Edital do Concurso Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo - SP (PRODESP/SP) 2006

Visualizaçao do Edital do Concurso

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO
SECRETARIA DA CASA CIVIL
COMPANHIA DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 02/2005
O Presidente da Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo -
PRODESP, no uso de suas atribuições legais, faz saber que fará realizar por meio da Fundação
para o Vestibular da UNESP – Fundação VUNESP, Concurso Público destinado ao provimento de
vagas existentes para os cargos/funções descritos na Tabela especificada no Capítulo I – DOS
CARGOS/FUNÇÕES E DAS VAGAS.
O Concurso Público reger-se-á pelas disposições contidas nas Instruções Especiais, que ficam
fazendo parte integrante deste Edital.
INSTRUÇÕES ESPECIAIS
I – DOS CARGOS/FUNÇÕES E DAS VAGAS
1. O Concurso Público destina-se ao provimento de vagas, pelo regime da Consolidação das Leis
de Trabalho – CLT, nos cargos/funções atualmente vagos, e daqueles que vierem a existir ou os
que forem criados, dentro do prazo de sua validade.
As vagas oferecidas estão distribuídas para São Paulo (Capital), Municípios da Grande São Paulo
e Interior: Araçatuba, Bauru, Marília, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, São José do
Rio Preto e Sorocaba – SP em postos de trabalho visando atender a gestão de novos postos fixos
e móveis.
3. Os cargos/funções, respectivos códigos, local de trabalho, número de vagas, salário inicial, carga
horária semanal e requisitos mínimos exigidos são os estabelecidos na tabela que segue:
Cargos/Funções
Código
Local de Trabalho/
Número de Vagas
Salário Inicial/
Carga Horária
Semanal
Requisitos Mínimos Exigidos
A01 Bauru: 01
A02 Presidente Prudente: 01
Técnico Administrativo
(Administração) – Postos
Fixos
A03 São José Rio Preto: 01
R$ 990,69
(40 horas) de 2ª
a 6ª e sábados
alternados
- Ensino Médio Completo; e
6 (seis) meses de experiência em
rotinas administrativas
Técnico Manutenção -
Posto Fixo
B04
Ribeirão Preto: Cadastro
Reserva
R$ 990,69
(40 horas) de 2ª
a 6ª e sábados
alternados
- Ensino Médio Técnico Completo em
Eletrotécnica; e
1 (um) ano de experiência em
manutenção predial e/ou elétrica
C05 Bauru: 02
C06 Presidente Prudente: 02
C07 Ribeirão Preto: 02
Supervisor
(Atendimento Serviço
Eletrônico) – Postos Fixos
C08 São José Rio Preto: 02
R$ 1.415,64
(40 horas) de 2ª
a 6ª e sábados
alternados
- Cursando Superior; e
1(um) ano de experiência em
Supervisão.
Supervisor
(Atendimento Serviço
Eletrônico) – Postos
Móveis
C09
São Paulo e Grande
São Paulo: 04
R$ 1.415,64
(40 horas) de 2ª
a 6ª e sábados
alternados
- Cursando Superior; e
1 (um) ano de experiência em
Supervisão.
C10 Araçatuba: 02
C11 Marília: 02
C12 Registro: 02
Supervisor
(Atendimento Serviço
Eletrônico) – Postos
Móveis
C13 Sorocaba: 02
R$ 1.285,62
(36 horas) de 2ª
a sábado
- Cursando Superior; e
1 (um) ano de experiência em
Supervisão.
Especialista Suporte
Gestão (Atendimento) -
Posto Fixo
D14
São Paulo e Grande
São Paulo: 01
R$ 3.559,45
(40 horas) de 2ª
a 6ª e sábados
alternados
- Curso Superior Completo; e
3 (três) anos de experiência na área
de Serviços de Atendimento ao Cliente
(SAC), ou na área de Gestão de
Programas de Qualidade.
D15 Araçatuba: 02
D16 Marília: 02
D17 Registro: 02
Especialista Suporte
Gestão (Coordenador
Gestor de Qualidade de
Operação de
Atendimento) – Postos
Móveis
D18 Sorocaba: 02
R$ 3.232,60
(36 horas) de 2ª
a sábado
- Curso Superior Completo; e
3 (três) anos de experiência na área
administrativa ou suprimentos ou
financeira ou em Gestão de Contratos
de Prestação de Serviços.
D19 Bauru: 01
D20 Presidente Prudente: 01
Especialista Suporte
Gestão (Fiscal de
Qualidade de Operação
de Atendimento) – Postos
Fixos
D21 São José Rio Preto: 01
R$ 3.559,45
(40 horas) de 2ª
a 6ª e sábados
alternados
- Curso Superior Completo; e
3 (três) anos de experiência na área
administrativa ou suprimentos ou
financeira ou em Gestão de Contratos
de Prestação de Serviços.
OBS: Para os Postos Móveis, em que o horário de trabalho será de 36 horas, o início e
término da jornada diária de trabalho será móvel considerando: o horário de atendimento ao
Cidadão, a periodicidade dos roteiros e o tempo de percurso da equipe de trabalho até o
local de instalação da Unidade Móvel.
4. Para a comprovação da experiência, será considerado o tempo de estágio limitado a 1 (um) ano
para todos os cargos/funções.
4.1. A comprovação da experiência far-se-á mediante competente registro em Carteira de Trabalho
e Previdência Social em cargos/funções cuja denominação seja compatível com o cargo a que está
concorrendo, e/ou Atestados, Declarações de Pessoa Jurídica de Direito Público ou Privado,
quando se tratar de cargos/funções com terminologia incompatível com a vaga concorrida.
4.2. Na declaração deverão constar, obrigatoriamente: nome do cargo, atribuições, que deverão ser
compatíveis com o cargo a que está concorrendo, identificação do empregador emitente em papel
timbrado, assinatura e firma reconhecida.
5. O salário inicial tem como valor-base o mês de janeiro de 2005.
6. A PRODESP concede, além dos benefícios legais, Plano de Saúde (Médico, Hospitalar e
Odontológico), Assistência Farmacêutica, Vale-Refeição, Vale-Alimentação, Anuênio,
complementação de Auxílio-Doença, Auxílio-Funeral e Seguro de Vida em Grupo.
7. As atribuições de cada cargo encontram-se especificadas no Anexo I.
8. Será assegurada aos portadores de deficiência no presente Concurso Público reserva de vaga
na proporção de 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas, nos termos do artigo 37, inciso VIII, da
Constituição Federal, Lei 7.853/89, regulamentada pelo Decreto 3.298/99, Lei Complementar
683/92, alterada pela Lei Complementar 932/02, e demais legislações aplicáveis à matéria. A
perícia médica realizar-se-á de acordo com a legislação aplicável à espécie, conforme estabelecido
no Capítulo IX – DA CLASSIFICAÇÃO.
8.1. Os candidatos portadores de deficiência participarão do certame em igualdade de condições
com os demais candidatos, no que tange ao conteúdo, avaliação e critérios de aprovação das
provas, data, horário e local de aplicação, e à nota mínima exigida, nos termos do artigo 2º da Lei
Complementar 683/92 e artigo 41 do Decreto 3.298/99.
8.2. Os portadores de deficiência, quando da inscrição, deverão observar o procedimento a ser
cumprido conforme descrito no Capítulo IV – DA INSCRIÇÃO PARA CANDIDATO PORTADOR DE
DEFICIÊNCIA.
8.3. As vagas reservadas aos portadores de deficiência ficarão liberadas se não tiver ocorrido
inscrição ou aprovação desses candidatos, nos termos do artigo 2º, § 2º, da Lei Complementar
683/92.
II – DAS CONDIÇÕES PARA INSCRIÇÃO
1. Para se inscrever o candidato deverá ler o edital em sua íntegra e preencher as condições para
contratação especificadas a seguir:
1.1. ser brasileiro, nato ou naturalizado, ou cidadão português a quem foi concedido igualdade nas
condições previstas no artigo 12, inciso II, § 1.º, da Constituição Federal de 1988;
1.2. ter, na data de convocação, idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos;
1.3. no caso do sexo masculino, estar em dia com o Serviço Militar;
1.4. ser eleitor e estar quite com a Justiça Eleitoral;
1.5. possuir, no ato da convocação, os requisitos mínimos exigidos para o cargo conforme
especificado no Capítulo I – DOS CARGOS/FUNÇÕES E DAS VAGAS e a documentação
comprobatória determinada no item 13.3.1. do Capítulo XII – DA CONTRATAÇÃO;
1.6. não ter sido demitido por justa causa pela PRODESP, não ter sido desligado em decorrência
de programas de demissão voluntária pela PRODESP;
1.7. ter aptidão física e mental para o exercício do cargo/função, comprovada em inspeção
realizada em órgão médico indicado pela PRODESP.
III – DAS INSCRIÇÕES
1. As inscrições deverão ser realizadas pela Internet, no período de 14 de dezembro a 02
de
janeiro de 2006, em um dos cargos/funções previstos no Capítulo I – DOS CARGOS/FUNÇÕES E
DAS VAGAS.
1.1. Para inscrever-se, o candidato deverá:
- acessar o site www.vunesp.com.br
, durante o período de inscrição (14 de dezembro a 02
de janeiro de 2006);
- localizar, no site o “link” correlato ao Concurso Público;
- ler o edital e preencher a ficha de inscrição;
- efetuar o pagamento da inscrição, observado o valor abaixo relacionado, até a data-limite
para encerramento das inscrições (02
de janeiro de 2006).
Cargos/funções de ensino médio e superior incompleto: R$ 35,00 (trinta e cinco reais);
Cargos/funções de ensino superior completo: R$ 70,00 (setenta reais).
1.2. Para efetuar a inscrição, o candidato poderá utilizar os equipamentos do Programa Acessa
São Paulo, disponíveis nos Infocentros em cidades do Estado de São Paulo, descritas no Anexo II.
2. O candidato deverá obrigatoriamente indicar uma única opção código de Cargo/Função.
2.1. Com a opção, ficará claro ainda que será condicionada a própria cidade de realização da prova
escrita.
2.2. Efetuada a inscrição, não será permitida alteração ou troca do cargo apontado na ficha de
inscrição.
3. Não será aceita inscrição por fax-símile, correio eletrônico ou fora do período estabelecido neste
Edital.
4. Às 16 horas (horário de Brasília) do dia 02
de janeiro de 2006, a ficha de inscrição não estará
mais disponibilizada.
5. O valor correspondente à taxa de inscrição, conforme item 1.1., poderá ser efetuado em
qualquer agência bancária.
5.1. O pagamento da importância correspondente à inscrição poderá ser efetuado em dinheiro ou
em cheque.
5.2. A inscrição por pagamento em cheque somente será considerada efetuada após a respectiva
compensação.
5.3. Se, por qualquer razão, o cheque for devolvido, a inscrição do candidato será automaticamente
tornada sem efeito.
5.4. Não haverá devolução da importância paga, nem isenção de pagamento do valor da taxa de
inscrição, seja qual for o motivo alegado.
5.5. A devolução da importância paga somente ocorrerá se o Concurso Público não se realizar.
6. Para o pagamento da taxa de inscrição, somente poderá ser utilizado o boleto bancário gerado
na inscrição até a data-limite do encerramento das inscrições (14 de dezembro a 02
de janeiro de
2006). Atenção para o horário bancário.
7. Não será aceita inscrição por depósito em caixa eletrônico, via postal, fac-símile, transferência
eletrônica, DOC, DOC eletrônico, ordem de pagamento ou depósito comum em conta corrente,
condicional ou fora do período estabelecido de 14 de dezembro a 02
de janeiro de 2006, ou por
qualquer outra via que não a especificada neste Edital. O agendamento só será aceito se
comprovada a sua efetivação dentro do período de inscrição. Será cancelada a inscrição se for
verificado, a qualquer tempo, o não atendimento a todos os requisitos fixados.
8. Após 72 horas do pagamento do boleto bancário, o candidato poderá confirmar o status da
inscrição no site
www.vunesp.com.br
, na página do concurso.
8.1. Caso o resultado da pesquisa, no site da VUNESP, conste inscrição não efetivada o candidato
deverá entrar em contato com o Disque VUNESP, pelo telefone (11) 3874-6300, de segunda a
sexta-feira, das 8 às 20 horas.
9. A inscrição implicará a completa ciência e tácita aceitação das normas e condições
estabelecidas neste edital, sobre as quais o candidato não poderá alegar desconhecimento.
10. As informações prestadas na ficha de inscrição são de inteira responsabilidade do candidato,
cabendo à PRODESP o direito de excluir do Concurso Público aquele que preenchê-la com dados
incorretos, bem como aquele que prestar informações inverídicas, ainda que o fato seja constatado
posteriormente.
11. O candidato será responsável por qualquer erro, omissão, bem como pelas informações
prestadas na ficha de inscrição.
12. Não deverão ser enviadas, à PRODESP ou à VUNESP, qualquer cópia de documento de
identidade, sendo de responsabilidade exclusiva dos candidatos os dados cadastrais informados no
ato de inscrição, sob as penas da lei.
13. Informações referentes ao concurso poderão ser obtidas no site www.vunesp.com.br
. ou pelo
DISQUE VUNESP, por meio do TELEFONE (11) 3874-6300.
IV – DA INSCRIÇÃO PARA CANDIDATO PORTADOR DE DEFICIÊNCIA
1. O candidato, antes de se inscrever, deverá verificar se as atribuições do cargo, especificadas no
Anexo I, são compatíveis com a deficiência de que é portador.
2. O candidato portador de deficiência deverá especificar, na ficha de inscrição, o tipo de
deficiência de que é portador.
2.1. Deverá, ainda, encaminhar ou entregar, até o dia 02
de janeiro de 2006, via sedex ou
pessoalmente, na Fundação VUNESP, localizada na Rua Dona Germaine Burchard, n.º 515 –
Água Branca/Perdizes, São Paulo – SP – CEP 05002-062, a seguinte documentação:
2.1.1. requerimento com a qualificação completa do candidato, bem como especificação do
Concurso Público para o qual está inscrito, o cargo/função a que está concorrendo e a necessidade
ou não de prova braile ou ampliada ou de condições especiais para a realização da prova;
2.1.2. laudo médico que ateste a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência
ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID, bem como a provável
causa da deficiência.
2.1.3. O candidato que não declarar ser portador de deficiência, no ato da inscrição, e não atender
ao solicitado no subitem 2.1., não será considerado portador de deficiência, não poderá impetrar
recurso em favor de sua situação, bem como não terá sua prova especial preparada, seja qual for o
motivo alegado.
2.1.4. Para efeito de prazo estipulado no subitem 2.1. deste Capítulo, será considerada a data de
postagem fixada pela Empresa de Correios e Telégrafos ou a data de protocolo firmado pela
Fundação VUNESP.
3. Os candidatos classificados constantes da lista especial (portadores de deficiência) serão convocados
pela PRODESP, para perícia médica, com finalidade de avaliação da compatibilidade das atribuições do
cargo/função com a deficiência declarada, nos termos do subitem 9.3. e seguintes do Capítulo IX – DA
CLASSIFICAÇÃO FINAL.
3.1. Será excluído do concurso o candidato que tiver deficiência considerada incompatível com as
atribuições do cargo/função.
3.2. Será excluído da Lista Especial (portadores de deficiência aprovados) o candidato que não
tiver configurada a deficiência declarada (declarado não portador de deficiência pelo órgão de
saúde encarregado da realização da perícia), passando a figurar somente na Lista Geral.
3.2.1. Serão consideradas deficiências aquelas conceituadas pela medicina especializada, de
acordo com os padrões mundialmente estabelecidos e legislação aplicável à espécie, e que
constituam inferioridade que implique em grau acentuado de dificuldade para integração social.
3.2.2. Não serão considerados como deficiência os distúrbios passíveis de correção.
4. Após o ingresso do candidato portador de deficiência, a mesma não poderá ser argüida para
justificar a concessão de readaptação do cargo/função, bem como para aposentadoria por
invalidez.
5. Após o prazo de inscrição, fica proibida qualquer inclusão ou exclusão de candidato na lista
específica de portadores de deficiência.
V – DAS PROVAS
1. O Concurso Público constará das seguintes provas e respectivo número de questões:
CARGOS/FUNÇÕES
PROVAS
Nº DE
ITENS
ESCOLARIDADE
Especialista Suporte Gestão
(Atendimento)
Prova Objetiva:
Conhecimentos Gerais (Língua
Portuguesa e Raciocínio Lógico)
Microinformática
Conhecimentos Específicos
15
15
30
Ensino Superior
Completo
Especialista Suporte Gestão
(Coordenador-Gestor de Qualidade de
Operação de Atendimento)
Prova Objetiva:
Conhecimentos Gerais (Língua
Portuguesa e Raciocínio Lógico)
Microinformática
Conhecimentos Específicos
15
08
37
Ensino Superior
Completo
Especialista Suporte Gestão
(Fiscal de Qualidade de Operação de
Atendimento)
Prova Objetiva:
Conhecimentos Gerais (Língua
Portuguesa e Raciocínio Lógico)
Microinformática
Conhecimentos Específicos
20
10
30
Ensino Superior
Completo
Supervisor (Atendimento Serviço
Eletrônico)
Prova Objetiva:
Conhecimentos Gerais (Língua
Portuguesa e Raciocínio Lógico)
Microinformática
Conhecimentos Específicos
17
13
30
Cursando Ensino
Superior
Técnico Administrativo
(Administração)
Prova Objetiva:
Língua Portuguesa
Matemática
Conhecimentos Específicos
Microinformática
15
15
10
10
Ensino Médio
Completo
Técnico de Manutenção
Prova Objetiva:
Conhecimentos Gerais (Língua
Portuguesa e Raciocínio Lógico)
Conhecimentos Específicos
15
35
Ensino Médio
Completo
1.1. A Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será composta de questões de
múltipla escolha, com cinco alternativas cada, que versarão de acordo com o conteúdo
programático estabelecido no Anexo III e terão a duração de 03 (três) horas e 30 (trinta) minutos.
1.2. O horário de início da prova será definido em cada sala de aplicação.
2. A prova será avaliada conforme os critérios estabelecidos no Capítulo VII – DO JULGAMENTO
DA PROVA, deste Edital.
VI – DA PRESTAÇÃO DA PROVA
1. A prova será realizada simultaneamente nas cidades de Araçatuba, Bauru, Marília, Presidente
Prudente, Registro, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São Paulo – Capital e Sorocaba, com
data prevista para o dia 29 de janeiro de 2006.
1.2. A prova objetiva será aplicada às 14 horas.
2. A prova será prestada na cidade para a qual o candidato firmou, na inscrição, a opção de local
de trabalho, sendo assim o candidato somente poderá realizar a prova na cidade onde estiver
concorrendo à vaga.
2.1. Caso o número de candidatos para prestar a prova exceda a oferta de lugares nos colégios da
cidade de prova, a Fundação VUNESP poderá aplicar a prova em municípios vizinhos.
3. A confirmação da data e as informações sobre horário e local para a realização da prova serão
divulgadas oportunamente por meio de Edital de Convocação a ser publicado no Diário Oficial do
Estado de São Paulo – DOE – Caderno Empresarial.
4. Só será permitida a participação na prova na respectiva data, horário e no local constante no
Edital de Convocação.
4.1. Não será permitida, em hipótese alguma, realização da prova fora do local designado.
5. O candidato será convocado ainda para a prova pelo correio.
5.1. Esta convocação não tem caráter oficial, pois é meramente informativa, não sendo aceita a
alegação do não recebimento como justificativa de ausência ou de comparecimento em data, local
ou horário incorreto, devendo o candidato acompanhar pelo DOE a publicação do respectivo Edital
de Convocação.
6. Nos 3 (três) dias que antecederem a data prevista para a prova, caso não tenha recebido o
cartão de convocação, o candidato deverá verificar a publicação do Edital de Convocação no DOE,
podendo ainda consultar os sites www.vunesp.com.br
ou www.prodesp.sp.gov.br, contatar o
DISQUE VUNESP – telefone (11) 3874-6300, de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas, e
verificar as listas afixadas na Sede da PRODESP, sita à Rua Águeda Gonçalves, nº 240 – Jardim
Pedro Gonçalves, em Taboão da Serra – SP.
7. Eventualmente, se, por qualquer que seja o motivo, o nome do candidato não constar do Edital
de Convocação, mas seja apresentado o respectivo comprovante de pagamento, efetuado nos
moldes previstos neste edital, o mesmo poderá participar deste Concurso Público, devendo
preencher, no dia da realização da prova, formulário específico.
7.1. A inclusão de que trata este item será realizada de forma condicional, sujeita à posterior
verificação da regularidade da referida inscrição.
7.2. Constatada a irregularidade da inscrição, a inclusão do candidato será automaticamente
cancelada, sem direito à reclamação, independentemente de qualquer formalidade, considerados
nulos todos os atos dela decorrentes.
8. O candidato deverá comparecer ao local designado para a prova, com antecedência mínima de
30 (trinta) minutos, munido de:
8.1. comprovante de inscrição;
8.2. caneta de tinta azul ou preta, lápis preto n.º 2 e borracha macia;
8.3. original de um dos seguintes documentos de identificação: Cédula de Identidade (RG); Carteira
de Órgão ou Conselho de Classe; Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); Certificado
Militar; Carteira Nacional de Habilitação, expedida nos termos da Lei Federal n.º 9.503/97 e dentro
do prazo de validade.
9. Somente será admitido na sala de prova o candidato que apresentar um dos documentos
discriminados no subitem anterior, desde que permita, com clareza, a sua identificação.
10. Não serão aceitos protocolo, cópia dos documentos citados, ainda que autenticada, ou
quaisquer outros documentos diferentes dos anteriormente definidos, inclusive carteira funcional de
ordem pública ou privada.
11. Não será admitido na sala de prova o candidato que se apresentar após o horário estabelecido
para o seu início.
12. Não haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado para justificar o atraso ou a
ausência do candidato, nem aplicação da prova fora do local, data e horário pré-estabelecidos.
13. Será eliminado do Concurso Público o candidato que, durante a realização da prova, for
surpreendido comunicando-se com outro candidato ou com terceiros, verbalmente, por escrito ou
por qualquer outro meio de comunicação.
14. Durante a prova, não serão permitidas consultas bibliográficas de qualquer espécie, bem como
utilização de máquina calculadora, agendas eletrônicas ou similares, telefone celular, BIP, walkman
ou de qualquer material que não seja o estritamente necessário.
15. É terminantemente proibida, sob qualquer alegação, a saída do candidato do local do exame
antes de decorridas 02 (duas) horas do início da prova, quando lhe será permitido levar o Caderno
de Questões Objetivas.
16. O candidato não poderá ausentar-se da sala de prova sem o acompanhamento de um fiscal.
17. O candidato que, eventualmente, necessitar alterar algum dado cadastral, por erro de digitação
constante na convocação, deverá entregar a correção no próprio cartão de convocação ou em
formulário específico, devidamente datado e assinado ao fiscal da sala. O candidato que queira
fazer alguma reclamação ou sugestão deverá procurar a Sala de Coordenação no local em que
estiver prestando a prova.
18. Não haverá prorrogação do tempo previsto para a aplicação da prova em virtude de
afastamento, por qualquer motivo, de candidato da sala de prova.
19. No ato da realização da prova, o candidato receberá a Folha Definitiva de Respostas e o
Caderno de Questões.
19.1. O candidato deverá transcrever as respostas para a Folha Definitiva de Respostas, com
caneta de tinta azul ou preta, bem como assinar no campo apropriado.
19.2. A Folha Definitiva de Respostas, cujo preenchimento é de responsabilidade do candidato, é o
único documento válido para a correção eletrônica e deverá ser entregue no final da prova ao fiscal
de sala, levando somente o Caderno de Questões.
19.3. Não será computada questão com emenda ou rasura, ainda que legível, nem questão não
respondida ou que contenha mais de uma resposta, mesmo que uma delas esteja correta.
19.4. Não deverá ser feita nenhuma marca fora do campo reservado às respostas ou à assinatura,
pois qualquer marca poderá ser lida pelas leitoras ópticas, prejudicando o desempenho do
candidato.
19.5. Em hipótese alguma haverá substituição da Folha Definitiva de Respostas por erro do
candidato.
20. A pontuação relativa à(s) questão(ões) eventualmente anulada(s) será atribuída a todos os
candidatos presentes à prova.
21. A Fundação VUNESP, objetivando preservar a veracidade e a autenticidade do Certame,
procederá à coleta de impressões digitais dos candidatos na Folha Definitiva de Respostas.
21.1. Na hipótese de o candidato não autenticá-la por impressões digitais, deverá registrar sua
assinatura, em formulário específico, por três vezes.
22. Será excluído do Concurso Público o candidato que:
a) apresentar-se após o horário estabelecido;
b) não comparecer à prova, conforme convocação oficial, seja qual for o motivo alegado;
c) não apresentar o documento de identidade conforme previsto no subitem 8.3. deste Capítulo;
d) ausentar-se da sala ou local de prova sem o acompanhamento de um fiscal;
e) for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou utilizando-se calculadora, livros, notas
ou impressos não permitidos;
f) estiver portando ou fazendo uso de qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação;
g) lançar mão de meios ilícitos para executar a prova;
h) fizer anotação de informações relativas às suas respostas em qualquer material que não o
fornecido pela Fundação VUNESP;
i) não devolver ao fiscal a Folha Definitiva de Respostas ou qualquer outro material de aplicação da
prova;
j) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos;
k) estiver portando arma, mesmo que possua o respectivo porte;
l) agir com incorreção ou descortesia para com qualquer membro da equipe encarregada da
aplicação da prova.
VII – DO JULGAMENTO DA PROVA
1. Da Prova Objetiva:
1.1. A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será avaliada na escala de 0 (zero) a
100 (cem) pontos.
1.2. Na avaliação e correção da prova será utilizado o escore bruto.
1.3. O escore bruto corresponde ao número de acertos que o candidato obtém na prova.
1.4. Para se chegar ao total de pontos, o candidato deverá dividir 100 (cem) pelo número de
questões da prova e multiplicar pelo número de questões acertadas. O cálculo final será igual ao
total de pontos obtidos pelo candidato.
1.5. Será considerado habilitado na prova o candidato que obtiver no mínimo 50 (cinqüenta) pontos
e não zerar em nenhuma área de composição da prova.
1.6. O candidato não habilitado ou não classificado, conforme tabela a seguir, será eliminado do
concurso.
Postos Fixos – Número de vagas/candidatos classificados
Bauru
São José do Rio
Preto
Presidente
Prudente
Ribeirão Preto
São Paulo e
Grande São Paulo
Cargo/Função
Número
de
Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Número
de
Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Número
de
Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Número
de
Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Número
de
Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Técnico
Administrativo
(Administração)
1 50 1 50 1 50 - - - -
Técnico
Manutenção
- - - - - -
Cadastro
Reserva
50 - -
Supervisor
(Atendimento Serviço
Eletrônico)
2 50 2 50 2 50 2 50 - -
Especialista
Suporte Gestão
(Fiscal de Qualidade
de Operação de
Atendimento)
1 50 1 50 1 50 - - - -
Especialista
Suporte Gestão
(Atendimento)
- - - - - - - - 1 50
Postos Móveis – Número de vagas/candidatos classificados
Registro Sorocaba Marília Araçatuba
São Paulo e Grande
São Paulo
Cargo/Função
Número
de
Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Número
de
Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Número
de
Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Número
de Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Número
de
Vagas
Candidatos
classificados
/aprovados
Supervisor
(Atendimento
Serviço Eletrônico)
2 50 2 50 2 50 2 50 4 100
Especialista
Suporte Gestão
(Coordenador Gestor
de Qualidade de
Operação de
Atendimento)
2 50 2 50 2 50 2 50 - -
VIII - DA PONTUAÇÃO FINAL
8.1. A pontuação final será a nota obtida na prova objetiva.
IX – DA CLASSIFICAÇÃO FINAL
1. Os candidatos aprovados serão classificados por ordem decrescente da pontuação final, por
cargo/função e local de trabalho.
2. Os candidatos classificados serão enumerados em duas listas, sendo uma geral (todos os
candidatos aprovados) e outra especial (portadores de deficiência aprovados), que serão
publicadas no DOE.
3. A Lista Especial (portadores de deficiência aprovados) será publicada em ordem alfabética,
sendo concedidos 5 (cinco) dias corridos, a partir da data da publicação, para que os interessados
retirem o formulário para a perícia médica no local indicado.
3.1. A perícia médica será realizada por órgão público credenciado pela PRODESP, para
verificação da compatibilidade da deficiência com o exercício das atribuições do cargo/função, por
especialista na área de deficiência de cada candidato, devendo o laudo ser proferido no prazo de 5
(cinco) dias corridos contados do respectivo exame.
3.2. Quando a perícia concluir pela inaptidão do candidato, constituir-se-á, caso o candidato
requerer, no prazo de 5 (cinco) dias corridos, junta médica para nova inspeção, da qual poderá
participar profissional indicado pelo interessado.
3.3. A indicação do profissional pelo interessado, deverá ser feita no prazo de 5 (cinco) dias
corridos, contados da ciência do laudo referido no item anterior.
3.4. A junta médica deverá apresentar conclusão no prazo de 5 (cinco) dias corridos, contados da
data da realização do exame.
3.5. Não caberá qualquer recurso da decisão proferida pela junta médica, nos termos da Lei
Complementar n.º 683/92.
3.6. Findo o prazo estabelecido no item anterior, serão publicadas no DOE as Listas de
Classificação Final Geral e Especial, das quais serão excluídos os portadores de deficiência
considerados inaptos na inspeção médica.
3.7. O candidato cuja deficiência não for configurada constará apenas da lista de Classificação
Final Geral.
3.8. Não ocorrendo inscrição no Concurso Público ou aprovação de candidatos portadores de
deficiência, será elaborada somente a Lista de Classificação Final Geral.
4. O percentual de vagas reservado aos portadores de deficiência será revertido para
aproveitamento de candidatos da Lista de Classificação Final Geral se não houver inscrição,
aprovação ou ainda se o número de aprovados portadores de deficiência não atingir o limite a eles
reservado.
X – DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE
1. Em caso de igualdade da pontuação final, serão aplicados, sucessivamente, os seguintes
critérios de desempate ao candidato:
1.1. para todos os cargos/funções: com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, nos termos
da Lei Federal nº 10.741/2003, entre si e frente aos demais, sendo que será dada preferência ao
de idade mais elevada;
1.2. para os cargos/funções de Especialista Suporte Gestão (Atendimento), Especialista
Suporte Gestão (Coordenador-Gestor de Qualidade de Operação de Atendimento) e
Especialista Suporte Gestão (Fiscal de Qualidade de Operação de Atendimento):
a) maior número de acertos nas questões de Conhecimentos Específicos;
b) maior número de acertos nas questões de Língua Portuguesa;
c) maior número de acertos nas questões de Raciocínio Lógico.
1.3. para os cargos/funções de Supervisor (Atendimento Serviço Eletrônico):
a) maior número de acertos nas questões de Conhecimentos Específicos;
b) maior número de acertos nas questões de Língua Portuguesa;
c) maior número de acertos nas questões de Raciocínio Lógico;
1.4. para o cargo/função de Técnico Administrativo (Administração):
a) maior número de acertos nas questões de Conhecimentos Específicos;
b) maior número de acertos nas questões de Língua Portuguesa;
c) maior número de acertos nas questões de Matemática.
1.5. para o cargo/função de Técnico de Manutenção:
a) maior número de acertos nas questões de Conhecimentos Específicos;
b) maior número de acertos nas questões de Raciocínio Lógico.
c) maior número de acertos nas questões de Língua Portuguesa.
1.6. para todos os cargos/funções: for mais idoso dentre os candidatos com idade inferior a 60
(sessenta) anos.
1.7. Persistindo o empate, a escolha será feita a partir da realização de sorteio pela Comissão da
PRODESP, especialmente designada para esse fim, com convite à presença dos candidatos
empatados, que definirá o escolhido.
XI – DOS RECURSOS
1. O prazo para interposição de recurso será de 2 (dois) dias úteis contados da data da publicação
do fato que lhe deu origem.
2. Admitir-se-á um único recurso por candidato e de forma individualizada, ou seja, 1 (um) recurso
para cada questão e em 2 (duas) vias de igual teor (original e cópia).
3. O recurso – Anexo IV - deverá ser dirigido ao Senhor Presidente da Comissão de Concurso da
PRODESP e entregue à Rua Agueda Gonçalves, nº 240 – Jardim Pedro Gonçalves, em Taboão da
Serra – SP – CEP 06750-900 – Gerência de Recursos Humanos, das 9 às 16 horas, com as
seguintes especificações:
- nome do candidato;
- número de inscrição;
- número do documento de identidade;
- cargo/ função e código do cargo/função para o qual se inscreveu;
- número do concurso
- endereço completo;
- a fundamentação ou o embasamento, com as devidas razões do recurso.
4. O recurso deverá estar digitado ou datilografado e assinado, não sendo aceito recurso interposto
por fac-símile (fax), telex, internet, telegrama ou outro meio não especificado neste Edital.
5. O recurso recebido será encaminhado à Fundação VUNESP para análise e manifestação a
propósito do argüido, após o que será devolvido à PRODESP.
6. A decisão do deferimento ou indeferimento do recurso será dada a conhecer coletivamente, por
meio de publicação no DOE, pela PRODESP.
7. No caso de provimento de recurso interposto dentro das especificações, poderá, eventualmente,
alterar a nota/classificação inicial obtida pelo candidato para uma nota/classificação superior ou
inferior ou ainda poderá ocorrer a desclassificação do candidato que não obtiver nota mínima
exigida para habilitação.
8. Será indeferido o recurso interposto fora da forma e dos prazos estipulados neste edital.
9. A interposição dos recursos não obsta o regular andamento do cronograma do Concurso.
10. A banca examinadora constitui última instância para recurso, sendo soberana em suas
decisões, razão pela qual não caberão recursos adicionais.
11. Não haverá, em hipótese alguma, vistas de prova.
XII – DO RESULTADO FINAL
1. O resultado final do concurso será publicado no DOE, a partir do dia 21 de fevereiro de 2006, e
divulgado na portaria da Sede da PRODESP, situada na Rua Agueda Gonçalves, 240 – Jardim
Pedro Gonçalves – Taboão da Serra/SP, e nos sites
www.vunesp.com.br
e
www.prodesp.sp.gov.br
.
1.1. Serão publicados no DOE apenas os resultados dos candidatos, que lograrem classificação no
Concurso.
XIII – DA CONTRATAÇÃO
1. À PRODESP reserva-se o direito de proceder às contratações em número que atenda ao
interesse e às necessidades do serviço, de acordo com a disponibilidade orçamentária da
PRODESP, os cargos/funções vagos existentes e o limite fixado pela legislação vigente, durante o
período de validade do Concurso Público.
2. A aprovação e a classificação definitiva geram para o candidato apenas a expectativa de direito
à contratação.
3. Por ocasião da convocação, que antecede à contratação, o candidato classificado deverá
apresentar documentos originais, acompanhados de uma cópia xerográfica, que comprovem os
requisitos para provimento e que deram as condições estabelecidas para inscrição.
3.1. A convocação que trata o item anterior será realizada por meio de telegrama e o candidato
deverá apresentar-se, à PRODESP – Companhia de Processamento de Dados do Estado de São
Paulo, sita à Rua Agueda Gonçalves, 240 – Jardim Pedro Gonçalves – Taboão da Serra/SP na
data estabelecida no mesmo, munido de:
- 2 (duas) fotos 3x4 recentes com fundo branco;
- Carteira de Trabalho e Previdência Social;
- Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento, se for casado, ou de Casamento com
Averbação, se for separado judicialmente;
- Título de Eleitor e comprovante de estar quite com a Justiça Eleitoral;
- Certificado de Reservista ou Dispensa de Incorporação, quando do sexo masculino e
comprovante de estar quite com a justiça militar;
- Cédula de Identidade – RG ou RNE;
- Inscrição no PIS/PASEP;
- Cadastro de Pessoa Física – CPF - regularizado;
- Declaração Negativa de Acumulação de Emprego Público (a ser fornecida pela PRODESP);
- Comprovante da escolaridade exigida,
- Comprovante do Registro no respectivo Conselho de Classe, para profissões regulamentadas;
- Comprovante da experiência exigida para o cargo/função, conforme especificado no item 3., do
Capítulo I – DOS CARGOS/FUNÇÕES E DAS VAGAS, deste edital;
- Certidão de Nascimento dos filhos e Caderneta de Vacinação dos filhos menores de 14 anos (se
houver);
- Comprovante de recolhimento de Contribuição Sindical (se houver);
- Relação dos Salários de Contribuição dos últimos 12 meses (se houver);
- Carta de concessão de aposentadoria, caso seja aposentado(a);
-Outros documentos que a PRODESP julgar necessários.
4. Obedecida a ordem de classificação, o candidato convocado será submetido a exame-médico,
que avaliará sua capacidade física e mental no desempenho das tarefas pertinentes ao
cargo/função a que concorre.
4.1. As decisões do Serviço Médico da PRODESP, de caráter eliminatório para efeito de
contratação, são soberanas e delas não caberá qualquer recurso.
5. Não serão aceitos, no ato da convocação e/ou contratação, protocolos ou cópias dos
documentos exigidos. As cópias somente serão aceitas se estiverem acompanhadas do original.
6. A PRODESP seguirá rigorosamente a ordem de classificação quando da convocado para
contratação.
7. No caso de desistência do candidato selecionado, quando convocado para uma vaga, o fato será
formalizado pelo mesmo por meio de Termo de Desistência Definitiva. O não comparecimento no
prazo estipulado, quando convocado, implicará na sua exclusão e desclassificação em caráter
irrevogável e irretratável do Concurso Público, fato comprovado pela empresa pelo Termo de
Convocação e Aviso de Recebimento.
8. Ao candidato será facultado o direito de, por uma única vez, desistir temporariamente de prover
a vaga oferecida.
8.1. Em se tratando do que dispõe o subitem 7. deste Capítulo, será firmado Termo de Desistência
Temporária, ficando claro que renunciará da sua classificação original, passando a ocupar a última
classificação da lista dos aprovados, no aguardo de nova convocação, que poderá ou não se
efetivar, haja vista o período de vigência deste Concurso Público.
8.2. A desistência temporária só poderá ser formalizada após a entrega e comprovação dos
requisitos mínimos exigidos para o exercício do cargo/função em concurso.
9. Não será contratado o candidato habilitado que fizer, em qualquer documento, declaração falsa
ou inexata, para fins de contratação, e não possuir os requisitos exigidos no edital na data de
convocação da entrega da documentação.
10. A PRODESP, no momento de recebimento dos documentos para admissão afixará 1 (uma) foto
3x4 do candidato, no Cartão de Autenticação Digital (CAD), e na seqüência, coletará a assinatura
do candidato e procederá à autenticação digital no Cartão.
11. O candidato que vier a ser contratado não poderá pleitear transferência do local de trabalho
antes de decorrido o prazo de 02 (dois) anos de exercício naquele para o qual foi contratado e
desde que observadas as normas vigentes da PRODESP sobre a matéria.
12. Não poderá ser admitido o candidato que receber proventos em virtude de aposentadoria pelo
exercício de cargo, emprego ou função na Administração Municipal, Estadual ou Federal, nos
termos do disposto no §10 do artigo 37 da Constituição Federal, com redação alterada pela
Emenda Constitucional nº 20/98.
XIV – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
1. A inscrição do candidato implicará a completa ciência das normas e condições estabelecidas
neste Edital e nas normas legais pertinentes, sobre as quais não poderá alegar desconhecimento.
2. A inexatidão e/ou irregularidades nos documentos, mesmo que verificadas a qualquer tempo, em
especial por ocasião da nomeação, acarretarão a nulidade da inscrição com todas as suas
decorrências, sem prejuízo das demais medidas de ordem administrativa, cível ou criminal.
3. O prazo de validade deste Concurso Público será de 2 (dois) anos, contado da data da sua
homologação, podendo ser prorrogado, a critério da PRODESP, uma única vez e por igual período.
4. Caberá ao Presidente da PRODESP a homologação dos resultados finais deste Concurso
Público.
5. Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais atualizações ou retificações, enquanto não
consumada a providência ou evento que lhes disser respeito, circunstância que será mencionada
em Edital ou Aviso a ser publicado no Diário Oficial do Estado.
6. As informações sobre o presente Concurso Público, até a publicação da classificação final, serão
prestadas pela Fundação VUNESP, pela Internet, no site
www.vunesp.com.br
e, por meio do
DISQUE VUNESP - telefone (11) 3874-6300, de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas, sendo
que após a competente homologação serão de responsabilidade da PRODESP, podendo ser
encontradas no site
www.prodesp.sp.gov.br
, e, em caso de dúvida à Ouvidoria da PRODESP, pelo
e-mail
ouvidoria@prodesp.sp.gov.br
.
7. Em caso de alteração de algum dado cadastral, até a emissão da classificação final, o candidato
deverá requerer a atualização à Fundação VUNESP, localizada na Rua Dona Germaine Burchard,
nº 515 – Água Branca/Perdizes, São Paulo – SP, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30,
após o que e durante o prazo de validade deste Certame junto à Área de Seleção da PRODESP, à
Rua Agueda Gonçalves, 240 – Jardim Pedro Gonçalves – Taboão da Serra/SP, aos cuidados da
área de Seleção, através de correspondência com aviso de recebimento.
8. A PRODESP e a Fundação VUNESP se eximem das despesas com viagens e estadas dos
candidatos para comparecimento em quaisquer das fases deste Concurso Público.
9. A Fundação VUNESP não emitirá Declaração de Aprovação no Certame, pois a própria
publicação no Diário Oficial do Estado é documento hábil para fins de comprovação da aprovação.
10. Todas as convocações, avisos e resultados oficiais, referentes a este Concurso Público, serão
comunicados e/ou publicados no Diário Oficial do Estado, sendo de inteira responsabilidade do
candidato o seu acompanhamento, não podendo ser alegado qualquer espécie de
desconhecimento.
11. A PRODESP e a Fundação VUNESP não se responsabilizam por eventuais prejuízos ao
candidato decorrentes de:
a) endereço não atualizado;
b) endereço de difícil acesso;
c) correspondência devolvida pela ECT por razões diversas de fornecimento e/ou endereço errado
do candidato.
d) correspondência recebida por terceiros.
12. Os questionamentos relativos a casos omissos ou duvidosos serão julgados pela Comissão de
Concurso da PRODESP, conjuntamente com a VUNESP.
13. Decorridos 90 (noventa) dias da data da homologação e não caracterizando qualquer óbice, é
facultada a incineração da prova e demais registros escritos, mantendo-se, porém, pelo prazo de
validade do Concurso Público, os registros eletrônicos.
14. Sem prejuízo das sanções criminais cabíveis, a qualquer tempo, a PRODESP poderá anular a
inscrição, prova ou contratação do candidato, desde que sejam verificadas falsidades de
declaração ou irregularidade no Certame.
São Paulo, 29 de novembro de 2005.
PAULO SÉRGIO VARELLA
Diretor-Presidente da PRODESP
ANEXO I - ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS/FUNÇÕES
Especialista Suporte Gestão (Atendimento):
Coordenar juntamente com os supervisores dos órgãos, a validação de procedimentos, fluxos e
estratégias de atendimento. Supervisionar a aplicação e tabulação da Pesquisa de Satisfação
Bimestral, realizada pelo Posto. Suprir a Coordenação com relatórios e informações para a gestão
do atendimento no Posto. Acompanhar, conforme orientação da Coordenadoria, as atividades de
atendimento, no que se refere às reclamações, tempo de espera, qualidade do atendimento
prestado, identificando problemas e apresentando soluções. Programar e organizar eventos
internos e externos do Posto identificando os serviços que poderão ser disponibilizados, a
quantidade de funcionários e infra-estrutura necessária, etc.. Responder as Fichas de Manifestação
do Cidadão. Contribuir com subsídios para a definição de metodologias de análise,
acompanhamento e elaboração de indicadores de desempenho e qualidade do atendimento.
Participar da implementação das diretrizes estabelecidas para a melhoria do desempenho dos
funcionários e qualidade do atendimento. Analisar relatórios estatísticos e outras fontes de
informação com o objetivo de propor melhorias para o atendimento. Acompanhar as atividades das
equipes de Orientação ao cidadão e funcionários multitarefa. Atuar nas contingências no
atendimento do Posto.
Especialista Suporte Gestão (Coordenador-Gestor de Qualidade de Operação de
Atendimento):
Gerir a qualidade/padrão Poupatempo dos serviços oferecidos no Posto pelos terceiros. Analisar a
documentação mensalmente apresentada pela Contratada, atestando as faturas decorrentes.
Estabelecer formas e estratégias de relacionamento entre a administração terceirizada do Posto e
a Superintendência. Elaborar e implementar programas de formação e capacitação específica dos
recursos humanos. Indicar à Coordenação do Projeto/Superintendência a necessidade de ações,
medidas, atividades e trabalhos conjuntos entre a administração terceirizada e os Representantes
Institucionais. Coordenar o monitoramento da qualidade dos serviços oferecidos pelo Posto e
executado por terceiros. Receber, analisar e auditar as estatísticas de atendimento. Acompanhar e
auditar o retorno às manifestações da população. Acompanhar e auditar as pesquisas de
satisfação dos usuários.
Especialista Suporte Gestão (Fiscal de Qualidade de Operação de Atendimento):
Gerir a qualidade/padrão Poupatempo dos serviços oferecidos no Posto pelos terceiros. Analisar a
documentação mensalmente apresentada pela contratada para fins de faturamento. Monitorar a
qualidade dos serviços executados por terceiros. Avaliar a prestação de informações e de serviços,
a manutenção das instalações prediais, dos equipamentos, dos recursos de teleinformática e dos
demais serviços de apoio (limpeza, segurança, etc). Monitorar as estatísticas de atendimento e
acompanhar as pesquisas de satisfação dos usuários. Analisar os relatórios gerenciais
encaminhados pela administração do Posto.
Supervisor (Atendimento Serviço Eletrônico):
Supervisionar as atividades relacionadas ao atendimento e a administração dos recursos
disponíveis na sala e-poupatempo. Implementar as diretrizes emanadas da Gerência e-
poupatempo e propor ajustes, quando for o caso. Aplicar as metodologias relacionadas à
identificação do perfil e necessidades dos usuários dos serviços eletrônicos. Coletar dados
referentes aos problemas existentes nos sítios e serviços estaduais. Prestar atendimento aos
cidadãos em conformidade com as diretrizes do Programa Poupatempo. Disponibilizar as pré-
condições para o desenvolvimento de projetos específicos relacionados à interface homem-
computador, como também, participar ativamente dos mesmos. Colaborar na formação e
capacitação específicas dos recursos humanos alocados. Dar retorno às manifestações dos
cidadãos. Subsidiar a Gerência do e-poupatempo na elaboração de Normas & Procedimentos.
Técnico Administrativo (Administração):
Digitar, arquivar e controlar documentos. Efetuar controle de serviços diversos (benefícios, Sedex,
despesas telefônicas, uniformes, etc..). Emitir solicitação de Compras e Requisição de Materiais.
Efetuar controle e processamento mensal dos relatórios do sistema eletrônico de ponto. Realizar
compras através do Fundo Fixo, obedecendo a normas. Auxiliar, quando necessário, áreas como:
Atendimento, Secretaria, etc.. Realizar contatos telefônico e pessoal com clientes e fornecedores.
Técnico de Manutenção:
Executar operações e manobras nas cabines de média tensão. Efetuar manutenção
preventiva/corretiva da rede hidráulica/elétrica e manutenção predial. Preparar infra-estrutura para
instalação de máquinas e equipamentos de teleprocessamento e informática. Programar e
acompanhar os trabalhos realizados por empresas de serviços de manutenção assistência técnica.
Realizar contatos telefônico e pessoal com clientes e fornecedores.
ANEXO II ENDEREÇO DOS INFOCENTROS
INFOCENTRO ENDEREÇO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:
Bom Prato Santo Amaro
Rua Mário Lopes, 685 - Santo
Amaro
Segunda a sexta-feira 9h30 às
16h30
Campinas Shopping
Rua. Jacy Teixeira de
Camargo,940 - Jd. do Lago -
Campinas-SP
Segunda a sexta-feira 10 às 20
horas e Sábado 10 às 15 horas
CIC Ferraz de
Vasconcelos
Avenida Américo Trufelli, 60 -
Parque São Francisco
Segunda a sexta-feira 9 às 17 horas
CIC Francisco Morato
Rua Tabatinguera, 46 Centro -
Francisco Morato
Segunda a sexta-feira 9 às 17 horas
CPTM Barra Funda
Rua Mário de Andrade, 69 -
Barra Funda
Segunda a sexta-feira 9 às 18 horas
CPTM Brás
Praça Agente Cícero, S/N -
Brás
Segunda a sexta-feira 9 às 18 horas
CPTM Dom Bosco
Rua Sábbado D'angelo, 1024 -
Itaquera
Segunda a sexta-feira 8 às 14 horas
CPTM Granja Julieta
Avenida das Nações Unidas,
15187 - Vila Gertrudes
Segunda a sexta-feira 8 às 14 horas
CPTM Itaim Paulista
Rua Rafael Correia da Silva,
13 - Itaim Paulista
Segunda a sexta-feira 8 às 14 horas
CPTM José Bonifacio
Avenida Nagib Farah Maluf,
1500 - José Bonifácio
Segunda a sexta-feira 8 às 14 horas
CPTM Mogi das Cruzes
Praça Sacadura Cabral, S/N -
Centro - Mogi das Cruzes
Segunda a sexta-feira 8 às 14 horas
CPTM Pinheiros
Av. das Nações Unidas, 5701 -
Pinheiros
Segunda a sexta-feira 8 às 14 horas
CPTM São Miguel Paulista
Rua Salvador de Medeiros,
451 - São Miguel Paulista
Segunda a sexta-feira 8 às 14 horas
CPTM Socorro
Av. das Nações Unidas, S/N -
Jurubatuba
Segunda a sexta-feira 8 às 14 horas
CPTM Tatuapé
Rua Catiguá, S/N - Tatuapé Segunda a sexta-feira 9 às 18 horas
EMTU São Mateus
Rua Adélia Chohfi, 100 - São
Mateus
Segunda a sexta-feira 8 às 19 horas
Espaço da Juventude
Praça Antônio Prado, 09
(próximo a Estação São Bento
do Metrô)
Segunda a sexta-feira 8 às 17h30
Estação Especial da Lapa
Rua Guaicurus, 1.274 - Lapa Segunda a sexta-feira 8 às 12 horas
e das 13 às 17 horas
Infocentro CPTM Piqueri
Rua José Peres Campelo, S/N
- Pirituba
Segunda a sexta-feira 8 às 14 horas
Metrô Sé
Praça da Sé, S/N - Centro Todos os dias das 7 às 22 horas
Municipal de São Vicente
Rua Frei Gaspar, 384 - sala
nº29
Segunda a sexta-feira 9 às 16h20
Osasco
Avenida dos Autonomistas,
1945 (acesso pela Rua Dep.
Emílio Carlos) -Osasco
Segunda a sexta-feira 8 às 17 horas
Parque Baby Barioni
Av. Dona Germaine Bucchard,
451- Água Branca
Segunda a sexta-feira 7 às 19 horas
Poupatempo Campinas
Av. Francisco Glicério, 935,
Campinas- SP (próximo ao
Correio)
Segunda a sexta-feira 7 às 19 horas
e Sábado 7 às 13 horas
Poupatempo Guarulhos
Rua José Campanella, 5 -
Bairro Macedo - Guarulhos -
(antiga fábrica Abaeté)
Segunda a sexta-feira 7 às 19 horas
e Sábado 7 às 13 horas
Poupatempo Itaquera
Avenida do Contorno, 60 -
Itaquera (Estação Corinthians-
Itaquera do Metrô)
Segunda a sexta-feira 7 às 19 horas
e Sábado 7 às 13 horas
Poupatempo Ribeirão
Preto
Avenida Presidente Kennedy,
1500 Ribeirão Preto - SP
(dentro do Novo Shopping)
Segunda a sexta-feira 9 às 19 horas
e Sábado 9 às 15 horas
Poupatempo Santo Amaro
Rua Amador Bueno, 256
(Próximo Terminal de
Transferência)
Segunda a sexta-feira 7 às 19 horas
e Sábado 7 às 13 horas
Poupatempo São
Bernardo do Campo
Rua Nicolau Filizola, 100 - São
Bernardo do Campo - SP
Segunda a sexta-feira 7 as 19 horas
e Sábado 7 às 13 horas
Poupatempo São José
dos Campos
Av. São João, 2.200 - São
José dos Campos - SP (dentro
do Shopping Colinas)
Segunda a sexta-feira 9 às 21 horas
e Sábado 9 às 15 horas
Poupatempo Sé I
Praça do Carmo, S/N (utilize a
saída do Metrô Sé da Rua
Anita Garibaldi)
Segunda a sexta-feira 7 às 19 horas
e Sábado 7 às 13 horas
SEADE - Fundação
Sistema Estadual de
Análise de Dados
Avenida Casper Líbero, 478 -
Térreo - Luz
Segunda a sexta-feira 9 às 17 horas
Secretária da Assistência
e Desevolvimento Social
Rua Bela Cintra, 1032 -
Consolação
Segunda a sexta-feira 9 às 17 horas
Secretária da Fazenda -
Poupatempo Sé II
Avenida Rangel Pestana, 300 -
Primeiro andar
Segunda a sexta-feira 8 às 18 horas
Seplan
Rua Iguatemi, 107 - Itaim Bibi Segunda a sexta-feira 9 às 17 horas
Municipal de Bauru
Rua Amazonas, Quadra 1, n.
41 - Jardim Cruzeiro do Sul
Segunda a quinta-feira 10 às 22
horas, sexta-feira 10 às 18 horas e
Sábado 14 às 18 horas
Municipal de Marília
Avenida Sampaio Vidal, 245 Segunda a sexta-feira 8h30 às 18
horas
Municipal de São José do
Rio Preto
Praça Jornalista Leonardo
Gomes, 1 (Praça Cívica)
Segunda a sexta-feira 8 às 17 horas
Municipal de Araçatuba
Rua Armando Salles de
Oliveira, s/n
Segunda a sexta-feira 9 às 17 horas
Municipal de Presidente
Prudente
Avenida Washington Luiz, 544
- Centro
Segunda a sexta-feira 09:00 às
19:00h e Sábado 09:00 às 15:00h
Poupatempo Ribeirão
Preto
Avenida Presidente Kennedy,
1500 Ribeirão Preto - SP
(dentro do Novo Shopping)
Segunda a sexta-feira 9 às 19 horas
e Sábado 9 às 15 horas
Municipal de Registro
Rua São Francisco Xavier, 165
- sala 2 - Térreo - Centro
Segunda a sexta-feira 8 às 12 e das
13 às 17 horas
OBS: Os postos acima estarão recebendo cópias do edital, mas as inscrições podem ser realizadas
nos demais postos do Infocentro, distribuídos no Estado.
ANEXO III - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
PARA TODOS OS CARGOS/FUNÇÕES:
LÍNGUA PORTUGUESA:
Interpretação de texto. Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Pontuação. Emprego das classes de
palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção:
emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem. Vozes verbais: ativa e passiva.
Colocação pronominal. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Crase.
Sinônimos, antônimos e parônimos. Sentido próprio e figurado das palavras.
RACIOCÍNIO LÓGICO (EXCETO PARA O TÉCNICO ADMINISTRATIVO):
Visa avaliar a habilidade do candidato em entender a estrutura lógica das relações arbitrárias entre
pessoas, lugares, coisas, eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e
avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões desta
prova poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas, lógicas de argumentação, diagramas
lógicos.
MICROINFORMÁTICA (EXCETO PARA O TÉCNICO DE MANUTENÇÃO):
Word, Excel, Outlook Express e Internet.
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS POR CARGO/FUNÇÃO:
ESPECIALISTA SUPORTE GESTÃO (ATENDIMENTO):
Princípios dos Programas de Qualidade Total e Qualidade na Prestação de Serviços, praticados no
mercado: indicadores de desempenho/SLA (criação, monitoramento e avaliação dos resultados),
pesquisa de satisfação, análise crítica de resultados, implementação de planos de melhoria;
Noções da Lei 10294 de 20 de abril de 1999 – Proteção e Defesa do Usuário do Serviço Público do
Estado de São Paulo – Capítulo II – Seção I, II e III (ênfase em atendimento); Análise de Dados
Estatísticos; C.L.T e Estatuto do Servidor Público: Férias, Licenças, freqüência, afastamento.
ESPECIALISTA SUPORTE GESTÃO (COORDENADOR-GESTOR DE QUALIDADE DE
OPERAÇÃO DE ATENDIMENTO):
Princípios dos Programas de Qualidade Total e Qualidade na Prestação de Serviços, praticados no
mercado: indicadores de desempenho/SLA (criação, monitoramento e avaliação dos resultados),
pesquisa de satisfação, análise crítica de resultados, implementação de planos de melhoria.
Noções da Lei 10294 de 20 de abril de 1999 – Proteção e Defesa do Usuário do Serviço Público do
Estado de São Paulo – Capítulo II – Seção I, II e III. Administração de Contratos: Acompanhamento
do cumprimento das obrigações e responsabilidades da contratada. Conhecimento sobre títulos e
encargos sociais, concernentes à administração de contratos, p/ verificação e acompanhamento
dos recolhimentos. Legislação pertinente à administração de Contratos e de contratos de prestação
de serviços e Lei de Licitações Públicas nº 8666. Capacidade de elaborar e interpretar editais de
licitação pública, conhecimentos para elaboração de planilha de custos, parte integrante dos
editais, acompanhamento das etapas dos processos de licitação pública. Análise de Dados
Estatísticos. C.L.T e Estatuto do Servidor Público (Direitos e Deveres): Férias, Licenças, freqüência
e afastamento.
ESPECIALISTA SUPORTE GESTÃO (FISCAL DE QUALIDADE DE OPERAÇÃO DE
ATENDIMENTO):
Princípios dos Programas de Qualidade Total e Qualidade na Prestação de Serviços, praticados no
mercado: indicadores de desempenho/SLA (criação, monitoramento e avaliação dos resultados),
pesquisa de satisfação, análise crítica de resultados, implementação de planos de melhoria.
Noções da Lei 10294 de 20 de abril de 1999 – Proteção e Defesa do Usuário do Serviço Público do
Estado de São Paulo – Capítulo II – Seção I, II e III. Administração de Contratos: Acompanhamento
do cumprimento das obrigações e responsabilidades da contratada. Fiscalização/Auditoria dos
contratos de prestação de serviço. Legislação pertinente à administração de Contratos e de
contratos de prestação de serviços e Lei de Licitações Públicas nº 8666. Capacidade de elaborar e
interpretar editais de licitação pública, conhecimentos para elaboração de planilha de custos, parte
integrante dos editais, acompanhamento das etapas dos processos de licitação pública. Análise de
Dados Estatísticos. C.L.T e Estatuto do Servidor Público (Direitos e Deveres): Férias, Licenças,
freqüência e afastamento.
SUPERVISOR (ATENDIMENTO SERVIÇO ELETRÔNICO):
Teorias e Técnicas de liderança e Gestão de Pessoas: Planejamento, delegação, feedback.
Treinamento: identificação de necessidade de treinamento, aplicação treinamento para adultos,
avaliação de resultados pós–treinamento. Noções da Lei 10294 de 20 de abril de 1999 – Proteção
e Defesa do Usuário do Serviço Público do Estado de São Paulo – Capítulo II – Seção I, II e III.
CLT e Estatuto do Servidor Público (administração de férias, licenças, benefícios e freqüência).
Noções de análise de dados estatísticos.
TÉCNICO ADMINISTRATIVO (ADMINISTRAÇÃO):
Conhecimentos Específicos:
Técnicas de arquivo. Redação e elaboração de cartas, relatórios e planilhas. Rotinas
administrativas. Organização de tarefas. Relacionamento interpessoal e comunicação.
Matemática:
Operações com números reais. Mínimo múltiplo comum e máximo divisor comum. Razão e
proporção. Porcentagem. Regra de três simples e composta. Média aritmética simples e
ponderada. Juro simples. Equação de 1.º e 2.º graus. Sistema de equações do 1.º grau. Relação
entre grandezas: tabelas e gráficos. Sistemas de medidas usuais. Noções de geometria: forma,
perímetro, área, volume, ângulo, teorema de Pitágoras. Raciocínio lógico. Resolução de situações-
problema.
TÉCNICO DE MANUTENÇÃO:
Conhecimentos de elaboração de cálculos para determinar amperagem em circuitos monofásicos,
bifásicos e trifásicos, em corrente alternada; conhecimentos em esquemas de comando de
sistemas elétricos, dispositivos de proteção (fusíveis e disjuntores); instrumentos de medição
(voltímetros, amperímetros, Multitestes, megômetros e Luxímetros); conhecimentos na
interpretação de desenhos, diagramas de circuitos elétricos e comandos. Conhecimentos na
execução de instalações elétricas de baixa tensão e das ferramentas utilizadas nas atividades.
ANEXO IV – MODELO DE RECURSO
Ao Senhor Diretor-Presidente da PRODESP
Nome: __________________________________________ N.º de inscrição: ________________
Número do Documento de Identidade: _______________
Cargo/Função: __________________________________________________________________
Questionamento:
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
Embasamento:
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
Data:
Assinatura:
ANEXO V - CRONOGRAMA
DATAS EVENTO
14.12 a 02.01.2006 Período de Inscrição.
29.01.2006 Data prevista para aplicação da prova.
31.01.2006 Data prevista para publicação do gabarito da prova objetiva.
01 e 02.02.2006
Período previsto para recebimento de recursos relativos ao gabarito da
prova objetiva.
14.02.2006
Data prevista para divulgação do Resultado na PRODESP e nos sites da
VUNESP e da PRODESP.
15 e 16.02.2006 Prazo Recursal.
A definir em Edital de
Convocação
Agendamento e Convocação dos candidatos portadores de deficiência
para a realização da perícia médica em órgão Oficial do Estado.
A definir em Edital de
Convocação
Período de realização da perícia médica para os candidatos portadores
de deficiência.
21.02.2006
Data prevista para divulgação do resultado final no DOE. Serão
publicados apenas os resultados dos candidatos, aos cargos/funções que
lograrem classificação no concurso.
Fundação Vunesp
http://www.vunesp.com.br