Edital do Concurso Secretaria de Estado da Educação e da Cultura - RN (SEEC/RN) 2004

Esfera: Estadual

Visualizaçao do Edital do Concurso

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DOS DESPORTOS
COMISSÃO ESPECIAL DE CONCURSO PÚBLICO
EDITAL Nº 001/2004
CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE PROFESSOR
A Secretaria de Estado da Educação, da Cultura e dos Desportos, através da Comissão Especial de Concurso Público, designada
pela Portaria nº 072/04-SECD/GS, publicada no Diário Oficial do Estado, edição de 17 de janeiro de 2004, torna público pelo
presente Edital, a abertura de Concurso Público de provas e títulos, para provimento dos cargos de professor, integrante do Quadro
Geral de Pessoal do Estado – Secretaria de estado da Educação, da Cultura e dos Desportos, cujo processo seletivo será regido
pelas normas constantes deste Edital, pelas disposições contidas nas Constituições Federal e Estadual e na Lei Complementar nº
122 (Regime Jurídico Único dos Servidores Civis Estaduais), consoante regras e condições assim estabelecidas:
1 - INSTRUÇÕES ESPECIAIS
Cód.
Cargo
Professor
Total de
Vagas (*)
Carga Horária
Semanal
Salário R$
(Vencimentos +
Gratificações)
Requisitos Básicos
Taxa de
Inscrição R$
1
PEB II
(Português)
354 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em Letras,
habilitação em Português
20,00
2
PEB II
(Matemática)
434 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em
Matemática
20,00
3 PEB II (Ciências) 270 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em Ciências
ou Ciências Biológicas
20,00
4 PEB II (História) 245 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em História
20,00
5
PEB II
(Geografia)
243 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em Geografia
20,00
6
PEB II
(Ed.Artística)
209 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em Educação
Artística, habilitação em Arte
Educador
20,00
7
PEB II (Educação
Física)
213 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em educação
Física
20,00
8 PEB II (Inglês) 340 30h. 511,42 Nível Superior Completo – 20,00
Licenciatura Plena em Letras,
habilitação em Inglês
9 PEB II (Química) 367 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em Química
20,00
10 PEB II (Física) 365 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em Física
20,00
11 PEB II (Biologia) 259 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em Ciências
Biológicas
20,00
12
Professor de
Ensino Religioso
177 30h. 511,42
Nível superior Completo –
Teologia; Licenciatura Plena em
Ciências da Religião;
Bacharelado em
Teologia(+)Licenciatura Plena
em qualquer área da educação;
Educação Religiosa
20,00
13
Professor de
Filosofia
176 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em Filosofia
20,00
14
Professor de
Sociologia
176 30h. 511,42
Nível Superior Completo –
Licenciatura Plena em Ciências
Sociais
20,00
(*) NOTA: Observar no Anexo II a distribuição de vagas por Município.
2 - DAS INSCRIÇÕES E LOCAIS
As inscrições serão recebidas no período de 18 de novembro à 02 de dezembro de 2004, no horário das 08:00 às 17:00horas, nos
seguintes locais:
Município Endereços
N
atal - DIRED Centro Administrativo – Espaço de Natal (Papódromo) – Rua Raimundo Chaves, s/nº - Lagoa
N
ova – Natal/RN
Parnamirim – 2ª DIRED Rua: Sarg.Noberto Marques, 173 – Centro. CEP.59.150-000
N
ova Cruz – 3ª DIRED Rua: Prof.Josépio de Almeida Duarte, 186
São Paulo do Potegi – 4ª
DIRED
Rua: Oscar Marinho, 29 – Centro. CEP.59.460-000
Ceará Mirim – 5ª DIRED Praça Mons.Celso Cicco – CEP.59.570-000
Macau – 6ª DIRED Rua: Pe. João Clemente, 92 – Centro. CEP.59.210-000
Santa Cruz – 7ª DIRED Rua: Padre Cícero, s/n – CAIC. CEP.59.200-000
Angicos – 8ª DIRED Rua: Aristófanes Fernandes, s/n Alto do Triângulo. CEP.59.515-000
Currais Novos – 9ª DIRED Rua: Des. Tomás Salustino, 30 – Centro. CEP.59.380-000
Caicó – 10ª DIRED Rua: Mons.Severiano – Penedo. CEP.59.300-000
Assú – 11ª DIRED Praça Getúlio Vargas, 163 – 1º Andar. CEP.59.650-000
Mossoró – 12ª DIRED Rua: Cunha da Mota, 10 – Centro. CEP.59600-000
Apodí – 13ª DIRED Rua: Nossa Senhora da Conceição, 35 – Centro. CEP.59.100-000
Umarizal – 14ª DIRED Rua: 27 de Novembro, s/n – Centro. CEP.59.865-000
Pau dos Ferros – 15ª DIRED Av: Sen.Dinarte Mariz, 421 – CEP.59.900-000
João Câmara – 16ª DIRED Rua: Pe. João Maria, 141 – Centro. CEP.59.500-000
2.1 DAS CONDIÇÕES DE INSCRIÇÃO
As condições para inscrição exigirão do candidato:
a) Ser Brasileiro, nato ou naturalizado, cidadão português a quem foi deferida a igualdade nas condições previstas pelo Decreto
Federal 70.436/72, ou estrangeiro nos termos da Emenda Constitucional n° 19/98;
b) Ter 18 (dezoito) anos completos no mínimo, na data da nomeação;
c) Conhecer e estar de acordo com as exigências contidas no Edital;
d) Estar quites com o serviço militar, quando do sexo masculino;
e) Estar quites com a Justiça Eleitoral;
f) Estar em gozo de seus direitos políticos e civis;
g) Não registrar antecedentes criminais;
h) Gozar de boa saúde física e mental;
i) Não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade por prática de atos desabonadores;
j) Possuir, na data de nomeação habilitação para o cargo e/ou emprego a que concorre;
k) A inscrição constará de preenchimento do requerimento e FICHA DE INSCRIÇÃO que será fornecida ao candidato no local da
inscrição;
l) O valor da taxa de inscrição será de R$ 20,00 (vinte reais), que deverá ser efetivado no Banco do Brasil, Agência nº 3795-8,
mediante depósito (em dinheiro) na Conta nº 6.108-5 / SEARH – FUNDESPE - CONCURSO PÚBLICO SECD, registrando-se o
nome do candidato como depositante.
m) Será acolhida a insenção da taxa de inscrição do doador de sangue, prevista na Lei Estadual nº 5.869, de 09 de janeiro de
1989, na hipótese do candidato preencher os requisitos:
l) Ser portador da carteira de doador expedida pelo órgão oficial;
m) Ter efetuado doação sistemática no limite mínimo de 03 (três), nos 12 (doze) últimos meses, com retroatividade a partir da
publicação deste edital;
n) O candidato que se enquadrar na condição de doador de sangue, fará sua inscrição exclusivamente nos locais de inscrição
disponibilizado pelas DIRED – Diretorias Regionais de Educação;
o) O candidato que for servidor público deverá indicar na ficha de inscrição essa condição, bem como juntar documento
comprobatório, sob pena de não prevalecer o critério favorável de desempate previsto neste edital no Item 9.3, letra “a”;
p) Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá certificar-se de que preenche os requisitos exigidos para a investidura no
cargo.
2.2 NO ATO DA INSCRIÇÃO O CANDIDATO DEVERÁ APRESENTAR OS SEGUINTES DOCUMENTOS:
a) Comprovante do depósito da taxa de inscrição no valor de R$ 20,00 (vinte reais);
b) Cédula de Identidade - R.G. (original e xerox);
c) Para os candidatos portadores de Deficiência Física, deverá ser especificado na ficha de inscrição e apresentado Laudo
Médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação
Internacional de Doença – CID, bem como a provável causa da deficiência, inclusive para assegurar previsão de adaptação da sua
prova.
2.3 A efetivação da inscrição estará condicionada a apresentação pelo candidato, no ato da mesma dos documentos exigidos e
do correto preenchimento do requerimento.
2.4 Ao candidato será atribuída total responsabilidade pelo correto preenchimento da Ficha de Inscrição.
2.5 A inscrição poderá ser feita por procuração devendo a mesma ser autenticada e ficará retida junto ao requerimento de
inscrição, assim como xerox autenticado da Cédula de Identidade (R.G.) do candidato, que também ficará retida junto com a
inscrição. O portador da procuração deverá apresentar documento de identidade. O candidato assumirá as conseqüências de
eventuais erros cometidos por seu procurador ao efetuar a inscrição.
2.6 Os pedidos de inscrições dos candidatos serão analisados pela Comissão de Concursos que se manifestará pelo
deferimento ou indeferimento da inscrição, observado a Legislação Estadual.
2.7 Não serão aceitos pedidos ou reclamações fora do prazo, bem como inscrições por depósito em caixa eletrônico, fax ou de
forma condicional a não ser o que estabelece o presente Edital. Verificado, a qualquer tempo, o recebimento de inscrição queo
atenda a todos os pré-requisitos fixados, será ela cancelada.
2.8 A qualquer tempo poder-se-á anular a inscrição, prova ou nomeação do candidato desde que seja verificada falsidade de
declarações ou irregularidades nas provas ou documentos.
2.9 Não haverá devolução do valor da inscrição, exceto na hipótese de cancelamento do Concurso por conveniência ou
interesse da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura e dos Desportos do Rio Grande do Norte.
2.10 Se aprovado e classificado, o candidato por ocasião da convocação para nomeação apresentará os documentos exigidos
no presente edital, bem como outros que a administração pública entender necessário, o não cumprimento dessas exigências,
desclassificará o candidato, consequentemente perderá a vaga.
2.11 O candidato não poderá ser aposentado por invalidez ou ter aposentadoria especial para o mesmo cargo e/ou emprego, e
nem estar com idade de aposentadoria compulsória; na administração ou fundacional, que possibilite acumulação de cargos e/ou
empregos, salvo nos casos do dispositivo do artigo 37, inciso XVI letras A, B, C da Constituição Federal.
2.12 Efetivada a inscrição, não serão aceitos pedidos para alterações dos cargos e/ou empregos, em hipótese alguma.
2.13 A Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos do Rio Grande do Norte e a ASSECONP não se
responsabilizarão por eventuais coincidências de datas e horários de provas e quaisquer outras atividades.
3 - DAS INSCRIÇÕES VIA INTERNET
3.1 As inscrições poderão ser feitas via Internet, devendo o candidato acessar o endereço eletrônico da Asseconp
www.asseconp.com.br durante o período das inscrições e, através dos links indicativos do Concurso Público, efetuar a inscrição
conforme procedimentos estabelecidos abaixo:
a) Ler e aceitar o Requerimento de Inscrição, preencher a Ficha de Inscrição e transmitir os dados via Internet.
b) O Candidato deverá indicar na Ficha de Inscrição via Internet o Código do Cargo correspondente ao Cargo para o qual
pretende concorrer, conforme tabela constante no item 1 deste Edital.
c) O candidato que deixar de indicar na Ficha de Inscrição via Internet o Código do Cargo correspondente ou fizer indicação
de Código inexistente, terá sua inscrição cancelada.
d) Efetuar o depósito, conforme disposto na letra “l” do Item 2.1 deste Edital, a título de Taxa de Inscrição, até a data limite
do encerramento das inscrições.
3.2 O candidato após preencher a ficha de inscrição na tela, deverá imprimi-la, anexando à mesma o comprovante de depósito
bancário e enviar para a ASSECONP via correios (SEDEX) a fim de ter efetivada sua inscrição.
3.3 A partir de 13 a 17 de dezembro de 2004, o candidato deverá conferir no endereço eletrônico da Asseconp se os dados da
inscrição efetuada pela Internet foram recebidos e se o valor foi considerado pago. Em caso negativo, o candidato deverá entrar em
contato pelo telefone (0xx16) 618-5026 (de segunda a sexta-feira, úteis, das 10:00 às 16:00 horas) para verificar o ocorrido.
3.4 As solicitações de inscrição via Internet, cujos pagamentos forem efetuados após a data de encerramento das inscrições,
não serão aceitas.
3.5 O candidato inscrito via Internet não deverá enviar cópia de documento de identidade, entretanto, deverá imprimir a ficha
de inscrição e enviar juntamente com comprovante do depósito do banco, sendo de sua exclusiva responsabilidade a informação
dos dados cadastrais no ato da inscrição, sob as penas da Lei.
3.6 A Asseconp e a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura e dos Desportos do Rio Grande do Norte, não se
responsabilizam por solicitações de inscrições via Internet o recebidas por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas
de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a
transferência de dados.
3.7 O descumprimento das instruções para inscrição via Internet implicará na não efetivação da inscrição.
3.8 Verificando, a qualquer tempo, o recebimento de inscrição que não atenda a todos os requisitos fixados, a mesma será
cancelada.
4 - DAS INSCRIÇÕES PARA CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA
4.1 As pessoas portadoras de deficiência que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do
artigo 37 da Constituição Federal e para fins do artigo 1º da Lei nº 160/91, é assegurado o direito de inscrição no presente
Concurso Público, desde que a deficiência de que são portadoras seja compatível com o exercício do cargo e/ou emprego.
4.2 Consideram-se pessoas portadoras de deficiência aquelas que se enquadrem nas categorias discriminadas no artigo 4º do
Decreto nº 3.298/99.
4.3 No ato da inscrição o candidato portador de deficiência deverá apresentar laudo médico com a especificação da
deficiência, requerendo e especificando as condições especiais para a realização das provas.
4.4 Fica reservado um percentual de até 5% (cinco por cento) para pessoas portadoras de deficiência física e sensorial, no
provimento de cargos e/ou empregos públicos, nos órgãos e entidades de Administração Pública direta, indireta e fundacional,
obedecido o princípio do concurso público de provas ou de provas e títulos.
4.5 As pessoas portadoras de deficiências, a partir de 18 anos, poderão ocupar cargos e/ou empregos públicos, desde que a
intensidade e a extensão da deficiência sejam compatíveis com o exercício das respectivas funções.
4.6 As pessoas portadoras de deficiência, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto nº 3.298/99,
particularmente em seu artigo nº 40, participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se
refere a: conteúdo das provas, avaliação, critério de aprovação, horário, local de aplicação das provas e nota mínima exigida para
todos os demais candidatos. Os benefícios previstos no referido artigo nº 40, parágrafos 1º e 2º, deverão ser requeridos por escrito
durante o período das inscrições.
4.7 Os candidatos que necessitarem da prova especial (BRAILE ou AMPLIADA), deverão requerê-la no momento da
inscrição. Os candidatos que não o fizerem, seja qual for o motivo alegado, não terão a prova especial preparada.
4.8 Os Deficientes Visuais “cegos” somente prestarão as provas mediante leitura através do sistema BRAILE, e suas
respostas deverão ser transcritas também em BRAILE. Referidos candidatos deverão levar, para esse fim, no dia da aplicação das
provas REGLETE E PUNÇÃO OU MÁQUINA ESPECÍFICA.
4.9 Aos deficientes visuais (amblíopes) serão oferecidas provas ampliadas, com tamanho de letra correspondente a corpo 24.
4.10 Os candidatos portadores de deficiência que não atenderem aos dispositivos, dentro do prazo do período das inscrições,
serão considerados como não portadores de deficiência, e não terão a prova preparada, seja qual for o motivo alegado, estando
impossibilitado de realizar a prova.
4.11 A publicação do resultado final do concurso será feita em duas listas, contendo a primeira a pontuação de todos os
candidatos, inclusive a dos portadores de deficiência, e a segunda, somente a pontuação destes últimos.
4.12 Será eliminado da lista de deficientes o candidato cuja deficiência, assinalada na ficha de inscrição, não seja constatada.
4.13 O candidato portador de deficiência que, no ato da inscrição não declarar essa condição, não poderá impetrar recurso em
favor de sua situação.
4.14 Após a investidura do candidato, a deficiência não poderá ser argüida para justificar a concessão de aposentadoria.
5 - DAS PROVAS
Cronograma
5.1 Data Assunto
18/11 à 02/12/2004 Abertura das inscrições (15 dias)
13 à 17/12/2004 Entrega dos cartões de inscrições/disponibilização na internet
19/12/2004 Aplicação da Prova
21/12/2004 Publicação do gabarito das provas
27/12/2004 Publicação do resultado/gabarito oficial (após julgado ps recursos
29/12/2004 Homologação do resultado do concurso pelo SEARH
5.2 As informações obtidas por meio de contato telefônico junto à Secretaria de Estado da Educação, da Cultura e dos
Desportos do Rio Grande do Norte não se revestem em caráter oficial, devendo o candidato utilizar-se dos meios indicados no
presente Edital para informar-se sobre datas, locais e horários da realização das provas.
5.3 O concurso constará de provas objetivas para todos os candidatos.
5.4 As provas de conhecimento específico visam aferir conhecimentos do nível de escolaridade para o cargo e/ou emprego, e
conterão questões concernentes a área, conforme Anexo I.
6 - DOS TÍTULOS
6.1 O concurso constará de provas objetivas e títulos, os quais serão computados à nota final do candidato aprovado.
6.2 Os títulos declarados na ficha de inscrição deverão ser apresentados no ato da nomeação do candidato, o qual não apresentado
ocasionara a sua anulação, conforme item 2.8 do Edital.
6.3 Será computado somente como título conforme quadro abaixo:
Títulos
Pontuação
Atribuída
Nº Máximo de
Documentos
Diploma de conclusão de Curso de Doutorado 5 pontos 01
Diploma de conclusão de Curso de Mestrado 3 pontos 01
Diploma de conclusão de Curso de Especialização (mínimo de 360 horas), em nível
de pós-graduação, específico para a área na qual concorre
2 pontos 01
6.4 Será computado somente como título, Pós-Graduação – 2 pontos, Mestrado – 3 pontos e Doutorado – 5 pontos.
6.5 A contagem dos títulos não poderá exceder a 10 (dez) pontos.
Parágrafo Único – Os títulos serão devidamente comprovados e deveo guardar direta relação com as atribuições dos cargos e/ou
empregos em concurso.
7 - DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS
7.1 Por justo motivo, a critério da Comissão Especial de Concursos Públicos, a realização das provas do presente concurso
poderá ser adiada, sem a necessidade de prévio aviso, devendo, no entanto, ser comunicado aos candidatos por novo Edital ou por
comunicação direta as novas datas em que se realizarão as provas.
7.2 A aplicação das provas nas datas previstas dependerá da disponibilidade de locais adequados à realização das mesmas e
poderão ocorrer em sábados, domingos e feriados.
7.2.1 Caso o número de candidatos inscritos exceda à oferta de lugares existentes nos colégios ali localizados, a Asseconp
reserva-se o direito de alocá-los em cidades próximas às determinadas para aplicação das provas, não assumindo, entretanto,
qualquer responsabilidade quanto ao transporte e alojamento desses candidatos.
7.2.2 A confirmação das datas e as informações sobre horários e locais serão divulgados oportunamente através de Editais de
Convocação para Provas, a serem publicados no Diário Oficial do Estado de Rio Grande do Norte, disponibilizados nos locais de
inscrição e no site www.asseconp.com.br.
7.2.3 O candidato deverá acompanhar pela Imprensa Oficial (Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte) a publicação
do Edital de Convocação para realização das provas.
7.3 Não serão admitidos nos locais das provas, os candidatos que se apresentarem após o horário estabelecido para os
exames.
7.4 O ingresso nos locais das provas será permitido apenas aos candidatos que apresentarem o cartão de inscrição,
acompanhado de documento de identidade original.
7.5 Durante a realização das provas não será permitido ao Candidato consulta a livros, legislação, uso de qualquer tipo de
equipamento eletrônico de comunicação, pager, telefone móvel celular, ponto eletrônico, calculadora, etc.
7.6 Não serão computadas questões não respondidas, com rasuras, que tenham sido respondidas a lápis, ou que contenham
mais de uma alternativa assinalada.
7.7 Será automaticamente excluído do concurso público o candidato que se ausentar da sala de provas sem autorização do
fiscal ou do coordenador.
7.8 Será automaticamente excluído do concurso público o candidato que for surpreendido em comunicação com outro
candidato ou terceiros, verbalmente, por escrito ou por qualquer outro meio de comunicação sobre a prova que estiver sendo
realizada.
7.9 O tempo de duração das provas escritas será de 3 (três) horas, contadas a partir da autorização do fiscal para início das
mesmas.
7.10 As questões objetivas serão elaboradas em forma de testes, através de 50 questões de múltipla escolha, (30 de disciplinas
específicas e 20 de didática) levando em consideração as condições específicas de cada cargo e/ou emprego.
7.11 A inviolabilidade das provas será comprovada no posto de execução (sala de aula), no momento do rompimento do lacre
dos malotes na presença dos candidatos.
7.12 Não haverá segunda chamada ou repetição de prova, importando a ausência ou atraso do candidato na sua eliminação,
seja qual for o motivo alegado.
7.13 No dia da realização das provas, na hipótese de o candidato não constar das listagens oficiais relativas aos locais de prova
estabelecidos no Edital de Convocação, a Asseconp procederá à inclusão do referido candidato, antes do início das provas,
fornecendo Folha de Respostas e Caderno de Provas, mediante a apresentação do comprovante de sua inscrição.
7.14 A inclusão de que trata o item 7.13 será realizada de forma condicional, e será confirmada pela Asseconp, na fase do
Julgamento das Provas Objetivas, com o intuito de se verificar a pertinência da referida inscrição.
7.15 Considerada a impertinência da inscrição de que trata o item 7.13, a mesma será automaticamente cancelada sem direito a
reclamação, independentemente de qualquer formalidade, considerados nulos todos os atos dela decorrentes.
7.16 Ao terminar a prova o candidato entregará ao Fiscal, a folha de respostas (gabarito) e todo e qualquer material cedido para
a execução das provas, (inclusive a prova que ficará retida).
7.17 O mínimo de permanência do candidato na sala de provas é de 60 (sessenta) minutos, após o início da mesma.
7.18 A Comissão do Concurso Público julgará os casos de situações excepcionais, desde que o fato seja comunicado e
comprovado por escrito até às 17:00 horas do penúltimo dia útil ao dia da prova.
7.19 O não comparecimento a qualquer das provas excluirá automaticamente o candidato do concurso.
7.20 O candidato deverá comparecer ao local designado para as provas com antecedência mínima de 1 (uma) hora, munido de
caneta azul ou preta, lápis e borracha, apresentando o Cartão de Inscrição e o Documento de Identidade original.
7.21 No decorrer da prova, se o candidato observar qualquer anormalidade gráfica ou irregularidade na formulação de alguma
questão, ou mesmo que não esteja ela prevista no programa, deverá manifestar-se junto ao Fiscal de Sala que, anotará na folha de
ocorrências para posterior análise da banca examinadora.
7.22 Os pontos correspondentes às questões porventura anuladas serão atribuídos a todos os candidatos, independentemente da
formulação dos recursos.
7.23 Sempre que o candidato observar a anormalidade prevista no item 7.21 deverá manifestar-se, sob pena de não poder
apresentar, posteriormente, eventual recurso.
8 - DO JULGAMENTO DAS PROVAS
8.1 As provas teóricas serão avaliadas na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos.
8.2 Será considerado habilitado o candidato que obtiver aproveitamento igual ou superior a 60% (sessenta por cento) de
pontos na prova escrita. O candidato que obtiver aproveitamento inferior a 60% (cinqüenta por cento) na prova escrita, será
eliminado.
9 - DA CLASSIFICAÇÃO
9.1 Os candidatos aprovados serão classificados em ordem decrescente da nota final.
9.2 A Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos do Rio Grande do Norte publicará no Diário Oficial
do Estado e em Jornal diário de grande circulação, a relação final dos aprovados no concurso público para provimento do cargo de
professor. Disponibilizará também na internet no site da SEARH.
9.3 Na hipótese de mais de um candidato obter notas idênticas, serão utilizados os critérios de desempate abaixo elencados,
pela ordem:
a) Ser servidor público estadual com maior tempo de serviço;
b) Obtiver maior percentual de acerto na prova escrita;
c) Obtiver maior pontuação na prova de títulos;
d) Candidato mais idoso.
10 - DOS RECURSOS APÓS APLICAÇÃO DA PROVA OBJETIVA
10.1 Somente serão apreciados os recursos interpostos dentro do prazo de 02 (dois) dias úteis a contar da data de publicação do
gabarito. O candidato poderá apresentar um único recurso, individualmente, digitado ou datilografado, endereçado à Comissão de
Concursos, devidamente fundamentado, constando número de inscrição, nome do candidato, número do documento de identidade
e opção de cargo e/ou emprego a que prestou o concurso, e enviar via SEDEX à Secretaria de Estado da Administração e dos
Recursos Humanos do Rio Grande do Norte, o que será admitido para o único efeito de correção de notório erro de fato.
10.2 O recurso interposto fora do respectivo prazo e ou de outra forma, a não ser o mencionado no item 10.1 deste Edital
(SEDEX), não será aceito, sendo considerada, para tanto, a data de postagem.
10. A Banca Examinadora constitui última instância para recurso, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual não
caberão recursos adicionais.
10.4 o serão aceitos recursos interpostos por fax, telex, telegrama, Internet ou outro meio que não seja o estabelecido neste
Edital.
Modelo
Concurso:
Nº Inscrição: Nome:
Cargo e/ou Emprego:
Nº da Questão Divulgada:
Resposta divulgada pela Asseconp:
Questionamento:
Endereço:
Data: Assinatura:
11 - DA CONVOCAÇÃO - PROVIMENTO DO CARGO
11.1 A convocação para admissão dos candidatos habilitados obedecerá à ordem decrescente de classificação final por cargo
e/ou emprego, far-se-á, pela Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos do Rio Grande do Norte, obedecido
o limite de vagas existentes, durante o prazo de validade deste concurso. A aprovação do candidato no concurso público, não lhe
assegura a nomeação automática, mas gera a expectativa do direito de ser nomeado dentro da ordem de classificação, conforme a
necessidade do Estado e dentro do período de validade do concurso.
11.2 O candidato aprovado para o cargo de professor, quando convocado, terá sua nomeação para a classe inicial da Carreira,
integrante da Parte Permanente do Quadro do Magistério, conforme Art. 45, da Lei complementar nº 159, de 23 de janeiro de
1998, sob regime de 30 (trinta) horas semanais;
11.3 Após a convocação, no prazo de 08 (oito) dias úteis, os candidatos aprovados deverão submeter-se á perícia médica para
verificação da compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atribuições do cargo e/ou emprego.
11.4 A perícia será realizada no órgão médico do Estado (Junta Médica Oficial), preferencialmente, por especialista na área de
deficiência de cada candidato, devendo o laudo ser proferido no prazo de 3 (três) dias contados do respectivo exame.
11.5 O candidato, cuja deficiência não for configurada, ou quando esta for considerada incompatível com a função a ser
desempenhada, será desclassificado, não cabendo qualquer recurso da decisão proferida pela junta médica;
11.6 O provimento do cargo observará rigorosamente a ordem de classificação dos candidatos aprovados, por município,
opção do candidato por ocasião da inscrição;
11.7 Para efeito de posse, o candidato aprovado será nomeado, desde que seja considerado apto em inspeção de saúde por
Junta Médica Oficial do Estado do Rio Grande do Norte, e de acordo com as necessidades da SECD, observada a ordem de
classificação dos candidatos;
11.8 Além de preencher os requisitos elencados acima, o candidato convocado para nomeação, deverá apresentar-se às suas
expensas no local designado pelo edital de convocação, em até 08 (oito) dias úteis, contados a partir da publicação do referido
edital, munidos dos seguintes documentos (originais e cópias):
a) Cédula de Identidade (RG);
b) Título de Eleitor com comprovação de quitação eleitoral;
c) c)Cadastro de Pessoa Física – CPF;
d) OS ou PASEP (se for cadastrado);
e) Certidão de reservista (sexo masculino);
f) Diploma ou Certidão de conclusão do Curso Superior, com Licenciatura Plena e Habilitação específica da disciplina, g)
expedido por Instituição de Ensino Superior devidamente reconhecida e autorizada pelo MEC;
g) CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social (cópias das páginas: com foto – frente e verso, contrato de trabalho,
anotações do PIS ou PASEP;
h) Certidão de Nascimento ou Casamento;
i) Declaração de bens e valores;
j) Declaração de Acumulação de Cargos;
k) Laudo Médico fornecido por Junta Médica Oficial do Estado do Rio Grande do Norte;
l) O candidato a ser submetido a exame médico, deverá obrigatoriamente apresentar à Junta Medica Oficial, os seguintes
exames:
1. Sumário de Urina com sedimentoscopia;
2. Parasitológico de fezes;
3. Hemograma;
4. Glicemia de jejum;
5. Raio X de tórax em PA, com laudo do médico radiologista;
6. VDRL;
7. PSA para candidatos com idade superior a 35 anos;
8. Testes Alérgicos com parecer de alergista;
9. Audiometria com parecer de Neurologista;
10. Eletrocardiograma com parecer do Cardiologista;
11. Mamografia para candidatas com idade superior a 40 anos;
12. Laudo de Ginecologista assistente para as GESTANTES, por estarem insentas dos exames radiológicos, além de qualquer
outro exame complementar solicitado por aquele colegiado.
13. O candidato que não atender à convocação, será automaticamente desclassificado, sendo convocado o candidato subseqüente
da relação dos candidatos aprovados.
11.9 O prazo de validade do concurso de que trata o presente edital, será de 02 (dois) anos, contados a partir da data da
publicação do ato homologatório no Diário Oficial do estado do Rio Grande do Norte, podendo ser prorrogado, uma única vez, por
igual período.
11.10 Durante o período do estágio probatório, de 36 (trinta e seis) meses, o servidor será submetido a avaliações periódicas,
visando a aprovação ou não no referido estágio.
12 - AS DISPOSIÇÕES FINAIS
12.1 A inscrição do candidato importará no conhecimento e na aceitação tácita das condições do Concurso, estabelecidas nesse
edital em relação às quais não poderá alegar desconhecimento de qualquer natureza.
12.2 A nomeação dos candidatos, observada a ordem de classificação final, por cargo e/ou emprego, far-se-á pela Secretaria de
Estado da Administração e dos Recursos Humanos do Rio Grande do Norte, obedecendo ao limite de vagas existentes, durante o
prazo de validade deste concurso a seu exclusivo critério e necessidade do serviço público.
12.3 Cabe exclusivamente a Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos do Rio Grande do Norte o direito
de aproveitar os candidatos habilitados em número que julgar conveniente e de acordo com o interesse público, não estando
obrigada ao provimento de todas as vagas existentes.
12.4 Verificada a qualquer tempo, a inexatidão de informações, irregularidade e idoneidade ou falta de documentos exigíveis,
proceder-se-á a eliminação do candidato do concurso, anulando-se todos os atos decorrentes da inscrição, sem prejuízo das
medidas de ordem administrativa, civil e criminal.
12.5 Qualquer regra prevista neste edital poderá ser alterada antes da realização das provas, mediante republicação do item ou
itens atualizados.
12.6 No ato da inscrição o candidato receberá um manual com uma cópia completa do edital do Concurso, com o programa
das disciplinas referentes ao certame.
12.7 O candidato aprovado e classificado obrigar-se-á a manter atualizado seu endereço perante a Secretaria de Estado da
Administração e dos Recursos Humanos do Rio Grande do Norte.
12.8 Caberá a Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos do Rio Grande do Norte a homologação dos
resultados finais.
12.9 A Comissão Especial de Concurso Público divulgará através de Edital, até o 5º (quinto) dia útil após a realização das
provas, os gabaritos das provas do concurso.
12.10 Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Concursos.
12.11 Os programas das provas de conhecimentos específicos e de didática, são os constantes no Anexo I deste edital.
12.12 A Comissão Especial de Concurso Público poderá expedir normas regulamentares e complementares, quand necessárias à
fiel execução conteúdo deste edital.
12.13 E, para constar e fazer chegar ao conhecimento dos interessados, faz-se a lavratura do presente Edital, que será publicado
por 02 (duas) vezes no Diário Oficial do estado do Rio Grande do Norte, em dias consecutivos, e afixados no quadro de avisos da
Secretaria de Estado da educação, da Cultura e dos Desportos, e outros órgãos públicos. Dado e passado na Cidade de Natal – RN,
em 11 de novembro de 2004.
Carlos Alberto Dantas da Silva
PRESIDENTE DA COMISSÃO
A N E X O I
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1ª PARTE: DISCIPLINAS ESPECÍFICAS.
LÍNGUA PORTUGUESA: LITERATURA: A arte literária: a literatura medieval portuguesa; o século VXI em Portugal e no
Brasil; o Barroco; o romantismo (a prosa em Portugal e no Brasil); o realismo no Brasil; o pré-modernismo no Brasil; o primeiro
modernista no Brasil; o segundo momento modernista no Brasil – a prosa; o pós-modernismo.
LEITURA: Compreensão Literal – Relações de coerência: idéia de coerência; idéia principal; detalhes de apoio; relações de causa
e efeito; seqüência temporal; seqüência espacial; relações de comparação e de contraste. Relações coesivas: referência;
substituição; elipse; repetição. Indícios contextuais: definição; recolocação; estruturas paralelas; conectivos; repetição de palavras
chave. Relações de sentido entre palavras: sinonímia; antonímia; hiponímia; campo semântico. Compreensão Interpretativa –
propósito do autor; informações implícitas; distinção entre fato e opinião.
ASPECTOS GRAMATICAIS: Estrutura da fase: diferentes modos de estruturar a frase operando transformações: expansão,
redução, deslocamento, substituição, encaixe, passivação. Transformação de discurso direto em indireto e vice-versa. Modos de
construção de orações segundo diferentes perspectivas. Estrutura do vocábulo: flexão dos vocábulos, seu valor e significação
dentro de frases; emprego de afixos com diferentes valores semânticos; emprego dos processos de formação de nomes próprios e
comuns; emprego de cognato em frases. Aspectos normativos: regras padrão de concordância, regência e colocação; emprego de
certas formas e palavras: modos verbais, aspectos verbais, pronome relativo, conjunção; formas de expressar o tratamento;
pontuação e ortografia. Descrição Lingüística: unidades lingüísticas: orações, sintagmas, palavras, morfemas. Categorias
semânticas: gênero, número, tempo, modo, classificação dos vocábulos, processos de subordinação e coordenação, funções
sintáticas e papéis semânticos.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BECHARA, Evanildo. Gramática escolar da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Lucerna,
2001.; BRASIL, MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (5ª a 8ª série): Português.
Brasília, 1.997.; BRASIL, MEC. Secretaria de Educação média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Médio,
1.999.; CEREJA, W.R. in MAGALHÃES, P.C. Literatura brasileira. São Paulo: Atual, 2.002.; INFANTE, U. Curso de literatura
da língua portuguesa. São Paulo: Scipione, ANO.; KOCH,I. V.; TRAVAGLIA, L.C. A coerência textual. São Paulo: Contexto,
1.991.__________. A coesão textual. São Paulo: Contexto, 1.989.; OLIVEIRA,C.B. A arte literária Portugal/Brasil. São Paulo:
Moderna, 1.999.; SAVIOLI,F.P.; FIORIN, J.L. Para entender o texto. São Paulo: Ática, 1996.
INGLÊS: Aspectos Gramaticais: Articles; Nouns; Adjectives; Verbs; Simple Present and Simple Past; Present Continuous; Present
Perfect and Past Perfect; Present Perfect Continuous; Future Tense; Modals Verbs; Passive Voice; Possessive Casse; Relative
Case; Comparatives and Superlatives; Imperative; Personal Pronouns; Possessive Pronouns; Possessive Adjectives; Numbers;
Genitive Case; Question Tags; Adverbs; Preposition; Prefixes and Suffixes. Interpretação Textual.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BRASIL, MEC. Secretária de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (5ª
a 8ª): Inglês. Brasília, 1.997.; BRASIL, MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais.
Ensino médio, 1.999.; COSTA, Marcelo Baccarin. Globetrotter. Macmilan, vol. Único.; LIBERATO, Wilson. Compact English.
FTD. ; LOPES, Luiz Paulo da Moita. Read, read. Editora Ática.; MURPHY, R. Essencial grammar in use. Cambridge, Cup 1.998.;
Revistas: Time and Newsweek.
ARTE: História da Arte: origem e importância no contexto social. Povos primitivos: a arte das cavernas. Egito: artes para os
mortos. Arte grega: templos e esculturas. Arte gótica: arquitetura e pintura. O renascimento: a pintura e seus principais
representantes. O barroco na Europa e no Brasil. Neoclassicismo. O movimento romântico. Realismo e impressionismo:
características e representantes. Expressionismo. A arte moderna no Brasil: semana de arte de 22; Cândido Portinari (100 anos,
vida e obra). Os elementos visuais: cor; volume; textura; sombra; perspectiva; luz; forma; transparência; superposições; simetria;
reflexo; espaço. Música e som: elementos da linguagem musical; composição musical; som; ritmo; música popular brasileira
(história, estilos, representantes). História do teatro: o teatro popular no Nordeste; tragédia; drama; comédia; farsa; melodrama;
circo; teatro épico. História da dança: formas e estilos. Fotografia: origem e evolução.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BOAL, A. Jogos para atores e não-atores. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 1.999.;
BRASIL, MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (5ª a 8 ª): Arte. Brasília, 1.997.;
BRASIL, MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Médio, 1.999.;
FUZARI, M.H. C.T.; FUZARI, M.F.R. A arte na educação escolar. São Paulo: Cortez, 1.993.; PROENÇA, G. História da Arte.
São Paulo: Ática, 1.999.; ZAMBONI, S. A pesquisa da arte: um paralelo entre a arte e ciência. Campinas: SP. Ed. Autores
Associados, 1.998.
EDUCAÇÃO FÍSICA: Educação Física numa perspectiva histórica cultural. Corporeidade e Educação. Lazer, Recreação e
Educação Física Escolar. Ciclos de Ensino. Jogo como produção cultural. Educação Física na Escola e Educação Física da Escola.
Compreensão de concepções de ensino aberta. Educação Física, Saúde e Qualidade de Vida: conceito de aptidão física, exercícios
e atividade física. Corpo, consciência e mercado.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BRASIL, MEC. Secretaria de Ensino Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. ( 5ª a
8ª SÉRIE): E.Física. Brasília, 1.997.; BRASIL, MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares
Nacionais. Ensino Médio, 1.999.; BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases – LDB 9394/96.; COLETIVAS DE AUTORES.
Metodologia do Ensino da Educação Física. São Paulo: Cortez, 1.992.; JUNIOR, Paulo Guiraldelli. Educação Física Progressista –
a pedagogia crítico-social do conteúdo e a educação física brasileira. São Paulo: Loyola, 1988.; BRACHT, Valter. Sociologia
crítica do esporte: uma introdução. Ijuí: Ed.Unijuí, 2.003.; WERNECK, C.L.G (org). Lazer, Recreação e Educação Física. Belo
Horizonte, MG: Autentica, 2.003.; CAPARROZ, F.E. Entre a Educação Física na Escola e a Educação Física da Escola. Vitória,
ES: UFES, Centro de Educação Física e desporto, 1.997.; HILDEBRANDT, Half L. (et. al.). Concepções abertas no Ensino de
Educação Física. Rio de Janeiro, RJ – ao livro técnico , 1.986.; NAHS, M.V. Atividades física, Saúde e Qualidade de vida.
Londrina, PR: Midiograf, 2.002.; SILVA, M. Corpo, Ciência e Mercado: reflexão acerca da gestação de um novo arquétipo da
felicidade. Campinas, SP – Autores Associados – Florianópolis, 2.002.
GEOGRAFIA: Introdução: tratamento didático para o ensino da geografia; o sentido do aprendizado da geografia;
competência/habilidades em geografia. Cartografia: meios de orientação; fusos horários; linhas imaginárias; mapas; gráficos;
escala cartográfica e geográfica. Climatologia: tempo e clima; tipos de clima; fatores e elementos climáticos; influência do clima
na vida humana. Geologia: estrutura geológica; relevo; solos. Hidrografia: oceanos; mares; bacias hidrográficas brasileiras.
Vegetação: tipos de vegetação; paisagens naturais. Geopolítica e Econômica: o espaço como produto do homem; capitalismo;
desenvolvimento e subdesenvolvimento; economia do pós-guerra; o Brasil, a nova ordem mundial e a globalização; o comércio
internacional; o mercosul; a economia mundial e do Brasil; o problema da dívida externa; energia e transporte; a agropecuária; a
indústria; os serviços; as relações de trabalho; as desigualdades sociais e a exploração humana; a revolução técnico-científica.
Geografia da população: a população e as formas de ocupação de espaço; os contrastes regionais do Brasil; urbanização e
metropolização. Ecologia: ecossistemas naturais; impactos ambientais; recursos naturais e devastação histórica; política ambiental.
Geografia do RN: formação e ocupação do espaço norteriograndense; divisão política do RN; o espaço do Rn no contexto
econômico e cultural; potencialidades e fragilidades do semi-árido.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: ARAÚJO, Demétrio Magnoli; ARAÚJO, Regina. Geografia: Paisagem e território. Geografia
Geral e do Brasil. São Paulo: Moderna, 2.001.; AUGUSTIN, Cristina H.R.R..; MELGADO, Jairo. Construção de uma teoria do
ensino da geografia. In. Presença Pedagógica, Belo Horizonte: Dimensão, 1.999. V.5, nº 29, p 13 – 19.; BRASIL, MEC. Secretaria
de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (5ª a 8ª série): Geografia. Brasília, 1.997.; BRASIL,
MEC.Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Médio, 1.999.; FELIPE, José
Lacerda Alves; CARVALHO, Edílson Alves de. Economia do Rio Grande do Norte: Estudo geo-histórico e econômico. Ensino
Médio. João Pessoa: Grafset, 2.002.; KATUTA, Ângela M. A linguagem cartográfica no ensino superior e básico. In.;
PONTUSCHKA, Nídia N.; OLIVEIRA, Ariovaldo U. (org.). Geografia em Perspectiva. São Paulo: Contexto, 2.002, p 133 – 139.;
SANTOS, Douglas. A tendência à desumanização dos espaços pela cultura técnica. In. Cadernos CEDES 39. Ensino de geografia.
Campinas: Papirus, 1.996.; SENE, Eustáquio de; MOREIRA, João Carlos. Geografia Geral e do Brasil: espaço geográfico e
globalização. São Paulo: Scipione, 1.998.; XAVIER, Herbe. A incorporação da dimensão do turismo do ensino da geografia.In.
PONTUSCHKA, Nídia N.; OLIVEIRA, Ariovaldo U. (org.). Geografia em Perspectiva. São Paulo: Contexto, 2.002, p 59 – 62.
HISTÓRIA: Introdução aos estudos históricos: historicidade do conhecimento histórico; metodologias e conceitos da ciência
histórica; periodização e tempo; o historiador e seu trabalho; conhecimento e verdade em história. Pré-história: primórdios da
humanidade; períodos da pré-história; primeiros habitantes da América/Brasil. Antiguidade Oriental: economia, sociedade e
cultura do Egito, Mesopotânia, Palestina, Fenícia e Pérsia. Antiguidade Clássica: a civilização grega e romana, economia,
sociedade e cultura. Idade Média: o feudalismo; o império bizantino; o mundo islâmico; o império de Carlos Magno; os grandes
reinos germânicos; as cruzadas; a formação das monarquias nacionais; as grandes crises dos séculos XIV e XV; o renascimento
cultural e urbano; a emergência da burguesia. Idade Moderna: o renascimento comercial e o declínio do feudalismo; os grandes
estados nacionais; a revolução cultural do renascimento; o humanismo; a reforma e a contra reforma; as grandes navegações; o
absolutismo monárquico. Idade Contemporânea: a revolução francesa; a era napoleônica e o congresso de Viena; a revolução
industrial; o liberalismo, o socialismo, o sindicalismo, o anarquismo e o catolicismo social; imperialismo europeu e norte-
americano no século XIX; a 1ª guerra mundial; a revolução russa; a crise de 1929; o nazi-facismo; a 2ª guerra mundial; a guerra
fria; a nova ordem mundial, América Latina e as lutas sociais; o socialismo em Cuba e na China. História do Brasil:
descobrimento; período pré-colonial, sistema colonial, período regencial, primeiro reinado, segundo reinado, república
oligárquica, era de Vargas, república liberal, república militar, nova república. História do Rio Grande do Norte: a conquista e a
colonização. O domínio holandês. A economia e o povoamento na colônia. A guerra dos bárbaros. A revolução de 1917. O
movimento republicano e as oligarquias na república velha. A repercussão da revolução de 1930 no RN. O período interventorial e
o populismo no RN. Os domínios próprios do historiador: áreas de atuação e fronteiras do conhecimento histórico. Instrumentos
metodológicos da historiografia. Novos problemas, novas fontes e novas abordagens da historiografia. Interpretações do Brasil à
luz da historiografia. A nova historiografia potiguar: o caso da transição Império/República.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BITTENCOURT, Circe Maria F. (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo:
Contexto.; BRASIL. MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (5ª a 8ª): História. Brasília,
1.997.; BRASIL, MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Médio, 1.999.;
COTRIM, Gilberto. História Global. Editora Saraiva.; SUASSUNA, Luiz E. Brandão/MARIZ, Marlene da Silva. História do Rio
Grande do Norte.; VICENTINO, Cláudio. História Geral. Editora Scipione.
CIÊNCIAS: Ambiente Físico: formação e composição do solo; tipo e importâncias das rochas; minerais e jazidas brasileiras;
recursos minerais renováveis e não renováveis, uso e aplicação; preservação do solo; composição e formação do ar atmosférico;
camadas atmosféricas e seus fenômenos; propriedades e composição do ar atmosférico; poluição do ar; existência e composição da
água; o ciclo e as mudanças de estados físicos da água; propriedades da água. Origem da vida e suas teorias da evolução; evolução
das espécies; energia e matéria na biosfera; a biodiversidade; desequilíbrio ecológico, fatores e conseqüências; características e
classificação biológica dos seres vivos; os reinos, características gerais, estrutura e importância; os vírus; anatomia e fisiologia dos
animais (vertebrados e invertebrados); reprodução sexuada e assexuada; morfologia e fisiologia dos vegetais. Corpo humano:
célula e seus componentes. Estrutura e organização, reprodução humana, desenvolvimento embrionário. Genética: termos
genético; teoria cromossômica; doenças genéticas e sua prevenção; a genética e suas aplicações. A saúde humana: a importância
da higiene para a saúde humana; doenças infecciosas e não infecciosas, transmissão, sintomas e profilaxia. Tecnologia e
sociedade: matéria e energia: estrutura atômica; ligações químicas; funções orgânicas e inorgânicas; reações e leis das reações
químicas; som; luz e calor. Eletricidade. Magnetismo.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BARROS, Carlos; PAULINO, Wilson Roberto. O meio ambiente (5ª a 8ª). Ática.;
BRASIL,MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (5ª a 8ª série): Ciências. Brasília, 1.997.;
CÉSAR, CEZAR e BEDAQUE. Ciências: entendendo a natureza. São Paulo: Saraiva, 2.003.; CRUZ, Daniel. Ciências &
Educação ambiental. São Paulo: Ática, 2.003.; GOWDAK, Demétrio; GOWDAK, Eduardo Martins. Natureza e vida. (5ª a 8ª
série).FTD.
MATEMÁTICA: Números: números inteiros; divisibilidade; números racionais; números irracionais e reais. Funções: igualdade
de funções; determinação do domínio de uma função; função injetora, sobrejetora e bijetora; função inversa; composição de
funções; funções crescentes, decrescentes, pares e ímpares; os zeros e o sinal de uma função; funções lineares, constantes do 1° e
2º graus, modulares, polinomiais, logarítmicas e exponenciais. Equações: Resoluções de equações de 1º e 2º graus; desigualdade e
inequações. Geometria: plana, espacial e analítica. Trigonometria: triângulo retângulo; estudo do seno, co-seno e tangente.
Seqüências: seqüências de Fibonacci, seqüências numéricas; progressões aritmética e geométrica. Matrizes: tipos de matrizes,
matriz transposta, igualdade de matrizes, matriz inversa e operações com matrizes. Determinantes: determinante de uma matriz,
determinante de matriz de ordem n; propriedade dos determinantes, sistemas lineares; análise combinatória; binômio de Newton.
Noções de Estatística: medidas de tendência central, medidas de dispersão, distribuição de freqüência; gráficos e tabelas.
Matemática Financeira: proporção, porcentagem, regra de três simples e composta, juros. Cálculo de probabilidade e Números
Complexos.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BEZERRA, M.J. Matemática para o ensino médio. São Paulo: Scipione, 2.001.; BIACHINI,
Edwaldo; PACCOLA, Herval. Curso de Matemática. Ensino Médio. Vol.Único. São Paulo: Moderna, 2.003.; BRASIL, MEC.
Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (5ª a 8ª série): Matemática. Brasília, 1.997.;
BRASIL.MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Médio, 1.999.;
CRESPO, A. A. Estatística fácil. São Paulo: Saraiva, 1.995.; DANTE, L.R. Contextos & aplicações. São Paulo: Ática, 2.000.;
GENTIL, Nelson; GRECO, S. Emílio e SANTOS, C.A Marcondes dos. Matemática - série novo ensino médio. Vol. Único. São
Paulo: Ática, 2.003.
QUÍMICA: O mundo e suas transformações: aspectos qualitativos e quantitativos das reações químicas; leis ponderais (Lavoiser,
Proust, Dalton, Richter); leis das reações gasosas de Gay Lussac; hipótese de Avogadro, mol, molécula; cálculos estequiométricos;
natureza elétrica (trabalhos de Faraday). Ligações químicas: iônica, covalente; eletronegatividade; repulsão dos pares eletrônicos;
geometria molecular. Matéria e mudanças de estado: sólidos; líquidos e gases reais; mudanças de estado; diagrama de fases.
Soluções: misturas; tipos de solução; concentração e solubilidade; eletrólito; íons e solução aquosa. Modelo atômico: evolução dos
conceitos de átomo. Funções químicas e aplicações: ácidos; bases; sais; óxidos; reações em solução aquosa de ácido-base;
equilíbrio das soluções aquosas de ácido-base; dissociação; hidrólise; indicadores de ácido-base de titulação; tampões;
estequiometria de soluções. Tabela periódica: histórico e sua construção; classificação (metais, não-metais e gases nobres).
Cinética química: velocidade e mecanismo de reação; equação de velocidade; teoria das colisões; complexo ativado.Equilíbrio
químico: constante de equilíbrio em função das concentrações e em função das pressões parciais; equilíbrio homogêneo versus
equilíbrio heterogêneo; grau de equilíbrio; princípio de Lê Chatelier; lei de Otswald; escalas de pH e pOH. Termoquímica:
processos endotérmicos e exotérmicos; entalpia e variação de entalpia; lei de Hess; entalpia padrão; entalpia padrão de combustão;
entalpia padrão de formação; energia de ligação; entropia; energia livre. Eletroquímica: células galvânicas (pilhas); voltímetro e
medidas de diferença de potencial elétrico; semicela e potencial padrão de semicela; força eletromotriz; agentes oxidantes e
redutores; pilhas e baterias comerciais comuns; células eletrolíticas; eletrólise ígnea e aquosa; amperímetro e medidas da corrente
elétrica. Química orgânica: princípios básicos de nomenclatura orgânica; funções orgânicas; reações e mecanismos de reações.
História da química e Ensino de química: concepções e metodologias.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BRASIL,MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares
Nacionais. Ensino Médio, 1.999.; CARVALHO, G.C. Química moderna. São Paulo: Scipione.; FELTRE, Ricardo. Fundamentos
da química. São Paulo: Saraiva.; PERUZZO, T.M.; CANTO, E.L. Química: Na abordagem do cotidiano. São Paulo: Saraiva.;
USBERCO & SALVADOR. Química essencial. São Paulo: Saraiva.
FÍSICA: História e evolução das idéias da física: física de Aristóteles; origens da mecânica; surgimento da teoria da relatividade e
da quântica. Mecânica: grandezas escalares e vetoriais; MRU, MRUV, movimento circular; leis de Newton e aplicações; trabalho
e potência; impulso e quantidade de movimento circular; energia, conservação e suas transformações; gravitação universal;
estática dos corpos rígidos e dos fluídos; princípios de Pascal, Arquimedes e Stevin. Termodinâmica: calor e temperatura,
transporte de calor; estudo dos gases, teoria cinética dos gases; lei de Joule, transformações adiabáticas; leis da termodinâmica;
entropia e entalpia; máquinas térmicas, ciclo de Carnot; diagrama de fases. Ondulatória: movimento harmônico simples;
oscilações livres, amortecidas e forçadas; ondas sonoras e eletromagnéticas; freqüências naturais e ressonância. Ótica: reflexão e
reflação; espelhos planos e esféricos, lentes; interferência, diflação, polarização. Eletromagnetismo: carga, campo e força elétrica;
lei de Gauss; potencial elétrico, corrente elétrica; circuitos elétricos; campo magnético; lei de Ampere; Lei de Faraday;
propriedades elétricas e magnéticas dos materiais; equações de Maxwell; radicação. Física moderna: introdução à relatividade
especial, transformações de Lorentz; equivalência massa-energia; natureza ondulatória-corpuscular da matéria; teoria quântica da
matéria e da radicação; modelo do átomo de hidrogênio; núcleo atômico e energia nuclear.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BRASIL,MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares
Nacionais. Ensino Médio, 1.999.; GASPAR, Alberto. Física. V.1,2,3. São Paulo: Ática, 2.003.; Grupo de Reelaboração do Ensino
da Física. Física 1 – Mecânica. São Paulo: Edusp, 1.999.; Grupo de Reelaboração do Ensino da Física. Física 2 – Física térmica e
ótica. São Paulo: Edusp, 1.998.; Grupo de Reelaboração do Ensino da Física. Física 3 – Eletromagnetismo. São Paulo: Edusp,
2.000.; HALLIDAY,D.; RESNICK, R. Fundamentos da física. V. 1 a 4. Rio de janeiro: Livros Técnicos Científicos, 2.002.;
RAMALHO,F. et al. Fundamentos desica. São Paulo: Moderna, 1.999.
BIOLOGIA: Identidade dos seres vivos: aspectos físicos, químicos e estruturais da célula; as organelas; importância dos ácidos
nucléicos. Funções celulares: síntese; transporte; eliminação de substâncias e processos de obtenção de energias (fermentação,
fotossíntese e respiração celular); divisão e reprodução celular. Origem e evolução da vida: hipóteses sobre a origem da vida e
características da terra primitiva; idéias evolucionistas (teoria de Lamarck e de Darwin); fatores e mecanismo de evolução; origem
do homem (análise da intervenção/ desenvolvimento sustentável). Diversidade da vida: característica e classificação dos seres
vivos (principais características dos representantes de cada reino da natureza); critérios de classificação; regras de nomenclatura e
categorias taxionômicas; biodiversidade no planeta e no Brasil; principais filos e divisões dos reinos da natureza; características
anatômicas e fisiológicas do homem (fisiologia dos sistemas biológicos: digestório, respiratório, circulatório excretor, nervoso,
endócrino, imunológico, reprodutor, e locomotor). Transmissão da vida: fundamentos da hereditariedade (gene e código genético,
cálculos com probabilidade); primeira e segunda lei de Mendel; genética humana (grupos sanguíneos, distúrbios metabológicos,
compatibilidade e incompatibilidade de tecidos e órgãos, influência dos fatores ambientais); aplicações da engenharia genética
(clonagem, transgênicos e projeto genoma). Interação entre os seres vivos: conceitos básicos em ecologia; relações tróficas
(cadeias e teias alimentares, distribuição natural da matéria e da energia, concentração de pesticidas e de subprodutos radiativos);
relações ecológicas limitadoras do crescimento populacional; ciclos biogeoquímicos; biomas da terra; ecossistemas do Brasil;
poluição e outras degradações do ambiente.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: AMBIS & MARTHO. Conceitos de biologia. V.I, II e III, São Paulo: Moderna, 2.001.;
BAKER & ALLEN. Estudos da biologia. V.I e II, São Paulo: Edgar Blucher, 1.981.; BRASIL, MEC. Secretaria de Educação
Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Médio, 1.999.; LOPES, Sônia. Biologia essencial. São Paulo:
Saraiva, 2.003.; ODUM,E.P. Ecologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1.988.
ENSINO RELIGIOSO: O Ensino Religioso na atual Constituição Brasileira e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional
nº 9394/96. Cristianismo: fundamento, livro sagrado, reforma protestante. Judaísmo: origem profetismo, conduta religiosa.
Islamismo: História, sabedoria islâmica, escritura sagrada. Espiritismo: filosofia, conduta moral. Budismo: A idéia de iluminação,
vida monástica, sistema religioso. Hinduismo: origem, deuses e elementos sagrados. Religiões Afras: diversidade, divindades e
rituais.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: BOWER, Jonh. Para entender as religiões. São Paulo: Editora Ática.; FORUM NACIONAL
PERMANENTE DO ENSINO RELIGIOSO. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Religioso. São Paulo: Editora Ave
Maria, 1.997.; MARCHON, Benait; KIEFFET, Jean François. As grandes religiões no mundo. São Paulo: Paulinas, 1.995.;
MARCHON, Benait; Kieffet, Jean François. As grandes religiões no mundo. São Paulo: Paulinas.; SECRETARIA DA
EDUCAÇÃO DA CULTURA E DOS DESPORTOS. Cadernos pedagógicos do ensino religioso. Volume II, 2.002.; WILCES,
Irineu. Cultura religiosa: as religiões no mundo. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1.994.
FILOSOFIA: Filosofia e conhecimento: pré-Socráticos; Sofistas; Sócrates, Platão e Aristótoles; Patrística (Santo Agostinho);
Escolástica (Santo Tomás de Aquino); racionalismo (Descartes); empirismo (Bacon e Locke); o Criticismo Kantiano; o idealismo
Hegeliano; materialismo histórico e dialético; fenomenologia; a escola de Frankfurt e a teoria crítica (Razão instrumental e razão
Crítica). Filosofia da arte; Filosofia da moral; Filosofia da ciência; as ciências da natureza e as ciências humanas; epistomologia
contemporânea (Popper, Bachelard, Fayarabend, lakatos e Kuhn). Filosofia política: pensamento político grego e medieval; o
pensamento político em Maquiavel, Hobbes, Locke, Montesquieu, Rosseau, Kant, Hegel r Marx; a pós-modernidade.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: ARANHA, M. L. A.; MARTINS, M.H.P. Filosofando: introdução à filosofia. São Paulo:
Moderna, 1.993.; GALLO,S.; KOHAN, W.O (org). Filosofia no ensino médio. Petrópolis: Vozes, 2.000.; MATOS, O. A escola de
Frankfurt: luzes e sombras do iluminismo. São Paulo: Moderna, 1.993.; WEFFORT, F.C (org). Os clássicos da política. V. 1 e 2.
São Paulo: Ática, 1.998; WILCES, Irineu. Cultura religiosa: as religiões no mundo. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 1.994.
SOCIOLOGIA: Sociologia e Sociedade: conceitos; desenvolvimento da sociologia. Pensamento sociológico: conceitos básicos da
teoria de Durkheim, Marx e Weber; condicionamentos sócio-culturais da personalidade do indivíduo. Cultura e Sociedade: O
Estado; a família; a religião; as instituições sociais e o processo de socialização; o novo mundo do trabalho. Meios de
comunicação de massa: ideologia; a indústria cultural. O problema das gerações: exclusão social e cidadania; escola, juventude e
violência; a escola e o tratamento das diferenças sociais; a globalização e os novos desafios da sociedade; a história do
sindicalismo no Brasil; os novos movimentos sociais. Sociologia no Brasil: cultura e identidade. Sociologia no Nordeste: cultura,
identidade e religiosidade.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: DEMO, P. Politicidade da razão humana. Campinas: Papirus, 2.002.; DURKHEIM, E. A
divisão do trabalho social. Rio de Janeiro: Martins Fontes, 1.997.; LAKATOS, E. Sociologia Geral. São Paulo: Atlas, 1.982.;
MARX, K. Formações econômicas pré-capitalistas. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1.975.; PÉRSIO, Santos. Sociologia.; WEBER,
Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Martin Claret, 2.002.
2ª PARTE:
DIDÁTICA: A didática como prática educativa; didática e democratização do ensino; didática como teoria da instrução; o
processo ensino-aprendizagem; planejamento, métodos e avaliação; tendências pedagógicas; o adolescente e a escola; o
adolescente e o trabalho; teorias cognitivas; as contribuições de Piaget, e Vygotsky para a pedagogia; as bases empíricas,
metodológicas e epistemológicas das diversas teoria da aprendizagem; natureza do trabalho docente; recursos didáticos e sua
utilização no ensino; relações entre ensino; aprendizagem e avaliação.
SUGESTÕES BIBLIOGRÁFICAS: CANDAU, Maria Vera. A didática em questão. Petrópolis RJ: Vozes, 1.999.; VEIGA, Ilma
Castro Alencastro (org) et alii. Didática: o ensino e suas relações. São Paulo: Papirus, 1.996.; BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases
da Educação. (LDB) Nº 9394/96.; BRASIL,MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (5ª a
8ª série): Introdução. Brasília, 1.997.; BRASIL,MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares
Nacionais. Ensino Médio, 1.999.; COLL,C. A aprendizagem escolar e construção do conhecimento. Porto Alegre: Artes Médicas,
1.994.; HOFFMANN, Jussara. Pontos e contrapontos – do pensar ao agir em avaliação. Porto Alegre: Mediação, 2.000.;
LIBÂNIO, José Carlos. Didática da educação. São Paulo: Cortez, 1.994.; FREIRE, Paulo. Pedagogia de autonomia: saberes
necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.; PIAGET, Vygotsky, Wallon. Teorias psicogenéticas em discussão.
São Paulo: Summus, 1.992.; SACRISTÁN, J. Gimeno: GÓMES, A.I. Pérez. Compreender e transformar o ensino. Porto Alegre:
ARTMED, 2.000.
A N E X O II
QUADRO DE VAGAS POR MUNICÍPIO
QUADRO DE VAGAS PARA PROFESSOR DO ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO
MUNICÍPIO D I S C I P L I N A
PORT. ING. ED.
ART.
ED.
FÍS.
GEOG. HIST. CIÊN. MAT. QUÍ. FÍS. BIOL. ENS.
REL.
FIL. SOC. TOTAL
1 Acari 2 2 1 1 2 2 2 2 1 1 1 1 1 1
20
2 Açu 3 3 2 2 2 2 3 3 3 3 2 1 2 2
33
3 Afonso Bezerra 2 2 1 1 2 2 2 2 1 1 1 1 1 1
20
4 Água Nova 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
5 Alexandria 1 1 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
15
6 Almino Afonso 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
7 Alto do Rodrigues 1 1 1 1 1 1 1 1 - - - 1 - -
9
8 Angicos 2 2 1 1 2 2 2 2 1 1 1 1 1 1
20
9 Antônio Martins 1 1 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
15
10 Apodi 2 2 1 1 2 2 2 2 2 2 2 1 1 1
23
11 Areia Branca 2 2 1 1 2 2 2 2 2 2 2 1 1 1
23
12 Arês 1 1 1 1 1 1 1 1 - - - 1 - -
9
13 Baía Formosa 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
14 Baraúna 1 1 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
15
15 Barcelona 1 1 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
15
16 Bento Fernandes 1 1 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
15
17 Boa Saúde 1 1 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
15
18 Bodó 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
19 Bom Jesus 1 1 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
15
20 Brejinho 2 2 1 1 2 2 2 2 1 1 1 1 1 1
20
21 Caiçara do Norte 1 1 1 1 1 1 1 1 - - - 1 - -
9
22 Caiçara do Rio do
Vento
1 1 1 1 1 1 1 1 - - - 1 - -
9
23 Caicó 6 5 2 1 6 8 4 5 3 3 3 1 2 2
51
24 Campo Grande 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
25 Campo Redondo 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
26 Canguaretama 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
27 Caraúbas 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
28 Carnaúba dos
Dantas
1 1 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
15
29 Carnaubais 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
30 Ceará-Mirim 2 2 2 2 2 2 1 3 2 2 2 1 1 1
25
31 Cerro Corá 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
32 Coronel Ezequiel 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
33 Coronel João
Pessoa
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
34 Cruzeta 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
35 Currais Novos 3 3 2 2 2 2 2 2 4 2 1 1 2 2
30
36 Doutor Severiano 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
37 Encanto 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
38 Equador 1 1 1 1 1 1 1 1 - - - 1 - -
9
39 Espírito Santo 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
40 Extremoz 4 4 2 2 3 3 2 4 2 2 2 1 1 1
33
41 Felipe Guerra 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
42 Fernando Pedroza 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
43 Florânia 2 2 1 1 2 2 2 2 2 2 2 1 1 1
23
44 Francisco Dantas 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
45 Frutuoso Gomes 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
46 Galinhos 1 1 1 1 1 1 1 1 - - - 1 - -
9
SUB-TOTAL 70 69 51 50 63 65 60 77 52 50 48 46 43 43 787
MUNICÍPIO D I S C I P L I N A
PORT. ING. ED.
ART.
ED.
FÍS.
GEOG. HIST. CIÊN. MAT. QUÍ. FÍS. BIOL. ENS.
REL.
FIL. SOC. TOTAL
47 Goianinha 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
48 Gov. Dix-Sept
Rosado
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
49 Grossos 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
50 Guamaré 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
51 Ielmo Marinho 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
52 Ipanguaçu 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
53 Ipueira 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
54 Itajá 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
55 Itaú 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
56 Jaçanã 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
57 Jandaíra 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
58 Janduís 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
59 Japi 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
60 Jardim de
Angicos
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
61 Jardim de
Piranhas
2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
62 Jardim do Seridó 2 2 1 1 2 2 2 2 2 2 2 1 1 1
23
63 João Câmara 5 5 3 5 5 5 3 5 5 5 5 1 2 2
56
64 João Dias 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
65 José da Penha 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
66 Jucurutu 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
67 Jundiá 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
68 Lagoa d’Anta 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
69 Lagoa de Pedras 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
70 Lagoa de Velhos 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
71 Lagoa Nova 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
72 Lagoa Salgada 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
73 Lajes 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
74 Lajes Pintadas 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
75 Lucrécia 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
76 Luís Gomes 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
77 Macaíba 8 8 4 4 5 5 5 8 5 5 5 1 1 1
65
78 Macau 3 3 2 2 3 3 3 3 3 3 3 1 2 2
36
79 Major Sales 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
80 Marcelino Vieira 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
81 Martins 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
82 Maxaranguape 2 2 1 1 2 2 2 3 2 2 2 1 1 1
24
83 Messias Targino 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
84 Montanhas 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
85 Monte Alegre 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
86 Monte das
Gameleiras
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
87 Mossoró 10 10 4 5 6 6 6 8 7 8 7 3 3 3
86
88 Natal 80 70 15 15 15 15 50 150 150 150 50 5 7 7
779
89 Nísia Floresta 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
90 Nova Cruz 8 8 3 4 5 5 5 8 5 5 5 2 2 2
67
91 Olho d’Água do
Borges
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
92 Ouro Branco 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
93 Paraná 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
94 Paraú 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
95 Parazinho 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
96 Parelhas 2 2 1 1 2 2 2 3 2 2 2 1 1 1
24
97 Parnamirim 10 7 2 3 4 4 4 8 8 7 5 3 2 2
69
SUB-TOTAL 180 167 77 82 90 90 123 248 230 230 127 60 63 63 1830
MUNICÍPIO D I S C I P L I N A
PORT. ING. ED.
ART.
ED.
FÍS.
GEOG. HIST. CIÊN. MAT. QUÍ. FÍS. BIOL. ENS.
REL.
FIL. SOC. TOTAL
98 Passa e Fica 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
99 Passagem 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
100 Patu 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
101 Pau dos Ferros 3 3 2 2 3 3 3 3 3 3 3 2 2 2
37
102 Pedra Grande 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
103 Pedra Preta 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
104 Pedro Avelino 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
105 Pedro Velho 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
106 Pendências 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
107 Pilões 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
108 Poço Branco 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
109 Portalegre 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
110 Porto do Mangue 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
111 Pureza 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
112 Rafael Fernandes 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
113 Rafael Godeiro 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
114 Riacho da Cruz 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
115 Riacho de Santana 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
116 Riachuelo 2 2 1 1 2 2 2 2 1 1 1 1 1 1
20
117 Rio do Fogo 2 2 2 2 2 2 1 2 2 2 2 1 1 1
24
118 Rodolfo
Fernandes
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
119 Ruy Barbosa 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
120 Santa Cruz 3 3 2 2 2 2 2 3 2 2 2 1 1 1
28
121 Santa Maria 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
122 Santana do Matos 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
123 Santana do Seridó 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
124 Santo Antônio 5 5 3 3 5 5 5 7 4 4 3 1 1 1
52
125 São Bento do
Norte
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
126 São Bento do
Trairí
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
127 São Fernando 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
128 São Francisco do
Oeste
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
129 São Gonçalo do
Amarante
3 3 2 2 3 3 3 3 2 2 2 1 1 1
31
130 São João do
Sabugi
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
131 São José de
Mipibu
2 2 2 2 2 2 2 4 2 2 2 1 1 1
27
132 São José do
Campestre
3 3 2 2 3 3 3 3 2 2 2 1 1 1
31
133 São José do
Seridó
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
134 São Miguel 2 2 1 1 2 2 2 3 2 2 2 1 1 1
24
135 São Miguel de
Touros
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
136 São Paulo do
Potengi
3 3 2 2 2 2 2 3 2 2 2 1 1 1
28
137 São Pedro 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
138 São Rafael 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
139 São Tomé 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
140 São Vicente 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
141 Senador Elói de
Souza
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
142 Senador Georgino
Avelino
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
143 Serra Caiada 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
144 Serra de São
Bento
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
145 Serra do Mel 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
146 Serra Negra do
Norte
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
147 Serrinha 1 1 1 1 1 1 1 1 - - - 1 - -
9
148 Serrinha dos
Pintos
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
SUB-TOTAL 76 76 60 60 67 67 66 81 62 62 61 52 51 51 892
MUNICÍPIO D I S C I P L I N A
PORT. ING. ED.
ART.
ED.
FÍS.
GEOG. HIST. CIÊN. MAT. QUÍ. FÍS. BIOL. ENS.
REL.
FIL. SOC. TOTAL
149 Severiano Melo 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
150 Sítio Novo 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
151 Taboleiro Grande 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
152 Taipu 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
153 Tangará 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
154 Tenente Ananias 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
155 Tenente
Laurentino Cruz
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
156 Tibau 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
157 Tibau do Sul 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
158 Timbaúba dos
Batistas
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
159 Touros 3 3 2 2 3 3 2 3 3 3 3 1 1 1
33
160 Triunfo Potiguar 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
161 Umarizal 3 3 2 2 2 2 2 3 2 2 2 1 1 1
28
162 Upanema 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
163 Várzea 2 2 1 1 1 1 1 2 1 1 1 1 1 1
17
164 Venha-Ver 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
165 Vera Cruz 2 2 1 1 2 2 1 2 2 2 2 1 1 1
22
166 Viçosa 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
167 Vila Flor 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
14
SUB-TOTAL 28 28 21 21 23 23 21 28 23 23 23 19 19 19 319
TOTAL GERAL 354 340 209 213 243 245 270 434 367 365 259 177 176 176 3828