Edital do Concurso Programa Nacional de Inclusão de Jovens - DF (ProJovem) 2006 (2ª edição)

Esfera: Federal

Visualizaçao do Edital do Concurso

FUNDAÇÃO UNIVERSA
PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA NACIONAL DE
INCLUSÃO DE JOVENS: EDUCAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E AÇÃO COMUNITÁRIA – PROJOVEM NO DISTRITO FEDERAL
COMUNICADO N
º
1 DO PROCESSO SELETIVO 2/2006 PROJOVEM-DF, DE 16 DE JUNHO DE 2006
A FUNDAÇÃO UNIVERSA, substanciada no contrato celebrado com a Secretaria de Estado de Trabalho do Distrito Federal, torna
pública a seleção de profissionais para implantação da primeira etapa do Programa Nacional de Inclusão de Jovens: Educação, Qualificação e Ação
Comunitária – PROJOVEM, no Distrito Federal.
1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
1.1. O processo seletivo será regido por este comunicado, em conformidade com as disposições legais pertinentes, e executado pela Fundação
Universa.
1.2. A seleção para os empregos de que trata este comunicado consistirá de:
a) avaliação de títulos e de experiência profissional, de caráter classificatório e eliminatório; e
b) curso de formação inicial, de caráter eliminatório.
1.3. O processo seletivo será realizado no Distrito Federal.
1.4. O processo seletivo visa ao provimento de vagas e à formação de cadastro-reserva. Por cadastro-reserva, entenda-se o conjunto de candidatos
aprovados e relacionados na listagem que contém o resultado final do processo seletivo. O cadastro-reserva somente será aproveitado mediante a
abertura de novas vagas nos respectivos empregos.
2. DOS EMPREGOS, DOS NÚMEROS DE VAGAS, DAS REMUNERAÇÕES, DAS JORNADAS DE TRABALHO E DOS VALORES
DAS TAXAS DE INSCRIÇÃO:
2.1. CÓDIGO 101 – EDUCADOR DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
2.1.1. PERFIL PROFISSIONAL: Experiência comprovada de, no mínimo 1 (um ano) em qualificação profissional nas áreas de telemática, turismo e
hospitalidade, vestuário ou saúde.
2.1.2. SÍNTESE DAS ATRIBUIÇÕES: orientar e apoiar os professores de ensino fundamental do PROJOVEM quanto ao desenvolvimento integral
dos jovens, relativo a sua formação para o mundo do trabalho; apoiar os professores de ensino fundamental do PROJOVEM na construção dos
Projetos de Orientação Profissional – POP dos jovens; trabalhar em parceria e de forma integrada e articulada com os assistentes sociais e demais
professores; desenvolver atividades de qualificação profissional nos arcos de sua formação, contemplando todas as ocupações dentro de cada arco;
realizar planejamento coletivo, viabilizando a participação de todos; utilizar integralmente o Guia de Estudos e o Manual do Educador.
2.1.3. NÚMERO DE VAGAS: 100 (cem) e formação de cadastro-reserva.
2.1.4. REMUNERAÇÃO: R$ 1.100,00 (hum mil e cem reais).
2.1.5. JORNADA DE TRABALHO: 40 (quarenta) horas semanais.
2.1.6. TAXA DE INSCRIÇÃO: R$ 30,00 (trinta reais).
2.2. DAS ÁREAS DE QUALIFICAÇÃO TÉCNICA E ARCOS OCUPACIONAIS:
2.2.1. TELEMÁTICA: Assistente de Vendas de informática e celulares (CBO 3541-25); Helpdesk – apoio ao usuário de informática (CBO 3172-
10); Operador de Microcomputador (CBO 4121-10); Telemarketing (CBO 4223-10).
2.2.2. TURISMO E HOSPITALIDADE: Cumim - Auxiliar de Garçom (CBO 5134-15); Guia de Turismo local (CBO 5114-05); Organizador de
eventos (CBO 3548-20); Recepcionista (CBO 4221-05).
2.2.3. VESTUÁRIO: Costureiro (CBO 7632-10); Reformador de roupas (CBO 7630-15); Montador de artefatos de couro (CBO 7653-15);
Vendedor de comércio varejista (vestuário) - CBO 5211-10.
2.2.4. SAÚDE: Atendente de Laboratório de Análises Clínicas (CBO 4221-10); Auxiliar de administração para hospitais e clínicas (CBO 4110-05);
Recepcionista de consultório médico ou dentário (CBO 4221-10); Vendedor de Planos de Saúde (CBO 5241-05).
3. DAS VAGAS DESTINADAS AOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA
3.1. Do total de vagas destinadas a cada cargo, 5% (cinco por cento) serão providas na forma do Decreto nº
3.298, de 20 de dezembro de 1999,
publicado no Diário Oficial da União de 21 de dezembro de 1999 e alterado pelo Decreto nº
5.296, de 2 de dezembro de 2004, publicado no Diário
Oficial da União de 3 de dezembro de 2004.
3.1.1. O candidato que se declarar portador de deficiência concorrerá em igualdade de condições com os demais candidatos.
3.2. Para concorrer às vagas destinadas aos candidatos portadores de deficiência, o candidato deverá, no ato de inscrição:
a) declarar-se portador de deficiência;
b) entregar o requerimento de vaga como portador de deficiência, conforme modelo constante no Anexo I deste comunicado, e laudo médico original
ou cópia autenticada, emitido nos últimos 12 (doze) meses, atestando o nome da doença, a espécie e o grau ou o nível da deficiência, com expressa
referência ao código correspondente da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde - CID, bem como à
provável causa da deficiência, na forma do subitem 3.2.1 deste comunicado.
3.2.1. O candidato portador de deficiência deverá entregar, pessoalmente ou por terceiro, durante o período de inscrições, das 10 horas às 17 horas,
no local em que efetivou sua inscrição, o laudo médico a que se refere o subitem 3.2 deste comunicado, original ou cópia autenticada, e o
requerimento de vaga como portador de deficiência, conforme modelo constante no Anexo I deste comunicado, devidamente preenchido e assinado.
3.2.2. O candidato portador de deficiência poderá, ainda, encaminhar, via SEDEX, postado impreterivelmente até o dia 30 de junho de 2006, o
laudo médico original (ou a cópia autenticada) para a Fundação Universa – PROJOVEM-DF, Caixa Postal 6149, CEP 70740–971, Brasília/DF.
3.3. O laudo médico entregue (original ou cópia autenticada) terá validade somente para este processo seletivo e não será, em hipótese alguma,
devolvido, tampouco será fornecida cópia desse laudo.
3.4. A inobservância do disposto no subitem 3.2 deste comunicado acarretará a perda do direito ao pleito das vagas reservadas aos candidatos
portadores de deficiência e o não-atendimento às condições especiais necessárias.
3.5. O candidato que, no ato de inscrição, declarar-se portador de deficiência, se aprovado e classificado no processo seletivo, terá seu nome
publicado em lista à parte e, caso obtenha classificação necessária, figurará também na lista de classificação geral de cada cargo.
3.6. O candidato que se declarar portador de deficiência, caso aprovado e classificado no processo seletivo, será convocado para submeter-se à
perícia médica promovida por junta médica designada pela Fundação Universa, que verificará sua qualificação como portador de deficiência e o
grau da deficiência, nos termos da legislação vigente.
3.7. O candidato deverá comparecer à perícia médica munido do laudo médico original ou de cópia autenticada do laudo que ateste a espécie e o grau
ou o nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da CID, bem como à provável causa da deficiência.
3.8. A não-observância do disposto no subitem 3.7 deste comunicado, a reprovação na perícia médica ou o não-comparecimento à perícia acarretará
a perda do direito às vagas reservadas aos candidatos em tais condições.
3.9. O candidato portador de deficiência reprovado na perícia médica por não ter sido considerado deficiente, caso seja aprovado no processo
seletivo, figurará na lista de classificação geral de cada cargo.
3.10. As vagas definidas no subitem 3.1 deste comunicado que não forem providas por falta de candidatos portadores de deficiência aprovados serão
preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de classificação em cada cargo.
4. DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA A CONTRATAÇÃO
4.1. Ser aprovado no processo seletivo, na forma estabelecida neste comunicado.
4.2. Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e
portugueses, com reconhecimento de gozo dos direitos políticos, nos termos do artigo 12, parágrafo 1º
, da Constituição Federal.
4.3. Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos na data da admissão.
4.4. Estar em dia com as obrigações eleitorais.
4.5. Ter certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, em caso de candidato do sexo masculino.
4.6. Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo, conforme o item 2 deste comunicado.
4.7. Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.
4.8. Cumprir as determinações deste comunicado.
5. DA INSCRIÇÃO
5.1. As inscrições poderão ser efetuadas no posto de inscrição ou via internet, conforme procedimentos especificados neste item, observados os
valores das taxas especificados no item 2 deste comunicado.
5.2. DA INSCRIÇÃO NO POSTO DE INSCRIÇÃO
5.2.1. PERÍODO: De 20 a 29 de junho de 2006 (inclusive sábado, domingo e feriado).
5.2.2. LOCAL: Central de Atendimento ao Candidato da Fundação Universa: L–2 Sul, Quadra 609, Módulo C, Asa Sul, Brasília/DF.
5.2.3. HORÁRIO: Das 10 horas às 17 horas, ininterrupto.
5.2.4. Para efetuar a inscrição no posto, o candidato deverá:
a) preencher integralmente o formulário de inscrição e entregá-lo no posto de inscrição;
b) receber da Fundação Universa o comprovante provisório de inscrição e o boleto de cobrança para pagamento da taxa de inscrição;
c) encaminhar-se a uma agência bancária munido do respectivo boleto e efetuar o pagamento da taxa até o dia 30 de junho de 2006.
5.2.5. O pagamento da taxa de inscrição sem a devida entrega do formulário de inscrição acarretará o indeferimento da inscrição.
5.3. DA INSCRIÇÃO VIA INTERNET
5.3.1. Será admitida a inscrição via internet, no endereço eletrônico www.funiversa.org.br, solicitada no período entre 12 horas do dia 20 de junho
de 2006 e 20 horas do dia 29 de junho de 2006, observado o horário oficial de Brasília/DF.
5.3.2. A Fundação Universa não se responsabilizará por solicitação de inscrição via internet não-recebida por motivos de ordem técnica dos
computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência
dos dados.
5.3.3. O candidato que desejar realizar sua inscrição via internet deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição por meio de boleto bancário,
pagável em toda a rede bancária.
5.3.3.1. O boleto bancário estará disponível no endereço eletrônico www.funiversa.org.br e deverá ser impresso para o pagamento da taxa de
inscrição após a conclusão do preenchimento da ficha de solicitação de inscrição on-line.
5.3.3.2. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 30 de junho de 2006.
5.3.4. As inscrições efetuadas via internet somente serão acatadas após a comprovação de pagamento da taxa de inscrição.
5.3.5. O candidato que efetuar sua inscrição via internet não deverá enviar cópia de documento de identidade, sendo de sua exclusiva
responsabilidade a correção e a veracidade dos dados cadastrais informados no ato de inscrição.
5.3.6. Informações complementares acerca da inscrição via internet estarão disponíveis no endereço eletrônico www.funiversa.org.br.
5.4. A Fundação Universa disponibilizará o comprovante definitivo de inscrição do candidato a partir do dia 10 de julho de 2006. O comprovante
deverá ser retirado pessoalmente na Central de Atendimento do Candidato da Fundação Universa.
5.4.1. O candidato poderá, também, obter seu comprovante definitivo de inscrição no endereço eletrônico www.