e Tecnologia, Nível IV, é o constante dos quadros abaixo:
Cargo: Analista de Saúde e Tecnologia – Nível IV
Código do
Cargo
Áreas de Conhecimento
Áreas de concentração (stricto
sensu)
Ampla
Concorrência
Portador de
Deficiência
401 Química Engenharia Nuclear 01
402
Farmácia ou Engenharia de
Alimentos
Ciência de Alimentos 01
403
Biologia, Ciências Biológicas ou
Farmácia
Ciências Biológicas ou
Microbiologia
01
404 Biologia, Ciências Biológicas Microbiologia 02
405 Farmácia Ciências Farmacêuticas 01
406 Biologia , Ciências Biológicas Microbiologia 01
407 Farmácia Ciências Farmacêuticas 02
01
TOTAL DE VAGAS 09
7
7
2.4
Em atendimento à Lei Estadual nº. 11.867, de 28 de julho de 1995, 10% (dez por cento) do total de vagas oferecidas
neste concurso, por cargo, conforme item 2, serão reservadas a candidatos portadores de deficiência, de acordo com os
critérios definidos pelo artigo do Decreto Federal nº. 3.298, de 20 de dezembro de 1999, observada a exigência de
compatibilidade entre a deficiência e as atribuições do cargo/função, a ser aferida em perícia médica oficial, quando dos
exames médicos pré-admissionais.
2.4.1
As vagas reservadas para os portadores de deficiência não preenchidas serão revertidas para os demais candidatos
aprovados e classificados de ampla concorrência, observada a ordem classificatória final.
2.5
As vagas oferecidas, neste Edital, para os cargos das carreiras de Técnico de Saúde e Tecnologia e Analista de
Saúde e Tecnologia providas por meio deste concurso público, são lotadas no Quadro de Pessoal da Fundação Ezequiel Dias -
FUNED.
3
ESPECIFICAÇÕES DOS CARGOS
3.1
Atribuições Gerais
3.1.1
Técnico de Saúde e Tecnologia: exercer atividades de suporte técnico e administrativo nas áreas de gestão,
planejamento, elaboração, análise, avaliação, execução, coordenação e controle de programas e projetos de pesquisa e
desenvolvimento tecnológico em saúde, bem como executar atividades correlatas na respectiva área de formação técnico-
profissional, compatíveis com o nível intermediário de escolaridade no âmbito de atuação da FUNED.
3.1.2
Analista de Saúde e Tecnologia: realizar pesquisas de desenvolvimento científico e tecnológico, executar atividades
de ensino, pesquisa e extensão no campo da saúde pública, pesquisar e produzir medicamentos, realizar análises laboratoriais
no campo da prevenção, promoção e recuperação da saúde, avaliar os serviços de saúde prestados por entidades públicas e
privadas da assistência complementar, bem como executar atividades técnicas e administrativas na respectiva área de
formação profissional, compatíveis com o nível superior de escolaridade, no âmbito de atuação da FUNED.
3.2
As atribuições específicas estarão no ANEXO I e II, parte integrante deste Edital.
3.3
Escolaridade Mínima Exigida
3.3.1
Técnico de Saúde e Tecnologia Nível I: formação em Nível intermediário - Ensino Médio ou Curso de Educação
Profissional de Nível Médio.
3.3.2
Técnico de Saúde e Tecnologia Nível II: formação em Nível intermediário, Curso de Educação Profissional de Nível
Médio, com registro em conselho de classe, correspondente às áreas técnicas de conhecimento dispostas no item 2.1.
3.3.3
Analista de Saúde e Tecnologia: comprovação de habilitação mínima em nível superior, considerando-se nível
superior a formação em educação superior, que compreende curso ou programa de graduação, na forma da Lei de Diretrizes e
Bases da Educação Nacional, conforme disposto no art. 10 da Lei Nº. 15.461.
a) Analista de Saúde e Tecnologia - Nível I: certificado de conclusão de curso de nível superior, ministrado por
instituição de ensino superior legalmente reconhecida pelo sistema federal ou pelos sistemas estaduais de ensino, e registro no
respectivo conselho de classe correspondente às Áreas de Conhecimento dispostas no item 2.2
b) Analista de Saúde e Tecnologia - Nível III: certificado de conclusão de curso de nível superior, ministrado por instituição
de ensino superior legalmente reconhecida pelo sistema federal ou pelos sistemas estaduais de ensino, correspondente às
Áreas de Conhecimento dispostas no item 2.3, acumulado com curso de pós-graduação lato sensu , com duração nima de
360 horas, ministrados por instituições de ensino superior credenciadas para a oferta destes cursos, correspondente às
respectivas Áreas de concentração.
b) Analista de Saúde e Tecnologia - Nível IV: certificado de conclusão de curso de nível superior, ministrado por
instituição de ensino superior legalmente reconhecida pelo sistema federal ou pelos sistemas estaduais de ensino,
correspondente às Áreas de Conhecimento dispostas no item 2.4, acumulado com curso de pós-graduação stricto sensu,
legalmente reconhecidos pelo sistemas federal estaduais de ensino e recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de
Pessoal de Nível Superior - CAPES ou, no caso das instituições públicas de ensino superior do Estado de Minas Gerais, pelo
Conselho Estadual de Educação – CEE -, nas áreas de concentração dispostas no item 2.4.
8
8
3.4
Carga horária semanal de trabalho: 40 (quarenta) horas para todas os cargos constantes neste edital, exceto para
aqueles que forem designados pela Presidência da FUNED para exercerem função de Médico do Trabalho ou Enfermeiro do
Trabalho, que terão jornada semanal de 20 horas semanais, de acordo com o art.54 da Lei 15.961, de 30/12/2005.
3.5
Remuneração mensal: a remuneração dos cargos segue tabela de remuneração da Fundação Ezequiel Dias,
aprovada pelo Decreto 44.139, de 27 de dezembro de 2005, acrescida da Gratificação de Incentivo e Eficientização dos
Serviços - GIEFS, normatizada pela Portaria da Presidência da FUNED, 064 de 10 de setembro de 2004.
3.5.1
TÉCNICO DE SAÚDE E TECNOLOGIA:
3.5.1.1
Nível I: R$600,00 + GIEFS (GIEFS mensal variável nos termos da Portaria da Presidência da FUNED, 064 de 10 de
setembro de 2004 e que em janeiro de 2006 o valor pago foi de R$ 386,54)
3.5.1.2
Nível II: R$732,00 + GIEFS (GIEFS mensal variável nos termos da Portaria da Presidência da FUNED, 064 de 10 de
setembro de 2004 e que em janeiro de 2006 o valor pago foi de 386,54)
3.5.2
ANALISTA DE SAÚDE E TECNOLOGIA:
3.5.2.1
Nível I: R$1.200,00 + GIEFS (GIEFS mensal variável nos termos da Portaria da Presidência da FUNED, 064 de 10 de
setembro de 2004 e que em janeiro de 2006 o valor pago foi de R$ 404,11)
3.5.2.2
Nível III: R$1.786,08 + GIEFS (GIEFS mensal variável nos termos da Portaria da Presidência da FUNED, 064 de 10 de
setembro de 2004 e que em janeiro de 2006 o valor pago foi de R$ 421,68 )
3.5.2.3
Nível IV: R$2.179,02 + GIEFS (GIEFS mensal variável nos termos da Portaria da Presidência da FUNED, 064 de 10
de setembro de 2004 e que em janeiro de 2006 o valor pago foi de R$ 439,25)
3.6
Regime Jurídico: Estatutário, em conformidade com as normas contidas na Lei n.º 869, de 5 de julho de 1952, que
dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de Minas Gerais e legislações pertinentes.
3.7
Local de Trabalho: o exercício funcional dos candidatos aprovados, classificados, nomeados e investidos nos cargos
de Técnico de Saúde e Tecnologia, Níveis I e II e de Analista de Saúde e Tecnologia, Níveis I, III e IV , dar-se-á na sede da
Fundação Ezequiel Dias, na Escola de Saúde Pública de Minas Gerais, situadas no município de Belo Horizonte MG, ou na
Fazenda Experimental São Judas Tadeu, localizada em Betim/MG.
4
REQUISITOS PARA A INVESTIDURA NO CARGO
4.1
O candidato aprovado e classificado no concurso público, na forma estabelecida neste Edital, será investido no cargo,
se atendidas as seguintes exigências:
a) ser brasileiro nato ou naturalizado e no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade
entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, na forma do art. 13 do Decreto
Federal nº 70.436, de 18 de abril de 1972;
b) gozar dos direitos políticos;
c) estar quite com as obrigações eleitorais;
d) estar quite com as obrigações do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino;
e) ter 18 anos completos até a data de posse;
f) ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, a ser aferida em perícia médica oficial, realizada
por unidade pericial competente, nos termos da legislação vigente;
g) comprovar a escolaridade mínima exigida para o cargo, conforme item 3.3 deste Edital.
h) não ter sido demitido a bem do serviço público;
4.2
A falta de comprovação de qualquer um dos requisitos especificados no item 4.1 impedirão a posse do candidato.
5
INSCRIÇÕES
5.1
Disposições Gerais
5.1.1
A inscrição do candidato implicará conhecimento e tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste
Edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento.
5.1.2
Declarações falsas ou inexatas constantes do requerimento de inscrição, bem como a apresentação de documentos
falsos, determinarão o cancelamento da inscrição e a anulação de todos os atos dela decorrentes, em qualquer época, sem
prejuízo das sanções penais cabíveis.
9
9
5.1.3
É de exclusiva responsabilidade do candidato a exatidão dos dados cadastrais informados no requerimento de
inscrição.
5.1.4
O candidato não poderá se inscrever para mais de uma área de conhecimento/área de concentração. Caso o faça,
será considerada a última inscrição efetuada.
5.1.5
Não haverá, sob qualquer pretexto, inscrição provisória ou condicional ou extemporânea, excetuando a previsão
contida no item 5.3.3 deste Edital.
5.1.6
Em nenhuma hipótese será aceita a transferência de inscrições entre pessoas e/ou locais de realização das
provas solicitada pelo candidato
5.1.7
O Requerimento de Inscrição e o valor pago referente à Taxa de Inscrição são pessoais e intransferíveis.
5.1.8
O pagamento da Taxa de Inscrição, por si só, não confere ao candidato o direito de submeter-se às etapas deste
Concurso Público.
5.1.9
Período de inscrição:
b) Via Internet: : das 10 horas (horário de Brasília/DF) do dia 18 de abril de 2006 às 19 horas (horário de
Brasília/DF) do dia 11 de maio de 2006, no endereço eletrônico www.fundep.br/concursos.
c) Pelos Correios: de 25 de abril de 2006 a 12 de maio de 2006, horário de atendimento externo de cada uma das
Agencias credenciadas relacionadas a seguir:
AC JK – Avenida Afonso Pena, 1.270 – Centro
AC Savassi – Rua Pernambuco, 1.322 - Savassi
AC Santa Efigênia – Avenida Brasil, 310 – Santa Efigênia
5.2
Condições para Inscrição:
a) Preencher os campos próprios do Requerimento de Inscrição, informando o código correspondente e o cargo/área de
formação/conhecimento/concentração pretendido.;
b) pagar a taxa de inscrição, conforme indicado no item 5.3.1.
5.2.1
O candidato que optar por inscrever-se em Agencias dos Correios efetuará o pagamento na própria agencia
recebedora da inscrição. O pagamento da Taxa de Inscrição deverá ser feito somente em dinheiro.
5.2.2
Será admitida a inscrição por terceiro mediante apresentação de Documento de Identidade do procurador. Nesse
caso, o candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade pelas informações prestadas, arcando com as
conseqüências de eventuais erros de seu representante no preenchimento do Requerimento de Inscrição.
5.2.3
Em caso de divergência entre o nome e o código, prevalecerá o nome escrito por extenso.
5.2.4
A inscrição somente será efetivada se o Requerimento de Inscrição não contiver emendas, rasuras ou informações
incompletas e se não houver insubsistência, por qualquer motivo, do pagamento da Taxa de Inscrição.
5.2.5
O candidato que se inscreveu conforme o item 5.2.1, receberá o Manual do Candidato, disponível nas Agencias dos
Correios credenciadas.
5.2.6. Após a confirmação da inscrição, que ocorrerá ao término da operação, o candidato deverá imprimir o boleto bancário
para efetuar o pagamento da taxa de inscrição, realizável em toda a rede bancária.
5.2.6.1 O Boleto Bancário a que se refere o item 5.2.6 será emitido em nome do requerente e deverá ser pago até o dia 12 de
maio de 2006 (data de vencimento constante no Boleto)), observados os horários de atendimento e transações da instituição
bancária envolvida.
5.2.7 O recibo do pagamento do Boleto Bancário será o comprovante de que o candidato realizou sua inscrição neste
Concurso Público, via Internet. Para esse fim, não será considerado o simples Comprovante de Agendamento de
pagamento futuro.
5.2.8 Não será válida a inscrição, cujo pagamento seja realizado em desobediência ao determinado no item 5.2.4.
5.2.9 A inscrição do candidato, somente será concretizada após a confirmação do pagamento da taxa de inscrição.
10
10
5.2.10 A FUNDEP não se responsabiliza por inscrições feitas via Internet ou Correios, não recebidos por motivos de
ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros
fatores que impossibilitem a transferência dos dados.
5.2.11 Não serão aceitas inscrições provisórias, condicionais, com documentação irregular, incompleta, ilegível, rasurada ou
que não atendam rigorosamente ao estabelecido neste Edital.
5.2.12 A FUNDEP não se responsabiliza por quaisquer atos ou fatos decorrentes de informações e endereços incorretos ou
incompletos fornecidos pelo candidato.
5.2.13 Inscrições encaminhadas por fax, por via postal ou por correio eletrônico não serão aceitas em nenhuma hipótese.
5.2.14 O candidato poderá retirar o Edital Regulador do Concurso/Manual do Candidato por download do arquivo, no sítio
eletrônico www.fundep.br .
5.2.15 È de inteira responsabilidade do candidato acompanhar, pelo Órgão Oficial dos Poderes do Estado – Minas Gerais, a
publicação de todos os atos e editais referentes a este Concurso Público
5.3 TAXA DE INSCRIÇÃO
5.3.1 Valor da taxa de inscrição
Cargos
VALORES
DAS TAXAS DE INSCRIÇÃO
Técnico de Saúde e Tecnologia I
R$ 35,00 (trinta e cinco reais)
Técnico de Saúde e Tecnologia II
R$ 45,00 (quarenta e cinco reais)
Analista de Saúde e Tecnologia I
R$ 65,00 (sessenta e cinco reais)
Analista de Saúde e Tecnologia. III
R$ 75,00 (setenta e cinco reais)
Analista de Saúde e Tecnologia IV
R$ 75,00 (setenta e cinco reais)
5.3.2 O valor da taxa de inscrição não será devolvido ao candidato, salvo nas hipóteses previstas na Lei nº. 13.801, de 26
de dezembro de 2000.
5.3.3 O candidato desempregado, de acordo com a Lei n 13.392, de 7 de dezembro de 1999, poderá requerer em
formulário próprio disponível no sítio eletrônico www.fundep.br a isenção do pagamento da taxa de inscrição, mediante
declaração de que não se encontra em gozo de nenhum benefício previdenciário de prestação continuada e que não
possui renda de nenhuma natureza, exceto a proveniente de seguro-desemprego.
5.3.4 A condição de desempregado será comprovada mediante a apresentação, no ato da solicitação de isenção, de cópia
autenticada em cartório das páginas da Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS - que contenham a foto, a
qualificação civil e a anotação de nenhum ou do último contrato de trabalho do candidato, e da primeira página
subseqüente em branco ou com a correspondente data de saída anotada do último contrato de trabalho, ou por meio
de documento idôneo que comprove que o candidato, anteriormente a essa solicitação:
a) não teve vínculo empregatício registrado em CTPS;
b) teve extinto vínculo empregatício registrado em CTPS;
c) teve extinto vínculo estatutário com o poder público, por meio de certidão expedida por órgão ou entidade
competente, em papel timbrado, com identificação e assinatura legível da autoridade emissora do documento;
d) encerrou o exercício de atividade legalmente reconhecida como autônoma, por meio de certidão conferindo a
baixa da atividade.
5.3.5 O candidato que se encontrar na condição especificada na alínea “a” do item 5.3.4, deverá apresentar declaração de
próprio punho na qual informará não auferir nenhum tipo de renda, sob pena de incorrer em crime de falsidade
ideológica nos termos da Lei.
5.3.6 O Requerimento de Pedido de Isenção estará disponível na FUNDEP/Setor de Concursos, no endereço: Avenida
Antonio Carlos, 6.627 Unidadade Administrativa II, andar, Campus Pampulha/UFMG, Belo Horizonte/MG, das 9h
às11h30min ou das 13h30min às 16h30min, horário de expediente do Setor de Concursos, oportunidade em que será
11
11
preenchido, também, pelo candidato ou por terceiros, o Requerimento de Inscrição (Isenção), exclusivamente
nos dias 12 e 13 de abril de 2006.
5.3.7 O protocolo fornecido pela FUNDEP, no ato de entrega do Requerimento de Pedido de Isenção, será o comprovante
de que o candidato requereu a isenção da Taxa de Inscrição.
5.3.8 A documentação comprobatória da condição de desempregado será analisada pela FUNDEP e encaminhada à
FUNED que decidirá sobre a Isenção da Taxa de Inscrição.
5.3.9 O resultado da análise da documentação apresentada para solicitação de isenção do pagamento da Taxa de
Inscrição será divulgado até o dia 9 de maio de 2006, no sítio eletrônico www.fundep.br e www.funed.mg.gov.br
5.3.10 O candidato que tiver sua solicitação de isenção do pagamento da Taxa de Inscrição indeferida poderá, efetuar sua
inscrição, conforme disposto no subitem 5.1.9.
5.3.11 O candidato cuja solicitação de isenção do pagamento da Taxa de Inscrição for indeferida, que não efetuar sua
inscrição, conforme disposto no item anterior, será, automaticamente, excluído do concurso.
5.3.12 O candidato, cuja solicitação de isenção do pagamento da taxa de inscrição for deferida, estará automaticamente
inscrito no Concurso e poderá imprimir o Edital desse Concurso, disponível no endereço citado no subitem 5.2.15 ou
no endereço da executora constante neste Edital e durante o período de inscrição.
6 INSCRIÇÃO DE PESSOA PORTADORA DE DEFICIÊNCIA
6.1 O(A) candidato(a) que se julgar amparado pela Lei nº. 11.867, de 28 de julho de 1995, poderá concorrer às vagas
reservadas para portadores de deficiência, indicadas no item 2. e seus subitens, fazendo sua opção no Requerimento de
Inscrição, disponível no endereço eletrônico www.fundep.br ou nas Agencias dos Correios, especificadas no item 5.1.9,
alínea ‘b’.
6.2 Para concorrer a uma destas vagas, o(a) candidato(a) deverá apresentar atestado médico dispondo sobre a espécie e o
grau ou nível de deficiência, com expressa refencia ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças
(CID), a provável causa da deficiência ou Certificado de Homologação de Readaptação ou Habilitação Profissional emitido
pelo INSS, bem como ao enquadramento previsto no artigo do Decreto Federal nº. 3.298 de 20 de dezembro de 1999,
alterado pelo Decreto Federal 5.296 de 2 de dezembro de 2004;
6.3 O (A) candidato(a) portador de deficiência deverá entregar à FUNDEP o laudo médico a que se refere o item anterior, no
período de 18/4/2006 a 12/5/2006, sob pena de indeferimento, em envelope fechado, tamanho ofício, contendo
externamente em sua face frontal, os seguintes dados: Concurso Público da Fundação Ezequiel Dias – Edital nº 1/2006,
nome do candidato, cargo pretendido e assinatura. O laudo médico deverá ser encaminhado obrigatoriamente:
a) pessoalmente, ou por terceiro, na FUNDEP/Setor de Concursos, Avenida Presidente Antônio Carlos, 6.627
Unidade Administrativa II, 2º andar, Campus Pampulha/UFMG, Belo Horizonte-MG.,CEP: 30123-970 – Caixa
Postal 856 - das 9h às 11h30min ou das 13h30min às 16h30min horário de expediente do Setor de
Concursos da FUNDEP.
b) via SEDEX, postado nas agências dos Correios, com custos por conta do candidato, endereçado à executora no
mesmo endereço citado na alínea “a”. Nesse caso a data da postagem deverá obedecer ao prazo estabelecido no
item 6.3.
6.4 O candidato que não atender ao disposto no item 6.3, será excluído do cadastro dos portadores de deficiência.
6.5 No ato da inscrição, o(a) candidato(a) portador(a) de deficiência que necessite de tratamento diferenciado no dia das
provas deverá requerê-lo, indicando as condições especiais de que necessita para a realização das provas tais como:
ledor, prova ampliada, prova em Braille, auxílio para transcrição ou sala de fácil acesso.
6.6 O atendimento diferenciado, a que se refere o item 6.5, assim considerado aquele que possibilite a prestação do exame
respectivo, é condicionado à solicitação prévia pelo candidato, sujeito à apreciação e deliberação da FUNDEP e obedecerá
a critérios de viabilidade e de razoabilidade, observada a legislação específica.
6.7 O candidato portador de deficiência que não manifestar no ato da inscrição a necessidade de tratamento diferenciado, não
cumprindo o disposto no item 6.5 deste Edital, terá as provas objetivas preparadas nas mesmas condições dos demais
candidatos, não lhe cabendo qualquer questionamento no dia das provas ou posteriormente.
6.8 O(A) candidato(a) portador(a) de deficiência que necessite de tempo adicional para a realização das provas deverá
requerê-lo e apresentar justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da área de sua deficiência. O
parecer citado deverá ser entregue à FUNDEP, atendendo as condições determinadas no item 6.3.
12
12
6.9 O(A) candidato(a) portador(a) de deficiência que não declarar tais opções (vagas reservadas e/ou tratamento
diferenciado) no ato da inscrição e não entregar laudo médico conforme determinado no item 6.2 e 6.3 deixará de
concorrer às vagas reservadas às pessoas portadoras de deficiência ou de dispor das condições diferenciadas e não
poderá impetrar recursos em favor de sua situação.
6.10 O candidato portador de deficiência participará do concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no
que se refere ao conteúdo, à avaliação, ao horário, ao local de aplicação das provas e à nota mínima exigida para todos
os demais candidatos, ressalvada a disposição especial – tempo adicional - do item 6.8.
6.11 O candidato portador de deficiência aprovado e classificado, neste concurso público, dentro do número de vagas
reservadas para cada cargo, dentre todas as Áreas de Conhecimento/Concentração, será nomeado para a vaga
correspondente a sua inscrição, observados os requisitos para investidura no cargo, previstos no item 4.1, obedecido o
disposto no item 14.1 deste Edital.
7 COMPROVANTE DEFINITIVO DE INSCRIÇÃO – CDI
7.1 A FUNDEP enviará pelos Correios, para o endereço indicado no Requerimento de Inscrição, o Comprovante Definitivo de
Inscrição (CDI), que conterá a indicação da data, horário e local de realização da Prova Objetiva e ainda disponibilizará na
internet, no sítio eletrônico www.fundep.br, para consulta pelo próprio candidato.
7.2 Caso o CDI não seja recebido até 5 (cinco) dias úteis antes da data marcada para a realização da prova, é de inteira
responsabilidade do candidato entrar em contato com a FUNDEP, para as devidas orientações, pelo telefone (31)
3499.6827, pelo e-mail: concurso@fundep.br, ou pessoalmente ou, ainda por terceiro, no endereço citado no item 6.3
alínea ‘a’.
7.3 É obrigação do candidato conferir, no CDI, seu nome, o número do documento de identidade utilizado para inscrição, a
sigla do órgão expedidor e o cargo/área de formação/conhecimento/concentração para o qual irá concorrer.
7.4 Eventuais erros de digitação ocorridos no nome do candidato, no número do documento de identidade utilizado para
inscrição ou na sigla do órgão expedidor deverão ser registrados na Folha de Ocorrências pelo Fiscal de Sala, no dia, no
horário e no local de realização da prova objetiva.
8 CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS
8.1 As provas deste concurso serão aplicadas em Belo Horizonte - MG, no dia 02 de julho de 2006, em horário a ser
oportunamente informado por meio do CDI, nos termos do item 7, podendo ser no período da manhã ou da tarde.
8.2 O candidato deverá comparecer com antecedência mínima de trinta minutos do horário fixado para o fechamento dos
portões de acesso aos locais das provas, considerado o horário oficial de Brasília, munido de caneta esferográfica, de tinta
azul ou preta, seu documento oficial de identificação e, preferencialmente, do CDI.
8.3 Em hipótese alguma será permitido:
a) o candidato prestar prova sem que o seu pedido de inscrição esteja previamente confirmado;
b) o ingresso de candidato na sala de aplicação de prova, após o início do exame;
c) o candidato prestar provas fora do horário ou espaço físico predeterminados e informados no CDI;
d) o acesso do candidato nos locais de provas, portando aparelhos eletrônicos, tais como bip, telefone celular, máquina
de calcular, relógio digital, agenda eletrônica, pagers, gravador, beep, walkman, notebock, palmtop, máquina
fotográfica, controle de alarme de carro ou qualquer outro equipamento eletrônico transmissor ou receptor.
8.4 No caso de perda ou roubo do Documento de Identidade, o candidato poderá apresentar outro documento de identificação
equivalente, conforme o item 8.5 e, ainda, ser submetido à identificação especial que compreende a coleta de assinatura e
impressão digital em formulário próprio.
8.5 Serão considerados Documentos de Identidade: carteiras expedidas pelos Ministérios Militares, pelas Secretarias de
Segurança Pública e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício
profissional - Ordens, Conselhos e outros; passaporte; Carteira de Trabalho e Previdência Social; Carteira Nacional de
Habilitação (somente o modelo novo, com foto).
13
13
8.6 Os documentos deverão estar em perfeitas condições, a fim de permitirem, com clareza, a identificação do candidato e
deverão conter, obrigatoriamente, filiação, fotografia e data de nascimento.
8.7 Não serão aceitos documentos de identidade com prazo de validade vencido, ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados
8.8 Não haverá segunda chamada para a Provas Objetiva, ficando o candidato ausente, por qualquer motivo, eliminado
do processo.
8.9 Em hipótese alguma haverá prorrogação do tempo de duração das provas em razão de afastamento do candidato da sala
de provas.
8.10 O candidato deverá apor sua assinatura na lista de presença, de acordo com aquela constante do seu documento de
identidade.
8.11 A inviolabilidade das provas será comprovada no momento de rompimento do lacre dos malotes, mediante termo formal
e na presença de, no mínimo, dois candidatos, nos locais de realização das provas.
8.12 Durante o período de provas não será permitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos ou
entre estes e pessoas estranhas, oralmente ou por escrito, ainda, o uso de livros, códigos, manuais, impressos ou
anotações.
8.13 Os objetos ou documentos perdidos durante a realização das provas objetivas, que porventura venham a ser entregues
no Setor de Concursos da FUNDEP, serão guardados pelo prazo de 90 (noventa) dias, quando, então, serão
encaminhados à Seção de Achados e Perdidos dos Correios.
8.14 O candidato que, durante a realização das provas, for encontrado portando ou fazendo uso de qualquer um dos objetos
especificados no item 8.3, alínea ‘d’ deste Edital, mesmo que desligado, será automaticamente eliminado do
Concurso.
8.15 É vedado o ingresso de candidato, portando arma nos locais de realização de prova, mesmo que possua o respectivo
porte.
8.16 Será, também, eliminado do concurso o candidato que incorrer nas seguintes situações:
a) deixar o local de realização da prova sem a devida autorização;
b) tratar com falta de urbanidade examinadores, auxiliares, fiscais ou autoridades presentes;
c) proceder de forma a tumultuar a realização da prova;
d) estabelecer comunicação com outros candidatos ou com pessoas estranhas, por qualquer meio;
e) usar de meios ilícitos para obter vantagem para si ou para outros;
f) deixar de atender às normas contidas nos Cadernos de Provas, na Folha de Respostas e demais orientações
expedidas pela FUNDEP.
8.17 Somente serão permitidos assinalamentos na Folha de Respostas feitos, com caneta esferográfica - tinta azul ou
preta -, vedada qualquer colaboração ou participação de terceiros, respeitado o contido nos itens 6.5 e 6.6.
8.18 O candidato não poderá amassar, molhar, dobrar, rasgar ou, de qualquer modo, danificar sua Folha de Respostas, sob
pena de arcar com os prejuízos advindos da impossibilidade de realização de leitura óptica dela.
8.19 Em nenhuma hipótese haverá substituição da Folha de Respostas por erro do candidato.
8.20 Ao terminar a prova objetiva, o candidato entregará, obrigatoriamente, ao Fiscal de Sala sua Folha de Respostas
assinada.
8.21 As instruções constantes na Folha de Respostas e no Caderno de Provas complementam este Edital e deverão ser
seguidas pelo candidato.
8.22 Na correção da folha de resposta será atribuída nota zero à questão com mais de uma opção assinalada ou sem
opção assinalada.
8.23 A Prova Objetiva terá a duração de 4 (quatro) horas, incluído o tempo para marcação na folha de respostas.
8.24 O candidato somente poderá deixar o local de exame, portando o Caderno da Prova Objetiva, 60 (sessenta) minutos
após o início da prova.
9 DAS PROVAS
9.1 Prova Objetiva de Múltipla Escolha será composta de 50 (cinqüenta) questões, com 4(quatro) alternativas marcadas com
letras de A a D, e com uma única resposta. Esta prova será valorizada conforme o item 9.1.1.
14
14
9.1.1 A prova objetiva de múltipla escolha será eliminatória, classificatória e obedecerá às características especificadas no
quadro abaixo:
TECNICO DE SAÚDE E TECNOLOGIA – NÍVEL I
PROVAS
DISCIPLINAS
N
O
DE
QUESTÕES
VALOR
DAS
QUESTÕES
PONTUAÇÃO
MÍNIMA
Português 7
Raciocínio Lógico
5
Informática Básica
5
Biossegurança e Qualidade
5
Políticas de Saúde
6
Estatuto da FUNDED
5
Estatuto do Servidor Público do Estado de Minas Gerais
7
Código de Ética do Servidor Público
5
Noções de Direito Administrativo e Constitucional
5
1,0 (um) ponto
30 (trinta)
pontos
Conhecimentos Gerais
Prova I
Pontuação Máxima da Prova de Múltipla Escolha:
50 (cinqüenta) pontos
TECNICO DE SAÚDE E TECNOLOGIA – NÍVEL II
PROVAS
DISCIPLINAS
N
O
DE
QUESTÕES
VALOR
DAS
QUESTÕES
PONTUAÇÃO
MÍNIMA
POR
DISCIPLINA
Português 5
Raciocínio Lógico
3
Informática Básica
3
Biossegurança e Qualidade
3
Políticas de Saúde
3
Estatuto da FUNDED
4
Estatuto do Servidor Público do Estado de Minas Gerais
3
Código de Ética do Servidor Público
3
Conhecimentos Gerais
Prova I
Noções de Direito Administrativo e Constitucional
3
18 (dezoito)
pontos
Prova II
Conhecimentos Específicos
20
1,0 (um) ponto
12 (doze) pontos
Pontuação Máxima da Prova de Múltipla Escolha:
50 (cinqüenta) pontos
ANALISTA DE SAÚDE E TECNOLOGIA – NÍVEL I , III E IV
15
15
PROVAS
DISCIPLINAS
N
O
DE
QUESTÕES
VALOR
DAS
QUESTÕES
PONTUAÇÃO
MÍNIMA
POR
DISCIPLINA
Português 5
Raciocínio Lógico
3
Informática Básica
3
Biossegurança e Qualidade
3
Políticas de Saúde
3
Estatuto da FUNDED
4
Estatuto do Servidor Público do Estado de Minas Gerais
3
Código de Ética do Servidor Público
3
Conhecimentos Gerais
Prova I
Noções de Direito Administrativo e Constitucional
3
18 (dezoito)
pontos
Prova II
Conhecimentos Específicos
20
1,0 (um) ponto
12 (doze)
pontos
Pontuação Máxima da Prova de Múltipla Escolha:
50 (cinqüenta) pontos
9.1.2 Serão considerados eliminados do concurso de que trata este Edital os candidatos que não obtiverem o mínimo de
60% (sessenta por cento) da soma da pontuação dos conhecimentos gerais (Português; Raciocínio Lógico; Informática
Básica; Biossegurança e Qualidade; Políticas de Saúde; Estatuto da FUNED; Estatuto do Servidor Público do Estado
de Minas Gerais; Código de Ética do Servidor Público; Noções de Direito Administrativo e Constitucional) e também o
mínimo de 60% (sessenta por cento) da pontuação dos Conhecimentos Específicos desta prova.
9.1.3 Para o cargo de Analista de Saúde e Tecnologia, Código 237, Área de Conhecimento Secretária Bilingüe, comporá a
prova de conhecimentos específicos, perguntas sobre um texto em língua inglesa.
9.1.4 Integram o presente Edital os seguintes Anexos:
Anexo I: ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS PARA AS CARREIRAS DE TÉCNICO DE SAÚDE E TECNOLOGIA I E II.
Anexo II: ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS PARA OS CARGO DE ANALISTA DE SAÚDE E TECNOLOGIA NÍVEL I, III E
IV.
9.1.5 O Conteúdo Programático e Sugestão Bibliográfica, será publicado no Órgão Oficial dos Poderes do Estado Minas
Gerais –, em Edital Complementar.
9.2 Prova de Títulos
9.2.1 A prova de títulos, para o cargo de Analista de Saúde e Tecnologia, tem caráter apenas classificatório.
9.2.2 Os candidatos classificados na Prova Objetiva de Múltipla Escolha, na forma estabelecida por este Edital, até duas
vezes o número de vagas oferecidas na respectiva Área de Conhecimento/Concentração, acrescidos os candidatos
empatados na última posição, serão convocados, mediante publicação no Órgão Oficial dos Poderes do Estado
Minas Gerais –, a apresentarem títulos, no endereço, data e horário a serem estabelecidos na publicação.
9.2.3 Os títulos que poderão ser objeto de pontuação na Prova de Títulos de que trata este Edital serão analisados e
avaliados, conforme pontuação discriminada na tabelas 1, 2 e 3
9.2.4 Os títulos de que trata o item 9.2.3 referem-se a tempo de serviço comprovadamente exercido nas áreas indicadas.
Tabela 1 – Analista de Saúde e Tecnologia – Nível I
Discriminação do título
Valor de cada ano
inteiro
VALOR MÁXIMO DOS
TÍTULOS
Exercício de atividade profissional de nível superior na
Administração Pública ou Privada, em empregos/cargos
especializados, conforme a Área de Conhecimento a que concorre.
1( um) ponto 5 (cinco) pontos
16
16
Tabela 2 – Analista de Saúde e Tecnologia – Nível III
Discriminação do título
Valor de cada ano
inteiro
VALOR MÁXIMO DOS
TÍTULOS
Exercício de atividade profissional de nível superior na
Administração Pública ou Privada, em empregos/cargos
especializados, conforme a Área de Concentração a que concorre.
1(um) ponto 5 (cinco) pontos
Tabela 3 – Analista de Saúde e Tecnologia – Nível IV
Discriminação do título
Valor de cada ano
inteiro
VALOR MÁXIMO DOS
TÍTULOS
Exercício de atividade profissional de nível superior na
Administração Pública ou Privada, em empregos/cargos
especializados, conforme a Área de Concentração a que concorre.
1 (um) ponto 5 (cinco) pontos
9.2.5 A soma da pontuação obtida por meio de apresentação de títulos não poderá ultrapassar o limite de 5 (cinco) pontos.
9.2.6 A comprovação do título deverá ser apresentada em cópia devidamente autenticada.
9.2.7 Não serão aferidos quaisquer títulos não estabelecidos nas tabelas 1, 2 e 3 deste Edital e/ou encaminhados fora do
prazo determinado na publicação de convocação para entrega de títulos.
9.2.8 O comprovante de título referente a tempo de serviço comprovadamente exercido no exterior, somente será
considerado se o documento estiver traduzido para o português, por tradutor juramentado e em conformidade com as
normas estabelecidas neste Edital.
9.2.9 Quaisquer títulos que não preencherem devidamente as exigências de comprovação, contidas neste Edital, não serão
considerados.
9.2.10 Para receber a pontuação relativa aos títulos relacionados nas Tabelas 1, 2 e 3 do quadro de títulos, o candidato
deverá atender a uma das seguintes opções:
a) cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) acrescida de declaração do empregador que informe o
período (com início e fim, se for o caso) e a espécie do serviço realizado, com a descrição das atividades
desenvolvidas, se realizado na área privada;
b) certidão que informe o período (com início e fim, se for o caso) e a espécie do serviço realizado, com a descrição
das atividades desenvolvidas, se realizado na área pública;
c) contrato de prestação de serviços ou recibo de pagamento de autônomo (RPA) acrescido de declaração que
informe o período (com início e fim, se for o caso) e a espécie do serviço realizado, no caso de serviço prestado
como autônomo.
9.2.11 A declaração e a certidão mencionadas nas opções “a” e “b” do subitem anterior deverão ser emitidas por órgão de
pessoal ou de recursos humanos. Não havendo órgão de pessoal ou de recursos humanos, a autoridade responsável pela
emissão do documento deverá declarar/certificar também essa inexistência.
9.2.12 A declaração mencionada na opção “c” do subitem 9.2.10 deste edital deverá ser emitida pelo contratante.
9.2.13 Para efeito de pontuação do quadro de títulos, não será considerada fração de ano nem sobreposição de tempo.
9.2.14 Não será computado, como experiência profissional, o tempo de estágio, de monitoria ou de bolsa de estudo.
9.2.15 Cada título será considerado uma única vez.
9.2.16 Os pontos que excederem o valor máximo em cada alínea do Quadro de Atribuição de Pontos para Avaliação de
Títulos, bem como os que excederem o limite de pontos estipulados no subitem 7.1 serão desconsiderados.
9.2.17 Não será permitido anexar qualquer documento ao formulário de interposição de recursos.
10 PROCESSO DE CLASSIFICAÇÃO E APROVAÇÃO
10.1 O resultado final deste concurso será aferido pelo somatório dos pontos obtidos nas disciplinas que compõem a prova
objetiva para o cargo de Técnico de Saúde e Tecnologia e pelo somatório dos pontos obtidos na prova objetiva e na prova de
títulos, para os cargos de Analista de Saúde e Tecnologia.
17
17
10.2 Havendo empate na totalização dos pontos, terá preferência o candidato que na seguinte ordem sucessiva:
a) tiver obtido o maior número de pontos na Disciplina de Conhecimentos Específicos;
b) tiver obtido o maior número de pontos na Disciplina Estatuto do Servidor Público do Estado de Minas Gerais;
c) tiver obtido o maior número de pontos na Disciplina Estatuto da FUNED;
d) tiver obtido o maior número de pontos na Disciplina Políticas de Saúde;
e) tiver obtido o maior número de pontos na Disciplina Português;
f) tiver mais idade
10.2.1 Havendo empate na totalização dos pontos paro cargo de Técnico de Saúde e Tecnologia, Nível I, o critério de
desempate inicia-se pela letra b e segue na ordem sucessiva.
10.3 No resultado final os candidatos aprovados e classificados constarão na ordem decrescente do total de pontos obtidos no
somatório de que trata o item 10.1.
10.4 Os candidatos inscritos como portadores de deficiência, classificados, além de figurarem na lista geral de classificação,
terão seus nomes publicados em separado.
10.5 O resultado final do concurso será disponibilizado em ordem de classificação para consulta dos candidatos no sitio
eletrônico www.fundep.br
11 RECURSOS
11.1 Caberá interposição de recurso, em instância única, fundamentado perante à Fundep, no prazo de 5 (cinco) dias úteis,
contados do primeiro dia subseqüente à data de publicação do objeto do recurso, no Órgão Oficial dos Poderes do
Estado – Minas Gerais:
a) contra o gabarito e questão da prova objetiva de múltipla escolha;
b) contra o resultado da prova de títulos;
c) contra a Classificação Final, desde que se refira a erro de cálculo das notas.
11.2 Admitir-se-á um único recurso por etapa, para cada candidato, relativamente ao objeto de contestação, não sendo
aceitos recursos coletivos.
11.3 Na hipótese de alteração da atribuição de nota, por força de provimento de algum recurso, a nota da Prova Objetiva e
da Prova de Títulos serão recorrigidas de acordo com o resultado do deferimento do recurso.
11.4 O recurso deverá ser apresentado:
a) Digitado ou datilografado, em duas vias;
b) dentro do prazo estipulado no item 11.1;
c) com indicação da nota atribuída que se quer contestar;
d) com argumentação lógica, consistente e com a bibliografia pesquisada pelo candidato, no caso da prova objetiva;
e) com fundamentação objetiva, no caso da avaliação da prova de títulos;
f) com capa em que constem o nome, o número de inscrição, o cargo/função para o qual concorre, o endereço
completo, com Código de Endereçamento Postal – CEP -, e a assinatura do candidato.
11.5 O recurso deverá ser apresentado à executora por uma das seguintes formas:
a) diretamente, pelo candidato ou por terceiro, para a executora, no endereço da FUNDEP/Setor de Concursos, no
endereço: Avenida Antonio Carlos, 6.627 Unidadade Administrativa II, andar, Campus Pampulha/UFMG,
Belo Horizonte/MG, das 9h às11h30min ou das 13h30min às 16h30min, horário de expediente do Setor de
Concursos, em Belo Horizonte – MG.
11.6 Recurso interposto em desacordo com este Edital não será considerado.
11.7 Recurso interposto fora do prazo estabelecido neste Edital não será analisado.
11.8 O prazo para interposição de recurso é preclusivo e comum a todos os candidatos.
11.9 A decisão relativa ao deferimento ou indeferimento do recurso será publicada no Órgão Oficial dos Poderes do Estado
Minas Gerais e ficará disponível para consulta no sítio
www.funed.mg.gov.br
11.10 A FUNDEP disponibilizará a conclusão fundamentada sobre o recurso, emitida pela Banca Examinadora para o
candidato no site www.fundep.br ou no endereço da executora.
18
18
12 HOMOLOGAÇÃO
O resultado final do concurso público será homologado pelo Presidente da Fundação Ezequiel Dias e publicado no Órgão
Oficial dos Poderes do Estado.
13 NOMEAÇÃO/POSSE/EXERCÍCIO
13.1 O candidato nomeado apresentar-se-á para posse e exercício, às suas expensas.
13.2 O exame médico pré-admissional, que antecederá a posse do candidato, será realizado nos termos do item 14 deste
Edital.
13.3 O candidato nomeado no concurso de que trata este Edital será empossado no cargo, se atendidos os requisitos de
investidura dispostos no item 4.1 e apresentar obrigatoriamente, no ato da posse, cópia xerográfica acompanhada do
original dos seguintes documentos:
a) documento de identidade com fotografia;
b) título de eleitor com comprovante de votação na última eleição;
c) cadastro nacional de pessoa física – antigo CPF;
d) certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, se do sexo masculino;
e) comprovante de residência;
f) Resultado de Laudo Médico Pericial REM com conclusão pela aptidão pelo cargo; emitido pelo órgão pericial
oficial;
g) comprovação de escolaridade exigida para o cargo, conforme disposto no item 3.3;
h) declaração que exerce ou não outro cargo, emprego ou função pública federal, estadual ou municipal;
i) cartão de cadastramento no PIS/PASEP;
j) declaração de bens com dados até a data da posse;
k) outros documentos que se fizerem necessários, à época da posse.
13.4 Estará impedido de tomar posse o candidato que deixar de apresentar qualquer um dos documentos especificados no item
13.3, exceto o mencionado na alínea “i”.
14 EXAMES MÉDICOS PRÉ-ADMISSIONAIS
14.1 O candidato nomeado deverá se submeter a exames médicos pré-admissionais sob a responsabilidade do Serviço Pericial
Oficial do Poder Executivo do Estado de Minas Gerais, que concluirá quanto à sua aptidão física e mental para o exercício
do cargo, nos termos do artigo 2º do Decreto n° 43657, de 21 de novembro de 2003.
14.2 Na realização dos exames médicos pré-admissionais o candidato deverá apresentar:
I Formulário oficial da Perícia Médica devidamente preenchido.
II Comprovante de nomeação (cópia do ato de nomeação publicado no Órgão Oficial dos Poderes do Estado).
III Resultado dos seguintes exames complementares, realizados às expensas do candidato:
a) hemograma completo;
b) contagem de plaquetas;
c) glicemia de jejum;
d) urina rotina.
14.3 Na inspeção médica poderão, a critério clínico, ser exigidos novos exames e testes complementares considerados
necessários para a conclusão do exame médico pré-admissional.
14.4 O candidato considerado inapto no exame médico pré-admissional estará impedido de tomar posse e terá anulado seu ato
de nomeação.
14.5 O candidato de que trata o item 6 se aprovado e classificado na forma do item 15, paralelamente à realização do exame
médico pré-admissional, disposto no item 14 deste Edital, será submetido à inspeção, por Junta Médica, para emissão de
Laudo Médico Oficial.
14.6 A Junta Médica de que trata o item 14.5 designada pelo
Serviço Pericial Oficial do Poder Executivo do Estado de Minas
Gerais - decidirá de forma terminativa sobre a caracterização do candidato como portador de deficiência.
19
19
14.7 O candidato que não tiver caracterizada, nos termos do artigo do Decreto Federal n.º 3.298/1999, alterado pelo
Decreto Federal nº. 5.296/2004, pela Junta Médica especificada no item 14.5 a deficiência declarada, terá seu ato de
nomeação anulado e retornará para a listagem de ampla concorrência, obedecido o disposto no item 6.4.
15 DISPOSIÇÕES FINAIS
15.1 Todas as publicações oficiais referentes ao Concurso Público de que trata este Edital serão feitas no Órgão Oficial dos
Poderes do Estado – Minas Gerais.
15.2 Os prazos estabelecidos neste Edital são preclusivos, contínuos e comuns a todos os candidatos, não havendo justificativa
para o não cumprimento e para a apresentação de documentos após as datas estabelecidas.
15.3 É de responsabilidade do candidato, após a homologação e durante o prazo de validade do concurso, manter atualizado
seu endereço junto a FUNED, no endereço Rua Conde Pereira Carneiro, 80, Bairro Gameleira, em Belo Horizonte MG,
CEP 30510-010, ou no endereço eletrônico www.funed.mg.gov.br
15.4 Não serão fornecidas provas relativas a concursos anteriores.
15.5 A Fundação Ezequiel Dias - FUNED não se responsabiliza por quaisquer cursos, textos, apostilas e outros materiais
impressos ou digitais referentes às matérias deste concurso ou por quaisquer informações que estejam em desacordo com
o disposto neste Edital.
15.6 Informações a respeito deste concurso público poderão ser obtidas no sítio eletrônico www.fundep.br ou pelo telefone (31)
3499-6827
15.7 Incorporar-se-ão a este Edital, para todos os efeitos, quaisquer editais complementares, avisos e convocações, relativos a
este concurso, que vierem a ser publicados pela Fundação FUNED no Órgão Oficial dos Poderes do Estado - Minas
Gerais.
15.8 Os casos omissos serão resolvidos pelo Presidente da Fundação FUNED, consultado, se necessário, o Secretário de
Estado de Planejamento e Gestão.
Belo Horizonte, 28 de março de 2006.
CARLOS ALBERTO PEREIRA GOMES
Presidente da Fundação Ezequiel Dias
20
20
ANEXO I
ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS
PARA AS CARREIRAS DE TÉNICO DE SAÚDE E TECNOLOGIA NÍVEL I E II
Código do cargo: 101 – TST
Atribuições: Executar serviços de apoio nas áreas de recursos
humanos,
administração, produção, educação, pesquisa, análises clínicas,
finanças e logística; atender fornecedores, clientes internos e
externos, fornecendo e recebendo informações sobre produtos e
serviços; tratar de documentos variados, cumprindo todo o
procedimento necessário referente aos mesmos; preparar
relatórios e planilhas; executar serviços gerais de escritórios.
Acompanhar e participar de pesquisas e levantamentos de dados
do setor, elaborando planilhas e gráficos referentes a eles, bem
como outras atividades correlatas, compatíveis com o nível
médio de escolaridade.
Código do cargo: 102 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Administração.
Atribuições: Executar serviços de apoio nas áreas de recursos
humanos,
administração, finanças e logística; atender fornecedores e
clientes, fornecendo e recebendo informações sobre produtos e
serviços; tratar de documentos variados, cumprindo todo o
procedimento necessário referente aos mesmos; preparar
relatórios e planilhas; executar serviços gerais de escritórios.
Acompanhar e participar de pesquisas e levantamentos de dados
do setor, elaborando planilhas e gráficos referentes a eles.
Elaborar pequenos programas tais como banco de dados,
controles, planilhas e edição gráfica conforme a demanda
exigida. Orientar os usuários internos quanto as atividades do
setor. Elaborar estudos, relatórios e pareceres sobre assuntos
administrativos da sua área de atuação. Controlar o almoxarifado
específico do setor, pela regularização de estoques e reposição
dos materiais. Elaborar quadros demonstrativos diversos,
relativos aos serviços do setor, analisando-os e emitindo
pareceres sobre eles. Receber e controlar faturas e notas fiscais,
além de emitir os respectivos recibos. Exercer pequenos
controles financeiros e contábeis do seu setor, repassando- os,
quando necessário, à contabilidade da empresa. Efetuar abertura
de processos administrativos relativos à sua área de trabalho, e
vistoriar em campo quando necessário.
Fazer o atendimento ao público específico de sua área,
prestando informações e orientações pertinentes. Acompanhar e
controlar contratos de estagiários, escolas e bolsistas. Atender
ao público por telefone ou pessoalmente tendo em vista prestar
informações ou esclarecimentos das atividades do Serviço.
Redigir e digitar documentos e correspondências pertinentes ao
Serviço. Executar o controle de arquivo do Serviço. Efetuar o
recebimento, a expedição e o controle de documentos de
protocolo. Efetuar a redação, digitação, registro e
encaminhamento documentos e relatórios expedidos pelo
serviço. Executar tarefas afins e condizentes com o cargo,
sempre que necessário.
Código do cargo: 103 - TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Agropecuária
Atribuições: responsabilidade cnica na administração de
pessoal, formação, adubação e manejo de pastagens e
capineiras, produção de mudas (viveiro), trabalhar com práticas
agrícolas sustentáveis (Sistema agroflorestais e silvipastoris).
Manutenção de casa de vegetação e jardins plantas medicinais,
controle de pragas, produção de mudas.
Código do cargo: 104 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Biotecnologia
Atribuições: realizar análises microbiológicas, microscópicas e
toxicológicas em alimentos, água, material biológico,
medicamentos, saneantes e cosméticos. Operar equipamentos
necessários à execução das análises; processar o material
utilizado para análise, preparar e padronizar soluções, realizar
controle de estoque de reagentes e material, participar de
análises periciais em produtos sujeitos à Vigilância Sanitária.
Operar equipamentos necessários à execução da produção;
preparar e padronizar soluções, realizar controle de estoque de
reagentes, auxiliar a chefia na realização de atividades
pertinentes e otimização de processos, executar os
procedimentos de qualidade e biossegurança estabelecidos.
Código do cargo: 105 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Contabilidade
Atribuições: Aplicar conhecimentos básicos de Contabilidade
pública, sob a Lei 4320/64; Realizar conciliações de contas
contábeis; Operar os sistemas corporativos estaduais - SIAFI e
SIADI; Administrar rotinas básicas de Compras e Almoxarifado;
Utilizar conhecimentos básicos de: Orçamento público de Custos
- PEPS,UEPS; Custo médio, sistemas de apropriação de custos
industriais; contabilidade Geral: Princípios Fundamentais da
Contabilidade; Estrutura Conceitual da Contabilidade; Contas e
Plano de Contas; Fatos e lançamentos contábeis; Procedimento
de escrituração contábil; Apuração do Resultado do Exercício;
Elaboração, estruturação e Classificação do Balanço Patrimonial
e da Demonstração do Resultado do Exercício de Acordo com a
Lei no 6.404 de 1976.
Código do cargo: 106 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Edificações
Atribuições: Atribuições voltadas às atividades de projetos,
acompanhamento e desenvolvimento dos projetos
arquitetônicos, elaborar estudos e análises técnicas, interpretar
normas técnicas, planejamento e gerenciamento de obras,
coordenação de equipes, interface entre as áreas técnica e
administrativa. Noções de Biossegurança e saúde pública,
gerenciar contratos, especificações de materiais e serviços,
orçamentos, medições. Noções de segurança do trabalho
Código do cargo: 107 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Eletrônica
Atribuições: Atribuições voltadas para consertar e instalar
aparelhos eletrônicos, desenvolver dispositivos de circuitos
eletrônicos, fazer manutenção corretivas, preventivas e
preditivas, criar implementar dispositivos de automação. Redigir
documentação técnica, Atuar em comando e controle industrial,
telecomunicações, equipamentos de informática e de
laboratórios e ventilação. Noções de Biossegurança e saúde
pública, Noções de segurança do trabalho.
21
21
Código do cargo: 108 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Eletrotécnica
Atribuições: Atribuições voltadas para manutenção e instalação
de redes elétricas e auxiliar profissional de nível superior em
engenharia elétrica. Deverá atuar em cálculos, desenhos,
especificações e orçamentos, preparação e utilização adequada
de equipamentos, instalações e materiais. Desempenhar tarefas
típicas de planejamento, coordenação, execução, controle e
avaliação da prestação e manutenção de serviços técnicos.
manutenção corretivas e preventivas. Redigir documentação
técnica, Atuar em comando e controle industrial,
telecomunicações, equipamentos de informática e de
laboratórios. Noções de Biossegurança e saúde pública, Noções
de segurança do trabalho
Código do cargo: 109 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Enfermagem
Atribuições: prestar assistência ao paciente, atuando sob
supervisão de enfermeiro; realizar aplicação de vacinas e
injeções; executar curativos; prestar socorro a pacientes/clientes
vítimas de acidentes e/ou doenças; preparar consultórios
médicos e material para uso diário; lavar, controlar e esterilizar
materiais; controlar e fornecer medicamentos; realizar exames
audiométricos e demais atividades da função.
Código do cargo: 110 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Informática
Atribuições: Desenvolvem sistemas e aplicações, determinando
interface gráfica, critérios ergonômicos de navegação, montagem
da estrutura de banco de dados e codificação de programas;
projetam, implantam e realizam manutenção de sistemas e
aplicações; selecionam recursos de trabalho, tais como
metodologias de desenvolvimento de sistemas, linguagem de
programação e ferramentas de desenvolvimento. Planejam
etapas e ações de trabalho.
Código do cargo: 111 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Instrumentação
Atribuições: Atribuições voltadas para manutenção, calibração e
aferição de equipamentos eletro-eletrônicos, eletro-mecânicos,
pneumáticos e óticos. Deverá atuar em cálculos, desenhos,
especificações conferencias de leituras em escalas e
orçamentos, preparação e utilização adequada de equipamentos,
instalações e materiais. Desempenhar tarefas típicas de
planejamento, coordenação, execução, controle e avaliação da
prestação e manutenção de serviços técnicos e calibrações.
Qualificação de instrumentação, aferições corretivas e
preventivas. Redigir documentação técnica, Atuar em comando e
controle industrial, telecomunicações, equipamentos de
informática e de laboratórios. Noções de Biosegurança e saúde
pública, Noções de segurança do trabalho
Código do cargo: 112 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Mecânica
Atribuições: Atribuições voltadas às atividades de manutenção
e montagem de equipamentos de funcionamento mecânico.
Auxiliar na pesquisa e aperfeiçoamento de máquinas,
ferramentas e motores. Instalar equipamentos de funcionamento
mecânico. Auxiliar na aplicação de normas de organização e
métodos. Executar desenhos e esboços de sua especialidade.
Instalação de refrigeração e ventilação. Noções de
Biossegurança e saúde pública, Noções de segurança do
trabalho,
Código do cargo: 113 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Meio Ambiente
Atribuições: Trabalhar em ações de gestão ambiental, do tipo
educação ambiental, treinamento operacional de procedimentos
operacionais, de armazenamento, descarte e tratamento de
resíduos sólidos, líquidos e gasosos; trabalhar nas ações de
gerenciamento ambiental como: armazenamento, medição,
amostragem de resíduos sólidos de resíduos tóxicos e perigosos,
bem como de tratamento de efluentes líquidos e gasosos, e de
ruídos e vibrações, de planos de emergência e de prevenção de
acidentes com produtos perigosos; atuar no treinamento de
operações de produção, laboratorial e manuseio de resíduos
para segurança ambiental no trabalho e no que diz respeito aos
planos de gerenciamento ambiental de resíduos e de emergência
e prevenção de acidentes da empresa; agir também nas
questões de regulação ambiental junto aos órgãos ambientais
fiscalizadores; conhecer sobre manejo de áreas de interesse
ambiental para fins de pesquisa e conservação; auxiliar na
identificação de impactos ambientais.
Código do cargo: 114 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Patologia
Atribuições: Conhecimentos teóricos e práticos na coleta de
material biológico para análises: Imunológicas, hematológicas,
bioquímicas, urinálises, parasitológicas. Coleta de material
biológico para análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas, parasitárias, urinárias e bioquímicas;
processar as amostras biológicas para exames; preparar e
padronizar soluções; realizar controle de estoque de reagentes,
organizar e participar dos trabalhos de laboratório visando
atender a necessidade do serviço; implementar os
procedimentos de qualidade e biossegurança estabelecidos,
realizar análises microbiológicas, microscópicas e toxicológicas
em alimentos, água, material biológico, medicamentos,
saneantes e cosméticos. Operar equipamentos necessários à
execução das análises; processar o material utilizado para
análise, preparar e padronizar soluções, realizar controle de
estoque de reagentes e material, participar de análises periciais
em produtos sujeitos à Vigilância Sanitária, auxiliar na realização
de exames pertinentes a projetos de pesquisas. Trabalhar em
processos biotecnológicos com produtos derivados do sangue
animal. Operar equipamentos necessários à execução da
produção.
Criar e manter colônia de camundongos; realizar acasalamento,
desmame e sexagem de animais; selecionar matrizes para
acasalamento; registrar nascimentos, mortes e sacrifícios;
realizar exames de monitoramento da saúde animal:
parasitológico e bacteriológico ; realizar limpeza e desinfecção
de área limpa, com monitoramento microbiológico
(plaqueamento); observar os animais quanto aos aspectos
clínicos. Preparar e padronizar meios de cultura, reagentes e
soluções, realizar controle de estoque de reagentes, organizar e
participar dos trabalhos de laboratório visando atender a
necessidade do serviço, realizar higienização dos materiais de
laboratório.
Código do cargo: 115 – TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Química
Atribuições: realizar análises químicas e toxicológicas em
alimentos, água, material biológico, medicamentos, saneantes e
22
22
cosméticos. Operar equipamentos necessários à execução das
análises; processar o material utilizado para análise, preparar e
padronizar soluções, realizar controle de estoque de reagentes,
participar de análises periciais em produtos sujeitos à Vigilância
Sanitária, auxiliar na realização de exames pertinentes a projetos
de pesquisas, implementar os procedimentos de qualidade e
biossegurança estabelecidos; executar análises
espectrofotométricas (ultravioleta, infravermelho e visível) e
volumétricas. Executar ensaios limite, impureza e resíduo de
acordo com compêndios oficiais para insumos farmacêuticos.
Realizar análises por CLAE, e análises farmacopéicas
específicas para a liberação de produtos farmacêuticos e
imunobiológicos.
Código do cargo: 116– TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Segurança do Trabalho
Atribuições: elaborar, participar e implementar política de saúde
e segurança no trabalho (SST); realizar auditoria,
acompanhamento e avaliação na área; identificar variáveis de
controle de doenças, acidentes, qualidade de vida e meio
ambiente; desenvolver ações educativas na área de saúde e
segurança no trabalho; participar de perícias e fiscalizações;
participar da adoção de tecnologias e processos de trabalho;
gerenciar documentação de SST; investigar, analisar acidentes e
recomendar medidas de prevenção e controle.
Código do cargo: 117– TST Curso de Educação Profissional
de Nível Médio - Técnico em Vigilância Sanitária
Atribuições: coordenar o processo de análises periciais (contra
prova, testemunha e amostra única, procedimento de abertura de
amostras e elaboração de atas), atender e orientar aos clientes
externos sobre procedimentos de coleta e encaminhamento de
amostras ao Laboratório, receber e cadastrar amostras,
acompanhar do fluxo das análises visando o cumprimento dos
prazos legais, pesquisar e manter atualizada a legislação
pertinente..
Código do cargo: 118 TST
Curso de Educação Profissional de Nível Médio - Técnico em
Webdesigner
Atribuições: Criar e executar obras de arte ou aplicar as artes
visuais associadas ao conhecimento tecnológico para conceber a
forma e a funcionalidade de produtos e serviços; pesquisar
temas, realizar pesquisas e divulgar os produtos e as obras
concebidas
23
23
Anexo II
ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS
PARA AS CARREIRAS DE ANALISTA DE SAÚDE E TECNOLOGIA NÍVEL I
Código do cargo: 201 – AST I Administrador
Atribuições: Participar da elaboração de proposta orçamentária
e financeira; elaborar planejamento para a execução das
atividades financeiras e administrativas quanto a pessoal,
suprimento, segurança e transporte; supervisionar e acompanhar
a execução dos serviços administrativos e financeiros; elaborar
métodos de análises do desenvolvimento logístico; elaborar
métodos de acompanhamento e desenvolvimento dos projetos e
atividades realizadas; implementar fluxos de atividades; orientar
as atividades fins quanto às regulamentações das atividades
meios; propor procedimentos para um bom desempenho das
atividades financeiras e administrativas quanto à logística de
pessoal, suprimento, segurança, transportes, almoxarifado e
patrimônio; elaborar meios de acompanhamento, supervisão e
orientação dos procedimentos de apoio; garantir a qualidade dos
serviços de apoio. Colaborar na elaboração e execução do
Orçamento anual. Planejar e coordenar a execução das ações
relativas à gestão contábil e financeira, bem como de
administração patrimonial e compras e serviços gerais. Elaborar
demonstrativo da execução orçamentária. Elaborar a
programação financeira, repassar e controlar a execução
financeira. Realizar aplicações práticas da estatística nas
diferentes áreas de atuação da instituição. Participar da
elaboração e execução de políticas e diretrizes, normas técnicas
e procedimentos nas áreas de administração, patrimônio,
compras e serviços gerais. Planejar as atividades operacionais
de empresas de armazenamento, distribuição, transportes,
comunicações e logística, controlando o processo operacional e
avaliando seus resultados. Executar outras tarefas semelhantes.
Código do cargo: 202 – AST I Advogado
Atribuições: Realizar atividades técnicas de consultoria jurídica
com ênfase na Administração Pública, contratos e defesa
administrativa e judicial da FUNED, adotar os procedimentos
necessários a garantir a correta e constante assessoria jurídica
da Fundação, contatar com órgãos municipais e estaduais;
executar atividades inerentes ao contencioso nas esferas
Federal, Estadual, Especial, seja em 1º,2º,3º grau de instância, a
favor da Funed, tais como petições iniciais, contestações,
impugnações, agravos de instrumento, embargos, recursos de
apelação, contra-razões, recursos especiais; proceder à análise
de convênios e contratos; proceder à análise e parecer acerca
de pleitos concernentes ao Serviço de Pessoal, em especial,
sobre gratificações e vantagens dos servidores, atuar como
representante da Funed junto a órgãos públicos e cartórios e
outras atividades inerentes à função; proceder à análise e
parecer acerca de procedimentos licitatórios, inclusive sobre
impugnações e recursos, elaborar atos administrativos como
portarias, análise de pareceres sobre sindicâncias e
procedimentos administrativos disciplinares, com dedicação
exclusiva.
Código do cargo: 203 – AST I Assistente Social
Atribuições: Prestar serviços de âmbito social a indivíduos e
grupos, identificando e analisando problemas e necessidades
materiais, psíquicas e de outra ordem, utilizando princípios,
técnicas e métodos de serviço social, de forma a identificar,
analisar, resolver problemas e necessidades básicas, visando a
integração ou reintegração dessas pessoas à sociedade e
executar outras atividades que lhe forem delegadas pelos níveis
hierárquicos superiores, relacionados a sua área de atuação.
Código do cargo: 204 – AST I Biblioteconomia
Atribuições: Planejar, Organizar, supervisionar, coordenar,
avaliar e executar atividades de pesquisa e estudo, catalogação,
classificação e indexação bibliográfica de livros, periódicos e
documentos, bem como de armazenamento, recuperação e
disseminação de informações técnicas, sociais e culturais de
interesse da Fundação Ezequiel Dias.
Código do cargo: 205 – AST I
Biologia/Ciências Biológicas, Biomedicina, Farmácia,
Médico Veterinário, Tecnólogia de Alimentos.
Área temática Micro biologia em Produtos
Atribuições: realizar análises de caráter fiscal de rotulagem,
microbiológicas, microscópicas em alimentos, águas,
medicamentos, saneantes, cosméticos, material biológico ou
rações animais; elaborar laudos analíticos e emitir opiniões e
interpretações sobre os resultados; desenvolver e implementar
metodologias analíticas; elaborar e implementar protocolos de
validação de novos métodos; elaborar e desenvolver projetos de
pesquisas aplicadas à saúde blica; implantar normas de
Biossegurança e de Garantia da Qualidade em laboratórios de
ensaio.
Código do cargo: 206 – AST I
Biólogo/Ciências Biológicas. Área temática Botânica e
Biodiversidade
Atribuições: elaborar e desenvolver projetos de pesquisa
aplicados à conservação da biodiversidade, ao manejo florestal,
à conexão de fragmentos, à integração da sociedade à unidade
de conservação, à gestão de uma unidade de conservação
(categoria Floresta Estadual); implementar, monitorar e revisar
Plano de Manejo em unidade de conservação; buscar parcerias
na gestão da unidade de conservação; propor atividades sócio-
ambientais que visem a conservação da biodiversidade e
integração social
Código do cargo: 207 – AST I
Biologia/Ciências. Área temática: Biologia e Microbiologia
Atribuições: avaliação da qualidade de medicamentos, insumos
farmacêuticos e água, utilizando procedimentos de cromatografia
gasosa, cromatografia líquida de alta eficiência e espectrometria;
validar metodologias analíticas; implantar boas práticas de
fabricação e controle. Planejar e executar análises
microbiológicas, imunoquímicas e biológicas em: ambientes,
água, material biológico, medicamentos, produtos
imunobiológicos, saneantes. Desenvolver e validar metodologias
analíticas, implantar normas de biossegurança e boas práticas
de laboratório. Operar equipamentos necessários à execução
das análises, processar o material utilizado para a análise.
Preparar e padronizar soluções. Realizar o controle de vidrarias,
reagentes e padrões. Realizar aferição de equipamentos.
Realizar cálculos estatísticos pertinentes às análises. Elaborar e
desenvolver projetos de pesquisas básicas e aplicadas. Elaborar
procedimentos técnicos e operacionais. Liberar laudos e boletins
de análises. Providenciar e acompanhar a manutenção e
calibração de equipamentos. Elaborar relatórios mensais e
técnicos. Organizar o local de trabalho e manter a limpeza do
laboratório. Implementar os procedimentos de qualidade e
biossegurança estabelecidos. Participar da formação de recursos
humanos, treinando estagiários, bolsistas e funcionários.
24
24
Código do cargo: 208 – AST I
Biologia/Ciências Biológicas, Biomedicina ou Farmácia.
Área temática: Análises Clínicas
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
processar o material utilizado para exame; operar equipamentos
necessários à execução dos exames; preparar e padronizar
soluções; realizar o controle de estoque de reagentes; elaborar e
executar projetos de pesquisas aplicados à saúde pública;
participar em equipes de investigações em campo, visando
esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo:209 – AST I
Biologia/Ciências Biológicas. Área temática: Biossegurança
em Laboratórios
Atribuições: Realizar auditorias internas de biossegurança em
laboratórios de ensaios; revisar e elaborar procedimentos e
documentos de biossegurança; participar nos processos de
implantação das normas de biossegurança para ensaios
relacionados às vigilâncias sanitária, epidemiológica e ambiental
e produção de meios de cultura; organizar as etapas das
auditorias internas; participar de auditorias internas; coordenar e
conduzir cursos de biossegurança; participar de processos de
padronização, mapeamento de processos e riscos e plano de
ação para ações corretivas e preventivas de biossegurança;
participar da gestão dos resíduos de serviço de saúde.
Código do cargo: 210 – AST I
Biologia/Ciências Biológicas ou Farmácia. Área temática:
Análises Clínicas/Meios de Cultura
Atribuições: programar, orientar, executar, supervisionar e
responder tecnicamente pelo desempenho das atividades
laboratoriais nas áreas de análises clínicas e na produção e
realização de controle de qualidade de Meios de Cultura,
insumos de caráter físico e químico e outros, elaborando
pareceres técnicos, laudos e atestados de acordo com as
normas; organizar e supervisionar o processo produtivo,
distribuindo tarefas à equipe auxiliar, orientando a correta
utilização e manipulação de materiais, instrumentos e
equipamentos, de acordo com normas de higiene e segurança
para garantir a qualidade do produto fabricado; participar na
provisão, previsão e controle de materiais e equipamentos,
opinando tecnicamente na aquisição e prestando assessoria na
elaboração de projetos de construção e montagem de áreas
específicas, para operacionalização de processos; programar,
orientar e supervisionar as atividades referentes às Boas
Práticas de Laboratório e Boas Práticas de Fabricação, aplicando
a legislação vigente, assessorar e responder tecnicamente pelo
controle de processo de qualidade referente à higienização e
preparo de Meios de Cultura, participar de equipe
multiprofissional do planejamento, elaboração e controle de
programas, realizar supervisão, capacitação e treinamento de
recursos humanos, necessários à área de atuação, visando o
desenvolvimento e aperfeiçoamento dos serviços prestados,
executar outras tarefas correlatas com o cargo.
Código do cargo: 211 – AST I
Biologia/Ciências Biológicas Área temática Gestão da
Qualidade em Laboratórios
Atribuições: Realizar auditorias internas de sistema da
qualidade em laboratórios de ensaios; revisar e elaborar
procedimentos e documentos do sistema da qualidade;
participar nos processos de implantação das normas de gestão
da qualidade específicas para ensaios relacionados às
vigilâncias sanitária, epidemiológica e ambiental e produção de
meios de cultura; organizar as etapas das auditorias internas;
participar como auditor em auditorias internas; coordenar e
conduzir de cursos de Gestão da Qualidade; participar de
processos de padronização, mapeamento de processos e plano
de ação para ações corretivas e preventivas no sistema da
qualidade; administrar os registros de documentação do Sistema
da Qualidade;
Código do cargo: 212 – AST I
Biologia/Ciências Biológicas ou Farmácia Área temática
Bioquímica
Atribuições: Participação no planejamento, montagem e
submissão de projetos de pesquisa em saúde e C&T; execução
de protocolos técnicos e atividades técnicas do laboratório;
divulgação de resultados em eventos científicos e publicações
científicas; participação na formação de recursos humanos,
auxílio no planejamento e organização das atividades de
pesquisa no laboratório; estabelecimento e padronização de
protocolos técnicos.
Código do cargo: 213 – AST I
Biologia/Ciências Biológicas. Área temática Ciências
Biológicas
Atribuições: Identificação de grãos de pólen e estruturas
vegetais.
Código do cargo: 214 – AST I Ciências Contábeis
Atribuições: Colaborar na elaboração e execução do
Orçamento anual. Planejar e coordenar a execução das ações
relativas à gestão contábil e financeira, bem como de
administração patrimonial. Elaborar demonstrativo da execução
orçamentária. Elaborar a programação financeira, repassar e
controlar a execução financeira, sob supervisão. Acompanhar e
controlar as contas bancárias e limites de saque por fonte.
Efetuar conciliações bancárias. Promover análises e depuração
dos saldos . Analisar prestação de contas. Conciliar contas
financeiras e patrimoniais. Participar de processos de tomada de
contas especiais. Elaborar balancetes e balanços contábeis.
Instruir processo de prestação de contas anual. Analisar
processos administrativos referentes à concessão de diárias e
suprimento de fundos. Analisar as contas do almoxarifado.
Efetuar pagamentos e operações contábeis. Realizar estudos
estatísticos sobre os resultados alcançados com a execução das
políticas de cultura. Realizar aplicações práticas da estatística
nas diferentes áreas de atuação da instituição. Executar outras
tarefas semelhantes.
Código do cargo: 215 – AST I Ciências Econômicas
Atribuições: Colaborar na coordenação e execução do
Planejamento estratégico, na elaboração do Plano Plurianual, do
Plano Anual, bem como na elaboração e execução do
Orçamento anual. Planejar e coordenar a execução das ações
relativas à gestão contábil e financeira, bem como de
administração patrimonial e compras e serviços gerais. Elaborar
demonstrativo da execução orçamentária. Elaborar a
programação financeira, repassar e controlar a execução
financeira. Analisar prestação de contas. Conciliar contas
financeiras e patrimoniais. Participar de processos de tomada de
contas especiais Instruir processo de prestação de contas anual.
Analisar processos administrativos referentes à concessão de
diárias e suprimento de fundos. Analisar as contas do
almoxarifado. Realizar aplicações práticas da estatística nas
diferentes áreas de atuação da instituição. Colaborar no
25
25
desenvolvimento de estudos sobre assuntos de cultura.
Participar da elaboração e execução de políticas e diretrizes,
normas cnicas e procedimentos nas áreas de administração,
patrimônio, compras e serviços gerais. Executar outras tarefas
semelhantes.
Código do cargo: 216 – AST I
Comunicador Social
Atribuições: Recolher, redigir e registrar através de imagens e
de sons, interpretar e organizar informações e notícias a serem
difundidas, expondo, analisando e comentando os
acontecimentos. Fazer seleção, revisão e preparo definitivo das
matérias jornalísticas a serem divulgadas em jornais, revistas,
televisão, rádio, internet, assessorias de imprensa e quaisquer
outros meios de comunicação com o público.
Código do cargo: 217 – AST I
Engenharia Ambiental, Engenharia Civil ou Químico
Atribuições: Supervisionar, programar e coordenar as ações da
área de gestão ambiental, inclusive a equipe de trabalho: setor
administrativo, como elaboração de documentos e
apresentações multimídia, promover e coordenar ações de
educação ambiental para comunidade; coordenar e executar
ações de regulação ambiental junto aos órgãos ambientais
fiscalizadores; participar da coordenação de ações relacionadas
as práticas de fabricação de medicamentos conforme exigência
do órgãos fiscalizadores; coordenar e implantar procedimentos
de manejo de resíduos infectantes, químicos e comuns conforme
exigência dos órgãos fiscalizadores; participar das ações
ambientais e de biossegurança da validação de laboratórios junto
aos órgãos fiscalizadores; gerenciamento e manejo de áreas de
relevante interesse ambiental para fins de pesquisa e
conservação; identificar e apurar impactos ambientais, identificar
e classificar riscos ambientais e gerenciar riscos ambientais,
analisar indicadores ambientais, gerenciar auditoria ambiental
interna; conhecimentos sobre bacias hidrográficas e parâmetros
ambientais do meio físico e biótico;
Código do cargo: 218 – AST I
Engenharia Civil
Atribuições: : Atribuições voltadas às atividades de implantação
de obras, fiscalização, inspeção, aceitação das instalações
físicas da produção de medicamentos e insumos sanitários, bem
como à implementação de políticas e à realização de estudos e
pesquisas respectivos a essas atividades. Noções de
Biossegurança e saúde pública, Coordenação de equipes de
manutenção predial, gerência de contratos, Especificações de
materiais e serviços, orçamentos, medições, licitações e
contratos. Noções de segurança do trabalho, Gerenciamento de
Resíduos do Serviço de Saúde
Código do cargo: 219 – AST I Engenharia Elétrica
Atribuições: Atribuições voltadas às atividades manutenção
preventiva e corretiva em sistemas elétricos de baixa e média
tensão, estudo de consumo de energia visando otimizações.
Projetar sistemas elétricos. Noções de Biossegurança e saúde
pública, Coordenação de equipes de manutenção elétrica predial
e industrial, gerência de contratos. Especificações de materiais e
serviços, orçamentos, medições, licitações e contratos. Noções
de segurança do trabalho, Gerenciamento de Resíduos do
Serviço de Saúde.
Código do cargo: 220 – AST I Engenharia Eletrônica
Atribuições: Executam serviços elétricos, eletrônicos e de
telecomunicações, analisando propostas técnicas, instalando,
configurando e inspecionando sistemas e equipamentos,
executando testes e ensaios. Projetam, planejam e
especificam sistemas e equipamentos elétricos, eletrônicos e de
telecomunicações e elaboram sua documentação técnica;
coordenam empreendimentos e estudam processos elétricos,
eletrônicos e de telecomunicações.
Código do cargo: 221 – AST I
Engenharia Mecânica
Atribuições: Atribuições voltadas às atividades manutenção
preventiva e corretiva em equipamentos mecânicos, avaliar
falhas e quebras nos equipamentos, mapear itens críticos dos
equipamentos, leiaute fabril, análise estatística de capabilidade
de processos e máquinas (CP/CPK), análise de calibração de
instrumentos de medição e cálculo de RR (repetibilidade e
reprodutividade). Dar manutenção em sistemas de caldeiras,
máquinas pneumáticas, sistemas de ar ( ar quente, ar
condicionado, ar comprimido) Noções de Biosegurança e saúde
pública, noções de segurança do trabalho. Coordenação de
equipes de manutenção mecânica industrial, gerencia de
contratos. Especificações de materiais e serviços, orçamentos,
medições, licitações e contratos. Noções de segurança do
trabalho, Gerenciamento de Resíduos do Serviço de Saúde.
Código do cargo: 222 – AST I
Engenharia de Produção/Gestão de Produção Industrial
Atribuições: Controlar e calcular capacidade produtiva,
determinar fluxos de processo produtivos, identificar, determinar
e analisar causas de perdas, estabelecendo plano de ações
preventivas e corretivas. Desenvolver, testar e supervisionar
sistemas, processos e métodos industriais, coordenar equipes,
supervisionar equipe de manutenção industrial, treinamentos e
atividades de trabalho. Emitir e divulgar documentos técnicos
como relatórios e contratos.
Código do cargo: 223 – AST I
Farmácia, Química, Engenharia de Alimentos e Tecnologia
em Laticínios.
Área temática Físico Química
Atribuições: realizar análises de caráter fiscal de rotulagem,
físico-quimicas, toxicológicas e instrumentais em alimentos,
águas, medicamentos, saneantes, cosméticos, material biológico
ou rações animais; elaborar laudos analíticos e emitir opiniões e
interpretações sobre os resultados; desenvolver e implementar
metodologias analíticas; elaborar e implementar protocolos de
validação de novos métodos; elaborar e desenvolver projetos de
pesquisas aplicadas à saúde blica; implantar normas de
Biossegurança e de garantia da qualidade em laboratórios de
ensaio.
Código do cargo: 224 – AST I
Farmácia. Área temática Produção de Medicamentos
Atribuições: planejar e gerenciar a produção de medicamentos
em todas as suas etapas de fabricação; elaborar relatórios de
validação e revalidação; padronizar processos; elaborar e
implementar protocolos de validação; implantar normas de
biossegurança e de garantia da qualidade na indústria
farmacêutica.
Código do cargo: 225 – AST I
Farmácia. Área temática Ciências Farmacêuticas
Atribuições: Execução de projetos de pesquisa; realização de
estudos fitoquímicos biomonitorados de extratos vegetais;
isolamento e caracterização de substâncias bioativas e/ou
marcadores químicos de espécies vegetais; prospecção
fitoquímica; análises qualitativas e quantitativas de extratos
vegetais (CCD, CLAE, espectrofotometria UV-VIS); supervisão
das atividades técnicas no laboratório.
26
26
Código do cargo: 226 – AST I
Farmácia. Área temática Controle de Qualidade Físico
Químico
Atribuições: avaliação da qualidade de medicamentos, insumos
farmacêuticos e água, utilizando procedimentos de cromatografia
gasosa, cromatografia líquida de alta eficiência e espectrometria;
validar metodologias analíticas; implantar boas práticas de
fabricação e controle.
Código do cargo: 227 – AST I
Farmácia. Área temática Garantia da Qualidade, Validação e
Registro de Produtos
Atribuições: Propor os Protocolos de Qualificação / Validação
para avaliação. Revisar e emitir os Protocolos de Qualificação /
Validação para execução. Prever e providenciar suporte técnico
e operacional para a execução das atividades de Validação,
incluindo o treinamento quando necessário. Acompanhar a
execução dos testes de Qualificação / Validação. Avaliar
resultados e corrigir desvios. Coordenar terceiros envolvidos em
atividades de Qualificação / Validação, juntamente com a
Gerência. Coordenar juntamente com a Gerência, reuniões com
as áreas envolvidas para a avaliação e discussão das
Qualificações / Validações programadas. Discutir e aprovar
juntamente com a Gerência, disposições técnicas a serem
tomadas durante o processo de Validação. Avaliar a necessidade
de mudanças nos processos em Validação. Avaliar o impacto
das mudanças sobre os processos validados. Colaborar na
formação das equipes multifuncionais de Validação. Avaliar
necessidades e solicitar recursos humanos necessários para
execução das atividades de Validação. Acompanhar o
cronograma de execução das atividades do Plano Mestre de
Validação. Preparar, aprovar, revisar e atualizar juntamente com
a Gerência, o Plano Mestre de Validação, protocolos e
relatórios. Discutir e aprovar juntamente com a Gerência,
disposições técnicas a serem tomadas durante o processo de
Validação. Avaliar o impacto de mudanças sobre processos
validados. Avaliar a necessidade de mudanças nos processos
em Validação. Revisar os conceitos chaves de Validação de
acordo com resoluções da ANVISA e políticas da empresa. Dar
suporte aos integrantes da equipe de Validação e usuários nas
específicas áreas de atuação.
Código do cargo: 228 – AST I
Farmácia. Área temática Imunobiológico
Atribuições: Participar das atividades de um biotério de
pequenos animais; planejar e coordenar produção animal
visando atendimento de demanda interna e convênios
interinstitucionais; implementar POPs estabelecidos conforme
preconizado pelas Boas Práticas de Fabricação (BPFs);
implementar normas de Biossegurança; implementar Princípios
Bioéticos na criação e uso de animais de laboratório; monitorar a
qualidade sanitária do plantel animal; supervisionar atividades
operacionais de controle em áreas limpas, elaborar relatórios
técnicos com análises estatísticas dos resultados de produção;
exercer atividades referentes ao processo produtivo de
imunobiológicos; elaborar e implementar protocolos de validação
de novos métodos; implantar normas de garantia da qualidade
na área de produção e outras atribuições correlatas da profissão.
Código do cargo: 229 - AST I
História
Atribuições: Planejar, organizar, supervisionar, coordenar,
avaliar e executar atividades de pesquisa e estudos em história
da ciência.
Código do cargo: 230 - AST I
Médico Veterinário
Atribuições: Elaborar e acompanhar programas de nutrição de
répteis, desenvolver e acompanhar programas de reprodução de
serpentes em cativeiro, elaborar e monitorar programas de
controle de endo e ectoparasitas, diagnóstico clínico e cirúrgico
em animais silvestres, emitir e assinar laudos e pareceres
técnicos, desenvolver e ministrar cursos, palestras e
treinamentos sobre assuntos relacionados aos aspectos
sanitários, nutricionais, clínicos e reprodutivos de serpentes.
Elaborar e acompanhar programas de nutrição e reprodução de
pequenos animais de laboratório; monitorar criação e produção
de camundongos Swiss; realizar exames de monitoramento de
saúde animal: parasitológico e bacteriológico; realizar
procedimentos cirúrgicos, necrópcias e emitir laudos e pareceres
técnicos; coordenar o Laboratório de Saúde Animal; participar da
implementação dos procedimentos operacionais de qualidade e
biossegurança estabelecidos. Realizar análises microbiológicas,
imunológicas, sorológicas, hematológicas e bioquímicas em
amostras biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar
atividades de laboratório de saúde publica, controlando
tecnicamente o serviço, visando esclarecer e encaminhar
diagnósticos; desenvolver e validar metodologias analíticas;
implantar normas de biossegurança e de Garantia de Qualidade
em Laboratórios de Saúde Pública; coletar amostras biológicas
humanas e animais e processar o material utilizado para exame;
operar equipamentos necessários à execução dos exames;
preparar e padronizar soluções; realizar o controle de estoque de
reagentes; elaborar e executar projetos de pesquisas aplicados à
saúde pública; participar em equipes de investigações em
campo, visando esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 231 - AST I Nutrição
Atribuições: realizar análises de caráter fiscal da rotulagem, de
alimentos, águas, medicamentos, saneantes, cosméticos,
material biológico ou rações animais; elaborar laudos analíticos e
emitir opiniões e interpretações sobre os resultados; elaborar e
desenvolver projetos de pesquisas aplicadas à saúde pública;
implantar normas de Biossegurança e de Garantia da Qualidade
em laboratórios de ensaio.
Código do cargo: 232 – AST I Pedagogia
Atribuições: Ministrar os cursos de capacitação pedagógica
para os professores dos cursos técnicos da área da saúde;
Apoiar os professores no desenvolvimento de suas ações
pedagógicas, buscando promover o intercâmbio de informações
sobre a pratica docente; Apoiar alunos-professores da
concentração e da dispersão nas suas ações pedagógicas,
adequando-as ao contexto e condições de trabalho de cada um;
Acompanhar os trabalhos dos profissionais da concentração e
dispersão, numa constante avaliação diagnóstica, que traga
dados e informações que possibilite um trabalho de
aprimoramento das ações pedagógicas; Renovar e aprimorar as
metodologias de ensino utilizadas nos cursos; Planejar ações
estratégicas que visem a valorização e o maior
comprometimento do profissional/professor; Desenvolver e
aplicar instrumentos para avaliar o impacto dos cursos nos
serviços; Analisar, organizar, registrar e documentar fatos ligados
à vida escolar dos alunos; Realizar a gestão escolar,
assessorando ao corpo diretivo nas ações gerenciais, ao corpo
docente informando os indicadores educacionais; Ser
responsável pelos controles de freqüências, registros de notas,
participação nos trabalhos de matrículas, arquivo e despacho de
documentos, assegurando uma gestão eficiente e eficaz no fluxo
27
27
de trabalhos administrativos internos e externos; Ser referência
para o intercâmbio com as Instituições e instâncias deliberativas
e organizativas do sistema educacional nos diversos veis de
formação.
Código do cargo: 233 – AST I Psicologia
Atribuições: Executar e controlar as atividades referentes a
processo seletivo público de Recrutamento e Seleção de
Pessoal. Efetuar controle de quantitativos e cálculos de
rotatividade de pessoal. Executar, acompanhar e/ou coordenar
trabalhos de desenvolvimento e manutenção do Plano de
Cargos, Salários e Carreiras. Planejar, coordenar, implantar,
implementar e levantar necessidades de treinamento junto às
gerências e por triagem das informações coletadas, propondo o
orçamento de treinamento a cada ano. Aplicar testes
psicológicos e elaborar laudos. Dar apoio logístico aos
treinamentos específicos internos e externos em seminários
promovidos pela empresa; Auxiliar, programar, cadastrar e
encaminhar funcionários da empresa para treinamentos
externos. Desenvolver projetos e programas de benefícios
sociais/assistênciais, acompanhando a sua implementação e
atualização. Elaborar instrução nominativa, definindo as normas,
procedimentos e competências de cada área, inclusive a criação
de formulários, nas diversas atividades de RH. Elaborar e
atualizar manuais, contendo direitos, deveres e políticas de RH.
Acompanhar e implantar políticas Estaduais de RH na instituição.
Apurar o resultado da avaliação de desempenho, analisando
seus resultados, para orientar as promoções, capacitações,
desligamentos e orientação dos servidores. Executar tarefas
afins e condizentes com o cargo, sempre que necessário.
Código do cargo: 234 – AST I
Químico Área temática Controle de Qualidade Físico
Químico
Atribuições: executar análises espectrofotométricas
(ultravioleta, infravermelho e visível) e volumétricas. Executar
ensaios limite, impureza e resíduo de acordo com compêndios
oficiais para insumos farmacêuticos. Realizar análises por
CLAE, e análises farmacopéicas específicas para a liberação de
produtos farmacêuticos e imunobiológicos; avaliação da
qualidade de medicamentos, insumos farmacêuticos e água,
utilizando procedimentos de cromatografia gasosa, cromatografia
líquida de alta eficiência e espectrometria; validar metodologias
analíticas; implantar boas práticas de fabricação e controle e
outras atividades correlatas.
Código do cargo: 235 – AST I Secretária Bilingüe
Atribuições: Assessorar os executivos no desempenho de suas
funções, gerenciando informações, auxiliando na execução de
suas tarefas administrativas e em reuniões, marcando e
cancelando compromissos. Coordenar e controlar equipes
(pessoas que prestam serviços a secretária: auxiliares de
secretária, office-boys, copeiras, motoristas) e atividades;
controlar documentos e correspondências. Atender clientes
externos e internos; organizar eventos e viagens e prestar
serviços em idiomas estrangeiros. Podem cuidar da agenda
pessoal dos executivos.
Código do cargo: 236 – AST I
Tecnologia da Informação. Análise de Sistemas ou Ciência
da Computação
Atribuições: Projetar rede de computadores, definindo a
topologia e a configuração desta; avaliar, especificar e
dimensionar os recursos de comunicação de dados; instalar,
customizar e manter os recursos de rede; analisar problemas e
efetuar correções no ambiente operacional; analisar a utilização
e o desempenho das redes de computadores, efetuando
adequações e planejando a evolução da rede, visando a
melhoria na qualidade dos serviços; prestar suporte técnico e
consultoria relativamente à aquisição, à implantação e ao uso
adequado dos recursos de rede; efetuar prospecção, análise e
implementação de novos recursos de rede, visando a sua
utitlização na empresa; analisar a viabilidade de instalação de
novas aplicações no ambiente operacional da empresa,
objetivando manter o padrão de desempenho dos serviços
implantados; desenvolver sistemáticas, efetuar estudos, elaborar
normas e procedimentos e padronizar características técnicas,
visando a melhoria da segurança e dos serviços prestados.
Analisar e diagnosticar as necessidades de informação dos
clientes, propondo alternativas de solução técnicas e estratégias
de desenvolvimento, considerando as diversas plataformas
disponíveis; especificar o projeto lógico de sistemas, de acordo
com as normas e metodologias adotadas pela Empresa, e
adequados às características e necessidades do cliente;
executar atividades relativas à administração dos dados; elaborar
o projeto físico de sistemas, definindo a solução técnica a ser
adotada, o armazenamento de dados e as unidades de
implementação; definir as rotinas de acesso, segurança,
integridade e recuperação de dados; implementar sistemas,
elaborando o projeto, o desenvolvimento das unidades de
implementação, efetuando os testes e simulações para
homologação da solução; implantar os sistemas,
disponibilizando-os para utilização, juntamente com a
documentação necessária; prestar assessoramento técnico no
que se refere a prazos, recursos e alternativas de
desenvolvimento de sistemas; efetuar prospecção, análise e
implementação de novas ferramentas de desenvolvimento;
fornecer treinamento relativo à utilização dos sistemas de
informação e ferramentas de acesso e manipulação de dados;
efetuar alterações, manutenções e adequações necessárias ao
bom funcionamento dos sistemas; acompanhar e avaliar o
desempenho dos sistemas implantados, identificando e
providenciando as medidas corretivas competentes; desenvolver
planejamento estratégico e análise de sistemas de informações;
administrar componentes reusáveis e repositórios; certificar e
inspecionar modelos e códigos de sistemas.
Código do cargo: 237 – AST I Curso Superior
Atribuições: contribuir e elaborar programas de capacitação de
profissionais para o SUS, em conformidade com as
necessidades das áreas solicitantes e as estratégias
educacionais definidas pela ESP/MG; Assessorar os
coordenadores de cursos na organização dos programas de
capacitação; Contribuir na capacitação pedagógica e técnica de
coordenadores e facilitadores nos diversos cursos; Realizar
pesquisas que contribuam no aprimoramento dos conteúdos
curriculares dos diversos cursos desenvolvidos pela ESP/MG;
Contribuir no aprimoramento dos instrumentos de avaliação de
impacto dos cursos nos serviços.
28
28
ANALISTA DE SAÚDE E TECNOLOGIA NÍVEL III (Lato sensu)
Código do cargo: 301 – AST III
Área de Conhecimento Administração
Área de concentração (Lato Sensu): Administração Pública
Atribuições: Aplicar os conhecimentos e desenvolver programas
de capacitação, de comunicação, trabalho em equipe e liderança
que favoreçam tomadas de decisão e propiciar a aquisição de
conhecimentos e instrumentos de gestão que contribuam para a
elevação dos padrões de eficiência, eficácia e efetividade da
Administração Pública. Participar da elaboração de proposta
orçamentária e financeira; elaborar planejamento para a
execução das atividades financeiras e administrativas quanto a
pessoal, suprimento, segurança e transporte; supervisionar e
acompanhar a execução dos serviços administrativos e
financeiros; elaborar métodos de análises do desenvolvimento
logístico; elaborar métodos de acompanhamento e
desenvolvimento dos projetos e atividades realizadas;
implementar fluxos de atividades; orientar as atividades fins
quanto às regulamentações das atividades meios; propor
procedimentos para um bom desempenho das atividades
financeiras e administrativas quanto à logística de pessoal,
suprimento, segurança, transportes, almoxarifado e patrimônio;
elaborar meios de acompanhamento, supervisão e orientação
dos procedimentos de apoio; garantir a qualidade dos serviços
de apoio. Colaborar na elaboração e execução do Orçamento
anual. Planejar e coordenar a execução das ações relativas à
gestão contábil e financeira, bem como de administração
patrimonial e compras e serviços gerais. Elaborar demonstrativo
da execução orçamentária. Elaborar a programação financeira,
repassar e controlar a execução financeira. Realizar aplicações
práticas da estatística nas diferentes áreas de atuação da
instituição. Participar da elaboração e execução de políticas e
diretrizes, normas técnicas e procedimentos nas áreas de
administração, patrimônio, compras e serviços gerais. Planejar
as atividades operacionais de empresas de armazenamento,
distribuição, transportes, comunicações e logística, controlando o
processo operacional e avaliando seus resultados.
Código do cargo: 302 – AST III
Área de Conhecimento Biologia ou Farmácia
Área de concentração (Lato Sensu): Saúde Pública
Atribuições: realizar análises de caráter fiscal de rotulagem,
microbiológicas, microscópicas em alimentos, águas,
medicamentos, saneantes, cosméticos, material biológico ou
rações animais; elaborar laudos analíticos e emitir opiniões e
interpretações sobre os resultados; desenvolver e implementar
metodologias analíticas; elaborar e implementar protocolos de
validação de novos métodos; elaborar e desenvolver projetos de
pesquisas aplicadas à saúde blica; implantar normas de
Biossegurança e de Garantia da Qualidade em laboratórios de
ensaio.
Código do cargo: 303 – AST III
Área de Conhecimento: Biologia/Ciências Biológicas
Área de concentração (Lato Sensu): Parasitologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
processar o material utilizado para exame; operar equipamentos
necessários à execução dos exames; preparar e padronizar
soluções; realizar o controle de estoque de reagentes; elaborar e
executar projetos de pesquisas aplicados à saúde pública;
participar em equipes de investigações em campo, visando
esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 304 – AST III
Área de Conhecimento: Biologia/Ciências Biológicas
Área de concentração (Lato Sensu): Bacteriologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
processar o material utilizado para exame; operar equipamentos
necessários à execução dos exames; preparar e padronizar
soluções; realizar o controle de estoque de reagentes; elaborar e
executar projetos de pesquisas aplicados à saúde pública;
participar em equipes de investigações em campo, visando
esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 305 – AST III
Área de Conhecimento: Biologia/Ciências Biológicas
Área de concentração (Lato Sensu): Imunologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
processar o material utilizado para exame; operar equipamentos
necessários à execução dos exames; preparar e padronizar
soluções; realizar o controle de estoque de reagentes; elaborar e
executar projetos de pesquisas aplicados à saúde pública;
participar em equipes de investigações em campo, visando
esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 306 – AST III
Área de Conhecimento: Biologia/Ciências Biológicas
Área de concentração (Lato Sensu): Virologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
processar o material utilizado para exame; operar equipamentos
necessários à execução dos exames; preparar e padronizar
soluções; realizar o controle de estoque de reagentes; elaborar e
executar projetos de pesquisas aplicados à saúde pública;
participar em equipes de investigações em campo, visando
esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 307 – AST III
Área de Conhecimento: Enfermagem
Área de concentração (Lato Sensu): Enfermagem do Trabalho
Atribuições: : prestar assistência ao paciente e/ou cliente,
realizando consultas e procedimentos de maior complexidade e
29
29
prescrevendo ações; coordenar e auditar serviços de
enfermagem; implementar ações para a promoção da saúde
junto aos trabalhadores da FUNED, realizar pesquisas, ministrar
palestras e treinamentos pertinentes à sua área de atuação.
Código do cargo: 308 – AST III
Área de Conhecimento: Engenharia
Área de concentração (Lato Sensu): Engenharia Sanitária
Atribuições: atribuições voltadas às atividades especializadas
de regulação, inspeção, fiscalização e controle das instalações
físicas, da produção, medicamentos e insumos sanitários, bem
como à implementação de políticas e à realização de estudos e
pesquisas respectivos a essas atividades. Projetos de
laboratórios, leiaute, salas limpas, fluxos e qualificações de
áreas. Gerencia de contratos.
Código do cargo: 309 – AST III
Área de Conhecimento: Farmácia
Área de concentração (Lato Sensu): Toxicologia
Atribuições: realizar análises de caráter fiscal de contaminantes
inorgânicos em alimentos, águas, solos e rações animais;
realizar análises toxicológicas de metais pesados em material
biológico atendendo à Rede Hospitalar Pública; elaborar laudos
analíticos e emitir opiniões e interpretações sobre os resultados;
desenvolver e implementar metodologias analíticas; elaborar e
implementar protocolos de validação de novos métodos; elaborar
e desenvolver projetos de pesquisas aplicadas à saúde pública;
implantar normas de biossegurança e de garantia da qualidade
em laboratórios de ensaio. Interpretação de resultados
toxicológicos. Esclarecimentos da toxicidade dos metais à classe
médica e população em geral, fatores de toxicidade.
Monitorizaçao biológica de trabalhadores expostos a metais.
Código do cargo: 310 – AST III
Área de Conhecimento: Farmácia
Área de concentração (Lato Sensu): Parasitologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
processar o material utilizado para exame; operar equipamentos
necessários à execução dos exames; preparar e padronizar
soluções; realizar o controle de estoque de reagentes; elaborar e
executar projetos de pesquisas aplicados à saúde pública;
participar em equipes de investigações em campo, visando
esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 311 – AST III
Área de Conhecimento: Farmácia
Área de concentração (Lato Sensu): Bacteriologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
processar o material utilizado para exame; operar equipamentos
necessários à execução dos exames; preparar e padronizar
soluções; realizar o controle de estoque de reagentes; elaborar e
executar projetos de pesquisas aplicados à saúde pública;
participar em equipes de investigações em campo, visando
esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 312 – AST III
Área de Conhecimento: Farmácia
Área de concentração (Lato Sensu): Imunologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
processar o material utilizado para exame; operar equipamentos
necessários à execução dos exames; preparar e padronizar
soluções; realizar o controle de estoque de reagentes; elaborar e
executar projetos de pesquisas aplicados à saúde pública;
participar em equipes de investigações em campo, visando
esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 13 – AST III
Área de Conhecimento: Farmácia
Área de concentração (Lato Sensu): Virologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
processar o material utilizado para exame; operar equipamentos
necessários à execução dos exames; preparar e padronizar
soluções; realizar o controle de estoque de reagentes; elaborar e
executar projetos de pesquisas aplicados à saúde pública;
participar em equipes de investigações em campo, visando
esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 314 – AST III
Área de Conhecimento: Farmácia
Área de concentração (Lato Sensu): Farmacologia
Atribuições: Realizar tarefas específicas de desenvolvimento,
produção, controle, armazenamento, distribuição e transporte de
produtos da área farmacêutica tais como medicamentos,
imunobiológicos e insumos correlatos; realizar pesquisa sobre os
efeitos de medicamentos e outras substâncias sobre órgãos,
tecidos e funções vitais dos seres humanos, assessorar e
implantar projetos de desenvolvimento de fármacos, biofármacos
e imunobiológicos.
Código do cargo: 315 – AST III
Área de Conhecimento: Farmácia
Área de concentração (Lato Sensu): Gestão da Qualidade ou
Administração Industrial ou Qualidade e Vigilância na
Produção de Medicamentos ou Controle e Garantia de
Qualidade de Produtos Farmacêuticos
Atribuições: planejar e gerenciar a produção de medicamentos
em todas as suas etapas de fabricação; elaborar relatórios de
validação e revalidação; padronizar processos; ministrar
treinamentos específicos; elaborar e implementar protocolos de
validação; implantar normas de biossegurança e de garantia da
qualidade na indústria farmacêutica.
30
30
Código do cargo: 316 – AST III
Área de Conhecimento: Medicina
Área de concentração (Lato Sensu): Medicina do Trabalho
Atribuições: realizar consultas e atendimentos médicos; tratar
pacientes e clientes; implementar ações para promoção da
saúde; coordenar programas e serviços em saúde, efetuar
perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos
e difundir conhecimentos da área médica;
Código do cargo: 317 – AST III
Área de Conhecimento: Medicina Veterinária
Área de concentração (Lato Sensu): Parasitologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
animais e processar o material utilizado para exame; operar
equipamentos necessários à execução dos exames; preparar e
padronizar soluções; realizar o controle de estoque de
reagentes; elaborar e executar projetos de pesquisas aplicados à
saúde pública; participar em equipes de investigações em
campo, visando esclarecer surtos de doenças.
Código do cargo: 318 – AST III
Área de Conhecimento: Medicina Veterinária
Área de concentração (Lato Sensu): Virologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas, imunológicas,
sorológicas, hematológicas e bioquímicas em amostras
biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar atividades
de laboratório de saúde publica, controlando tecnicamente o
serviço, visando esclarecer e encaminhar diagnósticos;
desenvolver e validar metodologias analíticas; implantar normas
de biossegurança e de Garantia de Qualidade em Laboratórios
de Saúde Pública; coletar amostras biológicas humanas e
animais e processar o material utilizado para exame; operar
equipamentos necessários à execução dos exames; preparar e
padronizar soluções; realizar o controle de estoque de reagentes;
elaborar e executar projetos de pesquisas aplicados à saúde
pública; participar em equipes de investigações em campo,
visando esclarecer surtos de doenças.
ANALISTA DE SAÚDE E TECNOLOGIA NÍVEL IV (Stricto Sensu)
Código do cargo: 401 – AST IV Área de Conhecimento:
Química
Área de concentração (Stricto Sensu): Engenharia Nuclear
Atribuições: coordenar as atividades técnicas do laboratório;
avaliar os dados obtidos nas atividades laboratoriais e divulgar
os resultados por meio de publicações científicas; realizar, de
forma complementar, análises de caráter fiscal de contaminantes
inorgânicos em alimentos, águas, solos e rações animais;
realizar análises toxicológicas de metais pesados em material
biológico atendendo à Rede Hospitalar Pública; elaborar laudos
analíticos e emitir opiniões e interpretações sobre os resultados;
desenvolver e implementar metodologias analíticas; elaborar e
implementar protocolos de validação de novos métodos; elaborar
e desenvolver projetos de pesquisas aplicadas à saúde pública;
implantar normas de biossegurança e de garantia da qualidade
em laboratórios de ensaio. Solicitar à CNEN autorização de
transporte, descarte e doação de material radioativo; gerenciar o
acervo de material radioativo presente na Fundação segundo as
normas de radioproteção da Comissão Nacional de Energia
Nuclear.
Código do cargo: 402 – AST IV
Área de Conhecimento: Farmácia ou Engenharia de
Alimentos
Área de concentração (Stricto Sensu): Ciência de Alimentos
Atribuições: coordenar as atividades técnicas do laboratório;
avaliar os dados obtidos nas atividades laboratoriais e divulgar
os resultados por meio de publicações científicas; elaborar e
desenvolver projetos de pesquisas aplicadas à saúde pública;
realizar, de forma complementar, análises de caráter fiscal;
elaborar laudos analíticos e emitir opiniões e interpretações
sobre os resultados; desenvolver e implementar metodologias
analíticas; elaborar e implementar protocolos de validação de
novos métodos; implantar normas de biossegurança e de
garantia da qualidade em laboratórios de ensaio.
Código do cargo: 403 – AST IV
Área de Conhecimento: Biologia, Ciências Biológicas ou
Farmácia
Área de concentração (Stricto Sensu): Ciências Biológicas
ou Microbiologia
Atribuições: coordenar as atividades técnicas do laboratório;
avaliar os dados obtidos nas atividades laboratoriais e divulgar
os resultados por meio de publicações científicas; elaborar e
desenvolver projetos de pesquisas aplicadas à saúde pública;
realizar, de forma complementar, análises de caráter fiscal;
elaborar laudos analíticos e emitir opiniões e interpretações
sobre os resultados; desenvolver e implementar metodologias
analíticas; elaborar e implementar protocolos de validação de
novos métodos; implantar normas de biossegurança e de
garantia da qualidade em laboratórios de ensaio.
Código do cargo: 404 – AST IV
Área de Conhecimento: Biologia, Ciências Biológicas
Área de concentração (Stricto Sensu): Microbiologia
Atribuições: Realizar análises microbiológicas,
imunológicas, sorológicas, hematológicas e bioquímicas em
amostras biológicas humanas, planejar, realizar e supervisionar
atividades de laboratório de saúde publica, controlando
tecnicamente o serviço, visando esclarecer e encaminhar
diagnósticos; desenvolver e validar metodologias analíticas;
implantar normas de biossegurança e de Garantia de Qualidade
em Laboratórios de Saúde Pública; coletar amostras biológicas
humanas e processar o material utilizado para exame; operar
equipamentos necessários à execução dos exames; preparar e
padronizar soluções; realizar o controle de estoque de reagentes;
elaborar e executar projetos de pesquisas aplicados à saúde
pública; participar em equipes de investigações em campo,
visando esclarecer surtos de doenças. Acompanhamento de
estudo de atividades biológicas de plantas e fitoterápicos
diversos; coordenação de atividades técnicas no laboratório,
coordenar as atividades técnicas do laboratório; avaliar os dados
obtidos nas atividades laboratoriais e divulgar os resultados por
meio de publicações científicas; elaborar e desenvolver projetos
de pesquisas aplicadas à saúde pública; realizar, de forma
complementar, análises de caráter fiscal; elaborar laudos
analíticos e emitir opiniões e interpretações sobre os resultados;
desenvolver e implementar metodologias analíticas; elaborar e
implementar protocolos de validação de novos métodos;
implantar normas de biossegurança e de garantia da qualidade
em laboratórios de ensaio.
31
31
Código do cargo: 405 – AST IV
Área de Conhecimento: Farmácia
Área de concentração (Stricto Sensu): Ciências
Farmacêuticas
Atribuições: Desenvolvimento de projetos de pesquisa;
realização de estudos fitoquímicos biomonitorados de extratos
vegetais; isolamento e caracterização de substâncias bioativas
e/ou marcadores químicos de espécies vegetais;
desenvolvimento, implantação e validação de metodologias
analíticas; supervisão das atividades técnicas no laboratório;
divulgação de resultados obtidos em publicações e eventos
científicos; supervisão de alunos de graduação envolvidos nos
projetos de pesquisa do laboratório.
Código do cargo: 406 – AST IV
Área de Conhecimento: Biologia , Ciências Biológicas
Área de concentração (Stricto Sensu): Microbiologia
Atribuições: Planejamento e organização das atividades de
pesquisa no laboratório; auxílio na montagem e submissão de
projetos de pesquisa em saúde e C&T de interesse da
instituição; estabelecimento e padronização de protocolos
técnicos. Divulgação dos resultados obtidos em eventos e
publicações cientificas; formação de recursos humanos em áreas
de interesse da instituição.
Código do cargo: 407 – AST IV
Área de Conhecimento: Farmácia
Área de concentração (Stricto Sensu): Ciências
Farmacêuticas
Atribuições: realizar pesquisas objetivando o aprimoramento
técnico-científico; monitorar desenvolvimento das linhas de
pesquisa; organizar bancos de dados; desenvolver e avaliar
tecnologia aplicada a área; executar projeto piloto; desenvolver
medicamentos nas formas farmacêuticas líquidas e lidas;
caracterização física de matérias primas (fármacos e
excipientes); cumprir e fazer cumprir as normas de Boas Práticas
de Fabricação e de Controle de Qualidade– BPF e BPL; executar
trabalhos e procedimentos administrativos relacionados com os
com a gestão de recursos materiais, financeiros, humanos e de
informação; compor, supervisionar e orientar a execução de
análises de matéria-prima e de produto acabado de
medicamentos; compor, supervisionar e orientar a execução de
análises de validação de métodos analíticos de medicamentos;
planejar, supervisionar e avaliar a execução de todas as ações
relativas à rotina do laboratório; promover a capacitação dos
funcionários do serviço