Edital do Concurso Instituto Florestal de São Paulo - SP (IF/SP) 2006

Visualizaçao do Edital do Concurso

SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS
PARA AS CLASSES DE TRABALHADOR BRAÇAL E DE VIGIA
Edital IF n.º 02/2006
ABERTURA DE INSCRIÇÕES
O INSTITUTO FLORESTAL da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, nos termos do
Decreto 21.872, de 06 de janeiro de 1984, e da autorização Governamental, conforme Despacho
exarado no Processo SMA 42.715/02, publicado no Diário Oficial do Estado de 30/07/05, por meio da
Comissão de Concurso Público – CCP, designada pela Portaria D.G. de 26, publicada no Diário Oficial
do Estado – Poder Executivo – Seção I, de 30/08/05, torna pública a abertura de inscrições para a
realização de Concurso Público para o provimento dos cargos das classes de TRABALHADOR BRAÇAL
e de VIGIA, do Quadro da Secretaria do Meio Ambiente, QSMA-SQC-III. O presente Edital foi
devidamente analisado pela Unidade Central de Recursos Humanos - UCRH, da Casa Civil e aprovado
pelo Secretário-Chefe da Casa Civil, conforme disposto no inciso V, do artigo 21, do Decreto n.º 42.815,
de 19 de janeiro de 1998. O Concurso Público organizado e executado pela Fundação para o Vestibular
da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – Fundação VUNESP será regido pelas
Instruções Especiais, parte integrante deste Edital.
INSTRUÇÕES ESPECIAIS
CAPÍTULO I – DOS CARGOS E DAS VAGAS
1. O Concurso Público destina-se ao provimento de 250 (duzentos e cinqüenta) cargos para a classe
de TRABALHADOR BRAÇAL e de 120 (cento e vinte) cargos para a classe de VIGIA. Os candidatos
poderão ser nomeados para os cargos, nos termos do inciso II, do artigo 20, da Lei Complementar n.º
180/78, e não perderão os direitos decorrentes de sua habilitação no concurso, para provimento dos
cargos, dentro do prazo de validade do mesmo.
1.1. As vagas mencionadas no item 1 deste Capítulo destinam-se às diversas Unidades do INSTITUTO
FLORESTAL localizadas no Estado de São Paulo.
1.2. Os municípios, unidades/locais de trabalho, endereços, cargos, códigos dos cargos, número de
vagas e municípios de realização da prova estão relacionados no ANEXO I deste Edital.
2. Das atribuições dos cargos
2.1. TRABALHADOR BRAÇAL: Acondicionamento, transporte, carga e descarga de volumes e
materiais. Abertura e manutenção de valas, picadas, aceiros e construção de cercas. Remoção de
detritos. Desobstrução de galerias. Serviços de capina e roçada manuais. Preparo de terra, plantio,
colheita e irrigação de culturas florestais. Serviços de viveiro, preparo de substrato, preparo de canteiros,
sacos para semeadura, semeadura, condução e irrigação de mudas em viveiros florestais. Auxílio na
colheita de sementes florestais, extração de sementes, beneficiamento e armazenamento de sementes
florestais. Poda de árvores, corte de árvores em experimentos de campo, acompanhamento e auxílio a
usuários em trabalhos de campo. Tarefas que exijam esforço físico acentuado e o uso de ferramentas
(alavanca, alfanje, ancinho, carrinho de mão, cavadeira, enxada, enxadão, enxó, facão, foice, forcado,
formão, gabarito de coveta, machadinha, machado, martelo, pá, penado, picareta, podão, rastelo,
serrote, serrote de poda, tesoura de poda manual, trado e outras ferramentas). Outras atividades
inerentes ao cargo.
2.2. VIGIA: Realizar proteção e vigilância fixa e móvel, das áreas administradas pelo INSTITUTO
FLORESTAL, para impedir a destruição do patrimônio físico e ambiental, bem como qualquer atividade
que não esteja expressamente autorizada pela Administração da Instituição. Registrar e comunicar de
imediato à autoridade competente todas e quaisquer ocorrências de invasões, infrações e danos no
interior das áreas administradas pelo INSTITUTO FLORESTAL. Identificar e controlar o acesso dos
usuários e servidores às áreas administradas pelo INSTITUTO FLORESTAL. Orientar usuários quanto à
prevenção de acidentes e incêndios. Outras atividades inerentes ao cargo.
3. Dos Vencimentos
3.1. O vencimento inicial para o cargo de TRABALHADOR BRAÇAL, em Jornada Completa de Trabalho
(40 horas semanais), será de R$ 510,00 (quinhentos e dez reais), correspondente ao Padrão 1-A, da
Escala de Vencimentos - Nível Elementar, a que se refere a Lei Complementar n.º 712/93.
3.2. O vencimento inicial para o cargo de VIGIA, em Jornada Completa de Trabalho (40 horas
semanais), em escala de turno que poderá ser em sábado, domingo e feriado, será de R$ 510,00
(quinhentos e dez reais), correspondente ao Padrão 2-A, da Escala de Vencimentos - Nível Elementar, a
que se refere a Lei Complementar n.º 712/93.
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
CAPÍTULO II – DAS INSCRIÇÕES
1. As inscrições deverão ser efetuadas no período de 06 a 19 de abril de 2006, de acordo com o
constante no ANEXO I deste Edital, da seguinte forma:
1.1. Por meio da Internet
a) acessar o site www.vunesp.com.br no período de inscrição;
b) localizar, no site, o “link” correlato ao Concurso Público, bem como ler o Edital;
c) preencher a ficha de inscrição;
d) efetuar, em qualquer agência bancária, o pagamento da inscrição (R$ 20,00), até a data-limite de
encerramento das inscrições (19 de abril de 2006), observando o horário de funcionamento da instituição
bancária.
e) para o pagamento da taxa de inscrição realizada pela Internet, somente poderá ser utilizado o boleto
bancário gerado na inscrição, até o horário e a data-limite do encerramento das inscrições (19 de abril de
2006) no horário fixado pela instituição bancária.
f) às 16 horas (horário de Brasília) do dia (19 de abril de 2006), a ficha de inscrição não estará mais
disponível.
g) após 72 horas do pagamento do boleto bancário, o candidato poderá confirmar o status da inscrição
no site da Fundação VUNESP www.vunesp.com.br , na página do concurso.
h) o agendamento da inscrição por meio da Internet só será aceito se comprovada a sua efetivação
dentro do período de inscrição.
1.2. Por meio do Banco Banespa, o candidato deverá:
a) comparecer em uma das agências indicadas no ANEXO V deste Edital, no período de 06 a 19 de abril
de 2006, onde estará disponível a ficha de inscrição;
b) preencher corretamente a ficha de inscrição que será fornecida GRATUITAMENTE;
c) efetuar o pagamento do respectivo valor da taxa de inscrição, no valor de R$ 20,00.
d) a ficha de inscrição será retida pelo banco, sendo entregue ao candidato, o comprovante com a
autenticação bancária.
1.3. Não será permitida inscrição pelo correio, fac-símile, condicional ou fora do prazo estabelecido.
2. São requisitos para a posse:
a) ser brasileiro, nato ou naturalizado, ou gozar das prerrogativas previstas no art. 12 da Constituição
Federal e demais disposições de lei, no caso de estrangeiros;
b) possuir idade mínima de 18 (dezoito) anos;
c) estar em dia com as obrigações militares (quando do sexo masculino);
d) estar quite com a Justiça Eleitoral e com a Receita Federal (CPF);
e) possuir certificado ou declaração que comprove ter, no mínimo, a 4ª série do Ensino Fundamental,
expedidos por estabelecimento de ensino oficial ou particular, devidamente registrados nos órgãos
competentes;
f) apresentar atestado de antecedentes criminais;
g) ter aptidão física e mental para o exercício do cargo, comprovada em inspeção realizada em Órgão
Médico Oficial do Estado.
3. A entrega dos documentos comprobatórios das condições exigidas no item 2, será feita no ato da
posse.
4. A não apresentação dos documentos, na data fixada, eliminará o candidato do Concurso Público,
anulando-se todos os atos decorrentes da inscrição, sem prejuízo das sanções penais aplicáveis à
falsidade da declaração.
5. A inscrição do candidato implicará o completo conhecimento e a tácita aceitação das normas legais
pertinentes e condições estabelecidas neste Edital, e nos atos deste decorrentes, sobre as quais não se
poderá alegar desconhecimento.
5.1. O candidato deverá indicar, obrigatoriamente, na ficha de inscrição, o código do cargo relativo à
sua opção, conforme disposto no ANEXO I deste Edital. Na ausência de opção, o candidato fará sua
prova na cidade de São Paulo.
5.2. Tendo em vista a realização da prova, dos 2 (dois) cargos em concurso, no mesmo dia e horário, só
será permitida a inscrição para apenas um dos cargos do concurso.
5.3. O valor correspondente à taxa de inscrição será de R$ 20,00 (vinte reais), podendo ser efetuado em
dinheiro ou em cheque.
5.3.1. A inscrição por pagamento em cheque somente será considerada efetivada após a respectiva
compensação e se, por qualquer razão, o cheque for devolvido, a inscrição do candidato será
automaticamente tornada sem efeito.
5.3.2. Não haverá devolução da importância paga, ainda que a maior ou em duplicidade, nem isenção de
pagamento do valor da taxa de inscrição, seja qual for o motivo alegado.
5.3.3. A devolução da importância paga somente ocorrerá se o Concurso Público não se realizar.
5.4. Não será aceita inscrição por depósito em caixa eletrônico, pelo correio, fac-símile, transferência
eletrônica, DOC, DOC eletrônico, ordem de pagamento ou depósito comum em conta corrente,
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
condicional ou fora do período estabelecido (06 a 14 de abril de 2006) ou por qualquer outra via que não
a especificada neste Edital.
5.5. Informações complementares referentes à inscrição poderão ser obtidas no site www.vunesp.com.br
ou pelo Disque VUNESP, por meio do telefone (11) 3874-6300, de segunda a sexta-feira, das 8 às 20
horas.
5.6. Efetivada a inscrição, não será permitida a alteração ou troca de cargo ou município de trabalho
apontados na ficha de inscrição.
CAPÍTULO III – DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA (DA RESERVA DE VAGAS)
1. A participação de portadores de deficiência no presente Concurso Público está assegurada nos
termos do artigo 37, inciso VIII, da Constituição Federal, Lei Complementar nº 683/92, alterada pela Lei
Complementar nº 932/2002, ficando reservado 1% (um por cento) do total das vagas existentes.
2. Os candidatos portadores de deficiência participarão do Concurso Público em igualdade de condições
com os demais candidatos, no que tange ao conteúdo, avaliação e critérios de aprovação da prova, data,
horário de início da prova e local de aplicação, e à nota mínima exigida, nos termos do artigo 2º da Lei
Complementar n.º 683/92, alterada pela Lei Complementar nº 932/2002 e artigo 41 do Decreto n.º
3.298/99.
3. O candidato portador de deficiência, além de observar as disposições do Capítulo II – DAS
INSCRIÇÕES, deverá especificar na ficha de inscrição, o tipo de deficiência de que é portador, bem
como verificar se as atribuições do cargo, especificadas no item 2 do Capítulo I – DOS CARGOS E DAS
VAGAS, são compatíveis com a deficiência de que é portador.
4. O portador de deficiência, quando da inscrição, deverá, obrigatoriamente, encaminhar ou entregar, até
o dia 25 de abril de 2006, pessoalmente ou por meio de sedex, na Fundação VUNESP, localizada na
Rua Dona Germaine Burchard, n.º 515 – Água Branca/Perdizes, São Paulo – SP – CEP 05002-062, na
Caixa Postal 61.067-4, a seguinte documentação:
a) requerimento com a especificação da deficiência do candidato, contendo a indicação do cargo/local de
trabalho a que está concorrendo no Concurso Público – Edital IF n.º 01/2006 do INSTITUTO
FLORESTAL, bem como, se for o caso, solicitação de prova em Braille, fonte ampliada, ou condição
especial, para realização da prova; e
b) laudo médico que ateste a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao
código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID, bem como a provável causa da
deficiência, inclusive para assegurar previsão de adaptação de sua prova.
5. O candidato que não atender o estabelecido no item 4, deste Capítulo, não concorrerá às vagas
reservadas aos portadores de deficiência, não terá sua prova especial preparada ou as condições
especiais preparadas, seja qual for o motivo alegado.
6. Os candidatos aprovados constantes da Lista Especial (portadores de deficiência) serão convocados
para perícia médica em Órgão Médico Oficial do Estado, com a finalidade de avaliação da
compatibilidade das atribuições do cargo com a deficiência declarada, nos termos do item 3 do Capítulo
VIII – DA CLASSIFICAÇÃO FINAL E DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE.
7. Será excluído do Concurso Público o candidato que tiver deficiência considerada incompatível com as
atribuições do cargo.
8. Será excluído da Lista Especial (portadores de deficiência aprovados) o candidato que não tiver
configurada a deficiência declarada (declarado não portador de deficiência pelo órgão de saúde
encarregado da realização da perícia), passando a figurar na Lista Geral de Classificados.
9. Para efeito do prazo estipulado no item 4 deste Capítulo, será considerada, conforme o caso, a data
de postagem fixada pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT ou a data do protocolo
firmado pela Fundação VUNESP.
CAPÍTULO IV – DA PROVA
1. O Concurso Público constará de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. A prova
objetiva será composta de 40 (quarenta) questões de múltipla escolha, com 4 alternativas, das seguintes
áreas: Língua Portuguesa: 10 questões; Matemática: 10 questões; e Conhecimentos Específicos: 20
questões.
1.1. A prova terá duração de 3 (três) horas e versará sobre os conteúdos programáticos constantes do
ANEXO II deste Edital.
CAPÍTULO V – DA PRESTAÇÃO DA PROVA
1. A prova, com data prevista para o dia 21 de maio de 2006, será realizada nos municípios conforme
previsto no ANEXO I deste Edital. Caso o número de candidatos para prestar a prova exceda a oferta de
lugares nas escolas localizadas nessas cidades de realização da prova, a Fundação VUNESP poderá
aplicar a prova em municípios vizinhos.
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
1.1. O candidato somente deverá realizar a prova no município por ele indicado na ficha de inscrição,
conforme item 5.1. do Capítulo II – DAS INSCRIÇÕES.
1.2. A confirmação da data e as informações sobre horário e local para a realização da prova serão
divulgadas oportunamente por meio de Edital de Convocação a ser publicado no DOE, e no site
www.vunesp.com.br
.
2. Só será permitida a participação do candidato na prova na respectiva data, horário e local constante
do Edital de Convocação, bem como no Cartão de Convocação.
3. A Fundação VUNESP encaminhará aos candidatos, pelo correio, o Cartão de Convocação para a
prova, de caráter meramente informativo.
3.1. Não será aceita a alegação do não recebimento do cartão de convocação como justificativa de
ausência ou de comparecimento em data, local ou horário incorretos, devendo o candidato acompanhar
pelo DOE a publicação do respectivo Edital de Convocação e pelo site www.vunesp.com.br
.
4. Eventualmente, se, por qualquer que seja o motivo, o nome do candidato não constar do Edital de
Convocação, deverá acessar o site www.vunesp.com.br, ou entrar em contato com a Fundação
VUNESP, pelo telefone (11) 3874-6300, de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas, para verificar o
ocorrido.
4.1. Ocorrendo o caso constante deste item, poderá o candidato participar do Concurso e realizar a
prova, se apresentar o respectivo comprovante de pagamento, efetuado nos moldes previstos neste
Edital, devendo, preencher, no dia da prova, formulário específico.
4.2. A inclusão de que trata este item será realizada de forma condicional, sujeita a posterior verificação
quanto à regularidade da referida inscrição.
5. O candidato deverá comparecer ao local designado para a prova, constante do Edital de Convocação,
com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos, munido de:
a) original de um dos seguintes documentos de identificação, e dentro do prazo de validade, conforme o
caso: Cédula de Identidade (RG) ou, Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) ou, Certificado
de Alistamento Militar ou, Carteira Nacional de Habilitação expedida nos termos da Lei Federal n.º
9.503/97 ou Passaporte;
b) comprovante de inscrição; e
c) caneta de tinta azul ou preta, lápis preto n.º 2 e borracha macia.
6. Somente será admitido na sala de prova o candidato que apresentar um dos documentos de
identificação descritos na alínea “a” do item anterior, desde que permita, com clareza, a sua
identificação.
7. Não serão aceitos protocolos, cópia dos documentos citados, ainda que autenticada, ou quaisquer
outros documentos não constantes deste Edital, inclusive carteira funcional de ordem pública ou privada.
8. Não será admitido na sala de prova o candidato que se apresentar após o horário estabelecido, no
Edital de Convocação, para o seu início.
9. Não haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado para justificar o atraso ou a ausência do
candidato, nem aplicação da prova fora do local, data e horário preestabelecidos.
10. Será eliminado do Concurso Público o candidato que, durante a realização da prova, for
surpreendido comunicando-se com outro candidato ou com terceiros, verbalmente, por escrito ou por
qualquer outro meio de comunicação.
11. Durante a realização da prova não serão permitidas consultas bibliográficas de qualquer espécie,
utilização de máquina calculadora, boné/chapéu, agendas eletrônicas ou similares, telefone celular, BIP,
pager, walkman ou de qualquer material que não seja o estritamente necessário.
12. O candidato somente poderá retirar-se da sala/local de aplicação da prova depois de transcorrido o
tempo de 1 hora e 30 minutos do seu início.
13. O candidato não poderá ausentar-se da sala de prova sem o acompanhamento de um fiscal.
14. O candidato que, eventualmente, necessitar alterar algum dado cadastral, deverá fazê-lo no Cartão
de Convocação ou em formulário específico, devidamente datado e assinado, quando estiver prestando
a prova, entregando-o ao fiscal da sala. Se quiser fazer alguma reclamação ou sugestão deverá procurar
a sala de coordenação.
15. Não haverá prorrogação do tempo previsto para a aplicação da prova em virtude de afastamento, por
qualquer motivo, de candidato da sala/local de prova.
16. No ato da realização da prova, o candidato receberá a Folha Definitiva de Respostas e o Caderno de
Questões.
17. O candidato deverá transcrever as respostas para a Folha Definitiva de Respostas, com caneta de
tinta azul ou preta, e assinar no campo apropriado.
18. A Folha Definitiva de Respostas, cujo preenchimento é de responsabilidade do candidato, é o único
documento válido para a correção eletrônica e deverá ser entregue no final da prova ao fiscal de sala,
sem emendas ou rasuras.
18.1. O candidato somente poderá levar o Caderno de Questões após transcorridas 2 horas do início da
prova.
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
19. Não deverá ser feita nenhuma marca fora do campo reservado às respostas ou à assinatura, pois
qualquer marca poderá ser lida pelas leitoras ópticas, prejudicando o desempenho do candidato.
20. Em hipótese alguma haverá substituição da Folha Definitiva de Respostas por erro do candidato.
21. Será excluído do Concurso Público o candidato que:
a) apresentar-se após o horário estabelecido;
b) não comparecer à prova, conforme convocação oficial, seja qual for o motivo alegado;
c) não apresentar o documento de identificação, conforme previsto no item 5 deste Capítulo;
d) ausentar-se da sala de prova sem o acompanhamento de um fiscal;
e) for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou utilizando-se de calculadora, livros, notas
ou impressos não permitidos, ou usando boné/chapéu;
f) estiver portando ou fazendo uso de qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação;
g) lançar mão de meios ilícitos para executar a prova;
h) fizer anotação de informações relativas às suas respostas em qualquer material que não o fornecido
pela Fundação VUNESP;
i) não devolver ao fiscal a Folha Definitiva de Respostas;
j) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos;
k) estiver portando arma, ainda que possua o respectivo porte;
l) agir com incorreção ou descortesia para com qualquer membro da equipe encarregada da aplicação
da prova.
CAPÍTULO VI – DO JULGAMENTO DA PROVA OBJETIVA
1. A prova será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, valendo cada questão 2,5 pontos e
terá caráter eliminatório e classificatório.
2. A prova tem por finalidade selecionar os candidatos que serão considerados habilitados de acordo
com a pontuação obtida.
3. Será considerado habilitado na prova objetiva o candidato que obtiver 20 acertos e que tenha, no
mínimo, 1 (um) acerto em cada uma das áreas de composição da prova.
4. O candidato não habilitado será excluído do Concurso.
CAPÍTULO VII – DA PONTUAÇÃO FINAL
1. A pontuação final corresponderá à nota obtida na prova.
CAPÍTULO VIII – DA CLASSIFICAÇÃO FINAL E DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE
1. Os candidatos aprovados serão classificados por ordem decrescente da pontuação final, por código
de cargo.
2. Serão publicadas 2 (duas) listas da seguinte forma:
2.1. geral contendo todos os candidatos aprovados, inclusive os portadores de deficiência, por código de
cargo;
2.2. especial contendo apenas os portadores de deficiência aprovados, por código de cargo.
3. Aos candidatos aprovados em lista especial (portadores de deficiência aprovados), por código de
cargo, serão concedidos 5 (cinco) dias corridos, a partir da data da publicação, para que os interessados
retirem o formulário para a perícia médica no local indicado.
3.1. A perícia será realizada no Órgão Médico Oficial do Estado, por especialista na área de deficiência
de cada candidato, devendo o laudo ser proferido no prazo de 5 (cinco) dias úteis contados do respectivo
exame.
3.2. Quando a perícia concluir pela inaptidão do candidato, constituir-se-á, no prazo de 5 (cinco) dias
corridos, junta médica para nova inspeção, da qual poderá participar profissional indicado pelo
interessado.
3.3. A indicação do profissional pelo interessado poderá ser feita no prazo de 5 (cinco) dias corridos,
desde que solicitado pelo candidato, contados da ciência do laudo referido no subitem anterior.
3.4. A junta médica deverá apresentar parecer conclusivo no prazo de 5 (cinco) dias corridos, contados
da data da realização do exame.
3.5. Não caberá qualquer recurso da decisão proferida pela junta médica, nos termos da Lei
Complementar n.º 683/92.
3.6. Após a realização dos exames mencionados nos itens 3.1. e 3.3. deste Capítulo, a Fundação
VUNESP encaminhará à Seção de Pessoal do INSTITUTO FLORESTAL, listagem contendo a relação
dos candidatos portadores de deficiência submetidos à perícia médica e o devido resultado.
3.7. Findo o prazo estabelecido no subitem anterior, serão publicadas no DOE, as Listas de
Classificação Final Geral e Especial, das quais serão excluídos os portadores de deficiência
considerados inaptos na inspeção médica.
3.8. O candidato cuja deficiência não for configurada constará apenas da lista de Classificação Final
Geral.
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
3.9. Não ocorrendo inscrição ou aprovação de candidatos portadores de deficiência, no Concurso
Público, será elaborada somente a Lista de Classificação Final Geral.
4. O número de vagas reservado aos portadores de deficiência será revertido para aproveitamento de
candidatos da Lista de Classificação Final Geral, se não houver inscrição, aprovação ou, ainda, se o
número de aprovados portadores de deficiência não atingir o limite a eles reservado.
5. Em caso de igualdade da pontuação final, serão aplicados, sucessivamente, os seguintes critérios de
desempate ao candidato:
a) com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, nos termos da Lei Federal n.º 10.741/2003, entre si
e frente aos demais, sendo que será dada preferência ao de idade mais elevada;
b) que obtiver maior número de acertos nas questões de Conhecimentos Específicos;
c) que obtiver maior número de acertos nas questões de Língua Portuguesa;
d) tiver maior idade entre aqueles com idade inferior a 60 anos.
CAPÍTULO IX – DOS RECURSOS
1. O prazo para interposição de recurso será de 3 (três) dias úteis, contados a partir da data seguinte à
da publicação do fato que lhe deu origem.
2. Admitir-se-á um único recurso por candidato e de forma individualizada, ou seja, 1 (um) recurso para
cada questão e em 2 (duas) vias de igual teor (original e cópia).
3. O recurso deverá estar, obrigatoriamente, digitado ou datilografado e assinado, não sendo aceito
recurso interposto por fac-símile (fax), telex, internet, telegrama ou outro meio não especificado neste
Edital.
4. O recurso deverá ser dirigido à Coordenação da Comissão de Concurso Público do INSTITUTO
FLORESTAL, em conformidade com o Anexo III – MODELO DE RECURSO, neste Edital.
5. O recurso deverá ser protocolado, pessoalmente, ou por procuração, de segunda a sexta-feira, no
horário das 9 às 12 horas e das 13 às 15 horas, em qualquer uma das Unidades do INSTITUTO
FLORESTAL indicadas no ANEXO IV deste Edital.
5.1. Os recursos recebidos serão encaminhados à Fundação VUNESP para análise e manifestação a
propósito do argüido, após o que serão devolvidos ao INSTITUTO FLORESTAL para decisão final.
5.2. A decisão do deferimento ou indeferimento do recurso será dada a conhecer coletivamente, por
meio de publicação, pelo INSTITUTO FLORESTAL, no DOE, e disponibilizada no site
www.vunesp.com.br
.
6. Será indeferido o recurso interposto fora das formas, dos prazos e dos locais estipulados neste Edital,
bem como aqueles que não apresentarem fundamentação e embasamento.
7. No caso de provimento de recurso interposto dentro das especificações, poderá este, eventualmente,
alterar a nota/classificação inicial obtida pelo candidato para uma nota/classificação superior ou inferior,
ou ainda poderá ocorrer a desclassificação do candidato que não obtiver o número mínimo de acertos
exigido para habilitação.
8. Não haverá, sob hipótese alguma, vistas de prova.
CAPÍTULO X – DA NOMEAÇÃO
1. A nomeação obedecerá, estritamente, à ordem de classificação dos candidatos, por código de cargo,
conforme disposto no ANEXO I, e de acordo com a necessidade do INSTITUTO FLORESTAL.
2. Na eventual insuficiência de candidatos classificados para o preenchimento de vagas em qualquer
uma das Unidades-Locais de Trabalho, serão chamados sucessivamente para preenchimento das vagas
os candidatos com a maior pontuação, independentemente da Unidade-Local de Trabalho onde se
inscreveram. A não aceitação da convocação efetuada sob esse critério não implicará em exclusão do
candidato da classificação original de seu código de cargo.
CAPÍTULO XI – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
1. O prazo de validade do Concurso Público será de 2 (dois) anos, a contar da data da publicação da
homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período, a critério da Administração
Estadual.
2. Caberá ao Secretário de Estado do Meio Ambiente, a homologação dos resultados finais deste
Concurso Público.
3. O INSTITUTO FLORESTAL reserva-se o direito de proceder às contratações em número que atenda
ao interesse e às necessidades do serviço, de acordo com a disponibilidade orçamentária, os cargos
vagos existentes e o limite fixado pela legislação vigente, durante o período de validade do Concurso
Público.
4. A aprovação e a classificação definitiva geram para o candidato apenas a expectativa de direito à
nomeação.
5. Constatada a irregularidade da inscrição, a inclusão do candidato será automaticamente cancelada,
independentemente de qualquer formalidade, considerados nulos todos os atos dela decorrentes.
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
6. Por ocasião da posse, o candidato classificado deverá apresentar documentos originais,
acompanhados de uma cópia xerográfica, que comprovem os requisitos para provimento e que lhe
deram as condições estabelecidas para inscrição.
6.1. A inexatidão e irregularidade nos documentos, mesmo que verificadas a qualquer tempo, eliminarão
o candidato do Concurso Público, anulando-se todos os atos decorrentes da inscrição.
7. O candidato será considerado desistente e excluído tacitamente do Concurso Público quando não
comparecer às convocações nas datas estabelecidas ou manifestar sua desistência por escrito.
8. Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais atualizações ou retificações, enquanto não consumada
a providência ou evento que lhes disser respeito, circunstância que será divulgada em Edital ou Aviso
publicado no DOE e no site www.vunesp.com.br
.
9. Toda menção a horário neste Edital e em outros atos dele decorrentes terá como referência o horário
oficial de Brasília.
10. As informações sobre o presente Concurso Público, até a publicação da classificação final, serão
prestadas pela Fundação VUNESP, por meio do Disque VUNESP, no telefone (11) 3874-6300, de
segunda à sexta-feira, das 8 às 20 horas e pela Internet, no site www.vunesp.com.br, sendo que, após a
competente homologação, as informações pertinentes passam a ser de responsabilidade do INSTITUTO
FLORESTAL.
11. Em caso de necessidade de alteração, atualização ou correção de algum dado cadastral, até a
emissão da classificação final, o candidato deverá solicitá-la, por meio de carta, assinada pelo candidato,
com AR-Aviso de Recebimento, à Fundação VUNESP, Rua Dona Germaine Burchard, 515, Água
Branca/Perdizes, São Paulo, CEP 05002-062, Caixa Postal 61.067-4. Após a homologação e durante o
prazo de validade deste Concurso Público, eventual alteração deverá ser encaminhada, mediante carta,
assinada pelo candidato aprovado, com AR-Aviso de Recebimento, endereçada à Seção de Pessoal do
INSTITUTO FLORESTAL, na Rua do Horto, 931 – Horto Florestal – São Paulo – SP – CEP 02377-000.
12. O INSTITUTO FLORESTAL e a Fundação VUNESP se eximem de quaisquer despesas assumidas
pelos candidatos em razão deste Concurso, notadamente as decorrentes de viagens, estadas e
alimentação dos candidatos.
13. Não será fornecido ao candidato, qualquer documento comprobatório de classificação no Concurso,
valendo, para esse fim, as listagens divulgadas no Diário Oficial do Estado.
14. O INSTITUTO FLORESTAL e a Fundação VUNESP não se responsabilizam por eventuais prejuízos
ao candidato decorrentes de:
a) endereço não atualizado;
b) endereço de difícil acesso;
c) correspondência devolvida pela ECT por razões diversas de fornecimento e endereço errado do
candidato;
d) correspondência recebida por terceiros.
15. Todas as convocações, avisos e resultados oficiais, referentes à realização deste Concurso Público,
serão publicados no DOE – Poder Executivo – Seção I, afixados nas Unidades do INSTITUTO
FLORESTAL e divulgados no site www.vunesp.com.br
, sendo de inteira responsabilidade do candidato o
seu acompanhamento, não podendo ser alegado qualquer espécie de desconhecimento.
16. Os questionamentos relativos a casos omissos serão analisados e decididos/julgados pela Comissão
de Concurso Público do INSTITUTO FLORESTAL.
17. Sem prejuízo das sanções criminais cabíveis, a qualquer tempo, o INSTITUTO FLORESTAL poderá
anular a inscrição, prova ou tornar sem efeito a nomeação do candidato, desde que sejam verificadas
falsidades de declaração ou irregularidade no Certame.
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
ANEXO I - MUNICÍPIOS, UNIDADES/LOCAIS DE TRABALHO, ENDEREÇOS, CARGOS, CÓDIGOS
DOS CARGOS, NÚMERO DE VAGAS E MUNICÍPIOS DE REALIZAÇÃO DA PROVA
MUNICÍPIOS
(em ordem de
nome de
município)
UNIDADES /
LOCAIS DE
TRABALHO
ENDEREÇOS CARGOS
CÓDIGOS
DOS
CARGOS
(transcrever
para a ficha
de inscrição)
N.º DE
VAGAS
MUNICÍPIOS
DE
REALIZAÇÃO
DA PROVA
Águas de
Santa
Bárbara
Floresta
Estadual
Águas de
Santa
Bárbara
Horto Florestal / Fazenda
Santana
Rodovia SP-261, km 58
(Águas de Santa Bárbara
/ Lençóis Paulista)
Trabalhador
Braçal
001 5 Manduri
Altinópolis
Floresta
Estadual
Cajuru
Rodovia Altinópolis /
Serrana, km 07 (Próxima
à Estação da Estrada de
Ferro de Fradinhos)
Trabalhador
Braçal
002 3 São Simão
Trabalhador
Braçal
003 5
Angatuba
Floresta
Estadual
Angatuba
Estrada Vicinal João
Ciriaco Ramos, km 06 –
Bairro da Conquista
Vigia 065 4
Itapetininga
Apiaí
Parque
Estadual
Turístico do
Alto Ribeira
– PETAR –
Núcleo
Caboclos
Rodovia SP 250, km 294
Estrada do Espírito Santo
Trabalhador
Braçal
004 3 Apiaí
Araraquara
Estação
Experimental
Araraquara
Rua Vereador Mário
Ananias, s/n.º (Perímetro
urbano)
Trabalhador
Braçal
005 1 Porto Ferreira
Assis
Floresta
Estadual
Assis
Rodovia SP-333, km 09
(Assis / Lutécia)
Trabalhador
Braçal
006 9 Assis
Avaré
Floresta
Estadual
Avaré
Rua Pernambuco, s/n.º
(Perímetro urbano)
Trabalhador
Braçal
007 7 Avaré
Bananal
Estação
Ecológica
Bananal
Rodovia SP 247 – km 15
Estrada de acesso para o
Bairro do Maderith km 06
Trabalhador
Braçal
008 2 Bananal
Trabalhador
Braçal
009 5 Registro
Barra do
Turvo
Parque
Estadual
Jacupiranga
Rodovia BR 116, km 543
Vigia 066 4 Registro
Batatais
Floresta
Estadual
Batatais
Rodovia SP-336, km 347
Trabalhador
Braçal
010 3 São Simão
Bauru
Estação
Experimental
de Bauru
Av. Rodrigues Alves –
Quadra 38-25 – Bairro
Redentor
Trabalhador
Braçal
011 4 Bauru
Bauru
Estação
Ecológica de
Bauru
Av. Rodrigues Alves –
Quadra 38-25 – Bairro
Redentor
Vigia 067 2 Bauru
Bebedouro
Floresta
Estadual
Bebedouro
Estrada de Areias, s/n.º
Trabalhador
Braçal
012 3 São Simão
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
MUNICÍPIOS
(em ordem de
nome de
município)
UNIDADES /
LOCAIS DE
TRABALHO
ENDEREÇOS CARGOS
CÓDIGOS
DOS
CARGOS
(transcrever
para a ficha
de inscrição)
N.º DE
VAGAS
MUNICÍPIOS
DE
REALIZAÇÃO
DA PROVA
Trabalhador
Braçal
013 5
Campos do
Jordão
Parque
Estadual
Campos do
Jordão
Av. Pedro Paulo, s/n.º
Bairro Horto Florestal
Vigia 068 3
Campos do
Jordão
Trabalhador
Braçal
014 4
Cananéia
Parque
Estadual Ilha
do Cardoso
Av. Prof. Wladimir
Besnard, s/n.º Morro de
São João
Vigia 069 2
Cananéia
Trabalhador
Braçal
015 5
Caraguatatu
ba
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
Caraguatatu
ba
R. Horto Florestal, 1.200
Bairro Rio do Ouro
Vigia 070 7
São
Sebastião
Casa Branca
Estação
Experimental
Casa Branca
Av. Coronel Castro, s/n.º,
Jardim Tupi (Perímetro
urbano)
Trabalhador
Braçal
016 3 Mogi-Guaçu
Trabalhador
Braçal
017 6
Cubatão
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
Cubatão
(Itutinga –
Pilões)
Estrada Elias Zarzur, km
08 – s/n.º
Vigia 071 8
Cubatão
Trabalhador
Braçal
018 5
Cunha
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
Cunha
Rodovia Salvador Pacetti
Estrada de acesso para o
Bairro do Paraibuna – km
20
Vigia 072 7
Cunha
Trabalhador
Braçal
019 2 Assis
Gália
Estação
Ecológica
Caetetus
Rodovia SP-331, km 186
Vigia 073 3 Assis
Guarulhos
Parque
Estadual
Cantareira
Estrada do Cabuçu,
2.691, km 18 – Bairro do
Cabuçu
Vigia 074 1
São Paulo -
Capital
Trabalhador
çal Bra
020 1
São Paulo –
Capital
Ibiúna
Parque
Estadual
Jurupará
Estrada da Cachoeira do
França, km 01 –
Cachoeira do França –
(acesso pela BR 116, km
329)
Vigia 075 4
São Paulo –
Capital
Trabalhador
raçal B
021 1 Registro
Iguape
Estação
Ecológica
Juréia-Itatins
– Núcleo
Despraiado
Estrada do Despraiado,
km 17 – Despraiado
Vigia 076 4 Registro
Trabalhador
Braçal
022 1 Registro
Iguape
Estação
Ecológica
Chauás
Rodovia Casemiro
Teixeira km 70
Vigia 077 1 Registro
Trabalhador
Braçal
023 5
Ilhabela
Parque
Estadual
Ilhabela
R. Morro da Cruz, 608 –
Itaguassu
Vigia 078 3
São
Sebastião
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
MUNICÍPIOS
(em ordem de
nome de
município)
UNIDADES /
LOCAIS DE
TRABALHO
ENDEREÇOS CARGOS
CÓDIGOS
DOS
CARGOS
(transcrever
para a ficha
de inscrição)
N.º DE
VAGAS
MUNICÍPIOS
DE
REALIZAÇÃO
DA PROVA
Iporanga
Parque
Estadual
Turístico do
Alto Ribeira
– PETAR –
Núcleo
Santana
Rodovia SP 165, km 23
Estrada Apiaí-Iporanga -
Bairro da Serra
Trabalhador
Braçal
024 3 Apiaí
Iporanga
Parque
Estadual
Turístico do
Alto Ribeira
– PETAR –
Núcleo
Areado
Rodovia SP 250, km 284
– Bairro Areado
Vigia 079 1 Apiaí
Iporanga
Parque
Estadual
Turístico do
Alto Ribeira
– PETAR –
Núcleo Bulha
D’água
Rodovia SP 250, km 260
– Estrada do Bairro Água
Fria
Bairro Água Fria
Vigia 080 1 Apiaí
Iporanga
Parque
Estadual
Turístico do
Alto Ribeira
– PETAR –
Núcleo Casa
de Pedra
Estrada Iporanga /
Ribeirão – km 10 – Bairro
Ribeirão
Vigia 081 1 Apiaí
Itaberá
Estação
Ecológica
Itaberá
Acesso Bairro de Eng.º
Maia
Trabalhador
Braçal
025 1 Itararé
Trabalhador
açal Br
026 1
Itanhaém
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
Curucutu
Rua Dom Sebastião
Leme, 135 – Jardim Ivoti
Vigia 082 1
Peruíbe
Itapetininga
Estação
Experimental
Itapetininga
Estrada Vicinal Maestro
Benedito Pompeu de
Jesus, km 09 – Bairro
Barro Branco
Trabalhador
Braçal
027 8 Itapetininga
Itararé
Estação
Experimental
Itararé
Estrada Bom Sucesso de
Itararé ao Município de
Itararé – km 32
Trabalhador
Braçal
028 7 Itararé
Itirapina
Estação
Experimental
Itirapina
Bairro Santa Cruz
(Perímetro urbano)
Trabalhador
Braçal
029 5 Rio Claro
Jaú
Estação
Experimental
Jaú
Horto Florestal – Rodovia
SP-304, km 08 (Jaú /
Bariri)
Trabalhador
Braçal
030 1 Bauru
Luiz Antonio
Estação
Experimental
Luiz Antonio
Fazenda Jataí
Trabalhador
Braçal
031 9 São Simão
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
MUNICÍPIOS
(em ordem de
nome de
município)
UNIDADES /
LOCAIS DE
TRABALHO
ENDEREÇOS CARGOS
CÓDIGOS
DOS
CARGOS
(transcrever
para a ficha
de inscrição)
N.º DE
VAGAS
MUNICÍPIOS
DE
REALIZAÇÃO
DA PROVA
Manduri
Floresta
Estadual
Manduri
Rua do Horto, s/n.º -
Manduri (Perímetro
urbano)
Trabalhador
Braçal
032 9 Manduri
Mogi-Guaçu
Estação
Experimental
Mogi-Guaçu
Fazenda Campininha -
Bairro Martinho Prado
Trabalhador
Braçal
033 8 Mogi-Guaçu
Mogi-Mirim
Estação
Experimental
Mogi-Mirim
Rua Sete de Setembro,
s/n.º (Perímetro urbano)
Trabalhador
Braçal
034 4 Mogi-Guaçu
Trabalhador
Braçal
035 1
Pariquera-
Açu
Parque
Estadual
Campina do
Encantado
R. Santo Salete, 262 -
Centro
Vigia 083 2
Registro
Pederneiras
Floresta
Estadual
Pederneiras
Rodovia SP-225, km
213,4
Trabalhador
Braçal
036 7 Bauru
Paulo de
Faria
Estação
Ecológica
Paulo de
Faria
Rodovia Armando Salles
de Oliveira, sentido
Riolândia – 4,5 km (às
margens do Reservatório
de Água Vermelha)
Vigia 084 2 São Simão
Pedregulho
Parque
Estadual
Furnas do
Bom Jesus.
Av. Orestes Quércia, km
2,5
Vigia 085 2 São Simão
Trabalhador
Braçal
037 2
Pedro de
Toledo
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
Pedro de
Toledo
Rua Xererés, 74 – Vila
Guarani
Vigia 086 3
Peruíbe
Trabalhador
Braçal
038 3
Pedro de
Toledo
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
Pedro de
Toledo
Estrada do Kiri, km 15,
s/n.º.
Vigia 087 3
Peruíbe
Peruíbe
Estação
Ecológica
Juréia-Itatins
– Núcleo
Grajaúna
Praia do Rio Verde
Rio Verde
Trabalhador
Braçal
039 2 Peruíbe
Peruíbe
Estação
Ecológica
Juréia-Itatins
– Núcleo
Guaraú
Estrada do Guaraú, 4.164
Guaraú
Trabalhador
Braçal
040 1 Peruíbe
Trabalhador
raçal B
041 2
Peruíbe
Estação
Ecológica
Juréia-Itatins
– Núcleo
Perequê
Estrada Municipal Vila
Barra do Una, km 13 -
Barra do Una
Vigia 088 3
Peruíbe
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
MUNICÍPIOS
(em ordem de
nome de
município)
UNIDADES /
LOCAIS DE
TRABALHO
ENDEREÇOS CARGOS
CÓDIGOS
DOS
CARGOS
(transcrever
para a ficha
de inscrição)
N.º DE
VAGAS
MUNICÍPIOS
DE
REALIZAÇÃO
DA PROVA
Pindamonhan
gaba
Viveiro
Florestal
Pindamonhan
gaba
Rodovia Prof. Manoel
César Ribeiro, 234 –
Bairro Santa Cecília
Trabalhador
Braçal
042 1
Campos do
Jordão
Piracicaba
Estação
Experimental
Tupi
Rodovia SP-304, km 149
(Bairro de Tupi)
Trabalhador
Braçal
043 5 Rio Claro
Piraju
Floresta
Estadual
Piraju
Horto Florestal, Rodovia
SP-287, km 55 (Piraju /
Manduri) – Bairro
Araras/Tibaji
Trabalhador
Braçal
044 2 Manduri
Trabalhador
Braçal
045 2
Porto
Ferreira
Parque
Estadual
Porto
Ferreira
Rodovia SP-215, km 89,8
Vigia 089 2
Porto Ferreira
Rio Claro
Floresta
Estadual
Edmundo
Navarro de
Andrade
Av. Edmundo Navarro de
Andrade, s/n.º - Bairro
Horto Florestal
Trabalhador
Braçal
046 10 Rio Claro
Santa Rita
do Passa
Quatro
Estação
Experimental
Santa Rita
do Passa
Quatro
Rodovia Zequinha de
Abreu, km 8,5.
Trabalhador
Braçal
047 3 Porto Ferreira
Trabalhador
Braçal
048 3
Santa Rita
do Passa
Quatro
Parque
Estadual
Vassununga
Rodovia SP-330, km 245
Vigia 090 3
Porto Ferreira
Santos
Parque
Estadual
Marinho da
Laje de
Santos
Rua Bartolomeu de
Gusmão, 192 – Ponta da
Praia
Vigia 091 1 Cubatão
Trabalhador
raçal B
049 5
São Luiz do
Paraitinga
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
Santa
Virgínia
Rodovia Oswaldo Cruz,
km 78
Bairro Ponte Alta
Vigia 092 7
São Luiz do
Paraitinga
Trabalhador
Braçal
050 2
São Miguel
Arcanjo
Parque
Estadual
Carlos
Botelho
Rodovia SP 139, km 78,4
Bairro do Abaytinga
Vigia 093 5
São Miguel
Arcanjo
São Paulo
Divisão de
Dasonomia /
Diretoria
Rua do Horto, 931 –
Horto Florestal
Trabalhador
Braçal
051 12
São Paulo -
Capital
São Paulo
Parque
Ecológico
Guarapiran
ga
Estrada da Riviera, 3.286
– Jardim Riviera
Vigia 094 2
São Paulo –
Capital
São Paulo
Parque
Estadual
Alberto
Löfgren
Rua do Horto, 931 –
Horto Florestal
Vigia 095 2
São Paulo –
Capital
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
MUNICÍPIOS
(em ordem de
nome de
município)
UNIDADES /
LOCAIS DE
TRABALHO
ENDEREÇOS CARGOS
CÓDIGOS
DOS
CARGOS
(transcrever
para a ficha
de inscrição)
N.º DE
VAGAS
MUNICÍPIOS
DE
REALIZAÇÃO
DA PROVA
São Paulo
Parque
Estadual
Cantareira –
Núcleo
Engordador
Av. Coronel Sezefredo
Fagundes, 19.100 –
Bairro Cachoeira
Vigia 096 1
São Paulo –
Capital
São Paulo
Parque
Estadual
Jaraguá
Rua Antonio Cardoso
Nogueira, 539 – Bairro
Jaraguá
Vigia 097 1
São Paulo –
Capital
Trabalhador
raçal B
052 5
São Paulo
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
Curucutu
Estrada da Bela Vista,
7.090 – Bairro Embura do
Alto
Vigia 098 4
São Paulo –
Capital
São Paulo
Seção de
Administra
ção de
Subfrota
Rua do Horto, 931 –
Horto Florestal
Trabalhador
Braçal
053 3
São Paulo –
Capital
São Paulo
Seção de
Administra
ção
Patrimonial
Rua do Horto, 931 –
Horto Florestal
Trabalhador
Braçal
054 7
São Paulo –
Capital
T
B
rabalhador
raçal
055 1
São Paulo
Seção de
Biblioteca
Rua do Horto, 931 –
Horto Florestal
Vigia 099 1
São Paulo –
Capital
Trabalhador
raçal B
056 1
São Paulo
Seção de
Museu e
Exposições
Rua do Horto, 931 –
Horto Florestal
Vigia 100 2
São Paulo –
Capital
Trabalhador
Braçal
057 1
São
Sebastião
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
São
Sebastião
Praça Simeão Faustino,
17
Bairro Juqueí
Vigia 101 5
São
Sebastião
São Simão
Estação
Experimental
Bento
Quirino
Rua Nutti, s/n.º - Bairro
Bento Quirino
Trabalhador
Braçal
058 2 São Simão
São Simão
Estação
Experimental
São Simão
Rodovia São Simão /
Serra Azul, km 06
(Fazenda Santa Maria)
Trabalhador
Braçal
059 3 São Simão
Trabalhador
Braçal
060 2
São Vicente
Parque
Estadual
Xixová-Japuí
Av. Engenheiro Saturnino
de Brito, 714 – Parque
Prainha
Vigia 102 2
Cubatão
Taubaté
Viveiro
Florestal
Taubaté
Rodovia Oswaldo Cruz,
km 14
Bairro Registro
Trabalhador
Braçal
061 1
Campos do
Jordão
Teodoro
Sampaio
Parque
Estadual
Morro do
Diabo
Estrada SP Vicinal - 28,
km 12, Bairro Córrego
Seco, s/n.º
Trabalhador
Braçal
062 8
Teodoro
Sampaio
Vigia 103 2
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
MUNICÍPIOS
(em ordem de
nome de
município)
UNIDADES /
LOCAIS DE
TRABALHO
ENDEREÇOS CARGOS
CÓDIGOS
DOS
CARGOS
(transcrever
para a ficha
de inscrição)
N.º DE
VAGAS
MUNICÍPIOS
DE
REALIZAÇÃO
DA PROVA
Trabalhador
raçal B
063 4
Ubatuba
Parque
Estadual llha
Anchieta
Rodovia SP-55 – Píer do
Saco da Ribeira (Ilha
Anchieta) – Rua Plínio
França, 85
Vigia 104 1
Ubatuba
Trabalhador
Braçal
064 5
Ubatuba
Parque
Estadual
Serra do Mar
– Núcleo
Picinguaba
Rodovia BR-101, km 8
Bairro Picinguaba
Vigia 105 7
Ubatuba
ANEXO II - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
LÍNGUA PORTUGUESA
Interpretação de texto. Sinônimos. Frases (afirmativa, interrogativa, negativa, exclamativa). Noções de
número (singular e plural) e de gênero (masculino e feminino). Concordância do adjetivo com o
substantivo e do verbo com o substantivo. Pronomes pessoais. Ortografia.
MATEMÁTICA
Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal:
operações e propriedades. Raciocínio Lógico. Resolução de situações-problema.
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
As questões serão elaboradas tendo em vista as atribuições dos cargos descritas nos itens 2.1.
(TRABALHADOR BRAÇAL) e 2.2. (VIGIA), do Capítulo I – DOS CARGOS E DAS VAGAS, neste Edital.
ANEXO III - MODELO DE RECURSO
À Coordenação da Comissão de Concurso Público do INSTITUTO FLORESTAL
Nome: ______________________________________________ N.º de inscrição: __________________
Cargo: _________________________________________________________Código: _____________
Questionamento:
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
Embasamento:
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
Assinatura:
Data:
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
ANEXO IV - ENDEREÇOS DAS UNIDADES DO INSTITUTO FLORESTAL
PARA ENTREGA DE RECURSOS
MUNICÍPIO
UNIDADE DE
CONSERVAÇÃO / SEÇÃO
ENDEREÇO
Avaré Seção de Florestas de Avaré Fim da Rua Pernambuco (Perímetro Urbano)
Campos do Jordão
Parque Estadual Campos do
Jordão
Av. Pedro Paulo, s/n.º
Itaberá
Seção de Estação
Experimental de Itapeva
Bairro Eng°. Maia
Pedro de Toledo
Parque Estadual da Serra do
Mar – Núcleo Pedro de Toledo
Estrada do Caracol, 41- Bairro Caracol
Registro Litoral Sul e Vale do Ribeira Av. Clara Gianotti de Souza, 1.139
Rio Claro
Floresta Estadual “Edmundo
Navarro de Andrade”
Av. Navarro de Andrade, s/n.º
Santos
Parque Estadual Marinho Laje
de Santos
Av. Bartolomeu de Gusmão, 194 – Ponta da
Praia (junto ao Instituto de Pesca)
São Paulo – Capital Seção de Pessoal Rua do Horto, 931 – Horto Florestal
Taubaté Viveiro Florestal de Taubaté Rod. Oswaldo Cruz, km 14 – Bairro do Registro
Teodoro Sampaio
Seção de Parque Estadual
Morro do Diabo
Estrada SP Vicinal -28, km 12, Bairro Córrego
Seco, s/n.º
Ubatuba
Parque Estadual da Serra do
Mar – Núcleo Picinguaba –
Base Centro
Rodovia Oswaldo Cruz, 5.040 – Bairro Horto
ANEXO V - AGÊNCIAS AUTORIZADAS DO BANESPA
MUNICÍPIOS ENDEREÇOS NOME DA AGÊNCIA
ALTINÓPOLIS Rua Cel. Honório Palma, 408 - Centro ALTINÓPOLIS
ANGATUBA Rua Tenente J. M. Albuquerque, 224 - Centro ANGATUBA
APIAÍ Rua Dr. Gabriel R. Santos, 186 - Centro APIAÍ
ARARAQUARA Rua São Bento, 1.091 – Centro ARARAQUARA
ASSIS Av. Rui Barbosa, 151 – Centro ASSIS
AVARÉ Rua Rio Grande do Sul, 1.473 - Centro AVARÉ
BANANAL Rua Manoel de Aguiar, 37 – Centro BANANAL
BARRA DO TURVO Av. 25 de Março, 255 – Centro BARRA DO TURVO
BATATAIS Praça Cônego Joaquim Alves, 80 – Centro BATATAIS
BAURU Rua Rio Branco, 6-56 - térreo – Centro BAURU
BAURU Rua Primeiro de Agosto, 5-3 – Centro PRIMEIRO DE AGOSTO
BEBEDOURO Rua São João, 462 – Centro BEBEDOURO
CAMPOS DO JORDÃO Travessa Caio Jardim, 80 – Vila Abernéssia CAMPOS DO JORDÃO
CANANÉIA Praça Martin Afonso Souza, 55 – Centro CANANÉIA
CARAGUATATUBA Praça Dr. Cândido Motta, 196 – Centro CARAGUATATUBA
CASA BRANCA Rua Coronel José Julio, 918 – Centro CASA BRANCA
CUBATÃO Av. 9 de Abril, 2.099 – Centro CUBATÃO
CUNHA Rua Dr. Casemiro da Rocha, 51 – Centro CUNHA
GÁLIA Praça Pedro de Toledo, 450 – Centro GÁLIA
GUARULHOS Rua Cap. Gabriel, 272 – Centro GUARULHOS
IBIÚNA Rua 15 de Novembro, 288 – Centro IBIÚNA
IGUAPE Av. 9 de Julho, 31 – Centro IGUAPE
ILHABELA Rua Prefeito Mariano Procópio de Araújo, 39 –
Perequê
ILHABELA
IPORANGA Rua Floriano Peixoto, 112 – Centro IPORANGA
ITABERÁ Rua Serviliano Silva, 182 – Centro ITABERÁ
ITANHAÉM Av. Rui Barbosa, 67 – Centro ITANHAÉM
ITAPETININGA Rua Doutor Júlio Prestes, 732 – Centro ITAPETININGA
ITARARÉ Rua XV de Novembro, 525 – Centro ITARARÉ
ITIRAPINA Rua Quatro, 496 – Centro ITIRAPINA
JAÚ Rua Lourenço Prado, 415 – Centro JAÚ
LUÍS ANTONIO Rua Expedicionários Paulista, 473 – Centro LUÍS ANTONIO
SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE
INSTITUTO FLORESTAL – IF
MUNICÍPIOS ENDEREÇOS NOME DA AGÊNCIA
MOGI-GUAÇU Rua 13 de Maio, 14 – Centro MOGI-GUAÇU
MOGI-MIRIM Rua Senador José Bonifácio, 8 – Centro MOGI-MIRIM
PARIQUERA-AÇU Av. Dr. Carlos Botelho, 335 – Centro PARIQUERA-AÇU
PEDERNEIRAS Rua Siqueira Campos, 137 – Centro PEDERNEIRAS
PEDREGULHO Praça Padre Luiz Sávio, 105 – Centro PEDREGULHO
PERUÍBE Rua Professor Rosa E. Neves Costa, 88 –
Centro
PERUÍBE
PINDAMONHANGABA Av. Cel. Fernando Prestes, 368 - Centro PINDAMONHANGABA
PIRACICABA Rua Moraes Barros, 848 – Centro PIRACICABA
PIRAJU Praça Ataliba Leonel, 225 – Centro PIRAJU
PORTO FERREIRA Rua São Sebastião, 335 – Centro PORTO FERREIRA
REGISTRO Av. Prefeito Jonas B. Leite, 422 – Centro REGISTRO
RIO CLARO Av. Três, 253 – Centro RIO CLARO
SANTA RITA DO PASSA
QUATRO
Av. Severino Meirelles, 1.207 – Centro SANTA RITA DO PASSA
QUATRO
SANTOS Praça Visconde de Mauá, 20 – Centro SANTOS
SÃO LUIZ DO PARAITINGA Praça Oswaldo Cruz, 23 – Centro SÃO LUIZ DO
PARAITINGA
SÃO MIGUEL ARCANJO Praça Tenente Urias, 755 – Centro SÃO MIGUEL ARCANJO
SÃO SIMÃO Praça da República, 1.151 – Centro SÃO SIMÃO
SÃO PAULO Av. Prof. Francisco Morato,365 BUTANTÃ
SÃO PAULO Rua Rafael de Barros, 37/47 – Paraíso RAFAEL DE BARROS
SÃO PAULO Rua da Consolação, 2.104 – Consolação CONSOLAÇÃO
SÃO PAULO Praça da República, 291 – Centro REPÚBLICA
SÃO PAULO Av. De Pinedo, 353 – Socorro GUARAPIRANGA
SÃO PAULO Av. Duque de Caxias, 200 – Sta. Ifigênia SÃO JOÃO
SÃO PAULO Av. Tiradentes, 391 – Luz BOM RETIRO
SÃO PAULO Rua Dr. João Ribeiro, 194 – Penha PENHA
SÃO PAULO Av. Celso Garcia, 3.863 – Tatuapé TATUAPÉ
SÃO PAULO Rua Teodoro Sampaio, 2.258/68 – Pinheiros PINHEIROS
SÃO PAULO Av. Sumaré, 85 – Perdizes ÁGUA BRANCA
SÃO PAULO Rua Maria Amália Lopes de Azevedo, 807 –
Horto Florestal
HORTO FLORESTAL
SÃO SEBASTIÃO Av. Guarda-Mor Lobo Viana, 269 – Centro SÃO SEBASTIÃO
SÃO SIMÃO Praça da República, 1.151 – Centro SÃO SIMÃO
SÃO VICENTE Praça Coronel Lopes, 1, 2 e 5 – Centro SÃO VICENTE
TAUBATÉ Rua Visconde do Rio Branco, 337 TAUBATÉ
TAUBATÉ Praça Santa Terezinha, 275 – Centro PEDRO COSTA
TEODORO SAMPAIO Av. Manoel Guirado Segura, 902 – Centro TEODORO SAMPAIO
UBATUBA Rua Hans Staden, 418 – Centro UBATUBA
E, para que chegue ao conhecimento de todos é expedido o presente Edital.
São Paulo, 11 de março de 2006.
Comissão de Concurso Público – CCP do INSTITUTO FLORESTAL