Edital do Concurso Procuradoria Geral do Estado - SC (PGE/SC) 2010

Visualizaçao do Edital do Concurso

EDITAL nº 001/2010
Abre inscrições e define normas para o
Concurso Público de Provas e Títulos para
ingresso na carreira de Procurador do
Estado de Santa de Santa Catarina
O PROCURADOR-GERAL DO ESTADO, no uso das atribuições que lhe são conferidas
pelo art. 39 da Lei Complementar 317, de 30 de dezembro de 2005, faz saber,
a quem possa interessar, que se acham abertas, a partir das 10 horas do dia 13
de outubro de 2010, às 18 horas do dia 11 de novembro de 2010, as inscrições ao
8º Concurso Público de Provas e Títulos para ingresso na carreira de Procurador
do Estado de Santa Catarina, para o provimento de cargos da Classe inicial da
Carreira de Procurador do Estado de Santa Catarina, que se regerá pelas normas
estabelecidas neste Edital.
1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
1.1 - O concurso será regido pelas normas deste Edital e realizado nos termos
do Regulamento aprovado pelo Decreto 2.501, de 14 de agosto de 2009,
publicado no DOESC nº 18.669 de 14.08.2009.
1.2 - Caberá à Fundação de Estudos e Pesquisas Sócio-Econômicos FEPESE, a
elaboração e aplicação da prova escrita objetiva e à Procuradoria Geral do
Estado as demais etapas do presente Concurso Público.
2 - DOS CARGOS, DAS VAGAS, DOS REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO, DA CARGA HORÁRIA
SEMANAL, DO VENCIMENTO E DAS ATRIBUIÇÕES.
2.1 - O presente Concurso Público destina-se ao provimento de 15 (quinze)
cargos vagos da Classe inicial da Carreira de Procurador do Estado de Santa
Catarina, sendo que, durante o prazo de validade do concurso, poderão ser
providos os demais cargos vagos ou que vierem a vagar durante o mesmo prazo.
2.2 - São requisitos para a inscrição ao Concurso:
2.2.1 - ser brasileiro; e
2.2.2 - ser bacharel em Direito por faculdade oficial ou reconhecida.
2.3 - A carga horária do titular do cargo de provimento efetivo de Procurador
do Estado é de 40 horas semanais.
2.4 - O Procurador do Estado, como titular de cargo público de carreira
jurídica integrante das “Funções Essenciais à Justiça” definidas no Capítulo
IV, do Título IV, da Constituição Federal, e Capítulo V, do Título IV, da
Constituição do Estado, perceberá vencimentos ou subsídios na conformidade da
Lei Complementar nº 317/2005, e legislação posterior.
2.5 - São atribuições, entre outras, do titular do cargo de Procurador do
Estado de Santa Catarina:
a) exercer a representação judicial e extrajudicial do Estado, inclusive com
necessidade de viagens para comparecimento a atos judiciais, tais como
audiências, vistorias, perícias judiciais e extrajudiciais, constatação sobre
as condições dos bens penhorados em execuções fiscais da Fazenda Pública, etc.
b) prestar consultoria e assessoramento jurídico ao Estado e nos casos
previstos em lei;
c) propor a adoção de normas, medidas e procedimentos destinados ao
aprimoramento da Procuradoria Geral do Estado e da administração pública;
d) transigir e dar ou receber quitações, nos limites da lei;
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
e) desistir e reconhecer a procedência do pedido, na forma de ato normativo
expedido pelo Procurador Geral do Estado;
f) requisitar às autoridades administrativas, civis ou militares, aos
servidores dos órgãos e às entidades da administração pública estadual direta e
indireta e aos prestadores de serviços públicos, informações, processos
administrativos e documentos em geral, bem como adotar outras medidas
necessárias à instrução de processo ou defesa, em juízo ou na esfera
administrativa; e
g) exercer outras atribuições inerentes à função, definidas em lei ou regimento
e cometidas pela respectiva chefia.
3 - DAS INSCRIÇÕES
3.1 - As inscrições serão feitas única e exclusivamente, via INTERNET, no
endereço eletrônico do concurso: http://pge.fepese.ufsc.br , das 10 horas do
dia 13 de outubro de 2010, às 18 horas do dia 11 de novembro de 2010.
3.2 - Ao fazer a sua inscrição o candidato declara que conhece e aceita todas
as normas e condições do concurso e que preenche todos os requisitos exigidos.
3.3 - No requerimento de inscrição, sob as penas da lei, o candidato declarará:
a) Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade
portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e
portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do §
1º, do artigo 12 da Constituição Federal.
b) Estar quite com as obrigações resultantes da legislação eleitoral, e, quando
do sexo masculino, estar quite, também, com as obrigações do serviço militar.
c) Não ter sofrido, quando no exercício de cargo público, demissão a bem do
serviço público ou por justa causa, o que deverá ser comprovado, no ato de
admissão, por meio da assinatura de regular termo de declaração.
d) Não ter antecedentes criminais, achando-se no pleno exercício de seus
direitos civis e políticos.
e) Possuir a escolaridade exigida na forma deste Edital.
f) Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos.
3.3.1 - Será cancelada a inscrição do candidato que prestar declarações falsas,
inexatas, adulterar qualquer documento informado ou apresentado ou que não
satisfizer a todas as condições estabelecidas neste Edital.
3.4 - A taxa de inscrição ao presente concurso é de R$ 175,00 (cento e setenta
e cinco reais).
3.5 - Para efetivar a sua inscrição o candidato deverá proceder da seguinte
maneira:
a) Acessar via Internet, o endereço eletrônico do concurso:
http://pge.fepese.ufsc.br .
b) Preencher atentamente todos os campos do Requerimento Padrão de Inscrição.
c) Imprimir o Requerimento Padrão de Inscrição.
d) Imprimir o DARESC (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais), para
pagamento da respectiva taxa.
e) Pagar o DARESC (Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais) da taxa de
Inscrição em qualquer agência bancária conveniada com o Sistema de Arrecadação
do Estado de Santa Catarina até o dia 11 de novembro de 2010.
3.6 - Após a inscrição, via Internet, e o pagamento da respectiva taxa, o
candidato deverá entregar em envelope direcionado ao “Presidente da Comissão do
Concurso para Ingresso na Carreira de Procurador do Estado”, na sede da
FEPESE, no Campus Universitário João David Ferreira Lima-UFSC, Trindade,
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
Florianópolis, SC, no horário das 9h às 18h, os seguintes documentos, sob pena
de indeferimento da inscrição:
a) Cópia do “Requerimento Padrão de Inscrição” efetuado pela internet, com
assinatura no local próprio;
b) Cópia do Diploma ou comprovação de ser bacharel em Direito por faculdade
oficial reconhecida;
c) Prova de quitação ou regularidade com o Serviço Militar, caso aplicável, e
Justiça Eleitoral;
d) Cópia da carteira de identidade, assim compreendidas: carteiras expedidas
pelo Ministério da Defesa, pelas Secretarias de Estado de Segurança Pública e
órgãos fiscalizadores de exercício profissional, passaporte e a Carteira
Nacional de Habilitação e;
e) Duas (2) fotos 3x4, de frente, recentes, estando uma colada no
Requerimento Padrão de Inscrição.
3.6.1 - Os documentos a que se refere o item 3.6 deverão ser entregues,
impreterivelmente, até às 18 horas do dia 12 de novembro de 2010.
3.6.1.1 - serão aceitas cópias legíveis recentes e em bom estado dos
documentos referidos no item 3.6.
3.6.2 - As comprovações exigidas neste edital poderão ser feitas mediante a
apresentação de:
a) Cópias dos documentos feitas por qualquer processo desde que devidamente
autenticadas por cartório competente;
b) Documentos originais acompanhados das respectivas cópias para conferência;
3.7 - Os documentos de que tratam o item 3.6 poderão ser entregues por
quaisquer das formas abaixo:
a) Pessoalmente ou por intermédio de procurador com poderes especiais, na
FEPESE, no Campus Universitário João David Ferreira Lima-UFSC, Trindade,
Florianópolis, SC, CEP 88040-900, nos dias úteis no horário das 10 horas do dia
13 de outubro de 2010, às 18 horas do dia 12 de novembro de 2010.
b) Via postal por SEDEX com AR, devendo ser recebido no seguinte endereço:
FEPESE CONCURSO PROCURADOR 2010, Campus Universitário João David Ferreira Lima-
UFSC, Trindade, Florianópolis, SC, Caixa Postal 5067 CEP 88040-900,
impreterivelmente até às 18 horas do dia 12 de novembro de 2010.
3.7.1 - No caso de remessa por SEDEX com AR, o candidato deverá fazer a
postagem dos documentos com a devida antecedência para que sejam entregues no
prazo exigido no subitem 3.7, letra “b”, findo o qual não mais serão aceitos.
3.8 - DA INSCRIÇÃO DO CANDIDATO DOADOR DE SANGUE
3.8.1 - A inscrição para o candidato amparado pela Lei Estadual n.º 10.567/97
(doador de sangue), interessado na isenção de pagamento da inscrição, seguirá
as seguintes etapas:
a) Quando preencher o Requerimento Padrão de Inscrição, o candidato deverá
assinalar a opção DOADOR DE SANGUE.
b) Após a sua inscrição, o candidato que pretender a isenção da taxa de
inscrição como doador de sangue deverá entregar pessoalmente ou por correio,
via SEDEX, com AR, para a FEPESE/CONCURSO PROCURADOR 2010 DOADOR DE SANGUE,
Campus Universitário João David Ferreira Lima-UFSC, Trindade, Florianópolis,
SC, Caixa Postal 5067 CEP 88040-900 no horário das 10 horas do dia 13 de
outubro de 2010, às 18 horas do dia 29 de outubro de 2010, comprovante que
demonstre seu enquadramento nos termos da citada legislação, ou seja,
declaração que comprove três doações nos 365 (trezentos e sessenta e cinco)
dias anteriores ao término da inscrição deste concurso, ou documento específico
que comprove integrar Associação de Doadores legalmente instituída e que
contribua para estimular de forma direta e indireta a doação, relacionando
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
minuciosamente as atividades desenvolvidas pelo candidato e declarando que o
candidato se enquadra como beneficiário da lei referida. A declaração, com a
comprovação da condição de doador de sangue, deverá ser expedida por uma das
entidades coletoras oficiais ou credenciadas, relacionadas no Anexo II deste
Edital, discriminando a quantidade de doações e as datas em que foram
realizadas.
3.8.1.1 - No caso de remessa por SEDEX com AR, o candidato deverá fazer a
postagem dos documentos com a devida antecedência para que sejam entregues no
prazo exigido no subitem 3.8.1, letra “b”, findo o qual não mais serão aceitos.
3.8.2 - O candidato amparado pela Lei Estadual n.º 10.567/97 seguirá todas as
etapas de inscrição dos demais candidatos, estando unicamente isento, caso seu
pedido seja aceito, do pagamento da Taxa de Inscrição.
3.8.3 - A relação dos pedidos de isenção da Taxa de Inscrição requeridos
conforme os termos do presente edital, que tiverem sido aceitos, será publicada
no endereço eletrônico do concurso a partir do dia 05 de novembro de 2010.
3.8.4 - Os candidatos que não tiverem seus pedidos de isenção da Taxa de
Inscrição deferidos, poderão participar do presente concurso desde que efetuem,
até o último dia de inscrições, o pagamento da taxa de inscrição de que trata o
item 3.4 e sigam todas as demais determinações deste edital.
3.9 - As informações prestadas no “Requerimento Padrão de Inscrição” serão de
inteira responsabilidade do candidato, dispondo a Comissão do Concurso do
direito de excluir do concurso público aquele que não preencher o formulário de
forma completa e correta.
3.10 - A inscrição do candidato se deferida mediante a apresentação da
documentação de que trata o item 3.6 e a confirmação pelo estabelecimento
bancário do seu respectivo pagamento.
3.11 - Verificando-se mais de uma inscrição de um mesmo candidato, será
considerada apenas a inscrição, cujo pagamento foi feito por último.
3.12 - Não poderá ser efetuada inscrição condicional.
3.13 - A FEPESE e a Procuradoria Geral do Estado não se responsabilizarão por
solicitação de inscrição ou pagamento da Taxa de Inscrição não recebida por
falhas ou congestionamento de linhas de comunicação, ou outros fatores de ordem
técnica que impossibilitarem a transferência dos dados ou a impressão de
documentos.
3.14 - Não haverá divulgação do indeferimento de inscrições, das eliminações, e
nem das reprovações.
3.15 - A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das
provas, além de requerer atendimento especial para tal fim, deve levar um
acompanhante com mais de 18 anos de idade, que ficará em sala reservada para
essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança; se a candidata
não levar acompanhante não poderá realizar a prova, caso esteja com a criança.
3.15.1 O requerimento referido no item acima, deverá ser entregue até cinco
dias antes da realização de cada prova, endereçado a Comissão do Concurso.
3.15.2 Para o caso previsto neste item, fica claro que não haverá prorrogação
do prazo de realização das provas, previstos nos itens 6.3.2, 6.4.5 e 6.5.2.
4. DOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA
4.1 - É assegurado às pessoas portadoras de deficiência o direito de inscrição
neste concurso, desde que as atribuições do cargo sejam compatíveis com a
deficiência de que são portadoras.
4.2 - É reservado, aos portadores de deficiência, 5% (cinco por cento) do total
das vagas, arredondando para o mero inteiro seguinte, caso fracionário, o
resultado da aplicação do percentual indicado.
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
4.3 - Será considerada deficiência somente aquela conceituada na medicina
especializada, de acordo com os padrões mundialmente estabelecidos, e que se
enquadre nas categorias descritas no Decreto Federal 3.298/99, na Lei
Estadual 12.870/04 e na Lei nº 7.853/1989.
4.4 - Para a inscrição no concurso, o portador de deficiência devedeclarar
sua condição no Requerimento Padrão de Inscrição, e solicitar as condições
especiais que necessitar para realizar a prova.
4.5 - Após proceder a sua inscrição, via Internet, o candidato às vagas
reservadas aos portadores de deficiência deverá, além da documentação de que
trata o item 3.6., entregar pelos mesmos meios, no mesmo local, prazo e
horário, um segundo envelope direcionado ao “Presidente da Comissão do 8º
Concurso para Ingresso na Carreira de Procurador do Estado - Inscrição de
candidato portador de deficiência”, contendo laudo médico emitido nos últimos
12 (doze) meses, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com
expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de
Doenças (C.I.D.), além da provável causa da deficiência.
4.6 - O candidato que, no ato da inscrição, tenha declarado ser portador de
deficiência será avaliado por Órgão Médico Oficial do Poder Executivo,
inclusive para o fim de enquadramento nas disposições legais pertinentes e
verificação da compatibilidade ou não daquelas necessidades especiais com o
exercício funcional.
4.7 - Com base no parecer de Óro dico Oficial do Poder Executivo, a
Comissão de Concurso deferirá, ou o, a inscrição às vagas reservadas a
portadores de deficiência.
4.7.1 - Os candidatos que não tiverem sua inscrição deferida como portadores de
deficiência concorrerão às demais vagas e constarão da lista geral de
classificação no concurso.
4.8 - Os candidatos portadores deficiência concorrerão a todas as vagas
oferecidas; somente utilizarão das vagas reservadas quando, tendo sido
aprovados, a classificação obtida, no quadro geral de candidatos, for
insuficiente para habilitá-los à nomeação.
4.9 - As vagas reservadas que o forem providas por falta de candidatos
portadores de deficiência aprovados serão preenchidas pelos demais candidatos,
observada a ordem geral de classificação.
4.10 - A Comissão de Concurso atenderá aos pedidos de condições especiais
requeridos pelos candidatos portadores de deficiência, nos termos do item 4.4
do presente edital, mas será desses, nessa situação, a responsabilidade de
providenciar os equipamentos e instrumentos de que dependem para a realização
das provas.
4.11 - O candidato portador de deficiência visual poderá solicitar à FEPESE,
nos termos estabelecidos pelo item 4.4, as provas e o cartão resposta com
letras ampliadas (fonte 16) e/ou superampliadas (fonte 24), cabendo ao
candidato sua leitura e a marcação das respostas no respectivo cartão.
4.12 - A convocação para a avaliação, de que trata o item 4.6, e o ato de
deferimento da inscrição do candidato portador de deficiência serão publicados
no endereço eletrônico do concurso http://pge.fepese.ufsc.br .
4.12.1 - O o comparecimento na data fixada configura renúncia à participação
no concurso na vaga destinada a portador de deficiência.
5 - DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
5.1 - As inscrições que preencherem todas as condições deste Edital serão
homologadas e deferidas pela Comissão do Concurso.
5.2 - O ato de homologação, bem como a relação das inscrições deferidas, serão
divulgados no endereço eletrônico do concurso http://pge.fepese.ufsc.br .
5.3 - Para tomar conhecimento das informações referentes à sua inscrição o
candidato deverá acessar o endereço eletrônico do concurso:
http://pge.fepese.ufsc.br e indicar o número de inscrição e o CPF.
6 - DAS PROVAS DO CONCURSO
6.1 - O presente concurso constará das seguintes etapas:
Primeira etapa: Prova escrita com questões objetivas, de caráter eliminatório e
classificatório;
Segunda etapa: Provas práticas escritas, todas de caráter classificatório e
eliminatório;
Terceira etapa: Prova oral, de caráter classificatório e eliminatório;
Quarta etapa: Prova de títulos, de caráter classificatório.
6.2 - As provas da primeira, segunda e terceira etapas do concurso versarão
sobre as seguintes disciplinas:
a) Direito Constitucional;
b) Direito Civil;
c) Direito Administrativo;
d) Direito Tributário;
e) Direito do Trabalho;
f) Direito Penal;
g) Direito Processual (Civil, Penal, Constitucional, Administrativo,
Tributário e do Trabalho); e
h) Legislação do Estado de Santa Catarina.
6.2.1 - O programa sobre o qual versarão as questões das provas está publicado
no Anexo I do presente Edital.
6.3 - DA PRIMEIRA ETAPA
6.3.1 - A primeira etapa do concurso, observadas as vedações do item 8.9,
constará de uma prova escrita com 100 questões objetivas, cada uma delas
apresentando 5 (cinco) alternativas das quais uma única será a correta.
6.3.2 - A prova escrita com questões objetivas será realizada no dia 28 de
novembro de 2010, no Campus da Universidade Federal de Santa Catarina, com
início às 13h, em locais que serão divulgados no endereço eletrônico do
concurso http://pge.fepese.ufsc.br a partir do o dia 22 de novembro de 2010 e
terá a duração de 5 (cinco) horas.
6.3.3 - O candidato compromete-se, antes de iniciar a resolução da prova, a
conferir o caderno de questões e o cartão-resposta que lhe forem entregues,
verificando se correspondem ao número da sua inscrição, se estão em perfeitas
condições, sem falha de impressão e se contém todas as questões da prova; caso
haja qualquer discordância, o candidato deverá comunicar a irregularidade
imediatamente ao fiscal de sala.
6.3.4 - Na prova escrita com questão objetivas, as letras correspondentes às
respostas assinaladas deverão ser transcritas no cartão resposta nos locais e
com o tipo de marcação determinados. O cartão-resposta deve ser preenchido
dentro do tempo de duração da prova.
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
6.3.5 - É de inteira responsabilidade do candidato a observância da
correspondência entre sua prova e seu cartão-resposta que não será substituído
por erro de anotação.
6.3.6 - A prova escrita com questões objetivas será corrigida com base na
marcação feita pelo candidato no cartão-resposta, não se constituindo o caderno
de questões o local e/ou documento hábil para registro de respostas, sendo que
qualquer marcação nele feita é nula e não será considerada.
6.3.7 - O candidato, ao encerrar a prova, entregará ao fiscal de sua sala o
cartão-resposta devidamente assinado e o caderno de provas.
6.3.7.1 - Os três últimos candidatos de cada sala só poderão entregar as provas
concomitantemente.
6.3.8 Será atribuída nota 0 (zero):
a) À questão cuja resposta não coincida com o gabarito oficial.
b) À questão da prova objetiva, que contenha mais de uma opção de resposta
assinalada no cartão-resposta.
c) À questão da prova objetiva que não estiver assinalada no cartão-resposta.
d) À questão cuja resposta seja preenchida fora das especificações contidas no
cartão-resposta ou nas instruções da prova.
6.3.9 - Não haverá, em qualquer hipótese, segunda chamada para nenhuma das
provas, nem a realização de prova fora dos horários e locais marcados.
6.3.10 - O caderno de questões e o gabarito provisório da prova escrita
objetiva serão publicados no endereço eletrônico do concurso
http://pge.fepese.ufsc.br a partir das 20h do dia da sua aplicação.
6.3.11 - Serão admitidos para a etapa seguinte os candidatos que obtiverem as
maiores notas na prova escrita com questões objetivas, até o total de 20%
(vinte por cento) do número de candidatos que tenham realizado a prova.
6.3.11.1 - Caso o mero total de candidatos que realizaram a prova seja
superior a 750 (setecentos e cinqüenta), serão admitidos para a seguinte etapa
unicamente os classificados entre o (primeiro) e 150° (centésimo
qüinquagésimo) lugar.
6.3.12.2 - Obedecido o disposto neste item, os candidatos empatados no último
grau de classificação serão admitidos à etapa seguinte, ainda que ultrapassado
o limite nele referido.
6.4 - DA SEGUNDA ETAPA
6.4.1 - A segunda etapa do concurso, constituir-se-á de duas provas práticas,
versando, cada uma delas, no desenvolvimento de uma composição jurídica e
questões discursivas elaboradas pela Banca Examinadora.
6.4.1.1 - As provas práticas serão aplicadas em datas diferentes que serão
comunicadas aos candidatos no endereço eletrônico do concurso
http://pge.fepese.ufsc.br.
6.4.2 - O candidato receberá, para as provas práticas, um caderno de questões e
rascunho e uma Folha de Resposta para cada uma das questões discursivas e
composição jurídica.
6.4.2.1 - As respostas deverão ser transcritas para as Folhas de Resposta com
caneta de tinta indelével.
6.4.2.2 - As referidas respostas serão corrigidas unicamente pelo texto
transcrito para a Folha de Respostas, não sendo válidas quaisquer anotações
eventualmente feitas no caderno de questões e ou folhas de rascunho.
6.4.2.3 - A Folha de Respostas não poderá ser assinada ou conter qualquer
desenho, palavra, letra ou sinal que possa identificar o autor.
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
6.4.2.4 - As Folhas de Respostas serão numeradas com código alfanumérico,
impedindo a identificação dos candidatos.
6.4.3 - A primeira prova prática versará sobre Direito Constitucional, Direito
Administrativo e/ou Direito Tributário, observado o disposto no § 1º. do art.
30 do Regulamento do Concurso, e consistirá na elaboração de uma composição
jurídica (no valor máximo de 7,00 pontos) e em 3 (três) questões discursivas
(no valor máximo de 1,00 ponto para cada uma delas).
6.4.3.1 - O mero máximo de folhas admitido será de 10 (dez) para a composição
jurídica e de 01 (uma) folha para cada questão discursiva, sendo permitida
somente a utilização do anverso da folha.
6.4.4 - A segunda prova prática versará sobre Direito Civil e/ou do Trabalho,
observado o disposto no § 1º. do art. 30 do Regulamento do Concurso, e
consistirá na elaboração de uma composição jurídica (no valor máximo de 7,00
pontos) e em 3 (três) questões discursivas (no valor máximo de 1,00 ponto para
cada uma delas).
6.4.4.1 - O mero máximo de folhas admitido será de 10 (dez) para a composição
jurídica e de 01 (uma) folha para cada questão discursiva, sendo permitida
somente a utilização do anverso da folha.
6.4.5 - O tempo de duração das provas práticas é de 4 (quatro) horas, sendo
vedada aos candidatos a comunicação entre si, a consulta a apontamentos, a
utilização de máquina de escrever ou computador e consulta a obras jurídicas
e/ou textos legais comentados ou anotados, observadas as seguintes orientações:
6.4.6 - Serão permitidas consultas a súmulas não comentadas, utilização de
textos legais sublinhados ou destacados com caneta "marca-texto" e a consulta à
legislação estadual obtida na Internet, impressa em apenas uma face, até o
máximo de 20 (vinte) folhas.
6.4.6.1 - O material que o candidato desejar consultar, observado o subitem
6.4.6, deve ser encadernado em um único volume e apresentado, para conferência,
em data e horário que será divulgado no endereço do concurso
http://pge.fepese.ufsc.br . serão admitidos no local da prova os volumes
conferidos e chancelados pela Comissão do Concurso.
6.4.7 - No julgamento das provas, a Banca Examinadora apreciará, além do
conhecimento técnico-científico sobre a matéria, a sistematização lógica e o
nível de persuasão, bem como a adequada utilização do vernáculo.
6.4.8 - Cada avaliador atribuirá às provas nota que variará de 0 a 10 (zero a
dez), extraindo-se a média aritmética das notas atribuídas pelos avaliadores,
que constituirá a nota da prova do candidato.
6.4.9 - Serão considerados aprovados em cada uma das provas os candidatos que
obtiverem a nota mínima 5 (cinco).
6.4.10 Somente os candidatos aprovados na primeira prova prática serão
convocados, por comunicado, que será publicado no endereço eletrônico do
concurso http://pge.fepese.ufsc.br, para participarem da segunda prova prática.
6.4.11 - Realizadas as duas provas práticas, será calculada a média aritmética
das notas atribuídas em cada uma delas, que constituirá a dia das Provas
Práticas.
6.4.12 - serão admitidos para a etapa seguinte os candidatos aprovados na
segunda etapa do concurso. Os quais serão convocados, através de comunicado no
endereço eletrônico do concurso http://pge.fepese.ufsc.br.
6.5 - DA TERCEIRA ETAPA
6.5.1 - A terceira etapa do concurso consistirá de uma prova oral.
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
6.5.2 - A prova oral, que será realizada em sessão pública, consistirá de
exposições e respostas aos temas e questões propostas pela Banca Examinadora e
não excederá o prazo de 60 (sessenta) minutos.
6.5.3 - Serão submetidos à prova oral os candidatos aprovados na etapa
anterior.
6.5.4 - A data, o horário e o local da prova oral serão publicados, com a
antecedência mínima de 2 (dois) dias úteis, no endereço eletrônico do concurso.
6.5.5 - No dia, horário e local determinados, os candidatos serão chamados,
pela ordem alfabética, para o sorteio da ordem de arguição da Prova Oral.
6.5.5.1 - O sorteio do ponto será feito com a antecedência mínima de 1 (uma)
hora do horário da prova oral.
6.5.6 - Sorteado o ponto o candidato ficará incomunicável, no mínimo, durante 1
(uma) hora, podendo, neste período, consultar obras jurídicas e dicionários.
6.5.7 - o vedadas a gravação e a anotação, por qualquer meio, de questões
relativas à prova oral pelo público assistente e/ou candidato.
6.5.8 - Cada membro da Banca Examinadora atribuirá à prova oral de cada
candidato nota que variará de 0 a 10 (zero a dez), extraindo-se a média
aritmética, que constituirá a nota final do candidato na prova oral.
6.5.9 - A nota mínima para aprovação na Prova Oral é 5 (cinco).
6.6 - DA QUARTA ETAPA
6.6.1 - A quarta etapa do concurso será constituída de Prova de Títulos.
6.6.2 - Participarão da Prova de Títulos os candidatos aprovados em todas as
etapas anteriores.
6.6.3 - Os candidatos habilitados terão o prazo de 2 (dois) dias, contados a
partir da publicação no endereço eletrônico do concurso,
http://pge.fepese.ufsc.br, do resultado da prova oral, sob pena de preclusão,
para a apresentação de seus títulos.
6.6.4 - Os títulos deverão ser entregues e protocolizados, pessoalmente ou por
procurador devidamente habilitado, em envelope endereçado à Comissão do
Concurso - Prova de Títulos, na Procuradoria-Geral do Estado, contendo nome, os
números de inscrição e do documento de identidade do candidato, no expediente
normal da repartição, das 13h às 19h.
6.6.5 - Os títulos considerados e os valores a eles atribuídos estão descritos
na tabela abaixo.
VALOR A SER ATRIBUÍDO
1
Valor: 0,2 (dois décimos), se
o tempo de exercício for
superior a 24 (vinte e quatro)
meses; valor 0,1 (um décimo),
se inferior.
2
Valor 0,1 (um décimo).
3
Valor: 0,2 (dois décimos).
4
Valor: 0,1 (um décimo).
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
5
Valor: 0,05 (cinco centésimos)
6
Valor: 0,05 (cinco
centésimos).
7
Valor ximo 0,2 (dois
décimos)
8
Valor máximo 0,05 (cinco
centésimos).
9
Valor 0,05 (cinco centésimos)
6.6.5.1 É vedada a acumulação dos títulos, prevalecendo o de maior pontuação.
6.6.6 - Não constituem títulos:
a) simples prova de desempenho de cargos públicos ou funções eletivas;
b) trabalhos cuja autoria exclusiva não esteja comprovada;
c) meros atestados de capacidade técnica e de boa conduta funcional; e
d) trabalhos forenses.
6.6.7 - A nota atribuída aos títulos, na sua totalidade, não poderá ultrapassar
a 1,0 (um) ponto.
7 - DOS RECURSOS
7.1 - Caberão recursos quanto ao indeferimento da inscrição e à formulação das
questões ou ao gabarito provisório da prova escrita com questões objetivas;
caberão, também, pedidos de reconsideração do resultado das provas práticas.
7.2 - Do recurso relativo ao indeferimento da inscrição.
7.2.1 - Do indeferimento cabe recurso escrito, no prazo de 3 (três) dias,
contado da publicação do ato de homologação, dirigido ao Presidente da Comissão
do Concurso, protocolizado na sede da FEPESE, no Campus Universitário João
David Ferreira Lima-UFSC, Trindade, Florianópolis, SC,CEP 88040-900, no horário
das 9h às 18h.
7.2.2 - o se admitida a interposição de recurso por fax ou por meio
digital.
7.3 - Do recurso relativo à primeira etapa do concurso.
7.3.1 - A partir da publicação do gabarito provisório, os candidatos terão o
prazo de 2 (dois) dias para impugnar as questões da prova, por defeito de
formulação, ou o próprio gabarito, por erro na indicação da resposta.
7.3.2 - O pedido de impugnação deve ser feito através de petição, em duas vias
de igual teor, dirigida ao Presidente da Comissão do Concurso, protocolizado na
sede da FEPESE, no Campus Universitário João David Ferreira Lima-UFSC,
Trindade, Florianópolis, SC, CEP 88040-900, no horário das 9h às 18h.
7.3.2.1 - As impugnações, sob pena de indeferimento liminar, deverão ser
interpostas em petições distintas, tantas quantas forem as questões recorridas.
7.3.3 - Não serão aceitos recursos interpostos por fax ou correio eletrônico.
7.3.4 - Será indeferido, liminarmente, o recurso:
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
a) interposto sem a identificação do candidato recorrente ou fora dos
prazos previstos neste Edital;
b) que não evidenciar o legítimo interesse e o prejuízo sofrido pelo
candidato recorrente; e
c) proposto em desacordo com o estabelecido neste Edital.
7.3.5 - Julgadas as impugnações referentes à prova com questões objetivas, as
questões anuladas serão computadas como acertos para todos os candidatos,
seguindo-se a publicação do gabarito definitivo no endereço do concurso
http://pge.fepese.ufsc.br, acompanhada da relação dos candidatos classificados
para a etapa seguinte, não sendo mais admissível qualquer recurso ou pedido de
revisão.
7.3.5.1 Em havendo alteração do gabarito provisório as provas serão corrigidas
com base no gabarito definitivo.
7.3.5.2 No caso de posterior alteração do gabarito ou da correção da prova e ou
da classificação dos candidatos, havida por retificação de decisão da Banca
Examinadora e ou erro material, a nota e ou classificação do candidato poderão
ser alteradas para valor e ou posição superior ou inferior.
7.4 - Do pedido de reconsideração relativo à segunda etapa do concurso.
7.4.1 - Será admitido pedido de reconsideração do resultado de cada prova
prática, nos casos de preterição de formalidade essencial ou erro de cálculo
para a apuração das médias respectivas, no prazo de 2 (dois) dias, a contar da
publicação dos aprovados em cada uma das provas.
7.4.2 - O pedido de reconsideração será dirigido ao Presidente da Comissão do
Concurso e protocolizado na sede da Procuradoria Geral do Estado, no expediente
normal da repartição das 13h às 19h.
7.4.3 - Provido o pedido de reconsideração, publicar-se-á edital ou comunicado
oficial complementando a relação de aprovados, no endereço eletrônico
http://pge.fepese.ufsc.br.
7.4.3.1 - Improvido o pedido de reconsideração, publicar-se-á, no endereço
eletrônico do concurso, exclusivamente o número de inscrição do candidato.
8 - DO CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO E DAS NORMAS DE SEGURANÇA QUANDO DA REALIZAÇÃO
DAS PROVAS DA PRIMEIRA E SEGUNDA ETAPAS
8.1 - Os candidatos cujas inscrições tenham sido homologadas deverão retirar,
no período que será divulgado no endereço do concurso
http://pge.fepese.ufsc.br, “Cartão de Identificação”, sem o qual não se
permitido o ingresso no local de realização das provas.
8.2 - O “Cartão de Identificação” deverá ser retirado pessoalmente ou por
intermédio de procurador com poderes especiais para tal, na sede da FEPESE, no
Campus Universitário João David Ferreira Lima-UFSC, Trindade, Florianópolis,
SC, CEP 88040-900, no horário das 9h às 18h, nos dias úteis.
8.3 - O “Cartão de Identificação” é documento essencial ao ingresso do
candidato no local de realização das provas, devendo ser mantido em poder do
candidato e apresentado aos fiscais quando solicitado, acompanhado do
respectivo documento de identidade do candidato.
8.4 - Em caso de perda ou desaparecimento do “Cartão de Identificação” o
candidato poderá obter segunda via do documento, desde que requerida à Comissão
do concurso, até cinco dias antes da realização da prova, após o pagamento da
taxa de R$ 175,00 (cento e setenta e cinco reais).
8.4.1 - O modelo de requerimento da segunda via do “Cartão de Identificação” e
o DARE SC: Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais para pagamento da
Procuradoria Geral do Estado
Concurso Público de Provas e Títulos para Procurador do Estado
Edital nº 001/2010
taxa de emissão poderão ser encontrados no endereço eletrônico do concurso
http://pge.fepese.ufsc.br .
8.5 - O acesso aos locais de prova será permitido com a antecedência mínima de
30 (trinta) minutos.
8.6 - Será vedado o acesso dos candidatos que chegarem com atraso, não havendo
qualquer tolerância, sob qualquer alegação ou justificativa.
8.7 - será admitido no local de prova o candidato que apresentar “Cartão de
Identificação” original, acompanhado do respectivo documento de identidade do
candidato.
8.8 - A FEPESE e a Comissão do Concurso em qualquer etapa do concurso, através
de seus prepostos, por medida de segurança, a critério da Coordenação do Local
de Prova, poderá proceder à identificação datiloscópica de qualquer candidato,
bem como revista pessoal e de seus pertences, por quaisquer meios, inclusive
eletrônicos, constituindo a recusa ou impedimento do exercício desta
fiscalização em causa eliminatória do candidato.
8.9 - Durante a realização da prova escrita com questões objetivas, referente à
primeira etapa, é vedada a comunicação entre os candidatos, consulta a
quaisquer livros, revistas, folhetos, apostilas ou anotações, bem como o porte
e ou uso de bonés, chapéus ou qualquer outra cobertura, óculos escuros,
máquinas de calcular, relógios analógicos e ou digitais, telefones celulares,
pager, computadores pessoais ou qualquer outro equipamento elétrico ou
eletrônico, ressalvadas as necessidades dos portadores de deficiência, nos
termos previstos no Edital.
8.10 - Durante a realização das provas práticas, referente a segunda etapa, é
vedada a comunicação entre os candidatos, bem como o porte e ou uso de bonés,
chapéus ou qualquer outra cobertura, óculos escuros, máquinas de escrever e/ou
calcular, relógios analógicos e ou digitais, telefones celulares, pager,
computadores pessoais ou qualquer outro equipamento elétrico ou eletrônico,
ressalvadas as necessidades dos portadores de deficiência. Não será permitida,
nos termos previstos no Regulamento, a consulta a obras jurídicas e/ou textos
legais comentados ou anotados, sendo, no entanto, autorizadas:
8.10.1 - Consultas a súmulas não comentadas;
8.10.2 - A utilização de textos legais sublinhados ou destacados com caneta
"marca-texto";
8.10.3 - A consulta à legislação estadual obtida na Internet, impressa em
apenas uma face, até o máximo de 20 (vinte) folhas.
8.11 - O candidato entregará à fiscalização da sala, independente de qualquer
aviso ou solicitação, todo o material e equipamentos (desligados) e objetos que
não forem necessários para a realização da prova. Os pertences do candidato
deverão ser retirados somente no momento em que entregar a sua prova e retirar-
se do local.
8.12 - A constatação, por qualquer meio, de que o candidato porta material ou
equipamento não permitido, verificada a qualquer momento, mesmo que a prova
tenha sido realizada, implicará anulação da prova e da inscrição do candidato,
sem qualquer outro aviso.
8.13 - Os candidatos somente poderão retirar-se do local das provas após 1
(uma) hora do início das mesmas.
8.14 - Os 3 (três) últimos candidatos de cada sala somente poderão entregar as
provas e retirar-se simultaneamente.
8.15 - Não haverá, em qualquer hipótese, segunda chamada para nenhuma das
provas, nem a realização de prova fora dos horários e locais marcados.
9. DA CLASSIFICAÇÃO E ESCOLHA DE VAGAS