Edital do Concurso Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) 2005

Visualizaçao do Edital do Concurso

1
SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO)
PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE
ANALISTA E DE TÉCNICO
EDITAL N.º 1/2005 SERPRO, DE 28 DE FEVEREIRO DE 2005
O Diretor -Presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) e a Diretora-Geral
do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (CESPE) da Universidade de Brasília (UnB) tornam
públicas a abertura de inscrições e as normas estabelecidas para a realização de processo seletivo público
destinado ao provimento de vagas nos cargos de Analista e de Técnico.
1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
1.1 O processo seletivo público será regido por este edital e será executado pelo Centro de Seleção e de
Promoção de Eventos (CESPE) da Universidade de Brasília (UnB).
1.2 O processo seletivo compreenderá exame de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de
provas objetivas de caráter eliminatório e classificatório.
1.3 O processo seletivo será realizado nas cidades de: Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Boa
Vista/RR, Cuiabá/MT, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Macapá/AP, Manaus/AM, Porto Alegre/RS, Porto
Velho/RO, Recife/PE, Rio Branco/AC, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA e São Paulo/SP.
1.4 Em face da indisponibilidade de locais adequados ou suficientes nas cidades de realização das provas,
estas poderão ser realizadas em outras cidades.
2 DOS CARGOS
2.1 NÍVEL SUPERIOR
CARGO 1: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS DE
INFORMÁTICA
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena na área de Informática ou de Administração de Empresas ou outro curso superior com
curso adicional de formação e especialização na área de Informática, fornecido por instituição
reconhecida pelo MEC.
ATRIBUIÇÕES: elaborar projetos para a Gestão dos Serviços de Informática; elaborar planos para o
acompanhamento da produção dos Serviços de Informática; analisar os planos de produção de serviços,
identificando os pontos de sobrecarga e apresentando soluções para adequação e balanceamento do
ambiente produtivo; coordenar a execução do plano de produção e prestação de serviços, analisando
desvios operacionais e interagindo para a correção destes; efetuar avaliação dos serviços, recursos e
processos produtivos, definindo ou propondo medidas para a melhoria da segurança, qualidade e
produtividade; acompanhar a instalação de recursos de hardware, software e sistemas aplicativos no
ambiente produtivo, analisando os impactos das mudanças efetuadas; desenvolver e coordenar projetos,
metodologias, sistemáticas e elaborar normas e procedimentos relativos aos processos de produção e
prestação de serviços, visando garantir a segurança e desempenho destes; analisar o comportamento dos
serviços e estabelecer padrões para a produção e prestação de serviços; e prestar assessoramento técnico
no que se refere a prazos, níveis de serviço e dimensionamento de recursos relativos à implementação de
sistemas.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 2: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: ASSUNTOS JURÍDICOS
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Ciências Jurídicas, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, registro na
Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Certidão de Regularidade com o Órgão fiscalizador de sua
profissão.
ATRIBUIÇÕES: prestar assistência e assessoramento jurídico ao SERPRO, por meio da emissão de
pareceres e orientações, bem como de elaboração ou análise prévia de documentos destinados a
formalizar, reformular ou por termo a qualquer situação jurídica de interesse do SERPRO; executar
2
atividades forenses, por meio da propositura de ações judiciais, quando autorizado pelo SERPRO,
defendendo em juízo, zelando pelo acompanhamento e cumprimento dos prazos legais da demandas
judiciais; supervisionar o acompanhamento dos serviços judiciários.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais, com dedicação exclusiva.
CARGO 3: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: AUDITORIA
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Ciências Contábeis ou de outro curso superior de graduação plena em Administração,
Economia, Direito ou Informática com especialização na área de Auditoria Contábil, fornecido por
instituição reconhecida pelo MEC, e Certidão de Regularidade com o Órgão fiscalizador de sua profissão.
ATRIBUIÇÕES: participar de auditorias internas que visem comprovar a legalidade e legitimidade dos
atos e fatos administrativos e avaliar os resultados alcançados, quanto aos aspectos de eficiência, eficácia,
segurança e economicidade relacionados à gestão das atividades administrativa, orçamentária, financeira,
de segurança e contábil do SERPRO; assessorar os titulares da organização no desempenho efetivo de
suas funções e responsabilidades, fornecendo-lhe análises, apreciações, recomendações, pareceres e
informações relativas às atividades examinadas; avaliar e emitir parecer sobre os sistemas estabelecidos
para assegurar observância das políticas, planos, procedimentos, leis e regulamentações que possam ter
um impacto significativo sobre as operações e informações, bem como verificar se a organização os
segue; avaliar e emitir parecer sobre os procedimentos para salvaguarda dos ativos, bem como comprovar
a existência desses ativos; avaliar e emitir parecer sobre os controles internos que asseguram a
confiabilidade (integridade, disponibilidade e confidencialidade) e conformidade dos sistemas e
ambientes computacionais do SERPRO; avaliar e emitir parecer a respeito das Contas Gerais do
SERPRO.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 4: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: COMUNICAÇÃO SOCIAL
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Comunicação, Relações Públicas, Jornalismo, Publicidade e Propaganda ou
Rádio/Televisão, fornecido por em instituição reconhecida pelo MEC, e Certidão de Regularidade com o
Órgão fiscalizador de sua profissão.
ATRIBUIÇÕES: desenvolver atividades de assessoria de imprensa, acompanhando as notícias publicadas
na mídia externa, assessorando a direção do SERPRO naquelas que requeiram pronunciamento; analisar,
planejar, editar e acompanhar publicações do SERPRO voltadas para os públicos de interesse; planejar,
elaborar e acompanhar a implementação de projetos de integração dos empregados do SERPRO e seus
familiares com a comunidade; planejar e desenvolver a promoção institucional nos segmentos de atuação
do SERPRO; planejar e executar eventos corporativos.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 5: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: DESENHO INSTRUCIONAL
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena na área de ciências humanas ou sociais com curso de especialização nas áreas de
Informática na Educação ou Lingüística Aplicada a Educação ou Educação a Distância ou Ambientes
Virtuais de Aprendizagem ou Desenvolvimento e Aprendizagem ou Psicologia Educacional ou
Informação ou Comunicação ou Educação, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC.
ATRIBUIÇÕES: elaborar projeto pedagógico e didático para cursos na modalidade a distância;
identificar necessidades, objetivos pedagógicos, características dos aprendizes e do conteúdo; elaborar o
mapa conceitual do conteúdo de desenho instrucional, englobando modelagem de cursos quanto às
funcionalidades, características de conteúdo, redação de conteúdo, formas de treinamento e recursos
multimídia; selecionar estratégias instrucionais e mídias adequadas para diferentes tipos de conteúdo,
objetivos e público-alvo; orientar a transformação do desenho instrucional em linguagem multimídia,
3
envolvendo a concepção visual dos cursos, programação das telas, efeitos visuais/sonoros e animações
gráficas; implementar os cursos no ambiente corporativo; desenvolver sistemáticas, efetuar estudos,
elaborar normas e procedimentos técnicos visando a melhoria dos serviços prestados.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 6: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena na área de Ciências Exatas ou de Administração ou de curso superior seqüencial de
formação específica na área de Desenvolvimento de Sistemas, ou de outro curso superior e curso
adicional de especialização e formação na área de Desenvolvimento de Sistemas, fornecido por
instituição reconhecida pelo MEC.
ATRIBUIÇÕES: analisar e diagnosticar as necessidades de informação dos clientes, propondo
alternativas de solução técnicas e estratégias de desenvolvimento, considerando as diversas plataformas
disponíveis; especificar o projeto lógico de sistemas, de acordo com as normas e metodologias adotadas
pela Empresa, e adequados às características e necessidades do cliente; executar atividades relativas à
administração dos dados; elaborar o projeto físico de sistemas, definindo a solução técnica a ser adotada,
o armazenamento de dados e as unidades de implementação; definir as rotinas de acesso, segurança,
integridade e recuperação de dados; implementar sistemas, elaborando o projeto, o desenvolvimento das
unidades de implementação, efetuando os testes e simulações para homologação da solução; implantar os
sistemas, disponibilizando-os para utilização, juntamente com a documentação necessária; prestar
assessoramento técnico no que se refere a prazos, recursos e alternativas de desenvolvimento de sistemas;
efetuar prospecção, análise e implementação de novas ferramentas de desenvolvimento; fornecer
treinamento relativo à utilização dos sistemas de informação e ferramentas de acesso e manipulação de
dados; efetuar alterações, manutenções e adequações necessárias ao bom funcionamento dos sistemas;
acompanhar e avaliar o desempenho dos sistemas implantados, identificando e providenciando as
medidas corretivas competentes; desenvolver planejamento estratégico e análise de sistemas de
informações; administrar componentes reusáveis e repositórios; certificar e inspecionar modelos e
códigos de sistemas.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 7: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: MEDICINA DO TRABALHO
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Medicina e curso de especialização em Medicina do Trabalho, fornecido por
instituição reconhecida pelo MEC, e Certidão de Regularidade com o Órgão fiscalizador de sua profissão.
ATRIBUIÇÕES: elaborar e implementar o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional
PCMSO, com o objetivo de promoção e preservação da saúde dos empregados; encaminhar relatório ao
Engenheiro de Segurança do Trabalho e ao responsável pelo Órgão de Gestão de Pessoas, sempre que na
análise dos exames ocupacionais for identificada a necessidade de mudanças ambientais; analisar todos os
casos de acidentes de trabalho típicos ou de trajeto, ou doenças do trabalho, com ou sem perda de dias,
de empregados ou de trabalhadores terceirizados, para apuração de suas causas, gerando relatórios;
indicar, em conjunto com o Engenheiro de Segurança do Trabalho, o Equipamento de Proteção Individual
EPI adequado ao risco existente em determinada atividade, quando esgotados todos os meios para
eliminação do risco e sempre que as medidas de proteção coletiva forem tecnicamente inviáveis ou não
oferecerem completa proteção; avaliar postos e ambiente de trabalho, em conjunto com o Engenheiro de
Segurança do Trabalho, orientando sempre que houver necessidade de modificações que permitam uma
melhor adaptação das condições de trabalho às características psicofísicas dos empregados, com o
objetivo de proporcionar máximo conforto, segurança e desempenho eficiente; assessorar o Órgão de
Gestão de Pessoas quanto à autorização de benefícios para tratamento de saúde de empregados e
dependentes; emitir pareceres médicos para subsidiar análise de solicitações de benefícios especiais para
tratamentos médicos e outros; assessorar o Órgão de Gestão de Pessoas em contatos externos com INSS,
4
DSST/DRT e outras entidades; assessorar, tecnicamente, o Órgão de Gestão de Pessoas no preenchimento
do formulário DIRBEN 8030, que contém informações para a concessão de aposentadoria especial,
seguindo as orientações das Ordens de Serviço do INSS que tratam da matéria; e emitir relatório anual
sobre as ações de saúde previstas no PCMSO que foram executadas, discriminando, por setores do
SERPRO, o número e a natureza dos exames médicos, incluindo avaliações clínicas e exames
complementares, estatísticas de resultados considerados anormais, assim como o planejamento para o
próximo ano.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.007,89.
JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.
CARGO 8: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: PROGRAMAÇÃO VISUAL
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Desenho Industrial (Design Gráfico) ou Artes Plásticas, ou outro curso superior
acrescido de especialização na área de Programação Visual ou Comunicação Visual, fornecido por
instituição reconhecida pelo MEC.
ATRIBUIÇÕES: elaborar projetos de informações visuais relacionadas à mídia impressa e digital
interativa, tais como identidade visual de empresas, sinalização, editoração e impressos em geral,
embalagens, animação, vídeo e multimídia CDRom, webdesign, quiosques interativos, games, produtos
educacionais e material promocional; ministrar treinamento sobre produtos utilizados na sua área de
atuação.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 9: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Psicologia, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, e Certidão de
Regularidade com o Órgão fiscalizador de sua profissão.
ATRIBUIÇÕES: elaborar levantamento de necessidades, diagnósticos de situação, laudos e relatórios
relacionados a desenvolvimento de pessoas; elaborar e ana lisar perfis profissionais; elaborar, conduzir e
avaliar técnicas de dinâmica de grupo; elaborar e conduzir entrevistas psicológicas individuais ou em
grupo; formular e analisar procedimentos para elaboração de processos de cargos e salários e de avaliação
de desempenho; participar de grupos multifuncionais com foco em desenvolvimento de pessoas; aplicar e
analisar pesquisas.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 10: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: RECURSOS FINANCEIROS
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Economia, Administração ou Ciências Contábeis, fornecido por em instituição
reconhecida pelo MEC, e Certidão de Regularidade com o Órgão fiscalizador de sua profissão.
ATRIBUIÇÕES: administrar as aplicações financeiras da empresa, identificando disponibilidades,
analisando oportunidades e propondo alternativas de aplicação; coordenar e realizar os pagamentos,
verificando o cumprimento das formalidades legais e regulamentares, bem como a disponibilidade efetiva
de recursos financeiros; elaborar e analisar as projeções de Receitas e Despesas, identificando os pontos
críticos para adoção e proposição de ações visando maximizar o desempenho financeiro; elaborar e
analisar balancetes, balanços e demais documentos contábeis, gerando relatórios e pareceres técnicos;
elaborar e analisar o fluxo de caixa da Empresa, propondo medidas que viabilizem a manutenção positiva
das disponibilidades financeiras; analisar as projeções de recebimentos da Empresa propondo ações que
permitam agilizar as entradas de recursos financeiros; analisar os orçamentos fixados para a despesa e os
projetados para a receita, emitindo relatórios sobre as discrepâncias porventura existe ntes; realizar estudos
sobre legislações fiscais e tributárias, emitindo normas internas; apurar os resultados do sistema de custos,
procedendo análise crítica e possíveis correções; e, gerir o sistema de faturamento, analisando os
respectivos relatórios.
5
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 11: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: RECURSOS LOGÍSTICOS
(Economia/Administração)
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Economia ou Administração, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC.
ATRIBUIÇÕES: executar a Gestão Patrimonial, envolvendo o controle de bens, seu tombamento,
inventário, alterações e a baixa dos mesmos; executar a Gestão de Materiais, envolvendo a administração
de estoque e o suprimento de materiais de consumo; executar a Gestão de Segurança Física, envolvendo a
segurança de pessoas, instalações, materiais, documentos e planos de contingência; executar a Gestão de
Aquisições e Contratações, envolvendo as aquisições e contratações propriamente ditas bem como a
gestão de contratos daí decorrentes, contratação e gestão de seguros, gestão de marcas e patentes;
executar a Gestão Organizacional, envolvendo a normalização da estrutura orgânica, de normas e padrões
bem como a prospecção de estudos organizacionais; executar a Gestão Documental, envolvendo a análise,
tratamento, guarda e recuperação da documentação corporativa do SERPRO bem como a definição de
normas e padrões neste segmento; e executar a Gestão de Processos Internos, envolvendo Comunicação
Social, Planejamento, Qualidade, Medição de Desempenho, Controladoria, Gestão de Pessoas,
Relacionamento com o Cliente e Gestão do Conhecimento Organizacional, voltados para a Gestão
Logística. Serviços Gerais: coordenar a execução das atividades referentes a serviços gerais,
compreendendo: apoio a eventos, copa, jardinagem, lanchonete, restaurante, transporte de bens,
protocolo, reprografia, serviços externos, transporte e zeladoria. Gestão Patrimonial: recebimento de bens
adquiridos pela SERPRO e seu tombamento (inclusão) no acervo; proceder às baixas de bens no acervo
patrimonial do SERPRO; coordenar o emplaquetamento e reemplaquetamento de bens patrimoniais;
controlar as movimentações físicas e transferências das responsabilidades sobre guarda de bens
patrimoniais; administrar a realização periódica de inventários físico-contábeis de bens; realizar o
controle físico de bens de terceiros contratados pelo SERPRO. Gestão de Materiais (Estoques,
Almoxarifado): proceder o recebimento (não implicando aceitação), armazenagem e registro de entrada e
saída de materiais; fornecer informações gerenciais relativamente aos materiais de consumo; prestar
informações precisas sobre o estoque e consumo de materiais, e, conseqüentemente, o ponto de
ressuprimento (controle da agenda); realizar o tratamento das previsões de consumo de materiais
agendáveis elaboradas pelos gestores setoriais de material, visando o ressuprimento de estoque nos
almoxarifados; e subsidiar a elaboração de projetos básicos para ressuprimento de materiais.
Controladoria: Analisar, consolidar e disseminar as informações orçamentárias e financeiras, relacionadas
a elaboração orçamentária, acompanhamento da execução e avaliação dos resultados; acompanhar e
registrar a evolução do quadro de colaboradores (empregados e bolsistas); elaborar a proposta de
solicitação de recursos para gratificações técnicas e gerenciais e acompanhamento de sua execução;
exercer a gestão dos sistemas de correspondênc ia e de viagens; acompanhar, avaliar e buscar soluções de
otimização dos indicadores financeiros; realizar a gestão do contrato de fornecimento de passagens
aéreas; coordenar e administrar o credito rotativo, atendendo as despesas miúdas e emergencias;
acompanhar os pagamentos realizados, providenciando o envio dos documentos fiscais para a unidade de
gestão financeira; elaborar projetos específicos da área, acompanhando as execuções e administrando seus
resultados; coordenar grupos de trabalho para o desenvolvimento de estudos e aplicações em sua área de
atuação.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 12: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: RECURSOS LOGÍSTICOS (Engenharia)
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Engenharia Civil ou Engenharia Mecânica ou Engenharia Elétrica, fornecido por em
instituição reconhecida pelo MEC, e Certidão de Regularidade com o Órgão fiscalizador de sua profissão.
ATRIBUIÇÕES: elaborar relatórios circunstanciados de atividades técnicas na área de engenharia
6
predial; emitir pareceres sobre problemas técnicos de edificações e suas instalações hidrossanitárias,
elétricas, de ar condicionado e de segurança contra incêndio; propor alternativas de solução e seus
respectivos custos e prazos estimados para os problemas técnicos das edificações e suas instalações,
inclusive segurança contra incêndio ; elaborar projetos básicos de obras e serviços de engenharia com
vistas a realização de licitação; elaborar especificações técnicas de engenharia predial, para compor
Projetos Básicos; elaborar pequenos projetos de engenharia, em sua área de especialização; elaborar
orçamentos de obras e serviços de engenharia para compor Projetos Básicos; levantar, consolidar,
divulgar e manter atualizadas as informações sobre imóveis e suas instalações; fazer
acompanhamento/fiscalização de obras e serviços de engenharia; coordenar / supervisionar atividades de
manutenção das instalações prediais; e, participar de licitações para contratação de obras e serviços de
engenharia, inclusive analisando propostas dos concorrentes. Segurança Física: Coordenar a execução das
atividades referentes a segurança física compreendendo vigilância e circulação de bens, pessoas e
transportes.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 13: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: REDE DE COMPUTADORES
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena na área de Ciências Exatas ou de Administração ou de curso superior seqüencial de
formação específica na área de Rede de Computadores, ou de outro curso superior e curso adicional de
especialização e formação na área de Rede de Computadores, fornecido por instituição reconhecida pelo
MEC.
ATRIBUIÇÕES: projetar rede de computadores, definindo a topologia e a configuração desta; avaliar,
especificar e dimensionar os recursos de comunicação de dados; instalar, customizar e manter os recursos
de rede; analisar problemas e efetuar correções no ambiente operacional; analisar a utilização e o
desempenho das redes de computadores, efetuando adequações e planejando a evolução da rede, visando
a melhoria na qualidade dos serviços; prestar suporte técnico e consultoria relativamente à aquisição, à
implantação e ao uso adequados dos recursos de rede; efetuar prospecção, análise e implementação de
novos recursos de rede, visando a sua utilização na Empresa; analisar a viabilidade de instalação de novas
aplicações no ambiente operacional da Empresa, objetivando manter o padrão de desempenho dos
serviços implantados; e, desenvolver sistemáticas, efetuar estudos, elaborar normas e procedimentos e
padronizar características técnicas visando a melhoria da segurança e dos serviços prestados.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 14: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: SERVIÇO SOCIAL
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena em Serviço Social, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, e Certidão de
Regularidade com o Órgão fiscalizador de sua profissão.
ATRIBUIÇÕES: atuar em consonância com as diretrizes e políticas do SERPRO empresa, especialmente
àquelas relacionadas ao Processo Gestão de Pessoas, a Responsabilidade Social, a Ética e a Qualidade de
Vida dos empregados; integrar e coordenar equipes multidisciplinares quando da elaboração,
implementação e implantação de programas, projetos e pesquisas voltados à análise da gestão social, a
melhoria da qualidade de vida do trabalhador e de sua capacidade produtiva; disseminar e interpretar a
política de Gestão de Pessoas e do Serviço Social junto aos clientes; atuar em parceria com o Serviço de
Medicina Ocupacional na elaboração e execução dos programas de prevenção de doenças, de
dependências químicas, de desenvolvimento da saúde integral do trabalhador e no acompanhamento dos
processos de tratamento, quando for o caso; promover a gestão participativa junto aos clientes (gestores,
empregados e seus dependentes) visando a análise de situações e solução de problemas por meio do
desenvolvimento e valorização de suas potencialidades; assessorar gestores nas ações voltadas à melhoria
da gestão social, nas avaliações e análises dos programas de benefícios, propondo ações e formulando
propostas adequadas as necessidades dos clientes e a realidade do SERPRO; assessorar gestores na
7
tomada de decisão em casos de ordem médico-social, por meio de análise e, emissão parecer técnico,
quando couber; definir indicadores que permitam avaliar as ações do Serviço Social e subsidiar o
planejamento estratégico do processo Gestão de Pessoas; e interagir com empresas e outras instituições
visando manter atualizadas as ações do Serviço Social do SERPRO de acordo com as tendências do
cenário externo.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
CARGO 15: ANALISTA ESPECIALIZAÇÃO: SOFTWARE BÁSICO
REQUISITOS: diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de
graduação plena na área de Ciências Exatas ou de Administração ou de curso superior seqüencial de
formação específica na área de Software Básico, ou de outro curso superior e curso adicional de
especialização e formação na área de Software Básico, fornecido por em instituição reconhecida pelo
MEC.
ATRIBUIÇÕES: avaliar e especificar as necessidades de hardware e software básico e de apoio; definir
configuração de ambientes operacionais; instalar, customizar e manter o software básico e de apoio;
analisar o desempenho do ambiente operacional e efetuar adequações; analisar a utilização dos recursos
de software e hardware e planejar a evolução do ambiente, visando a melhoria na qualidade do serviço;
prestar consultoria e suporte técnico relativamente à aquisição, implantação e uso adequado dos recursos
de hardware e software; efetuar prospecção, análise e implementação de novos recursos de hardware e
software, visando a sua utilização no SERPRO; analisar a viabilidade de instalação de novas aplicações
no ambiente operacional do SERPRO, objetivando manter o padrão de desempenho de serviços
implantados; e, desenvolver sistemáticas, efetuar estudos, elaborar normas e procedimentos e padronizar
características técnicas visando a melhoria da segurança e dos serviços prestados.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.885,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
2.2 NÍVEL MÉDIO
CARGO 16: TÉCNICO QUALIFICAÇÃO: OPERAÇÃO DE REDE
REQUSITOS: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio ou de curso
técnico profissionalizante nas áreas de Rede ou Eletrônica ou Elétrica ou Telecomunicação, fornecido por
instituição reconhecida pelo MEC.
ATRIBUIÇÕES: Monitoração de Rede: monitorar o ambiente de rede relativo às características
preconizadas pela gerência de desempenho, configuração, qualidade e recuperação e mudanças, avaliando
os desvios e falhas e adotando soluções para correção dos mesmos; monitorar as ocorrências e mensagens
de gerenciamento da rede por meio da recepção, intercepção, tratamento e encaminhamento de ações
decorrentes dessas mensagens; garantir a integridade, confiabilidade e confidencialidade das informações;
acionar, acompanhar procedimentos e interagir junto aos fornecedores e concessionárias de rede;
monitorar e garantir os níveis de serviços contratados pelos clientes da rede; operar equipamentos de
gerência das redes locais; realizar testes e homologação de equipamentos de rede, circuitos de
comunicação e produtos voltados para a rede; executar as rotinas de ativação/desativação e os
procedimentos operacionais (scripts) de gerência do ambiente de redes locais e de redes de longa
distância; executar procedimentos de conexão de novos recursos na rede; executar procedimentos de
segurança, definidos pelo comitê de segurança do SERPRO, visando garantir a inviolabilidade do
ambiente de rede; instalar, programar, configurar e customizar os equipamentos e softwares de rede de
acordo com os procedimentos operacionais (scripts) e padrões técnicos definidos; instalar, configurar e
disponibilizar softwares aplicativos e plataformas operacionais (sistemas operacionais, antivírus,
diretórios, servidores de arquivos, sistemas de impressão, distribuição de programas) em rede local;
diagnosticar, corrigir ou propor soluções, para problemas de hardware e software apresentado nas
estações de trabalho, excetuando-se a manutenção de componentes de hardware; efetuar o cadastramento
e habilitação de usuários, bem como o controle no uso de recursos da rede; prestar assistência técnica e
capacitar usuários na instalação e uso dos recursos de rede; realizar o monitoramento e o mapeamento do
8
tráfego na rede, participar da elaboração do mapeamento de endereçamento e rotas necessárias à
implementação de rede de comunicação; conhecer métricas e indicadores de desempenho de redes e
executar procedimentos para a sua aferição e coleta; executar melhorias em procedimentos operacionais,
contribuir para disseminação de conhecimentos inerentes a tecnologia de rede locais e de longa distância;
e executar procedimentos para alimentação de bancos de dados. Gestão da rede: elaborar planilhas e
relatórios de análise conforme metodologia adotada pelo SERPRO; apoiar a contabilização dos serviços
produzidos, administrando os aplicativos necessários para a geração de receita; coletar dados, realizar
levantamentos de informações para a elaboração de relatórios de acompanhamento de serviços; executar a
gestão dos recursos de rede e telecomunicações junto aos fornecedores, objetivando a consecução das
atividades pertinentes a manutenção do nível de serviço contratado, processos financeiros referentes ao
faturamento de serviços e cumprimento de prazos e cláusulas contratuais; atuar na gestão/coordenação
dos processos referentes às funções da Gerência Integrada de Rede, garantindo controle sobre execução,
atendimento ao padrão definido e melhorias contínuas; executar conferência e lançamento de faturas de
produtos e serviços de rede, de acordo com as normas vigentes e as cláusulas contratuais, nos sistemas
financeiros do SERPRO; executar coleta sistemática de informações para aferição de indicadores e
métricas necessárias a gestão de redes; desenvolver e disponibilizar sistema de informação para clientes.
REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 1.083,24.
JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.
3 DAS VAGAS
3.1 A convocação dos 1.100 candidatos aprovados dar-se-á a partir do ano de 2005 até a data final de
validade do processo seletivo, observadas as necessidades de provimento do Quadro de Pessoal do
SERPRO e conforme a distribuição de vagas por local e por especialização/qualificação, apresentados no
seguinte quadro:
3.1.1 ANALISTA
UF LOCAL DE VAGA
ESPECIALIZAÇÃO/
QUALIFICAÇÃO
CONVOCAÇÃO
BA Salvador Comunicação Social 1
BA
Salvador
Desenvolvimento de Sistemas 22,
2 vagas para def.
CE
Fortaleza
Assuntos Jurídicos 3,
1 vaga para def.
CE
Fortaleza
Desenvolvimento de Sistemas 44,
3 vagas para def.
CE Fortaleza Rede de Computadores 1
CE Fortaleza Serviço Social 1
DF
Brasília
Administração de Serviços de Informática 3,
1 vaga para def.
DF
Brasília
Auditoria 6,
1 vaga para def.
DF Brasília Comunicação Social 1
DF
Brasília
Desenvolvimento de Sistemas 219,
11 vagas para def.
DF Brasília Medicina do Trabalho 1
DF
Brasília
Psicologia Organizacional 2,
1 vaga para def.
DF
Brasília
Recursos Financeiros 10,
1 vaga para def.
DF Brasília
Recursos Logísticos (Economia/Administração) 7,
1 vaga para def.
9
UF LOCAL DE VAGA
ESPECIALIZAÇÃO/
QUALIFICAÇÃO
CONVOCAÇÃO
DF
Brasília
Recursos Logísticos (Engenharia) 2,
1 vaga para def.
DF
Brasília
Rede de Computadores 17,
1 vaga para def.
DF Brasília Serviço Social 1
DF
Brasília
Software Básico 29,
2 vagas para def.
MG
Belo Horizonte
Assuntos Jurídicos 3,
1 vaga para def.
MG
Belo Horizonte
Desenho Instrucional 4,
1 vaga para def.
MG
Belo Horizonte
Desenvolvimento de Sistemas 55,
3 vagas para def.
MG
Belo Horizonte
Programação Visual 4,
1 vaga para def.
MG Belo Horizonte Serviço Social 1
PA
Belém
Desenvolvimento de Sistemas 26,
2 vagas para def.
PA Belém Rede de Computadores 2,
1 vaga para def.
PA Belém Serviço Social 1
PE
Recife
Desenvolvimento de Sistemas 52,
3 vagas para def.
PE Recife Rede de Computadores 1
PE Recife Serviço Social 1
PR
Curitiba
Desenvolvimento de Sistemas 62,
4 vagas para def.
PR Curitiba Rede de Computadores 1
PR Curitiba Serviço Social 1
RJ
Rio de Janeiro
Desenvolvimento de Sistemas 153,
8 vagas para def.
RJ Rio de Janeiro Medicina do Trabalho 1
RJ
Rio de Janeiro
Rede de Computadores 6,
1 vaga para def.
RJ Rio de Janeiro Serviço Social 1
RJ
Rio de Janeiro
Software Básico 10,
1 vaga para def.
RS
Porto Alegre
Assuntos Jurídicos 3,
1 vaga para def.
RS
Porto Alegre
Desenvolvimento de Sistemas 39,
2 vagas para def.
RS
Porto Alegre
Rede de Computadores 6,
1 vaga para def.
RS Porto Alegre Serviço Social 1
RS
Porto Alegre
Software Básico 4,
1 va ga para def.
SP São Paulo Comunicação Social 1
10
UF LOCAL DE VAGA
ESPECIALIZAÇÃO/
QUALIFICAÇÃO
CONVOCAÇÃO
SP
São Paulo
Desenvolvimento de Sistemas 109,
6 vagas para def.
SP São Paulo Medicina do Trabalho 1
SP São Paulo Recursos Logísticos (Engenharia) 1
SP
São Paulo
Rede de Computadores 6,
1 vaga para def.
SP São Paulo Serviço Social 1
SP
São Paulo
Software Básico 19,
1 vaga para def.
TOTAL
946
3.1.2 TÉCNICO QUALIFICAÇÃO: OPERAÇÃO DE REDE
UF LOCAL DE VAGA CONVOCAÇÃO
AC Rio Branco 3, sendo 1 vaga para def.
AM Manaus 1
AP Macapá 2, sendo 1 vaga para def.
BA Feira de Santana 1
BA Ilhéus 1
BA Salvador 2, sendo 1 vaga para def.
BA Vitória da Conquista 1
CE Fortaleza 3, sendo 1 vaga para def.
CE Juazeiro do Norte 1
CE Sobral 1
DF Brasília 33, sendo 2 vagas para def.
GO Anápolis 1
GO Goiânia 2, sendo 1 vaga para def.
GO Palmas 1
MA Imperatriz 1
MA São Luís 1
MG Belo Horizonte 1
MG Coronel Fabriciano 1
MG Divinópolis 1
MG Governador Valadares 1
MG Sete Lagoas 1
MG Uberaba 1
MG Varginha 2, sendo 1 vaga para def.
MS Campo Grande 2, sendo 1 vaga para def.
MS Corumbá 1
MS Dourados 1
MT Cuiabá 3, sendo 1 vaga para def.
PA Belém 2, sendo 1 vaga para def.
PA Marabá 1
PA Monte Dourado 1
PB Campina Grande 1
PB João Pessoa 1
PE Caruaru 1
PE Petrolina 1
11
UF LOCAL DE VAGA CONVOCAÇÃO
PE Recife 4, sendo 1 vaga para def.
PI Floriano 1
PI Terezina 1
PR Cascavel 2, sendo 1 vaga para def.
PR Curitiba 3, sendo 1 vaga para def.
PR Foz do Iguaçu 1
PR Guarapuava 1
PR Londrina 1
PR Ponta Grossa 1
PR Umuarama 1
RJ Niterói 1
RJ Nova Friburgo 1
RJ Petrópolis 1
RJ Rio de Janeiro 4, sendo 1 vaga para def.
RJ Volta Redonda 1
RN Natal 1
RO Porto Velho 2, sendo 1 vaga para def.
RR Boa Vista 3, sendo 1 vaga para def.
RS Bagé 1
RS Caxias do Sul 1
RS Chuí 1
RS Novo Hamburgo 2, sendo 1 vaga para def.
RS Passo Fundo 2, sendo 1 vaga para def.
RS Pelotas 1
RS Porto Alegre 3, sendo 1 vaga para def.
RS Rio Grande 2, sendo 1 vaga para def.
RS Santa Cruz do Sul 2, sendo 1 vaga para def.
RS Santa Maria 2, sendo 1 vaga para def.
RS Santana do Livramento 2, sendo 1 vaga para def.
RS Santo Ângelo 2, sendo 1 vaga para def.
RS Uruguaiana 4, sendo 1 vaga para def.
SC Blumenau 1
SC Chapecó 1
SC Joaçaba 2, sendo 1 vaga para def.
SC Joinville 2, sendo 1 vaga para def.
SC Lages 1
SC São Francisco do Sul 1
SP Araçatuba 2, sendo 1 vaga para def.
SP Campinas 1
SP Franca 1
SP Guarulhos 1
SP Marília 1
SP Ribeirão Preto 1
SP Santo André 1
SP São José dos Campos 1
SP São Paulo 3, sendo 1 vaga para def.
SP Taboão da Serra 1
12
UF LOCAL DE VAGA CONVOCAÇÃO
TOTAL
154
3.2. DAS VAGAS DESTINADAS AOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA
3.2.1 Das vagas destinadas a cada cargo/especialização/qualificação/local de vaga, 5% serão providas na
forma do § 2.º do artigo 5.º da Lei n.º 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e do Decreto Federal n.º
3.298/99, alterado pelo Decreto Federal n.º 5.296/2004, exceto para os
cargos/especialização/qualificação/local de vaga para os quais haja somente uma vaga.
3.2.1.1 O candidato que se declarar portador de de ficiência concorrerá em igualdade de condições com os
demais candidatos.
3.2.2 Para concorrer a uma dessas vagas, o candidato deverá:
a) no ato da inscrição, declarar-se portador de deficiência;
b) encaminhar cópia simples do laudo médico, emitido nos últimos doze meses, atestando a espécie e o
grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação
Internacional de Doença (CID-10), bem como à provável causa da deficiência, na forma do subitem
3.2.2.1.
3.2.2.1 O candidato portador de deficiência deverá entregar, até o dia 28 de março de 2005, às 19 horas,
pessoalmente ou por terceiro, o laudo médico (cópia simples) a que se refere a alínea “b” do subitem
3.2.2, no Núcleo de Atendimento ao Candidato do CESPE, Campus Universitário Darcy Ribeiro, Instituto
Central de Ciências (ICC), mezanino, ala norte Asa Norte, Brasília/DF.
3.2.2.2 O candidato poderá, ainda, encaminhar, impreterivelmente até o dia 28 de março de 2005, o
laudo médico, via SEDEX, para o Núcleo de Avaliação de Potenciais do CESPE Processo seletivo
SERPRO, Caixa Postal 04521, CEP 70919-970 Brasília/DF.
3.2.3 O candidato portador de deficiência poderá requerer, na forma do subitem 5.9.10 deste edital,
atendimento especial, no ato da inscrição, para o dia de realização das provas, indicando as condições de
que necessita para a sua realização, conforme previsto no art. 40, §§ 1.º e 2.º, do Decreto Federal n.º
3.298/99, alterado pelo Decreto Federal n.º 5.296/2004.
3.2.4 O laudo médico (cópia simples) valerá somente para este processo seletivo, não será devolvido e
não serão fornecidas cópias desse laudo.
3.2.5 A inobservância do disposto no subitem 3.2.2 acarretará a perda do direito ao pleito das vagas
reservadas aos candidatos em tal condição e o não-atendimento às condições especiais necessárias.
3.2.6 Os candidatos que, no ato da inscrição, declararem-se portadores de deficiência, se aprovados e
classificados no processo seletivo, terão seus nomes publicados em lista específica e, caso obtenham
classificação necessária, figurarão também na lista de classificação geral por
cargo/especialização/qualificação/localidade de vaga.
3.2.7 Os candidatos que se declararem portadores de deficiência, caso aprovados no processo seletivo,
serão convocados para submete rem-se à perícia médica por equipe multiprofissional determinada pelo
SERPRO, que verificará sua qualificação como portador de deficiência, o grau da deficiência e a
capacidade para o exercício do cargo.
3.2.8 Os candidatos deverão comparecer à perícia médica, munidos do original do laudo médico que
ateste a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da
Classificação Internacional de Doenças (CID-10), bem como à provável causa da deficiência.
3.2.9 A não-observância do disposto no subitem 3.2.8 ou a reprovação na perícia médica acarretará a
perda do direito às vagas reservadas aos candidatos em tais condições.
3.2.10 As vagas definidas no subitem 3.2.1 que não forem providas por falta de candidatos portadores de
deficiência aprovados serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de
classificação no cargo/especialização/qualificação/localidade de vaga.
4 REQUISITOS PARA A INVESTIDURA NO CARGO
4.1 Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado
pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos
políticos, nos termos do parágrafo 1.º, artigo 12, da Constituição Federal e do Decreto n.º 70.436/72.
13
4.2 Estar em dia com as obrigações eleitorais.
4.3 Ter certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, em caso de candidato do sexo masculino.
4.4 Ter, no mínimo, 18 anos completos na data da contratação.
4.5 Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.
4.6 Ser aprovado no processo seletivo público e possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo,
conforme estabelecido no item 2 deste edital.
5 DA INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO PÚBLICO
5.1 TAXAS: R$ 45,00 para nível superior;
R$ 30,00 para nível médio.
5.2 A inscrição deverá ser realizada no endereço eletrônico
http://www.cespe.unb.br/concursos/serpro2005, solicitada no período entre 10 horas do dia 14 de março
de 2005 e 20 horas do dia 27 de março de 2005, observa do o horário oficial de Brasília/DF.
5.3 O CESPE não se responsabilizará por solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem
técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem
como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados.
5.4 O candidato poderá efetuar o pagamento da taxa de inscrição das seguintes formas:
a) por meio de débito em conta-corrente, apenas para correntistas do Banco do Brasil;
b) por meio de documento de arrecadação, pagável em qualquer lotérica;
c) por meio de boleto bancário, pagável em toda a rede bancária.
5.4.1 O documento de arrecadação e o boleto bancário estarão disponíveis no endereço eletrônico
http://www.cespe.unb.br/concursos/serpro2005 e de verão ser impressos para o pagamento da taxa de
inscrição após a conclusão do preenchimento da ficha de solicitação de inscrição online.
5.5 O pagamento da taxa de inscrição por meio de boleto bancário ou de documento de arrecadação
deverá ser efetuado até o dia 28 de março de 2005.
5.6 As inscrições somente serão acatadas após a comprovação de pagamento da taxa de inscrição.
5.7 O comprovante de inscrição do candidato estará disponível no endereço eletrônico
http://www.cespe.unb.br/concursos/serpro2005, após o acatamento da inscrição, sendo de
responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse documento.
5.8 Informações complementares acerca da inscrição estarão disponíveis no endereço eletrônico
http://www.cespe.unb.br/concursos/serpro2005.
5.9 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE A INSCRIÇÃO NO PROCESSO SELETIVO
PÚBLICO
5.9.1 Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o edital e certificar-se de que preenche
todos os requisitos exigidos. Uma vez efetivada a inscrição, não será permitida, em ne nhuma hipótese, a
sua alteração no que se refere à opção de cargo/especialização/qualificação/local de vaga.
5.9.2 No momento da inscrição, o candidato deverá optar por um cargo/especialização/qualificação/local
de vaga, bem como pelo local de provas.
5.9.3 É vedada a inscrição condicional, a extemporânea, a via postal, a via fax ou a via correio eletrônico.
5.9.4 É vedada a transferência do valor pago a título de taxa para terceiros.
5.9.5 Para efetuar a inscrição, é imprescindível o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) do
candidato.
5.9.5.1 O candidato que não possuir CPF deverá solicitá-lo nos postos credenciados, localizados em
qualquer agência do Banco do Brasil S.A., da CAIXA e dos Correios, ou na Receita Federal, em tempo
hábil, isto é, de forma que consiga obter o respectivo número antes do término do período de inscrição.
5.9.6 As informações prestadas na solicitação de inscrição via Internet serão de inteira responsabilidade
do candidato, dispondo o CESPE do direito de excluir do processo seletivo público aquele que não
preencher o formulário de forma completa, correta e legível.
5.9.7 O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, salvo
em caso de cancelamento do certame por conveniência da Administração Pública.
5.9.7.1 No caso de o pagamento da taxa de inscrição ser efetuado com cheque bancário que, porventura,
14
venha a ser devolvido, por qualquer motivo, o CESPE reserva-se o direito de tomar as medidas legais
cabíveis.
5.9.8 Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição.
5.9.9 O comprovante de inscrição deverá ser mantido em poder do candidato e apresentado nos locais de
realização das provas.
5.9.10 O candidato, portador de deficiência ou não , que necessitar de atendimento especia l para a
realização das provas deverá indicar, na solicitação de inscrição via Internet, os recursos especiais
necessários e, ainda, enviar, até o dia 28 de março de 2005, impreterivelmente, via SEDEX, para o
Núcleo de Avaliação de Potenciais do CESPE Processo seletivo SERPRO, Campus Universitário Darcy
Ribeiro, Instituto Central de Ciências (ICC), subsolo, ala norte Asa Norte, Brasília/DF, Caixa Postal
04521, CEP 70919970, laudo médico que justifique o atendimento especial solicitado. Após esse
período, a solicitação será indeferida, salvo nos casos de força maior e nos que forem de interesse da
Administração Pública. A solicitação de condições especiais será atendida segundo os critérios de
viabilidade e de razoabilidade.
5.9.10.1 O laudo médico referido no subitem 5.9.10 poderá, ainda, ser entregue, até o dia 28 de março de
2005, às 19 horas, pessoalmente ou por terceiro, no Núcleo de Atendimento ao Candidato do CESPE,
localizado no endereço citado no subitem anterior.
5.9.10.2 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas, além de
solicitar atendimento especial para tal fim, deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada
para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar
acompanhante não realizará as provas.
5.9.10.3 O laudo médico valerá somente para este processo seletivo, não será devolvido e não serão
fornecidas cópias desse laudo.
5.9.10.4 A relação dos candidatos que tiveram o seu atendimento especial deferido será divulgada no
endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/serpro2005, em data a ser informada no edital de
locais e horários de realização das provas.
5.9.11 O candidato deverá declarar, na solicitação de inscrição via Internet, que tem ciência e aceita que,
caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo por
ocasião da contratação.
6 DAS PROVAS
6.1 Serão aplicadas provas objetivas, abrangendo os objetos de avaliação constantes deste edital,
conforme o quadro a seguir.
PROVA/TIPO
ÁREA DE
CONHECIMENTO
NÚMERO DE
ITENS
CARÁTER
(P
1
) Objetiva Conhecimentos Básicos 50
CLASSIFICATÓRIO
E
(P
2
) Objetiva Conhecimentos Específicos
70 ELIMINATÓRIO
6.2 As provas objetivas terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas no dia 15 de maio de
2005. As provas objetivas serão realizadas no turno da manhã para o cargo de Analista e no turno da
tarde para o cargo de Técnico.
6.2.1 Cada prova objetiva será constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que deverão
ser respeitados. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s)
a que se refere o item. Haverá, na folha de respostas, para cada item, dois campos de marcação: o campo
designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO, e o
campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item
ERRADO.
6.2.2 Para obter pontuação no item, o candidato deverá marcar um, e somente um, dos dois campos da
folha de respostas.
6.2.3 O candidato deverá transcrever as respostas das provas objetivas para a folha de respostas, que será
o único documento válido para a correção das provas. O preenchimento da folha de respostas será de
15
inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções
específicas contidas neste edital e na folha de respostas. Em hipótese alguma haverá substituição da folha
de respostas por erro do candidato.
6.2.4 Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos do preenchimento indevido da
folha de respostas. Serão consideradas marcações indevidas as que estiverem em desacordo com este
edital ou com a folha de respostas, tais como marcação rasurada ou emendada ou campo de marcação
não-preenchido integralmente.
6.2.5 O candidato não deverá amassar, molhar, dobrar, rasgar ou, de qualquer modo, danificar a sua folha
de respostas, sob pena de arcar com os prejuízos advindos da impossibilidade de realização da leitura
óptica.
6.2.6 Não será permitido que as marcações na folha de respostas sejam feitas por outras pessoas, salvo em
caso de candidato que tenha solicitado atendimento especial para esse fim. Nesse caso, se necessário, o
candidato será acompanhado por agente do CESPE devidamente treinado.
6.3 Os locais e os horários de aplicação das provas objetivas serão publicados no Diário Oficial da União,
afixados nos quadros de avisos do CESPE, Campus Universitário Darcy Ribeiro, Instituto Central de
Ciências (ICC), ala norte, subsolo, Asa Norte, Brasília/DF, e divulgados na Internet, no endereço
eletrônico http://www.cespe.unb.br, na data provável de 28 ou 29 de abril de 2005. São de
responsabilidade exclusiva do