Edital do Concurso Hospital do Servidor Público de São Paulo - SP 2011

Esfera: Municipal

Visualizaçao do Edital do Concurso

1
SAÚDE
SAÚDESAÚDE
SAÚDE
PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO
HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL
CONCURSO PÚBLICO
EDITAL DE ABERTURA Nº 01/2011
O HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL - SP, nos termos da Lei 13.398, de
31/07/02, Lei nº 13.404, de 08/08/02, Lei nº 13.766, de 21/01/04, Lei 13.758, de 16/01/04 e Dec.
42.813, de 28/01/03, faz saber que realizará, através do Instituto Nacional de Educação Cetro -
INEC, em datas, locais e horários a serem oportunamente divulgados, Concurso Público de Ingresso
para provimento, em caráter efetivo, de empregos públicos vagos, conforme autorização do Sr.
Prefeito do Município de o Paulo no processo 2009-0.314.912-1, que será regido pelas presentes
Instruções Especiais e Anexos, partes integrantes deste Edital.
INSTRUÇÕES ESPECIAIS
I - DO CONCURSO PÚBLICO
1.1. O Concurso Público destina-se ao provimento de vagas, pelo regime da Consolidação das Leis
do Trabalho CLT, nos empregos blicos atualmente vagos, e dos que vagarem, dentro do prazo
de validade de 2 (dois) anos, prorrogável por mais 2 (dois) anos, a contar da data da homologação
do certame, a critério do HSPM.
1.2. Os empregos públicos, o código da opção, as vagas, a reserva de vagas para Portador de
Necessidade Especial, o salário base, a carga horária, os requisitos mínimos exigidos e a taxa de
inscrição são os estabelecidos na Tabela I de Empregos Públicos, especificada abaixo.
1.3. Além da remuneração abaixo especificada o candidato fará jus ao Adicional de Insalubridade.
1.4. O HSPM oferece refeitório, a partir da (sexta) hora trabalhada, nos termos do art. 71 da CLT,
vale transporte e assistência médica. Oferece também, cesta básica conforme Ordem Interna
09/2003 ou vale alimentação, nos termos da Lei Municipal nº 14.588 de 12/11/07.
1.5. A Descrição Sumária dos empregos públicos será obtida no Anexo II, deste Edital.
1.6. Todas as etapas constantes neste Edital serão realizadas observando-se o horário oficial de
Brasília/DF.
TABELA I – CÓDIGO DA OPÇÃO, EMPREGO PÚBLICO, QUANTITATIVO DE VAGAS, RESERVA DE VAGAS PARA
PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS, SALÁRIO BASE/ CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS
EXIGIDOS E TAXA DE INSCRIÇÃO.
Cód.
da
Opção
Emprego Público Vagas
Reserva de
Vagas para
Portador de
Necessidade
Especial
Salário Base/
Carga Horária
Requisitos Mínimos Exigidos
Taxa
de
Inscrição
101
Assistente de Infraestrutura
Técnico em Suporte de
Informática
03 --
R$ 885,16 /
40h semanais
Ensino médio completo, com
especialização na área de
atuação, ou curso técnico
correspondente a ensino médio.
R$ 32,00
2
102
Assistente de Infraestrutura
Técnico de Segurança do
Trabalho
02 --
R$ 885,16 /
40h semanais
Ensino médio completo, com
especialização na área de
atuação, ou Curso técnico
correspondente a ensino médio.
R$ 32,00
103
Assistente de Suporte
Administrativo – Auxiliar
Técnico Administrativo
70 04
R$ 731,53 /
40h semanais
Ensino médio completo. R$ 32,00
Cód.
da
Opção
Emprego Público Vagas
Reserva de
Vagas para
Portador de
Necessidade
Especial
Salário Base/
Carga Horária
Requisitos Mínimos Exigidos
Taxa
de
Inscrição
201
Analista de Gestão e
Infraestrutura – Analista
Programador de Sistemas
02 --
R$ 2.054,31 /
40h semanais
Superior Completo na área ou
Tecnólogo.
R$ 45,00
202
Analista de Suporte T
écnico em
Saúde - (Ortoptista/Tecnólogo
Oftalmico)
01 --
R$ 2.054,31 /
40h semanais
Superior Completo na Área /
Tecnólogo Oftálmico, com
registro no respectivo órgão de
classe.
R$ 45,00
203
Professor de Desenvolvimento
Infantil
03 --
R$ 1.176,10 /
30h semanais
Habilitação específica em nível
médio ou habilitação específica
em Pedagogia correspondente à
Licenciatura Plena.
R$ 45,00
II – DAS CONDIÇÕES PARA INSCRIÇÃO
2.1. Para se inscrever o candidato deverá ler o Edital em sua íntegra e preencher as condições para
inscrição especificadas a seguir:
2.1.1. Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa, amparada pelo Estatuto da Igualdade entre
brasileiros e portugueses conforme disposto nos termos do parágrafo 1º, artigo 12, da Constituição
Federal e do Decreto Federal nº 72.436/72 ou ser estrangeiro em situação regular e permanente no
território nacional, nos termos e atendidas as exigências contidas na legislação federal pertinente;
2.1.2. Ter, na data de convocação, idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos;
2.1.3. No caso do sexo masculino, estar em dia com o Serviço Militar;
2.1.4. Ser eleitor e estar quite com a Justiça Eleitoral;
2.1.5. Possuir, no ato da convocação, os REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS para o emprego
público conforme especificado na TABELA I, constante do Capítulo I Do Concurso Público e a
DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA determinada no item 12.5. do Capítulo XII, deste Edital;
2.1.6. Não registrar antecedentes criminais;
2.1.7. Não ter sido condenado por crime contra o Patrimônio, contra a Administração, contra a
Pública, contra os Costumes e os previstos na Lei 6368 de 21/10/1976;
2.1.8. Não estar com idade de aposentadoria compulsória;
2.1.9. Não ter sido demitido por justa causa pela Administração Pública;
2.1.10. Não ter sofrido, no exercício da função pública, penalidade incompatível com nova
3
investidura em emprego público.
2.1.11. No ato de investidura o candidato não poderá estar incompatibilizado para nova investidura
em novo emprego público;
2.1.12. Ter aptidão física e mental e não ser portador de deficiência física incompatível com o
exercício do emprego público, comprovada em inspeção realizada pelo Médico do Trabalho indicado
pelo HSPM.
III - DAS INSCRIÇÕES
3.1. As inscrições serão realizadas pela Internet, no período de 24 de janeiro a 04 de fevereiro de
2011, conforme especificado no Capítulo IV, deste Edital.
3.2. Após o preenchimento da ficha de solicitação de inscrição on-line, o candidato deverá efetuar o
pagamento da taxa de inscrição, a título de ressarcimento de despesas com material e serviços, de
acordo com os valores definidos, por emprego público, constantes na Tabela I, do Capítulo I, deste
Edital.
3.3. Não haverá, em hipótese alguma, restituição do valor da taxa de inscrição.
3.4. Não serão aceitas inscrições recebidas por depósito em caixa eletrônico, via postal, fac-símile,
correio eletrônico, transferência ou depósito em conta corrente, através de “agendamento”, por
depósito “através de envelope” em caixa rápido, DOC, ordem de pagamento, condicionais e/ou
extemporâneas, fora do período de inscrição estabelecido ou por qualquer outra via que não as
especificadas neste Edital.
3.5. Efetivada a inscrição, não serão aceitos pedidos de alteração de opção de emprego público sob
hipótese alguma. Portanto, antes de efetuar o pagamento da taxa de inscrição, o candidato deverá
verificar atentamente o código da opção preenchido.
3.6. O candidato interessado podese inscrever em mais de um Emprego Público, previsto neste
Edital, verificando atentamente antes de efetuar a sua inscrição, o período de realização das provas,
estabelecidas no Capítulo VII – Da Prestação da Prova Objetiva.
3.6.1. Em caso de mais de uma inscrição efetivada, segundo item 3.6. deste Capítulo, para o mesmo
nível de escolaridade, e constatada coincidência na data e horário de realização das provas, o
candidato deverá optar por uma das inscrições realizadas, sendo considerado para todos os efeitos
ausente nas demais.
3.6.1.1. Na ocorrência de fatos previstos no item 3.6.1. deverá o candidato, para realização das
provas, respeitar o local em que fora previamente alocado pelo Edital de Convocação para as
provas, segundo sua opção de inscrição, não sendo permitido realizá-las fora de local sob nenhuma
hipótese.
3.6.1.2. Ocorrendo a hipótese do item 3.6.1., não haverá restituição parcial ou integral, sob hipótese
alguma, dos valores pagos a título de taxa de inscrição.
3.7. A apresentação dos documentos e das condições exigidas para participação no referido
Concurso, será feita por ocasião da convocação para admissão, sendo que a não apresentação
implicará a anulação de todos os atos praticados pelo candidato.
3.8. As informações prestadas na ficha de inscrição on-line, são de inteira responsabilidade do
4
candidato, ainda que realizada com o auxílio de terceiros, cabendo neste caso ao HSPM e ao
Instituto Cetro o direito de excluir do Concurso Público aquele que preenchê-la com dados
incorretos, bem como aquele que prestar informações inverídicas, ainda que o fato seja constatado
posteriormente.
3.9. A inscrição implicará a completa ciência e tácita aceitação das normas e condições
estabelecidas neste Edital, sobre as quais não se poderá alegar desconhecimento.
3.10. O candidato que necessitar de atendimento especial para realização das provas deverá indicar
tal condição na solicitação de inscrição, e, ainda, enviar ao Instituto Cetro, ao encerramento das
inscrições, via Sedex ou Aviso de Recebimento (AR), solicitação com a sua qualificação completa e
detalhamento dos recursos necessários para a realização da prova, acompanhado da cópia do CPF
e do laudo médico (original ou cópia autenticada em cartório), que justifique o atendimento especial
solicitado, identificando no envelope: nome, digo e emprego público ao qual está concorrendo e
nome do Concurso Público – HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL – Edital nº.
01/2011, aos cuidados do Departamento de Planejamento de Concursos Públicos do Instituto
Nacional de Educação Cetro, localizado à Avenida Paulista, 2001, 1andar CEP 01311- 300
Cerqueira César – São Paulo – Capital.
3.10.1. A solicitação entregue ou postada após a data de encerramento das inscrições, 04 de
fevereiro de 2011, será indeferida, seja qual for o motivo alegado.
3.10.2. O atendimento às condições solicitadas ficará sujeito à análise de viabilidade e razoabilidade
do pedido.
3.10.3. Para efeito do prazo de recebimento da solicitação por SEDEX, estipulado no item 3.10.,
deste Capitulo, será considerado 5 (cinco) dias corridos após a data de término das inscrições.
3.10.4. A candidata que tiver a necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá
levar um acompanhante, que ficará em local designado para essa finalidade e que será responsável
pela guarda da criança. A candidata nesta condição que não levar acompanhante não realizará as
provas.
3.10.4.1. Não haverá compensação do tempo de amamentação em favor da candidata. A criança
deverá permanecer em local designado pela coordenação do concurso, acompanhada de familiar ou
terceiro, adulto responsável, indicado pela candidata, que sujeitar-se-á às normas estabelecidas no
presente Edital.
3.10.4.2. Durante o período de amamentação, a candidata seacompanhada por um fiscal, que
garantirá que sua conduta esteja de acordo com os termos e condições estabelecidas no presente
Edital.
3.11. São de exclusiva responsabilidade do candidato, sob as penas da lei, as informações
fornecidas no ato da inscrição, que serão verificadas por ocasião da comprovação de requisitos e
contratação, se aprovado, sendo que a não apresentação implicará a anulação de todos os atos
praticados pelo candidato.
3.12. Não serão aceitas as solicitações de inscrição que não atenderem rigorosamente ao
estabelecido neste Edital.
5
IV - DAS INSCRIÇÕES VIA INTERNET
4.1. Somente será admitida a inscrição via Internet, por meio do endereço eletrônico
http://www.institutocetro.org.br, no período de 24 de janeiro a 04 de fevereiro de 2011, com
inicio às 08h do dia 24 de janeiro e encerramento, impreterivelmente, às 18h do dia 04 de
fevereiro de 2011, observado o horário oficial de Brasília/DF e os itens estabelecidos nos capítulos
II – Das Condições para Inscrição e III – Das Inscrições, deste Edital.
4.2. Com o objetivo de evitar ônus desnecessários, o candidato deverá recolher o valor da taxa de
inscrição somente se atender a todos os requisitos exigidos para o emprego público pretendido.
4.3. A inscrição do candidato implicará no completo conhecimento e a tácita aceitação das normas
legais pertinentes e condições estabelecidas neste Edital e seus Anexos, e as condições previstas
em Lei, sobre as quais não poderá alegar desconhecimento.
4.4. O candidato que desejar efetivar sua inscrição deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição
através de boleto bancário, pagável em toda a rede bancária, com vencimento para o dia 07 de
fevereiro de 2011, primeiro dia útil subseqüente após a data de encerramento do período de
inscrição.
4.4.1. O documento de boleto bancário estará disponível no endereço eletrônico do Instituto Cetro
e deverá ser impresso para o pagamento da taxa de inscrição, após a conclusão do preenchimento
da ficha de solicitação de inscrição on-line.
4.4.2. O boleto bancário, utilizado para o pagamento da taxa de inscrição, estará disponível no
endereço eletrônico, www.institutocetro.org.br, aàs 12h (doze horas) do dia 07 de fevereiro de
2011.
4.4.3. Após a data e horário especificados no item 4.4.2., não haverá possibilidade de impressão do
boleto para pagamento, seja qual for o motivo alegado.
4.4.4. A inscrição realizada somente será confirmada após a comprovação do pagamento da taxa de
inscrição.
4.4.5. Não serão aceitas, em hipótese alguma, inscrições recebidas por depósito em caixa
eletrônico, via postal, fac-símile, correio eletrônico, transferência ou depósito em conta corrente,
através de “agendamento”, por depósito “através de envelope” em caixa rápido, DOC, ordem de
pagamento, condicionais e/ou extemporâneas, fora do período de inscrição estabelecido ou por
qualquer outra via que não as especificadas neste Edital.
4.4.6. Não haverá devolução, parcial ou integral, da importância paga, nem isenção de pagamento
do valor da taxa de inscrição, seja qual for o motivo alegado.
4.4.7. Efetivada a inscrição, não serão aceitos pedidos para alteração de emprego público sob
hipótese alguma.
4.4.8. É da responsabilidade exclusiva dos candidatos os dados cadastrais informados no ato de
inscrição, sob as penas da lei.
4.4.9. Os candidatos que se enquadram nas condições previstas no Capítulo III Das Inscrições,
deste Edital, deverão encaminhar os documentos solicitados.
6
4.5. O Instituto Cetro e o HSPM não se responsabilizam por solicitação de inscrição via Internet
não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação,
congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que
impossibilitem a transferência de dados.
4.6. A partir do dia 14 de fevereiro de 2011, o candidato deverá conferir no endereço eletrônico do
Instituto Cetro ou no Hospital do Servidor Público Municipal no Departamento Técnico de
Gestão de Talentos DGT, situado à Rua Castro Alves, 151 (fundos) Aclimação São Paulo
SP, se os dados da inscrição, efetuada via Internet, foram recebidos e se o valor da inscrição foi
pago, ou seja, se a inscrição foi deferida.
4.6.1. Em caso negativo, o candidato deverá interpor recurso, conforme item 11.2.1., Capítulo XI,
deste Edital.
V - DA INSCRIÇÃO PARA OS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA
5.1. Antes de efetuar sua inscrição, o portador de deficiência(s) deverá tomar conhecimento da
Descrição Sumária do emprego público, constante do ANEXO II deste Edital, bem como da Lei
13.398/02, e, julgando-se amparado pelas disposições da lei, poderá concorrer, sob sua inteira
responsabilidade, aos empregos públicos vagos, reservados aos portadores de deficiência(s).
5.1.1. Em obediência ao disposto na Lei Municipal 13.398, de 31 de julho de 2002, ao candidato
portador de deficiência habilitado, será reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas
existentes e das que vierem a surgir no prazo de validade do Concurso Público.
5.1.2. O candidato deverá preencher correta e completamente a Ficha de Inscrição on-line e declarar
o(s) tipo(s) de deficiência(s) de que é portador.
5.2. Nos termos da Lei 13.398/02, o candidato inscrito como portador de deficiência(s) deverá,
durante o período das inscrições, encaminhar, via Sedex ou Aviso de Recebimento (AR), ao
Instituto Nacional de Educação Cetro, aos cuidados do Departamento de Planejamento de
Concursos, localizado à Av. Paulista, 2001, 13º andar Cerqueira César São Paulo SP,
CEP 01311-300, identificando o nome do concurso no envelope: HOSPITAL DO SERVIDOR
PÚBLICO MUNICIPAL - 01/2011, os documentos a seguir:
5.2.1. Cópia do Laudo Médico que ateste a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa
referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença CID, bem como
a provável causa da deficiência, inclusive para assegurar previsão de adaptação da sua prova,
informando também, o seu nome, documento de identidade (RG), número do CPF e opção de
Emprego Público.
a) o candidato portador de necessidade especial visual, além do envio da documentação indicada no
item 5.2.1., deverá solicitar, por escrito, ao término das inscrições, a confecção de prova especial
em Braile ou Ampliada, ou ainda, a necessidade da leitura de sua prova, especificando o tipo de
deficiência.
b) o candidato portador de necessidade especial que necessitar de tempo adicional para a
realização das provas, além do envio da documentação indicada deste item, deverá encaminhar
solicitação, por escrito, até o término das inscrições, com justificativa acompanhada de parecer
emitido por especialista da área de sua deficiência.
5.2.2. Aos deficientes visuais (amblíopes) que solicitarem prova especial Ampliada serão oferecidas
provas neste sistema, com tamanho de letra correspondente a corpo 24.
7
5.2.3. O atendimento às condições solicitadas ficará sujeito à análise de viabilidade e razoabilidade
do pedido.
5.2.4. O fornecimento do laudo médico (original ou cópia simples), por qualquer via, é de
responsabilidade exclusiva do candidato. O Instituto Cetro não se responsabiliza por qualquer tipo
de extravio que impeça a chegada do laudo ao seu destino.
5.2.5. O laudo médico terá validade somente para este Concurso Público e não será devolvido,
assim como não serão fornecidas cópias desse laudo.
5.3. O candidato que não atender, dentro do prazo do período das inscrições, aos dispositivos
mencionados no item 5.2. e seus subitens, não terá a condição especial atendida ou será
considerado não portador de necessidade especial, seja qual for o motivo alegado.
5.4. Os candidatos que no ato da inscrição se declararem portadores de deficiência, se aprovados
no concurso público, terão seus nomes publicados na lista geral dos aprovados e em lista à parte.
5.5. O candidato portador de deficiência que não realizar a inscrição conforme as instruções
constantes deste Capítulo não poderão impetrar recurso em favor de sua situação.
5.6. Será eliminado da lista de deficientes o candidato cuja deficiência assinalada na ficha de
inscrição, o se constate, devendo o mesmo constar apenas da lista de classificação geral de
aprovados.
5.7. Após a nomeação do candidato, a deficiência o poderá ser arguida, para justificar a
concessão de aposentadoria.
5.8. O candidato portador de deficiência(s) participado Concurso em igualdade de condições com
os demais candidatos, no que se referem ao conteúdo, avaliação, critérios de aprovação, data,
duração, horário, local de aplicação, julgamento da prova, à nota mínima exigida e demais critérios
estabelecidos neste Edital.
5.9. O candidato portador de deficiência poderá requerer na forma descrita no item 5.2. deste Edital,
atendimento especial, no ato da inscrição, para o dia de realização das provas, indicando as
condições de que necessita para realização destas, nos termos da Lei nº 13.398/02.
5.10. O candidato habilitado na prova, inscrito nos termos da Lei 13.398/02, além das exigências
pertinentes aos demais candidatos, sujeitar-se-á, por ocasião do ingresso, a exame médico
específico para comprovação da deficiência declarada e avaliação da compatibilidade entre a(s)
deficiência(s) de que é portador e as atividades a serem desempenhadas.
5.10.1. O(s) local(is), data(s) e horário(s) para a realização do exame médico específico serão
divulgados oportunamente, através do Diário Oficial da Cidade de São Paulo - DOC.
5.10.2. Será excluído do Concurso o candidato que não comparecer ao exame médico no(s)
local(is), na(s) data(s) e horário(s) previstos.
5.10.3. Sendo desfavorável o resultado do exame médico específico, o título de nomeação será
tornado insubsistente, voltando o candidato, salvo nos casos de comprovada má-fé, a concorrer
apenas pela lista geral de candidatos aprovados, observando-se a ordem de classificação desta.
8
5.10.4. Será tornado sem efeito o tulo de nomeação do candidato cuja deficiência for considerada
incompatível com as atribuições do emprego público, conforme disposto no artigo 12 da Lei
13.398/02.
VI - DAS PROVAS
6.1. O Concurso Público constará das seguintes provas e respectivo número de questões:
TABELA DE PROVAS
Empregos Públicos Tipo de Prova Conteúdo Nº de Itens
Analista de Gestão e Insfraestrutura –
Analista Programador de Sistemas e
Analista de Suporte Técnico em Saúde
– (Ortoptista / Tecnólogo Oftalmico)
Objetiva
Língua Portuguesa
Conhecimentos Gerais
Conhecimentos Específicos
14
10
26
Empregos Públicos Tipo de Prova Conteúdo Nº de Itens
Assistente de Infraestrutura – Técnico
em Suporte de Informática, Assistente
de Infraestrutura – Técnico de
Segurança do Trabalho e Assistente de
Suporte Administrativo – Auxiliar
Técnico Administrativo
Objetiva
Língua Portuguesa
Matemática
Conhecimentos Gerais
Conhecimentos Específicos
10
8
6
16
Empregos Públicos Tipo de Prova Conteúdo Nº de Itens
Professor de Desenvolvimento Infantil Objetiva
Língua Portuguesa
Conhecimentos
Pedagógicos/ Legislação
Conhecimentos Específicos
14
10
26
6.2. As Provas de Língua Portuguesa, de Conhecimentos Gerais, de Conhecimentos
Específicos, de Matemática e de Conhecimentos Pedagógicos/Legislação constarão de
questões objetivas de múltipla escolha, com cinco alternativas cada, terão uma única resposta
correta e versarão sobre os programas contidos no ANEXO I, deste Edital.
6.3. A Prova de Títulos será realizada e avaliada conforme estabelecido no Capítulo IX, deste Edital.
VII - DA PRESTAÇÃO DA PROVA OBJETIVA
7.1. As provas objetivas serão realizadas na cidade de o Paulo/ SP na data prevista de 13 de
março de 2011, em locais e horários a serem comunicados oportunamente através de Edital de
Convocação para as Provas a ser publicado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, divulgado
através da Internet no endereço eletrônico www.institutocetro.org.br e por listas afixadas no HSPM,
observado o horário oficial de Brasília/DF.
7.1.1. Será de responsabilidade do candidato o acompanhamento e consulta para verificar o seu
local de prova.
7.1.2. Ao candidato só será permitida a participação nas provas, na respectiva data, horário e local a
serem divulgados de acordo com as informações constantes no item 7.1., deste Capítulo.
9
7.2. Caso o número de candidatos inscritos exceda à oferta de lugares existentes nos colégios da
cidade de São Paulo, o Instituto Cetro reserva-se ao direito de alocá-los em cidades próximas
determinadas para aplicação das provas, não assumindo, entretanto, qualquer responsabilidade
quanto ao transporte e alojamento desses candidatos.
7.3. Não será permitida, em hipótese alguma, a realização das provas em outro dia, horário ou fora
do local designado.
7.4. Os eventuais erros de digitação de nome, número de documento de identidade, sexo, data de
nascimento etc., deverão ser corrigidos somente no dia das respectivas provas em formulário
específico.
7.5. Caso haja inexatidão na informação relativa à opção de emprego público e/ou condição de
portador de necessidade especial, o candidato deverá entrar em contato com o Serviço de
Atendimento ao Candidato SAC do Instituto Cetro, pelo telefone (11) 3146-2777, das 8h às 19h,
com antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas da data de aplicação das Provas Objetivas.
7.5.1. Não será admitida a troca de opção de emprego público em hipótese alguma.
7.5.2. A alteração da condição de candidato portador de necessidade especial somente será
efetuada na hipótese de que o dado expresso pelo candidato em sua ficha de inscrição tenha sido
transcrito erroneamente nas listas afixadas e disponibilizado no endereço eletrônico
www.institutocetro.org.br desde que o candidato tenha cumprido todas as normas e exigências
constantes no Capítulo V, deste Edital.
7.5.3. O candidato que não entrar em contato com o SAC, no prazo mencionado no item 7.5., deste
Capítulo, será o único responsável pelas conseqüências ocasionadas pela sua omissão.
7.6. O Candidato deverá comparecer ao local designado para a prova com antecedência mínima de
60 minutos, munido de:
a) Comprovante de inscrição;
b) Original de um dos documentos de identidade a seguir: Cédula Oficial de Identidade; Carteira e/ou
cédula de identidade expedida pela Secretaria de Segurança, pelas Forças Armadas, pela Polícia
Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores; Carteira de Trabalho e Previdência Social;
Certificado de Reservista; Passaporte; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos
de Classe, que por lei federal, valem como documento de identidade (OAB, CRC, CRA, CRQ etc.) e
Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei n.º 9.503/97).
c) Caneta esferográfica de tinta preta ou azul, lápis preto nº 2 e borracha macia.
7.6.1. Os documentos apresentados deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir a
identificação do candidato com clareza.
7.6.2. O comprovante de inscrição não terá validade como documento de identidade.
7.6.3. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas,
documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá ser apresentado
documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 30
(trinta) dias, ocasião em que será submetido à identificação especial, compreendendo coleta de
assinaturas e de impressão digital em formulário próprio.
10
7.6.3.1. A identificação especial também será exigida do candidato, cujo documento de identificação
apresente dúvidas relativas à fisionomia e/ou à assinatura do portador.
7.6.4. Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, títulos eleitorais,
carteiras de motorista (modelo antigo), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de
identidade nem documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados.
7.6.5. Não serão aceitas cópias de documentos de identidade, ainda que autenticadas.
7.7. Não haverá segunda chamada seja qual for o motivo alegado para justificar o atraso ou a
ausência do candidato.
7.8. No dia da realização das provas, na hipótese de o candidato não constar das listagens oficiais
relativas aos locais de prova estabelecidos no Edital de Convocação, o Instituto Cetro procederá à
inclusão do referido candidato, através de preenchimento de formulário específico mediante a
apresentação do comprovante de inscrição.
7.8.1. A inclusão de que trata o item 7.8., será realizada de forma condicional e será confirmada
pelo Instituto Cetro na fase de Julgamento das Provas Objetivas, com o intuito de se verificar a
pertinência da referida inclusão.
7.8.2. Constatada a improcedência da inscrição de que trata o item 7.8., a mesma será
automaticamente cancelada sem direito a reclamação, independentemente de qualquer formalidade,
considerados nulos todos os atos dela decorrentes.
7.8.3. No dia da realização das provas, não será permitido ao candidato:
7.8.3.1. Entrar ou permanecer no local de exame portando arma(s), mesmo que possua o respectivo
porte;
7.8.3.2. Entrar ou permanecer no local de exame com aparelhos eletrônicos (agenda eletrônica, bip,
gravador, notebook, pager, palmtop, receptor, relógios digitais, relógios com banco de dados,
telefone celular, walkman etc.) ou semelhantes, bem como protetores auriculares.
7.8.3.3 Na ocorrência do funcionamento de qualquer tipo de equipamento eletrônico durante a
realização das provas objetivas, o candidato será automaticamente eliminado do Concurso Público.
7.8.4. O descumprimento dos itens 7.8.3.2. e 7.8.3.3. implicará na eliminação do candidato, pois
caracteriza-se tentativa de fraude.
7.8.5. O Instituto Cetro não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos ou de
equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização das provas.
7.8.6. Durante a realização das provas, não será permitida nenhuma espécie de consulta ou
comunicação entre os candidatos, nem a utilização de livros, códigos, manuais, impressos ou
quaisquer anotações.
7.9. Quanto às Provas:
7.9.1. Para a realização das Provas Objetivas, o candidato lerá as questões no caderno de
questões e marcará suas respostas na Folha de Respostas, com caneta esferográfica de tinta azul
ou preta. A Folha de Respostas é o único documento válido para correção.
11
7.9.1.1. Não serão computadas questões não respondidas, nem questões que contenham mais de
uma resposta (mesmo que uma delas esteja correta), emendas ou rasuras, ainda que legíveis.
7.9.1.2. Não deverá ser feita nenhuma marca fora do campo reservado às respostas ou assinatura,
pois qualquer marca poderá ser lida pelas leitoras computadorizadas, prejudicando o desempenho
do candidato.
7.10. A totalidade das Provas terá a duração de 4 (quatro) horas.
7.10.1. Iniciadas as provas o candidato somente poderá retirar-se da sala de realização de prova
depois de decorridas 02 (duas) horas de permanência em sala, deixando com o fiscal da sala a sua
folha de respostas, que será o único documento válido para a correção.
7.10.2. O candidato, ao terminar sua prova, deverá retirar-se imediatamente do estabelecimento de
ensino, não podendo permanecer nas dependências dele, bem como, não poderá utilizar os
banheiros.
7.10.3. O candidato, somente poderá levar o Caderno de Questões, faltando 60 (sessenta) minutos
para o término do horário estabelecido para o fim da prova, desde que o candidato permaneça em
sala até este momento.
7.11. A Folha de Respostas dos candidatos serão personalizadas, impossibilitando a substituição.
7.12. Será automaticamente excluído do Concurso Público o candidato que:
7.12.1. Apresentar-se após o fechamento dos portões ou fora dos locais pré-determinados.
7.12.2. Não apresentar o documento de identidade exigido no item 7.6., alínea “b”, deste Capítulo;
7.12.3. Não comparecer a qualquer das provas, seja qual for o motivo alegado;
7.12.4. Ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento do fiscal, ou antes, do tempo mínimo
de permanência estabelecido no Item 7.10.1, deste capítulo;
7.12.5. For surpreendido em comunicação com outro candidato ou terceiros, verbalmente, por
escrito ou por qualquer outro meio de comunicação, sobre a prova que estiver sendo realizada, ou
utilizando-se de livros, notas, impressos não permitidos, calculadora ou similar;
7.12.6. For surpreendido portando agenda eletrônica, bip, gravador, notebook, pager, palmtop,
receptor, relógios digitais, relógios com banco de dados, telefone celular, walkman e/ou
equipamentos semelhantes, bem como protetores auriculares;
7.12.7. Lançar mão de meios ilícitos para executar as provas;
7.12.8. Não devolver a Folha de Resposta cedida para realização das provas;
7.12.9. Perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos ou agir com descortesia em relação a
qualquer dos examinadores, executores e seus auxiliares, ou autoridades presentes;
7.12.10. Fizer anotação de informações relativas às suas respostas fora dos meios permitidos;
7.12.11. Ausentar-se da sala de provas, a qualquer tempo, portando as folhas de respostas;
12
7.12.12. Não cumprir as instruções contidas no caderno de questões de provas e nas folhas de
respostas;
7.12.13. Utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos ou ilegais para obter aprovação própria ou de
terceiros, em qualquer etapa do concurso público.
7.13. O Instituto Cetro objetiva garantir a lisura e a idoneidade do Concurso blico, portanto
solicitará aos referidos candidatos, quando da aplicação das provas, que registrem na folha de
respostas personalizada a sua assinatura em campo específico por três vezes.
7.13.1. Constatado, após as provas, por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou por
investigação policial, ter o candidato utilizado processos ilícitos, suas provas serão anuladas e ele
será automaticamente eliminado do concurso público.
7.14. Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas
em razão de afastamento do candidato da sala de prova.
7.15. A condição de saúde do candidato no dia da aplicação da prova será de sua exclusiva
responsabilidade.
7.16. Na ocorrência de alguma situação de emergência o candidato será encaminhado para
atendimento médico local ou ao médico de sua confiança. A equipe de Coordenadores responsáveis
pela aplicação das provas dará todo apoio que for necessário.
7.17. Caso exista a necessidade do candidato se ausentar para atendimento médico ou hospitalar, o
mesmo não poderá retornar ao local de sua prova, sendo eliminado do concurso.
7.18. No dia da realização das provas, não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de
aplicação das provas e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao conteúdo das
provas e/ou critérios de avaliação/classificação.
7.19. Os gabaritos da prova objetiva, considerados como corretos, serão divulgados no endereço
eletrônico www.institutocetro.org.br em data a ser comunicada no dia da realização das provas.
VIII - DO JULGAMENTO DAS PROVAS OBJETIVAS
8.1. A Prova Objetiva será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos.
8.1.1. Na avaliação e correção da Prova Objetiva será utilizado o Escore Bruto.
8.2. O Escore Bruto corresponde ao número de acertos que o candidato obtém na prova.
8.2.1. Para se chegar ao total de pontos o candidato deverá dividir 100 (cem) pelo número de
questões da prova, e multiplicar pelo número de questões acertadas.
8.2.2. O cálculo final será igual ao total de pontos do candidato na Prova Objetiva.
8.3. Será considerado habilitado na Prova Objetiva o candidato que obtiver total de pontos igual ou
superior a 50 (cinquenta).
8.4. Em hipótese alguma haverá revisão de provas.
8.5. O candidato não habilitado na Prova Objetiva será eliminado do concurso.
13
IX – DA PROVA DE TÍTULOS
9.1. Concorrerão à Prova de Títulos somente os candidatos aos empregos públicos 201, 202 e
203, habilitados nas provas objetivas conforme estabelecido no Capítulo VIII, deste Edital, sendo
que sua entrega será confirmada através de assinatura de lista específica.
9.2. Os documentos relativos aos Títulos deverão ser entregues, EXCLUSIVAMENTE, no
dia/horário da aplicação das provas objetivas, ao fiscal da sala de prova, que será realizada em
13 de março de 2011. Após esta data/horário não serão aceitos outros documentos, sob qualquer
hipótese.
9.2.1. A entrega dos documentos relativos à Prova de Títulos não é obrigatória. O candidato que não
entregar o Título não será eliminado do Concurso.
9.3. Os documentos de Títulos deverão ser acondicionados em ENVELOPE LACRADO,
contendo na sua parte externa, o nome do candidato, mero de inscrição, o emprego público para
o qual está concorrendo e o número do documento de identidade, devendo os referidos documentos
serem apresentados em CÓPIA REPROGRÁFICA AUTENTICADA.
9.3.1. O candidato deverá numerar sequencialmente e rubricar cada documento apresentado, e
PREENCHER A RELAÇÃO DE RESUMO DE ACORDO COM O MODELO DISPONÍVEL NO
ANEXO III, deste Edital.
9.4. Serão aceitos como documentos os Títulos que forem representados por Diplomas e
Certificados definitivos de conclusão de curso expedidos por Instituição Oficial ou reconhecida, em
papel timbrado, e deverão conter carimbo e identificação da instituição e do responsável pela
expedição do documento.
9.4.1. Os documentos de Títulos que forem representados por declarações, certidões, atestados, e
outros documentos que não tenham o cunho definitivo de conclusão de curso, deverão estar
acompanhados do respectivo histórico escolar, mencionando a data da colação de grau, bem
como deverão ser expedidos por Instituição Oficial ou reconhecida, em papel timbrado, e deverão
conter carimbo e identificação da instituição e do responsável pela expedição do documento.
9.4.2. Os certificados expedidos em ngua estrangeira deverão vir acompanhados pela
correspondente tradução efetuada por tradutor juramentado ou pela revalidação dada pelo órgão
competente.
9.5. Os cursos deverão estar autorizados pelos órgãos competentes.
9.6. A escolaridade exigida como requisito para inscrição no concurso, não será considerada como
Título.
9.7. É da exclusiva responsabilidade do candidato a apresentação e comprovação dos documentos
de Títulos.
9.8. Não serão aceitas entregas ou substituições posteriores ao período determinado, bem como,
Títulos que não constem das tabelas apresentadas neste Capítulo.
9.9. A pontuação da documentação de Títulos se limitará ao valor máximo de 6,5 (seis e meio)
pontos.
14
9.10. Na somatória da pontuação de cada candidato, os pontos excedentes serão
desprezados.
9.11. A prova de títulos terá caráter classificatório.
9.12. Todos os documentos apresentados, cuja devolução não for solicitada no prazo de 120 (cento
e vinte) dias contados a partir da homologação do resultado final do Concurso Público, poderão ser
incinerados pelo Instituto Cetro.
9.12.1. Para a devolução mencionada no item 9.12., após a homologação do concurso o candidato
deverá entrar em contato com o SAC do Instituto Cetro, através do telefone (11) 3741-2777 ou pelo
e-mail: sac@institutocetro.org.br e solicitar a devolução dos documentos.
9.12.2. Os custos referentes ao envio postal para devolução dos títulos ficarão sob responsabilidade
do candidato.
9.13. Serão considerados Títulos somente os constantes na tabela a seguir:
TABELA DE TÍTULOS
(Entregar no dia da prova em 13/03/2011, ao fiscal da sala, de acordo com o item 9.3. e
subitem 9.3.1., deste Capítulo)
TÍTULOS
VALOR
UNITÁRI
O
VALOR
MÁXIMO
COMPROVANTES
a) Doutorado, concluído a a data de
apresentação dos títulos, na área de
formação ou em área afim.
3,0 3,0
b) Mestrado, concluído até a data de
apresentação dos títulos, na área de
formação ou em área afim.
2,0 2,0
Cópia autenticada do diploma
devidamente registrado ou da
declaração de conclusão de curso,
acompanhado da cópia autenticada do
respectivo Histórico Escolar.
c) Pós Graduação Lato Sensu
(especialização) na área de formação
ou em área afim, com carga horária
mínima de 360 horas, concluída a a
data de apresentação dos títulos.
1,0 1,0
Cópia autenticada do Certificado,
Certidão ou Declaração de conclusão
do Curso, com o número de horas e
período de realização do curso. No
caso de Declaração de conclusão de
curso, esta deve vir acompanhada da
cópia autenticada do respectivo
Histórico Escolar.
d) Curso de aperfeiçoamento na área
de formação ou em área afim, com
carga horária mínima de 160 horas,
concluído até a data da apresentação
dos títulos.
0,5 0,5
Cópia autenticada do Certificado,
Certidão ou Declaração de conclusão
do Curso, indicando com o número de
horas e período de realização do curso.
No caso de Declaração de conclusão
de curso, esta deve vir acompanhada
da cópia autenticada do respectivo
Histórico Escolar.
X - DA CLASSIFICAÇÃO FINAL DOS CANDIDATOS
10.1. A Nota Final de cada candidato será IGUAL:
15
10.1.1. ao total de pontos obtidos na prova objetiva, acrescido dos pontos obtidos na prova de
títulos, quando for o caso;
10.1.2. ao total de pontos obtidos na prova objetiva para os demais empregos públicos.
10.2. Os candidatos serão classificados por ordem decrescente, da Nota Final, em lista de
classificação por opção de emprego público.
10.3. Serão elaboradas duas listas de classificação, uma geral com a relação de todos os
candidatos, inclusive os portadores de deficiência e uma especial, com a relação apenas dos
candidatos portadores de deficiência.
10.4. O resultado do Concurso será publicado no Diário Oficial da Cidade de o Paulo, afixado na
sede do HSPM e divulgado na Internet no endereço eletrônico www.institutocetro.org.br e caberá
recurso nos termos do Capítulo XI – Dos Recursos, deste Edital.
10.5. Após o julgamento dos recursos, eventualmente interpostos, será publicada lista de
Classificação Final, não cabendo mais recursos.
10.6. A lista de Classificação Final será publicada no endereço eletrônico
www.institutocetro.org.br e no Diário Oficial da Cidade São Paulo.
10.6.1. Serão publicados no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, apenas os resultados dos
candidatos que lograram classificação no concurso.
10.6.2. O resultado geral do concurso poderá ser consultado no endereço eletrônico
www.institutocetro.org.br pelo prazo de 3 (três) meses, a contar da data de publicação da
Classificação Final/Homologação.
10.7. No caso de igualdade na classificação final, dar-se-á preferência sucessivamente ao candidato
que:
10.7.1. Tiver idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, até o último dia de inscrição neste
concurso, conforme artigo 27, parágrafo único, do Estatuto do Idoso – Lei Federal nº 10.741/03;
10.7.2. For brasileiro, conforme disposto na Lei Municipal nº 13.404, de 08/08/02;
10.7.3. Obtiver maior número de pontos na prova de conhecimentos específicos, quando houver;
10.7.4. Obtiver maior número de acertos na prova de língua portuguesa, quando houver;
10.7.5. Obtiver maior número de acertos na prova de conhecimentos pedagógicos / legislação;
10.7.6. Obtiver maior número de pontos na prova de matemática, quando houver;
10.7.7. Obtiver maior número de pontos na prova de conhecimentos gerais, quando houver;
10.7.8. Tiver maior idade, para os candidatos não alcançados pelo Estatuto do Idoso.
10.8. A aprovação no concurso e a classificação definitiva geram, para o candidato, apenas a
expectativa de direito à contratação, reservando-se ao HSPM o direito de proceder às
convocações dos candidatos aprovados para as nomeações, em mero que atenda ao interesse e
às necessidades do serviço, de acordo com a disponibilidade financeira e durante o prazo de
16
validade do concurso, respeitada sempre, a ordem de classificação, bem como não lhe garante
escolha do local de trabalho.
XI - DOS RECURSOS
11.1. Se admitido recurso quanto à divulgação das inscrições efetivadas (deferimento/
indeferimento), aplicação das provas objetivas, divulgação dos gabaritos, resultado provisório das
provas objetivas e títulos e resultado prévio do concurso.
11.2. Para recorrer, o candidato deverá utilizar o endereço eletrônico www.institutocetro.org.br e
seguir as instruções ali contidas. Os recursos poderão ser interpostos no prazo máximo de 1 (um)
dia útil, contado a partir da aplicação das provas objetivas e no prazo máximo de 2 (dois) dias úteis,
contados a partir da:
11.2.1. Divulgação do deferimento/ indeferimento das inscrições;
11.2.2. Divulgação dos gabaritos;
11.2.3. Resultado Provisório das Provas Objetivas e Títulos;
11.2.4. Divulgação da lista de resultado prévio do Concurso;
11.3. Os recursos interpostos que o se refiram especificamente aos eventos aprazados não serão
apreciados.
11.4. Admitir-se-á um único recurso por candidato, para cada evento referido no item 11.1.
11.5. A interposição dos recursos não obsta o regular andamento do cronograma do Concurso.
11.6. Não serão aceitos recursos interpostos por correspondência (Sedex, AR, telegrama, etc.), fac-
símile, telex ou outro meio que não seja o estabelecido no item 11.2., deste Capítulo.
11.7. O ponto relativo a uma questão eventualmente anulada será atribuído a todos os candidatos.
11.7.1. Caso haja procedência de recurso interposto dentro das especificações, poderá
eventualmente alterar a classificação inicial obtida pelo candidato para uma classificação superior ou
inferior ou ainda poderá ocorrer desclassificação do candidato que não obtiver nota nima exigida
para aprovação.
11.7.2. Depois de julgados todos os recursos apresentados, será publicado o resultado final do
Concurso, com as alterações ocorridas em face do disposto no item 11.7.1. acima.
11.8. Não serão apreciados os Recursos que forem apresentados:
11.8.1. Em desacordo com as especificações contidas neste Capítulo;
11.8.2. Fora do prazo estabelecido;
11.8.3. Sem fundamentação lógica e consistente e;
11.8.4. Com argumentação idêntica a outros recursos.
11.9. Em hipótese alguma será aceito vistas de prova, revisão de recurso, recurso do recurso ou
recurso de gabarito final definitivo.
17
11.10. A banca examinadora constitui última instância para recurso, sendo soberana em suas
decisões, razão pela qual não caberão recursos adicionais.
XII - DA CONTRATAÇÃO
12.1. A contratação dos candidatos obedecerá rigorosamente à ordem de classificação dos
candidatos aprovados, observada a necessidade do HSPM e o limite fixado pela Constituição e
Legislação Federal com despesa de pessoal.
12.2. A aprovação e a classificação final geram, para o candidato, apenas a expectativa de direito à
contratação. O HSPM reserva-se o direito de proceder às contratações em número que atenda ao
interesse e às necessidades do serviço, dentro do prazo de validade do Concurso Público.
12.3. Os candidatos que vierem a ser convocados para admissão no HSPM assinarão contrato de
trabalho que se regerá pelos preceitos da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.
12.3.1. A contratação será em caráter experimental, pelo período de 30 (trinta) dias, prorrogável por
mais 60(sessenta) dias, ao rmino do qual, mediante resultado positivo de avaliação do período de
experiência, o contrato poderá ou não se converter em prazo indeterminado.
12.4. Por ocasião da convocação que antecede a contratação, os candidatos classificados deverão
apresentar documentos originais, acompanhados de uma cópia que comprovem os requisitos para
provimento e que deram condições de inscrição, estabelecidos no presente Edital.
12.4.1. A convocação que trata o item anterior serealizada através de telegrama, e o candidato
deverá apresentar-se ao HSPM na data estabelecida no mesmo.
12.5. Os candidatos, após o comparecimento e ciência da convocação citada no item 12.4.1, terão o
prazo ximo de 48 (quarenta e oito) horas para apresentação dos documentos discriminados a
seguir: Carteira de Trabalho e Previdência Social; Certidão de Nascimento ou Casamento; Título de
Eleitor; Comprovantes de votação nas 3 (três) últimas eleições; Certificado de Reservista ou
Dispensa de Incorporação, quando do sexo masculino; dula de Identidade RG ou RNE; 3 (três)
fotos 3x4 recentes com fundo branco; Inscrição no PIS/PASEP ou declaração de firma anterior,
informando não haver feito o cadastro; Cadastro de Pessoa Física CPF; Comprovante de
Residência; Comprovantes de escolaridade requeridos pelo emprego público; Comprovante do
Registro no Conselho da categoria (ex.: CRC, CRQ, OAB, etc.), para profissões regulamentadas;
Certidão de Nascimento dos filhos; Caderneta de Vacinação dos filhos menores de 14 anos (se
houver) e Atestados de Antecedentes Criminais.
12.5.1. Caso haja necessidade o HSPM poderá solicitar outros documentos complementares.
12.5.2. Para o candidato que já tenha sido servidor de qualquer órgão público, se exigida a
comprovação de que não foi demitido por justa causa ou a bem do serviço público;
12.5.3. NÃO poderá ser admitido o candidato que receber proventos em virtude de aposentadoria
pelo exercício de cargo na Administração Direta Municipal, Estadual ou Federal, conforme o disposto
no artigo 37, parágrafo 10 da Constituição Federal com redação alterada pela Emenda
Constitucional no. 20/98, bem como o que incorrer na hipótese de acumulação ilícita de cargos
públicos, ou, ainda o que se beneficiou com aposentadoria especial, nos termos da Legislação
vigente.
18
12.6. Obedecida à ordem de classificação, os candidatos convocados serão submetidos a exame-
médico, que avaliará sua capacidade física e mental no desempenho das tarefas pertinentes ao
emprego público a que concorrem.
12.6.1. As decisões do Serviço Médico do HSPM, de caráter eliminatório para efeito de contratação,
são soberanas e delas não caberá qualquer recurso.
12.7. Não serão aceitos, no ato da convocação e/ou contratação, protocolos ou cópias dos
documentos exigidos. As cópias somente serão aceitas se estiverem acompanhadas do original.
12.8. No caso de desistência do candidato selecionado, quando convocado para uma vaga, o fato
será formalizado pelo mesmo, através de Termo de Desistência Definitiva.
12.8.1. O não comparecimento, quando convocado, implicará na exclusão do candidato e
desclassificação em caráter irrevogável e irretratável do Concurso Público, fato comprovado pela
empresa através de Termo de Convocação e Aviso de Recebimento.
12.9. O candidato classificado se obriga a manter atualizado o endereço perante o HSPM.
12.10. Não se contratado o candidato habilitado que fizer, em qualquer documento, declaração
falsa, inexata para fins de contratação e não possuir os requisitos mínimos exigidos no Edital na data
de convocação da apresentação da documentação.
XIII - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
13.1. Todas as convocações, avisos e resultados referentes exclusivamente às etapas do presente
concurso, serão publicados no Diário Oficial da Cidade São Paulo - DOC, afixados na sede do
HSPM e divulgado na Internet no endereço eletrônico www.institutocetro.org.br. É de
responsabilidade do candidato, acompanhar estas publicações.
13.2. Serão publicados no jornal apenas os resultados dos candidatos que lograrem classificação no
concurso.
13.3. Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de classificação no
concurso, valendo para esse fim, a homologação publicada no jornal.
13.4. O HSPM e o Instituto Cetro se eximem das despesas com viagens e estadia dos candidatos
em quaisquer das fases do Concurso Público.
13.5. A aprovação no concurso não gera direito à contratação, mas esta, quando se fizer, respeitará
a ordem de classificação final.
13.6. A inexatidão das afirmativas e/ou irregularidades dos documentos apresentados, mesmo que
verificadas a qualquer tempo, em especial na ocasião da contratação, acarretarão a nulidade da
inscrição e desqualificação do candidato, com todas as suas decorrências, sem prejuízo de medidas
de ordem administrativa, civil e criminal.
13.7. Caberá ao HSPM a homologação dos resultados finais do Concurso Público, a qual poderá ser
efetuada por emprego público ou a critério da Administração.
13.8. Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos
enquanto não consumada a providência ou evento que lhe disser respeito, até a data da respectiva
19
providência ou evento, circunstância que será mencionada em Edital ou aviso a ser publicado no
Diário Oficial da Cidade de São Paulo – DOC.
13.9. O candidato se obriga a manter atualizado o endereço perante o Instituto Cetro, situado à Av.
Paulista, 2001 13º andar São Paulo/SP, CEP 01311-300, até a data de publicação da
homologação dos resultados e, após esta data, junto ao HSPM, aos cuidados do Departamento
Técnico de Gestão de Talentos DGT, situado à Rua Castro Alves, 151 (fundos) Aclimação
São Paulo – SP – CEP 01532-000.
13.9.1. Todas as dúvidas e solicitações devem ser direcionadas ao Instituto Cetro, através de seu
SAC, no telefone (11) 3146-2777, ou através do site http://www.institutocetro.org.br.
13.9.2. Não serão aceitas reclamações, dúvidas ou solicitações diretamente ao HSPM, pois deverão
ser direcionadas diretamente ao Instituto Cetro.
13.10. É de responsabilidade do candidato, manter seu endereço e seu telefone atualizados, até que
se expire o prazo de validade do Concurso, para viabilizar os contatos necessários, sob pena de
quando for contratado, perder o prazo para ser admitido, caso não seja localizado.
13.11. O HSPM e o Instituto Cetro não se responsabilizam por eventuais prejuízos ao candidato
decorrentes de:
13.11.1. Endereço não atualizado.
13.11.2. Endereço de difícil acesso.
13.11.3. Correspondência devolvida pela ECT por razões diversas de fornecimento e/ou endereço
errado do candidato.
13.11.4. Correspondência recebida por terceiros.
13.12. As despesas relativas à participação do candidato no Concurso e à apresentação para
admissão e exercício correrão às expensas do próprio candidato.
13.13. O HSPM e o Instituto Cetroo se responsabilizam por quaisquer cursos, textos, apostilas e
outras publicações referentes a este Concurso.
13.14. A legislação indicada no ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO inclui eventuais
alterações posteriores, ainda que não expressamente mencionadas. Considerar-se-á, para efeito de
aplicação e correção das provas, a legislação vigente até a data de publicação deste Edital.
13.15. A realização do certame será feita sob exclusiva responsabilidade do Instituto Cetro, não
havendo o envolvimento na realização e avaliação de suas etapas, de recursos humanos da
Administração Pública, direta e indireta, autárquica e fundacional.
13.16. Os casos omissos serão resolvidos conjuntamente pela Comissão do Concurso do HSPM e
pelo Instituto Cetro, no que tange a realização deste concurso.
20
ANEXO I – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
PARA OS EMPREGOS PÚBLICOS DE ANALISTA DE GESTÃO EM INFRAESTRUTURA
ANALISTA PROGRAMADOR DE SISTEMAS, ANALISTA DE SUPORTE TÉCNICO EM SAÚDE
(ORTOPTISTA/TÉCNOLOGO OFTALMICO), ASSISTENTE DE INFRAESTRUTURA TÉCNICO
EM SUPORTE DE INFORMÁTICA, ASSISTENTE DE INFRAESTRUTURA TÉCNICO DE
SEGURANÇA DO TRABALHO, ASSISTENTE DE SUPORTE ADMINISTRATIVO AUXILIAR
TÉCNICO ADMINISTRATIVO E PROFESSOR DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL
LÍNGUA PORTUGUESA
Interpretação de texto. Significação das palavras: sinônimos, antônimos, sentidos próprio e figurado.
Ortografia. Pontuação. Acentuação. Emprego das classes de palavras: substantivo, adjetivo,
numeral, pronome, artigo, verbo, advérbio, preposição, conjunção (classificação e sentido que
imprime às relações entre as orações). Divisão Silábica. Concordâncias verbal e nominal. Regências
verbal e nominal. Crase. Vícios de linguagem. Flexão de substantivos, adjetivos e pronomes
(gênero, número, grau e pessoa). Estrutura e formação das palavras. Discursos direto, indireto e
indireto livre. Colocação pronominal.
PARA OS EMPREGOS PÚBLICOS DE ANALISTA DE GESTÃO EM INFRAESTRUTURA
PROGRAMADOR DE SISTEMAS, ANALISTA DE SUPORTE TÉCNICO EM SAÚDE
(ORTOPTISTA/TÉCNOLOGO OFTALMICO), ASSISTENTE DE INFRAESTRUTURA TÉCNICO
DE INFORMÁTICA, ASSISTENTE DE INFRAESTRUTURA – TÉCNICO DE SEGURANÇA DO
TRABALHO E ASSISTENTE DE SUPORTE ADMINISTRATIVO AUXILIAR TÉCNICO
ADMINISTRATIVO
CONHECIMENTOS GERAIS
Fatos e notícias locais, nacionais e internacionais veiculados nos últimos 6 (seis) meses, a contar da
data de realização da prova, em meios de comunicação de massa, como jornais, rádios, Internet e
televisão. Elementos de política brasileira. Cultura e sociedade: música, literatura, artes, arquitetura,
rádio, cinema, teatro, jornais, revistas e televisão. Descobertas e inovações científicas na atualidade
e seus impactos na sociedade contemporânea. Meio ambiente e cidadania: problemas, políticas
públicas, aspectos locais e globais.
PARA O EMPREGO PÚBLICO DE ANALISTA DE GESTÃO EM INFRAESTRUTURA – ANALISTA
PROGRAMADOR DE SISTEMAS
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Computadores modernos, padrão IBM PC, baseados em processador Pentium e compatíveis.
Conceitos e etapas de processamento. Hardware, software e peopleware. Arquitetura, constituição,
componentes, periféricos, características e funcionamento. Representação binária da informação e
unidades de medidas. Vírus de computador. Redes de computadores. Conceitos, tipos e
abrangência. Topologias lógicas e físicas. Protocolos TCP/IP, DNS, Telnet, FTP e HTTP.
Ferramentas Telnet e FTP e comandos ping e tracert: utilização e interpretação dos resultados.
Componentes e equipamentos de rede de computadores e cabeamento. Instalação e configuração
de placa de rede em estação de trabalho (MS Windows XP e/ou superior). Sistemas operacionais
Windows 2000 e Windows Server 2003. Fundamentos. Gerenciamento de usuários. Administração
de disco. Compartilhamento de recursos. Configuração dos serviços de rede no nível corporativo
(DHCP, DNS e WINS). Banco de Dados (BD) relacionais e a linguagem SQL. Identificação e
utilização do diagrama entidade relacionamento. Utilização da linguagem SQL padrão. Banco de
21
dados Oracle. Algoritmos. Conhecer, saber interpretar e escrever algoritmos em português
estruturado (pseudocódigo, portugol) e recursos. Linguagem de programação PL/SQL e ferramenta
SQL*Plus. Principais características. Utilização da linguagem de programação PL/SQL. Utilização da
ferramenta SQL*Plus. Internet, correio eletrônico, World Wide Web e Internet Explorer.
Programação. Construção de algoritmos: tipos de dados simples e estruturados, variáveis e
constantes, comandos de atribuição, avaliação de expressões, comandos de entrada e saída,
funções pré-definidas, conceito de bloco de comandos, estruturas de controle, subprogramação,
passagem de parâmetros, recursividade. Programação estruturada. Estrutura de dados: conceitos
básicos sobre tipos abstratos de dados, estruturas lineares e não-lineares, contiguidade versus
encadeamento, estudo de listas, pilhas, filas, árvores, deques, métodos de busca, inserção e
ordenação, hashing. Orientação a objetos: conceitos fundamentais, princípios de programação
orientada a objetos. Linguagens orientadas a objetos: C++, DELPHI e PHP.
PARA O EMPREGO PÚBLICO DE ANALISTA DE SUPORTE TÉCNICO EM SAÚDE
(ORTOPTISTA/TÉCNOLOGO OFTALMICO)
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Conhecimento da propedêutica para diagnóstico e tratamento dos distúrbios da motilidade
extrínseca ocular. Conhecimento técnico e operacional da aparelhagem oftalmológica e o seu
manuseio, para realização de campimetria manual e automatizada, biometria ultrassônica,
paquimetria, ultrassonografia do globo ocular, retinografia e autorrefração, instrumentação das
cirurgias oftalmológicas, manuseio de equipamento de Facoemulsificação.
PARA OS EMPREGOS BLICOS DE ASSISTENTE DE INFRAESTRUTURA TÉCNICO EM
SUPORTE DE INFORMÁTICA, ASSISTENTE DE INFRAESTRUTURA TÉCNICO DE
SEGURANÇA DO TRABALHO E ASSISTENTE DE SUPORTE ADMINISTRATIVO AUXILIAR
TÉCNICO ADMINISTRATIVO
MATEMÁTICA
Funções e equações: números naturais, inteiros, racionais, irracionais e reais. Equações de e
graus. Funções e equações lineares, quadráticas, exponenciais, logarítmicas e trigonométricas;
polinômios e equações. Probabilidade e análise combinatória. Matrizes, determinantes e sistemas
lineares. Números e grandezas direta e inversamente proporcionais: razões e proporções, divisão
proporcional; regra de três simples e composta. Porcentagem. Juros. Geometria no plano e no
espaço. Perímetro. Progressões. Probabilidade: contagem, permutações, arranjos e combinações.
Probabilidade e eventos independentes. Sistema de medidas legais. Resolução de situações-
problema. Sistema monetário brasileiro. Potência.
PARA O EMPREGO PÚBLICO DE ASSISTENTE DE INFRAESTRUTURA TÉCNICO DE
SUPORTE EM INFORMÁTICA
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Hardware e Arquitetura de microcomputadores. Instalação e configuração de equipamentos de
informática em geral e de redes locais e remotas. Sistema operacional Windows em todas as suas
versões, inclusive Server 2003. Software em geral, como aplicativos, antivírus etc. Redes e
protocolos (TCP/IP). Procedimentos de rotinas de backup em servidores de rede. Confecção do
cabeamento de rede em geral. Programação Delphi, conhecimento em modelagem de dados,
conhecimento em banco de dados Oracle. Noções de inglês técnico.
22
PARA O EMPREGO PÚBLICO DE ASSISTENTE DE INFRAESTRUTURA TÉCNICO DE
SEGURANÇA DO TRABALHO
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Noções sobre normas e legislação de segurança do trabalho. Portaria 3.214/ 78 do Ministério do
Trabalho e normas regulamentadoras. Atividades e operações insalubres. Atividades e operações
perigosas. Riscos no trabalho com eletricidade. Conhecimentos sobre o funcionamento e atribuições
dos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) e
Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). Comunicações sobre Acidentes do Trabalho
(CAT). Compilação de dados e elaboração de estatísticas de acidentes de trabalho. Conhecimentos
sobre normas e procedimentos para inspeção de equipamentos de combate a incêndio. Normas e
procedimentos para investigação e análise de acidentes do trabalho. Conhecimentos sobre
implantação de campanhas prevencionistas e educativas (SIPAT), segurança no trânsito, drogas e
AIDS. Atos inseguros. Utilização, controle e manutenção de Equipamentos de Proteção Individual
(EPI) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC). Levantamento e avaliação das condições sico-
ambientais do trabalho e mapas de risco. Meio Ambiente (resíduos), noções básicas de informática
(Pacote Office 2003).
PARA O EMPREGO PÚBLICO DE ASSISTENTE DE SUPORTE ADMINISTRATIVO AUXILIAR
TÉCNICO ADMINISTRATIVO
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Manual de Redação da Presidência da República (Aprovado pela Portaria 91, de 4 de dezembro
de 2002 Casa Civil/PR). Técnicas de Arquivo. Almoxarifado: classificação, organização, controle e
guarda de material. Rotinas administrativas: planilhas, organização de tarefas, atendimento ao
público. Noções de Administração de Material e Patrimônio. Planejamento e controle de Agenda.
Planejamento e Organização de Reuniões. Correspondências (Procedimentos). Ofícios. Relatórios.
Cartas comerciais. Noções de Documentação. Controle Financeiro. Matemática Financeira. Noções
básicas de informática (Microsoft Office 2003).
PARA O EMPREGO PÚBLICO DE PROFESSOR DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL
CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS/LEGISLAÇÃO
Lei Federal nº 9.394/96 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
Lei Federal nº 8.069/90 – Estatuto da Criança e do Adolescente
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Diferenças individuais: fatores determinantes e capacidades mentais. O processo de socialização de
Vygotsky. Desenvolvimento da inteligência. A teoria de Piaget: estágios do desenvolvimento da
criança. O desenvolvimento dos conceitos científicos na infância. Pensamento e palavra. Primeiros
socorros. O brincar na Educação Infantil. Normas para a utilização de brinquedos. Normas para
utilização de brinquedos. Normas de Segurança. Desenvolvimento Físico e Motor. Necessidades
básicas para o desenvolvimento cognitivo. Desenvolvimento da linguagem, intelectual e crescimento.
Desenvolvimento na aprendizagem e alfabetização através do método Emília Ferreiro. Maturação e
Aprendizagem. O lúdico, a criatividade e a arte na brinquedoteca. Resgate da infância.
Desenvolvimento Infantil e o brincar. Diferentes culturas e a brincadeira. Jogos pedagógicos e suas
características de raciocínio e psicomotor. Artes visuais e a exploração da imagem. Sucata:
criatividade em brinquedos. Linguagem: formas de contar estórias. Corpo: dinâmica e recreação.
Pesquisa sonora. Cantigas de roda. Qualidade na Educação Infantil. Princípios e Fundamentos dos
Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil.
23
ANEXO II – DESCRIÇÃO SUMÁRIA
101 - ASSISTENTE DE INFRA-ESTRUTURA (TÉCNICO EM SUPORTE DE INFORMÁTICA)
Elaborar programas de computador, conforme definição do analista de informática; Instalar e
configurar softwares e hardwares, orientando os usuários nas especificações e comandos
necessários para sua utilização; Organizar e controlar os materiais necessários para a execução das
tarefas de operação, ordem de serviço, resultados dos processamentos, suprimentos, bibliografias
etc.; Operar equipamentos de processamento automatizados de dados, mantendo ativa toda a
malha de dispositivos conectados; Interpretar as mensagens exibidas no monitor, adotando as
medidas necessárias; Executar e controlar os serviços de processamento de dados nos
equipamentos que opera; Executar o suporte cnico necessário para garantir o bom funcionamento
dos equipamentos, com substituição, configuração e instalação de módulos, partes e componentes;
Administrar cópias de segurança, impressão e segurança dos equipamentos em sua área de
atuação; Executar o controle dos fluxos de atividades, preparação e acompanhamento da fase de
processamento dos serviços e/ou monitoramento do funcionamento de redes de computadores;
Participar de programa de treinamento, quando convocado; Controlar e zelar pela correta utilização
dos equipamentos; Ministrar treinamento em área de seu conhecimento; Auxiliar na execução de
planos de manutenção, dos equipamentos, dos programas, das redes de computadores e dos
sistemas operacionais; Elaborar, atualizar e manter a documentação técnica necessária para a
operação e manutenção das redes de computadores; Executar outras tarefas compatíveis com as
exigências para o exercício da função.
102 - ASSISTENTE DE INFRAESTRUTURA (TECNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO)
Informar o empregador, por meio de parecer técnico, sobre os riscos existentes nos ambientes de
trabalho, bem como promover orientações sobre as medidas de eliminação e neutralização; Informar
os trabalhadores sobre os riscos da sua atividade, as medidas de eliminação e neutralização;
Analisar os métodos e os processos de trabalho e identificar os fatores de risco de acidentes de
trabalho, doenças profissionais e do trabalho e a presença de agentes ambientais agressivos ao
trabalhador, propor sua eliminação ou seu controle; Executar os procedimentos de segurança e
higiene do trabalho e avaliar os resultados alcançados e adequá-los às estratégias utilizadas de
maneira a integrar o processo preventivo em uma planificação, de modo a beneficiar o trabalhador;
Executar programas de prevenção de acidentes do trabalho, doenças profissionais e do trabalho nos
ambientes de trabalho, com a participação dos trabalhadores, acompanhar e avaliar seus resultados,
bem como sugerir a constante atualização dos mesmos e estabelecer procedimentos a serem
seguidos; Promover, debates, encontros, campanhas, seminários, palestras, reuniões, treinamentos
e utilizar outros recursos de ordem didática e pedagógica com o objetivo de divulgar as normas de
segurança e higiene do trabalho, assuntos técnicos, administrativos e de prevenção, com vistas a
evitar acidentes do trabalho, doenças profissionais e do trabalho; Executar as normas de segurança
referentes a projetos de construção, ampliação, reforma, arranjos físicos e de fluxos, com vistas à
observância das medidas sanitária de segurança e higiene do trabalho, inclusive realizada por
terceiros; Encaminhar aos setores e áreas competentes normas, regulamentos, documentação,
dados estatísticos, resultados de análises e avaliações, materiais de apoio técnico, educacional e
outros de divulgação para conhecimento e auto-desenvolvimento do trabalhador; Indicar, solicitar e
inspecionar equipamentos de proteção contra incêndio, recursos audiovisuais e didáticos e outros
materiais considerados indispensáveis, de acordo com a legislação vigente, dentro das qualidades e
especificações técnicas recomendadas, avaliar seu desempenho; Cooperar com as atividades do
meio ambiente, orientar quanto ao tratamento e destinação dos resíduos hospitalares, incentivar e
conscientizar o trabalhador da sua importância para a vida; Acompanhar os serviços de
desinsetização e desratização; Orientar as atividades desenvolvidas por empresas contratadas,
quanto aos procedimentos de segurança e higiene do trabalho previstos na legislação ou constantes
em contratos de prestação de serviço; Executar as atividades ligadas à segurança do trabalho com a
24
utilização de métodos e técnicas científicas, observar os dispositivos legais e institucionais que
objetivem a eliminação, controle ou redução permanente dos riscos de acidentes do trabalho e a
melhoria das condições do ambiente, para preservar a integridade física e mental dos trabalhadores;
Levantar e estudar os dados estatísticos de acidentes do trabalho, doenças profissionais e do
trabalho, calcular a frequência e a gravidade destes para os ajustes das ações prevencionistas,
normas, regulamentos e outros dispositivos de ordem técnica, que permitam a proteção coletiva e
individual; Articular-se e colaborar com os setores responsáveis pelos recursos humanos, bem como
fornecer os resultados de levantamentos técnicos de riscos das áreas e atividades para subsidiar a
adoção de medidas de prevenção em nível pessoal; Informar os trabalhadores e o empregador
sobre as atividades insalubres, perigosas e penosas existentes na empresa, seus riscos específicos,
bem como as medidas e alternativas de eliminação ou neutralização dos mesmos; Avaliar as
condições ambientais de trabalho e emitir parecer técnico que subsidie o planejamento e a
organização do trabalho de forma segura para o trabalhador; Articular-se e colaborar com órgãos e
entidades ligados à prevenção de acidentes do trabalho, doenças profissionais e do trabalho.
Proporcionar condições necessárias para o funcionamento legal da CIPA; Elaborar e implementar o
programa de prevenção dos Riscos Ambientais(PPRA) para atender a legislação; Dar suporte à
medicina ocupacional, fornecer dados para elaboração do Programa de Controle Médico e Saúde
Ocupacional (PCMSO) e PPP/INSS (Perfil Profissiográfico Previdenciário); Registrar os acidentes de
trabalho, investigar e analisar as causas, a fim de emitir a CAT (Comunicação de Acidente de
Trabalho) junto ao INSS; Ministrar curso de prevenção e combate a incêndio, por meio de aulas
teóricas e práticas aos colaboradores, no intuito de orientá-los quanto ao procedimento correto no
caso de incêndios; Realizar rondas diárias, efetuar vistorias e inspeções nos setores, com o objetivo
de verificar as condições de trabalho, sob o enfoque de higiene ocupacional e segurança do
trabalho; Realizar estatísticas para controle de custo de EPI (Equipamento de Proteção Individual);
Controlar e enviar o registro dos dosímetros para avaliação das doses recebidas nos setores de
radiação de acordo com o Programa de Proteção Radiológica (PPR); Aplicar treinamentos
específicos, juntamente com a CCIH (Comissão de Controle da Infecção Hospitalar) a fim de propor
o DDS (Diálogo Diário de Segurança) com os colaboradores acidentados, com o objetivo de
promover a conscientização dos mesmos; Controlar, registrar e gerenciar os dados necessários para
o PGRSS (Programa de Gerenciamento de Resíduo do Serviço de Saúde); Elaborar defesas
administrativas e documentos diversos com o intuito de atender a legislação vigente do Ministério do
Trabalho e Vigilância Sanitária; Executar outras tarefas correlatas.
103 - ASSISTENTE DE SUPORTE ADMINISTRATIVO (AUXILIAR TECNICO ADMINISTRATIVO)
Atender o público (cliente e demais setores do complexo hospitalar); Atender ligações telefônicas;
Agendar compromissos; Dar encaminhamentos no que couber; Anotar recados; Convocar o cliente
(paciente); Prestar esclarecimentos; Comunicar ocorrências; Emitir convocação de reuniões e de
outras atividades; Lavrar ata de reunião; Participar de reuniões administrativas; Controlar e conferir o
recebimento, a triagem, a distribuição, o encaminhamento, a expedição de documentos e processos
administrativos e de correspondências diversas; Executar serviços de digitação e de escritório;
Comunicar-se por telefone, intranet e internet; Montar processos administrativos; Pesquisar
processos; Tramitar documentos em órgãos públicos; Efetuar cálculos diversos; Elaborar relatórios,
planilhas, memorandos, ofícios e estatísticas; Organizar e manter arquivos e prontuários de
pacientes; Providenciar requisições e solicitações diversas (materiais de escritório, formulários,
consertos, etc.); Solicitar serviços de manutenção e de conservação; Emitir atestados; Submeter
documentos, processos e expedientes administrativos à apreciação e aposição de assinatura;
Observar e zelar pelo estado de conservação do material permanente e da edificação; Manter
atualizado o controle de materiais permanentes; Zelar pela guarda e disponibilidade do estoque de
uso local; Cumprir os dispositivos do regulamento interno do HSPM; Executar outras tarefas
correlatas.
25
201 - ANALISTA DE GESTÃO E INFRA-ESTRUTURA (ANALISTA PROGRAMADOR DE
SISTEMAS)
Identificar necessidade; Coletar dados; Desenvolver layout” de telas e relatórios; Elaborar ante-
projeto, projeto conceitual, estrutural, físico e gráfico; Definir interface de comunicação e
interatividade; Dimensionar vida útil de sistemas e aplicações; Modelar estrutura de banco de dados;
Desenvolver interface gráfica; Montar estrutura de banco de dados; Codificar programas; Prover
sistemas de rotinas de segurança; Compilar e testar programas; Gerar aplicativos para instalação e
gerenciamento de sistemas; Documentar sistemas e aplicações; Instalar programas; Adaptar
conteúdo para mídias interativas; Homologar sistemas e aplicações; Treinar usuários; Verificar
resultados obtidos; Avaliar objetivos e metas de projetos de sistemas e aplicações; Alterar sistemas
e aplicações; Alterar estrutura de armazenamento de dados; Atualizar documentação, informações
gráficas e textuais; Converter sistemas e aplicações para outras linguagens ou plataformas;
Fornecer suporte técnico; Monitorar desempenho e performance de sistemas e aplicações;
Selecionar metodologia, linguagem de programação e ferramentas de desenvolvimento de sistemas;
Especificar configurações de máquinas e equipamentos (hardware); Especificar máquinas,
ferramentas, acessórios e suprimentos; Compor equipe técnica; Definir cronograma de trabalho;
Reunir-se com a equipe; Definir padronização de sistemas e aplicações; Especificar atividades e
tarefas; Distribuir tarefas; Executar outras tarefas correlatas.
202 - ANALISTA DE SUPORTE TECNICO EM SAÚDE (ORTOPTISTA / TÉCNOLOGO
OFTALMICO)
Fazer avaliação ou teste ortóptico dos pacientes; Pesquisar as condições de uso da visão binocular;
Avaliar junto com o oftalmologista a conduta a ser adotada; Orientar os pacientes sobre o
tratamento, o prognóstico do caso e possíveis condutas posteriores, a cirurgia, a evolução do caso,
segundo a idade do paciente; Realizar tratamentos por meio de “exercícios”, “testes de controle”;
Orientar paciente sobre tratamento para ser feito em casa (oclusão de um olho), ou mesmo para
manter em observação; Discutir os casos clínicos com o oftalmologista, visando determinar se há
indicação para pesquisa ortóptica; Organizar e manter em dia o arquivo de registro de pacientes
atendidos; Realizar teste de campo visual ou campimetria; Trabalhar em conjunto com
oftalmologistas, neurologistas e endocrinologistas, Realizar exames de biometria ultrasonica,
pacmetria, retinografia, ultrassonografia ocular, auxiliar nas cirurgias de catarata, manusear os
equipamentos de facoemulsificação, auxiliar na administração do fluxo de equipamentos e materiais
para as cirurgias de catarata, Executar outras tarefas correlatas.
203 - PROFESSOR DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL
Elaborar planos de ensino anual e mensal; Ensinar e cuidar de crianças na faixa etária de zero a
cinco anos e onze meses; Planejar, desenvolver, coordenar e executar programas voltados para a
coordenação motora, as expressões corporais, a linguagem, a leitura e a escrita, adequados a cada
faixa etária atendida; Participar na elaboração do projeto pedagógico; Atuar em reuniões
administrativas e pedagógicas; Avaliar o desenvolvimento psicossocial e motor das crianças e
elaborar relatório para os pais e coordenação do Centro de Desenvolvimento Infantil (CEI); Atuar
junto a outros profissionais para analisar e avaliar o comportamento das crianças; Orientar a
utilização de materiais pedagógicos; Estimular as crianças na aquisição de hábitos de higiene e
saúde, através de cuidados e orientações; Estimular a aquisição de hábitos alimentares saudáveis;
Estimular e orientar o desenvolvimento de atividades ao ar livre; Trocar fraldas de bebês; Estimular
aspectos de hábitos cotidianos e de higiene na faixa de zero a três anos; Auxiliar e orientar as
crianças no controle de esfíncteres; Orientar, acompanhar e complementar a higiene das crianças
após a defecção e micção; Oferecer condições e observar o banho de sol de bebês; Banhar os
bebês; Proceder aos cuidados de higiene (das mãos, faces e troca de roupas) de bebês, após
alimentação e atividades; Executar, acompanhar e complementar a lavagem de mãos e/ou de rosto
26
pelas crianças; Observar os hábitos cotidianos e de higiene na faixa de quatro a cinco anos e onze
meses; Colaborar com a Auxiliar Enfermagem, no tratamento para eliminação de crostas e piolhos;
Alimentar e hidratar bebês de colo, estimular a regurgitação após as refeições; Alimentar bebês no
cadeirão; Respeitar o e o paladar das crianças; Incentivar as crianças a ingerir os diversos
alimentos oferecidos no cardápio do CEI. Conservar a limpeza da sala, sanitários e objetos;
Organizar as sacolas/mochilas das crianças; Higienizar brinquedos; Organizar atividades lúdicas de
lazer, atividades sociais, culturais e pedagógicas; Auxiliar no processamento burocrático; Participar
de reuniões de equipe; Participar de reuniões de pais; Participar de reuniões de supervisões
específicas, treinamentos e reciclagens; Trocar informações sobre a vida da criança e seu
desenvolvimento com a família. Recomendar aos pais, quando necessário, o encaminhamento das
crianças profissionais especialistas; Executar outras tarefas correlatas.
27
A N E X O I I I F O R M U L Á R I O P AR A E N T R E G A D E T Í T U L O S
F
F
O
O
R
R
M
M
U
U
L
L
Á
Á
R
R
I
I
O
O
R
R
E
E
S
S
U
U
M
M
O
O
D
D
E
E
E
E
N
N
T
T
R
R
E
E
G
G
A
A
D
D
E
E
T
T
Í
Í
T
T
U
U
L
L
O
O
S
S
HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL
CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 01/2011
Nome do Candidato:
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
Número de Inscrição no Concurso: ____________________________________
Nº Documento de Identidade: _________________________________________
Emprego Público:___________________________________________________
RELAÇÃO DE TÍTULOS
Para uso
d
o Instituto
Cetro
(não preencher)
Nº de
Ordem
Título
Validação Pontuação
Anotações
1
Sim
Não
2
Sim
Não
3
Sim
Não
4
Sim
Não
5
Sim
Não
6
Sim
Não
7
Sim
Não
8
Sim
Não
9
Sim
Não
10
Sim
Não
Total de Pontos:
Observações Gerais:
Revisado por:
Declaro que os documentos apresentados para serem avaliados na prova de títulos correspondem à
minha participação pessoal em eventos educacionais, nos quais obtive êxito de aprovação.
Declaro, ainda, que ao encaminhar a documentação listada na relação acima para avaliação
de títulos, estou ciente que assumo todos os efeitos previstos no edital do concurso público, quanto
à plena autenticidade e validade dos mesmos, inclusive no que toca às sanções e efeitos legais.
_____________________, ______ de _________________ de 2011.
Assinatura _______________________________