Edital do Concurso Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 2006

Visualizaçao do Edital do Concurso

Universidade Federal do Rio de Janeiro
Edital n
o
63, de 06 de dezembro de 2005.
O Reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, torna pública a
realização de Concurso Público para o provimento de cargos da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, de Nível
Superior, na classe inicial de cada cargo/área, totalizando 17 vagas distribuídas na forma do Anexo I deste Edital. O presente
Concurso Público será realizado em conformidade com a legislação vigente, em particular com a Constituição Federal de
1988 e suas emendas, com a Lei n
o
8.112 de 11 de dezembro de 1990; com o Decreto n
o
94.664 de 23 de julho de 1987; e com
as Portarias n
o
450 de 06 de novembro de 2002 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, n
o
121 de 07 de junho de
2005 do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, publicada no Diário Oficial da União de 08 de junho de 2005, n
o
2557 de 15 de julho de 2005 do Ministério de Educação, publicada no Diário Oficial da União de 19 de julho de 2005.
1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES
1.1. O Concurso Público será realizado sob a supervisão da Comissão Executiva do Concurso Público constituída com fins
específicos de coordenação e organização.
1.2. A Comissão Executiva do Concurso Público é integrada por 6 (seis) membros nomeados pelo Reitor através da Portaria n
o
3.045 de 08 de novembro de 2005, publicada no Boletim n
o
22 de 08 de novembro de 2005.
1.3. A Comissão reunir-se-á com a presença da maioria absoluta de seus membros e suas deliberações serão tomadas pelo voto
da maioria dos presentes, tendo o Presidente o voto de membro e o de qualidade.
1.4. O Concurso Público será regido pelo presente Edital e sua operacionalização caberá ao Núcleo de Computação Eletrônica
da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NCE/UFRJ).
1.5. A remuneração para os cargos/áreas de Nível Superior é de R$ 1.267,85 (mil duzentos e sessenta e sete reais e oitenta e
cinco centavos), além de auxílio alimentação no valor de R$ 143,99 (cento e quarenta e três reais e noventa e nove centavos),
auxílio creche no valor de R$ 89,00 (oitenta e nove reais) e auxílio transporte.
1.6. As inscrições serão recebidas nos Postos de Atendimento on line e via Internet, em conformidade com o item 4 deste
Edital.
1.7.O presente Edital contém os seguintes anexos:
Anexo I - Quadro de Vagas / Pré-requisitos
Anexo II - Atribuições dos cargos/áreas
Anexo III - Postos de Atendimento on line
Anexo IV - Quadro de provas escritas
Anexo V - Critérios para a Prova de Títulos
Anexo VI - Conteúdos programáticos
Anexo VII - Cidades de prova
Anexo VIII - Postos de atendimento para recursos
2. DOS REQUISITOS PARA INVESTIDURA NO CARGO
2.1.O candidato deverá atender, cumulativamente, para a investidura no cargo aos seguintes requisitos:
a) ter sido aprovado e classificado no Concurso Público, na forma estabelecida neste Edital e em suas retificações;
b) ter nacionalidade brasileira e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre
brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, na forma do disposto no art. 13 do Decreto n
o
70.436, de 18 de abril de 1972, comprovado por documento oficial, fornecido por órgão competente;
c) estar em dia com as obrigações eleitorais;
d) estar em dia com as obrigações para com o Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino;
e) ter idade mínima de 18 (dezoito) anos;
f) atender à escolaridade e aos pré-requisitos associados ao cargo/área, descritos no Anexo I;
g) não ter sofrido as penalidades existentes no art. 137 da Lei n
o
8.112 de 11 de dezembro de 1990;
h) estar registrado no respectivo Conselho de Classe, bem como estar inteiramente quite com as demais exigências legais do
órgão fiscalizador do exercício profissional, quando for o caso;
i) apresentar outros documentos que forem exigidos pelo Setor de Recursos Humanos da UFRJ, responsável pelo processo de
contratação.
2.2. No ato da nomeação, todos os requisitos especificados no subitem 2.1 e aqueles que vierem a ser estabelecidos em função
da sua alínea “i”, deverão ser comprovados através da apresentação de documento original juntamente com fotocópia, sendo
excluído do Concurso Público aquele que não os apresentar.
3. DA PARTICIPAÇÃO DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA
3.1. Em cumprimento ao disposto no art. 37, inciso VIII, da Constituição da República Federativa do Brasil, na Lei n
º
7.853,
de 24 de outubro de 1989, e no Decreto n
º
3.298, de 20 de dezembro de 1999, ficam reservados 5% (cinco por cento) das
vagas, conforme discriminado no Anexo I, para candidatos portadores de deficiência.
3.2. Dentro das vagas destinadas ao cargo/área para o qual se inscreveu, o candidato portador de deficiência concorre em
igualdade de condições com todos os candidatos e ainda aos 5% (cinco por cento) do total de vagas reservadas, resguardadas
as ressalvas da legislação vigente, constando nas duas relações, quando da emissão do resultado.
3.3. Somente serão consideradas deficiências aquelas que se enquadrem nas categorias constantes do art. 4
º
do Decreto n
º
3.298/99.
3.4. As deficiências dos candidatos portadores de deficiência, admitida a correção por equipamentos, adaptações, meios ou
recursos especiais, devem permitir o desempenho adequado das atribuições especificadas para o cargo/área para o qual se
inscreveu.
3.5. Os candidatos portadores de deficiência, aprovados e classificados no Concurso Público, serão avaliados, previamente à
nomeação, por uma por uma equipe multiprofissional, de acordo com o art. 43 do Decreto n
o
3.298, de 20 de dezembro de
1999, na UFRJ, no município do Rio de Janeiro.
3.5.2. A equipe multiprofissional emitirá parecer conclusivo, observando as informações prestadas pelo candidato no ato da
inscrição, a natureza das atribuições para o cargo/área, a viabilidade das condições de acessibilidade e o ambiente de trabalho,
a possibilidade de utilização, pelo candidato, de equipamentos ou outros meios que habitualmente utilize e a Classificação
Internacional de Doenças apresentada.
3.5.3. As deficiências dos candidatos, admitida a correção por equipamentos, adaptações, meios ou recursos especiais, devem
permitir o desempenho adequado das atribuições especificadas para o cargo/área a que se candidatar.
3.5.4. A decisão final da equipe multiprofissional será soberana e definitiva.
3.6. A não observância do disposto no item 3.5 e nos seus subitens ou a reprovação na avaliação constante do subitem 3.5
acarretará a perda do direito ao pleito a uma das vagas reservadas aos candidatos em tais condições.
3.7. As vagas reservadas a portadores de deficiência que não forem providas por falta de candidatos, por reprovação no
concurso ou na perícia médica, serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de classificação.
4. DAS INSCRIÇÕES
4.1. As inscrições serão efetuadas exclusivamente nas formas descritas neste Edital.
4.2. As inscrições poderão ser realizadas nos Postos de Atendimento on line relacionados no Anexo III deste Edital ou via
Internet, de acordo com os subitens 4.10 e 4.11 deste Edital.
4.3. Antes de efetuar a inscrição e/ou o pagamento da taxa de inscrição, o candidato deverá tomar conhecimento do disposto
neste Edital e em seus Anexos e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos.
4.4. O valor da taxa de inscrição será de R$ 40,00 (quarenta reais).
4.4.1. O valor da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma.
4.4.2. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado obrigatoriamente por intermédio do documento de arrecadação
existente no Requerimento de Inscrição, caso a inscrição seja realizada por meio dos Postos de Atendimento on line, ou por
intermédio do boleto bancário gerado no caso da inscrição ser realizada pela Internet.
4.4.3. Não será permitida a transferência do valor pago como taxa de inscrição para outra pessoa, assim como a transferência
da inscrição para pessoa diferente daquela que a realizou.
4.4.4. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado obrigatoriamente até o último dia de inscrição, conforme o prazo
estabelecido nos subitens 4.10.1 e 4.11.1 deste Edital.
4.4.5. A inscrição, cujo pagamento não for creditado até o dia útil posterior ao último dia de inscrição, conforme o prazo
estabelecido nos subitens 4.10.1 e 4.11.1 deste Edital, não será aceita.
4.4.6. Caso o pagamento da taxa de inscrição seja realizado por meio de cheque que seja devolvido por qualquer motivo, a
inscrição do candidato não será aceita, podendo o NCE/UFRJ tomar as medidas legais cabíveis.
4.4.7. Não serão aceitos pedidos de isenção total ou parcial do pagamento do valor da taxa de inscrição, seja qual for o motivo
alegado.
4.5. Não serão aceitas inscrições condicionais, via fax, via correio eletrônico ou fora do prazo.
4.5.1. Entrega do Requerimento de Inscrição em data posterior ao período estabelecido nos subitens 4.10.1 e 4.11.1 deste
Edital ou pagamento da taxa de inscrição posterior ao mesmo período serão considerados como inscrição fora do prazo.
4.6. Ao preencher o Requerimento de Inscrição, o candidato deverá, obrigatoriamente, indicar nos campos apropriados, sendo
vedadas alterações posteriores, sob pena de não ter a sua inscrição aceita no Concurso Público:
a) o "código" associado ao cargo/área e o nome do cargo/área o qual deseja concorrer, com base no Anexo I deste Edital;
b) no mínimo uma unidade, podendo optar por concorrer a todas as unidades que possuem vagas para o cargo/área para o
qual deseja concorrer, bastando preencher o campo ao lado do nome da unidade com a ordem de prioridade de escolha
(números de 1 a 4, sendo 1 a prioridade mais alta e 4 a mais baixa), devendo ter cuidado para não atribuir uma prioridade para
um hospital onde não exista vaga para o cargo/área ao qual deseja concorrer, verificando atentamente o Anexo I;
c) a cidade onde deseja preferencialmente realizar a Prova Objetiva, entre as apresentadas no Anexo VII. A Prova
Discursiva será realizada obrigatoriamente no município do Rio de Janeiro - RJ.
4.6.1. Se o candidato não preencher corretamente ou deixar de preencher o "código" associado ao cargo/área para o qual
deseja concorrer, por extenso no Requerimento de Inscrição, será considerado como cargo/área para o qual deseja concorrer o
“código” associado ao nome do cargo-área preenchido por extenso no Requerimento de Inscrição. Caso este não seja um
cargo/área válido, a inscrição do candidato não será aceita.
4.6.2. Em relação à prioridade atribuída às unidades, as seguintes considerações são válidas e as retificações serão aplicadas
na ordem que se seguem:
a) O candidato que não atribuir prioridade a nenhum das unidades (é obrigatória a atribuição da prioridade 1 no caso do
candidato escolher apenas um hospital), não terá sua inscrição aceita.
b) O candidato que atribuir uma prioridade para um hospital que não disponha de vaga para o cargo/área escolhido, terá esta
atribuição ignorada e suas atribuições de prioridade ajustadas automaticamente para refletir a nova ordem de prioridade de
escolha em função da retirada da prioridade em questão. Caso, após a verificação e conseqüente correção de que trata este
subitem, em todas as atribuições de prioridade, não reste nenhuma prioridade de escolha válida, a inscrição do candidato não
será aceita.
c) O candidato que atribuir erradamente ou deixar de atribuir a prioridade de escolha para uma unidade para a qual deseja
concorrer à vaga, terá esta atribuição ignorada. Caso, após a verificação e conseqüente correção de que trata este item, em
todas as atribuições de prioridade, não reste nenhuma prioridade de escolha, a inscrição do candidato não será aceita.
4.6.3. Se o candidato deixar de indicar ou indicar mais de uma cidade onde deseja realizar preferencialmente a prova, será
considerada a cidade do Rio de Janeiro.
4.6.4. O candidato portador de deficiência que atribuir uma prioridade de escolha para um hospital que não dispõe de vagas
reservadas para os portadores de deficiência, passará a concorrer às vagas de ampla concorrência desta unidade. Caso, após a
verificação e conseqüente correção de que trata este item, em todas as atribuições, não reste unidade alguma onde exista vaga
reservada a portadores de deficiência, a indicação do candidato de que concorre às vagas reservadas aos portadores de
deficiência será ignorada.
4.7. O candidato que se inscrever mais de uma vez, e havendo coincidência do dia e do horário de realização das provas
escritas (objetivas e/ou discursivas), no dia da prova deverá comparecer ao local e sala de prova da opção que privilegiar e
realizar a prova a ela correspondente, sendo considerado faltoso nas demais opções.
4.8. As informações prestadas no Requerimento de Inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato, dispondo o
NCE/UFRJ do direito de eliminá-lo do Concurso Público se o preenchimento for feito com dados emendados, rasurados ou
incorretos, bem como se constatado posteriormente serem estas informações inverídicas.
4.9. A inscrição do candidato implicará o conhecimento e tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital e
em seus Anexos, das quais não poderá alegar desconhecimento.
4.10. Das Inscrições nos Postos de Atendimento on line
4.10.1. Será aceito pedido de inscrição nos Postos de Atendimento on line, constantes no Anexo III deste Edital, no período de
23 de janeiro de 2006 a 10 de fevereiro de 2006 (exceto sábados, domingos e feriados), nos horários definidos neste anexo.
4.10.2. Para realizar a inscrição, o candidato deverá dirigir-se a um dos Postos de Atendimento on line, relacionados no Anexo
III deste Edital, e retirar gratuitamente:
a) O Guia do Candidato contendo as principais informações referentes ao Concurso Público além de instruções para
preenchimento do Requerimento de Inscrição;
b) O Requerimento de Inscrição correspondente ao cargo/área para o qual deseja concorrer à vaga.
4.10.3. O candidato, após ler atentamente o Guia do Candidato, deverá preencher, com clareza, em letra de forma, à tinta e
sem rasuras, o Requerimento de Inscrição e assiná-lo.
4.10.4. De posse do Requerimento de Inscrição, preenchido ou não, o candidato deverá se dirigir a qualquer agência bancária
e efetuar o pagamento da taxa de inscrição, utilizando o próprio Requerimento de Inscrição, no caixa do banco. Exigir do
caixa a autenticação mecânica no comprovante de pagamento da taxa de inscrição (via do CANDIDATO) ou qualquer
documento que comprove o pagamento da taxa de inscrição.
4.10.5. Após efetuar o pagamento da taxa de inscrição, o candidato deverá retornar a um dos Postos de Atendimento on line,
até o último dia de inscrição, conforme o estabelecido no subitem 4.10.1, entregar o Requerimento de Inscrição devidamente
preenchido ao atendente, apresentar o comprovante de pagamento da taxa de inscrição (via do CANDIDATO) ou qualquer
documento que comprove o pagamento da taxa de inscrição (não é necessário anexar cópia de nenhum destes documentos,
bastando apresentar apenas o original ao atendente) que será devidamente carimbado pelo atendente e receber o Manual do
Candidato.
4.10.6. O candidato poderá inscrever-se por meio de procuração específica para esse fim, sendo necessário anexar o respectivo
Termo de Procuração, que não precisará ter firma reconhecida, e cópia legível de documento oficial de identidade do
procurador e do candidato. Nesta hipótese, o candidato assumirá as conseqüências de eventuais erros do seu procurador.
4.10.6.1. Deverá ser apresentada uma procuração por candidato.
4.11. Inscrições via Internet
4.11.1. Será aceito pedido de inscrição via Internet, por meio do endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos, no período
compreendido entre 09 h do dia 23 de janeiro de 2006 e 23h59min do dia 12 de fevereiro de 2006, considerando-se o horário
do Rio de Janeiro
4.11.2. O candidato que optar pela realização da inscrição via Internet deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição por
meio de boleto bancário, obtido no próprio endereço eletrônico, pagável em qualquer agência bancária ou por intermédio de
qualquer “internet banking”. O pagamento poderá ser feito após a geração e impressão do boleto bancário (opção disponível
após o preenchimento e envio do Requerimento de Inscrição). O boleto bancário a ser utilizado para efetuar o pagamento da
taxa de inscrição deve ser aquele associado ao Requerimento de Inscrição enviado.
4.11.2.1. Os boletos de pagamento gerados e impressos poderão ser pagos na rede bancária somente até o dia 12 de fevereiro,
não sendo aceita a inscrição do candidato que efetuar o pagamento além deste prazo.
4.11.3. O NCE/UFRJ não se responsabiliza por pedido de inscrição via Internet, não recebido por fatores de ordem técnica que
prejudiquem os computadores ou impossibilitem a transferência dos dados, falhas de comunicação ou congestionamento das
linhas de comunicação.
4.11.4. As orientações e procedimentos a serem seguidos para realização de inscrição via Internet estarão disponíveis no
endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos.
4.12. Quando do preenchimento do Requerimento de Inscrição, o candidato portador de deficiência que desejar concorrer às
vagas reservadas aos portadores de deficiência deverá indicar sua opção no campo apropriado a este fim.
4.12.1. O candidato portador de deficiência, independentemente de realizar a sua inscrição por meio de Posto de Atendimento
ou pela Internet, deverá enviar, obrigatoriamente, via SEDEX postado até o dia 12 de fevereiro de 2006, para o Núcleo de
Computação Eletrônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Divisão de Concursos (Laudo UFRJ), Cidade Universitária
- Ilha do Fundão, Caixa Postal 2324, CEP 20.010-974 - RJ - Rio de Janeiro, LAUDO MÉDICO OU ATESTADO
INDICANDO A ESPÉCIE, O GRAU OU O NÍVEL DE DEFICIÊNCIA, COM EXPRESSA REFERÊNCIA AO CÓDIGO
CORRESPONDENTE DA CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇAS (CID) VIGENTE, BEM COMO A
PROVÁVEL CAUSA DA DEFICIÊNCIA, DE ACORDO COM A LEI. NÃO SERÃO CONSIDERADOS RESULTADOS
DE EXAMES E/OU DOCUMENTOS DIFERENTES DO DESCRITO.
4.12.1.1. O laudo médico ou atestado não será devolvido e não serão fornecidas cópias do mesmo.
4.12.2. Se o candidato não cumprir o disposto nos subitens 4.12 e 4.12.1 deste Edital, este perderá o direito de concorrer às
vagas reservadas aos candidatos portadores de deficiência.
4.13. O candidato que necessitar de condição(ões) especial(ais) para realização da prova, portador ou não de deficiência, no ato
da inscrição, deverá informar, a(s) condição(ões) especial(ais) que necessita para o dia da prova, sendo vedado alterações
posteriores. Caso não o faça, sejam quais forem os motivos alegados, fica sob sua responsabilidade a opção de realizar ou não
a prova.
4.13.1. O candidato portador de deficiência visual total deverá indicar sua condição, informando no Requerimento de Inscrição
a necessidade de realizar a prova com o auxílio de um ledor. Neste caso, o ledor transcreverá as respostas para o candidato, não
podendo o NCE/UFRJ ser responsabilizado por parte do candidato posteriormente, sob qualquer alegação, por eventuais erros
de transcrição provocados pelo ledor.
4.13.2. O candidato amblíope deverá indicar sua condição, informando no Requerimento de Inscrição se deseja que a prova
seja confeccionada de forma ampliada. Neste caso, será oferecida prova com tamanho de letra correspondente a corpo 24.
4.13.3. O candidato com dificuldade de locomoção deverá indicar sua condição, informando no Requerimento de Inscrição se
utiliza cadeira de rodas ou se necessita de local de fácil acesso.
4.13.4. O candidato que necessitar de condições especiais para escrever, deverá indicar sua condição, informando no
Requerimento de Inscrição que necessita de auxílio para transcrição das respostas. Neste caso, o candidato terá o auxílio de um
fiscal, não podendo o NCE/UFRJ ser responsabilizado por parte do candidato posteriormente, sob qualquer alegação, por
eventuais erros de transcrição provocados pelo fiscal.
4.13.5. O candidato deverá informar a(s) condição(ões) especial(ais) que necessita, caso não seja nenhuma das mencionadas
nos subitens 4.13.1 ao 4.13.4 deste Edital.
4.13.6. A candidata que tiver a necessidade de amamentar no dia da prova, deverá levar um acompanhante que ficará com a
guarda da criança em local reservado e diferente do local de prova da candidata. A amamentação se dará nos momentos que se
fizerem necessários, não tendo a candidata neste momento a companhia do acompanhante, além de não ser dado nenhum tipo
de compensação em relação ao tempo de prova perdido com a amamentação. A não presença de um acompanhante
impossibilitará a candidata de realizar a prova.
4.13.7. As condições especiais solicitadas pelo candidato para o dia da prova serão analisadas e atendidas, segundo critérios de
viabilidade e razoabilidade, sendo comunicado do atendimento ou não de sua solicitação quando da Confirmação da Inscrição.
4.14. O candidato somente será considerado inscrito neste Concurso Público após ter cumprido todas as instruções descritas no
item 6 deste Edital e todos os seus subitens.
5. DA CONFIRMAÇÃO DA INSCRIÇÃO
5.1 A UFRJ remeterá ao candidato, através da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), o Cartão de Confirmação
de Inscrição (CCI) para o endereço indicado no Requerimento de Inscrição, sendo entregue a partir da data informada no
cronograma constante no endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos, contendo as informações sobre data, horário, tempo
de duração e local de realização das provas escritas (nome do estabelecimento, endereço e sala), além da indicação do
cargo/área, assim como as orientações que se fizerem necessárias.
5.2. A partir da data informada no cronograma constante do endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos, estará disponível
neste, uma opção que permitirá ao candidato consultar e/ou imprimir o seu CCI. Esta opção poderá ser utilizada tanto pelos
candidatos que efetuaram sua inscrição pela Internet como por aqueles que efetuaram sua inscrição nos Postos de Atendimento
on line.
5.3. Caso o CCI não seja recebido pelo candidato até 5 (cinco) dias úteis antes da data prevista para a realização das provas
escritas, informada no cronograma constante no endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos, o candidato poderá obter as
informações descritas no subitem 5.1 pelo telefone (21) 2598-3333 ou 0800 727 3333, de 9h às 20h.
5.4. A UFRJ não enviará a 2
a
via do CCI.
5.5. Caso o cargo/área para o qual o candidato concorre, informado no CCI, seja diferente daquele preenchido no
Requerimento de Inscrição, o candidato deverá entrar em contacto com o NCE/UFRJ, pelo telefone (21) 2598-3333 ou 0800
727 3333, no horário de 9h às 20h, até 72 (setenta e duas) horas antes da realização da prova. Será verificada a informação do
Requerimento de Inscrição e, caso seja constatado erro de transcrição, a mesma será corrigida.
5.6. Não é necessária a apresentação, no dia de realização das provas, do CCI ou de qualquer documento que comprove a
localização do candidato no estabelecimento de realização de provas, bastando que o mesmo se dirija ao local designado.
5.7. A comunicação feita por intermédio do CCI ou de contatos telefônicos não exime o candidato da responsabilidade de
obtenção das informações referentes à realização das provas.
6. DAS ETAPAS DO CONCURSO PÚBLICO E DA SUA REALIZAÇÃO
6.1. Das normas gerais.
6.1.1. O Concurso Público é composto de:
a) Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório para todos os candidatos.
b) Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório para os cargos de Médico, em todas as áreas.
c) Prova de Títulos, de caráter meramente classificatório, para todos os candidatos aos cargos de Nível Superior.
6.1.2. As disciplinas abordadas nas provas escritas, a quantidade de questões, o total de pontos e a pontuação mínima para
aprovação em cada disciplina, assim como o valor de cada questão, encontram-se descritos no Anexo IV.
6.1.3. Os Conteúdos Programáticos das provas escritas encontram-se descritos no Anexo VI deste Edital.
6.1.4. A critério do NCE/UFRJ as provas poderão ser realizadas em dias de sábado, domingo ou feriado, em local a ser
informado quando da convocação para as provas. As datas previstas para as provas serão informadas no endereço eletrônico
www.nce.ufrj.br/concursos.
6.1.5. O candidato deverá comparecer ao local designado para prestar as provas com antecedência mínima de 60 (sessenta)
minutos do horário previsto para o seu início, munido de caneta esferográfica de tinta indelével de cor preta no caso da Prova
Objetiva, e/ou do material e instrumentos necessários a serem informados por ocasião da convocação para a realização da
Prova Discursiva, e de documento oficial e original de identidade, contendo fotografia e assinatura. Será exigida a
apresentação do documento original, não sendo aceitas fotocópias, ainda que autenticadas.
6.1.5.1. Serão considerados documentos oficiais de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares (ex-Ministérios
Militares), pelas Secretarias de Segurança, pelos Corpos de Bombeiros, pelas Polícias Militares e pelos órgãos fiscalizadores
de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.); passaporte; carteiras funcionais do Ministério Público e Magistratura;
carteiras expedidas por órgão público que, por Lei Federal, valem como identidade; e Carteira Nacional de Habilitação
(somente o modelo novo, com fotografia).
6.1.5.2. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identidade
original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá ser apresentado documento que ateste o registro da ocorrência em órgão
policial, expedido há, no máximo, trinta dias, ocasião em que será submetido à identificação especial, compreendendo coleta
de dados, de assinatura e de impressão digital em formulário próprio.
6.1.5.3. A identificação especial será exigida, também, ao candidato cujo documento de identificação apresente dúvidas
relativas à fisionomia ou à assinatura do portador.
6.1.6. Não haverá, sob pretexto algum, segunda chamada das provas.
6.1.7. É vedado ao candidato prestar provas fora do local, data e horário pré-determinados pela organização do Concurso
Público, informado quando da convocação para as provas e no endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos.
6.1.8. No dia de realização da prova, não será permitido ao candidato entrar, portar, transportar e/ou permanecer, na sala de
prova, com armas e/ou quaisquer aparelhos eletrônicos (bip, telefone celular, relógio do tipo calculadora, calculadora, tocador
MP3, qualquer aparelho de som portátil, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador, etc). Caso o candidato
possuir porte legal de arma e, estiver portando-a e/ou portar, transportar qualquer aparelho eletrônico, estes deverão ser
entregues, em local previamente determinado pela Coordenação. Estes itens somente serão devolvidos ao candidato portador
de identificação quando do término de sua prova. O descumprimento da presente instrução implicará a eliminação do
candidato, constituindo tentativa de fraude.
6.1.8.1. Será utilizado equipamento de detecção de metais e equipamentos de detecção de emissão de radiofreqüência, no
ambiente de prova. Caso haja constatação do descumprimento da cláusula 6.1.9, o candidato será retirado do local de prova
sendo eliminado do Concurso Público por tentativa de fraude, com o registro do fato através de Termo de Ocorrência.
6.1.9.2. O NCE/UFRJ não se responsabilizará por perdas e/ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos, ocorridos
durante a realização da prova, nem por danos neles causados.
6.1.10. Não será permitido ingresso de candidato no local de realização das provas após o horário fixado para seu início.
6.2. Da Prova Objetiva.
6.2.1. A Prova Objetiva será realizada por candidatos a todos os cargos/áreas e visará medir os conhecimentos necessários para
o desenvolvimento das atribuições de cada cargo/área e será composta por questões do tipo múltipla escolha, contendo cada
uma cinco opções e somente uma correta.
6.2.2. Após assinar a lista de presença na sala de prova, o candidato receberá do fiscal o Cartão de Respostas (documento que
será utilizado para a correção eletrônica e que identifica o candidato).
6.2.2.1. O candidato deverá conferir as informações contidas no Cartão de Respostas e assinar seu nome em local apropriado.
6.2.2.2. Caso o candidato identifique erros durante a conferência das informações contidas no Cartão de Respostas, estes
devem ser informados ao fiscal de sala.
6.2.3. O candidato deverá transcrever, utilizando caneta esferográfica de tinta indelével de cor preta, as respostas da Prova
Objetiva para o Cartão de Respostas, que será o único documento válido para a correção eletrônica. Não haverá substituição do
Cartão de Respostas por erro do candidato. O preenchimento do Cartão de Respostas será de inteira responsabilidade do
candidato que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas no Cartão de Respostas.
6.2.3.1. Será atribuída NOTA ZERO à questão da Prova Objetiva que não corresponder ao gabarito oficial ou que contiver
mais de uma ou nenhuma resposta assinalada, emenda ou rasura.
6.2.4. Por motivo de segurança os procedimentos a seguir serão adotados:
a) após ser identificado, nenhum candidato poderá retirar-se da sala sem autorização e sem acompanhamento da fiscalização;
b) somente após decorrida uma hora do início da prova o candidato poderá entregar seu Cartão de Respostas e retirar-se da sala
de prova. O candidato que insistir em sair da sala de prova, descumprindo o aqui disposto, deverá assinar o Termo de
Ocorrência declarando sua desistência do Concurso Público, o que será lavrado pelo coordenador do local, passando a
condição de eliminado;
c) ao candidato somente será permitido levar seu Caderno de Questões no decurso dos últimos 60 minutos anteriores ao
horário previsto para o término da prova;
d) será terminantemente vedado ao candidato copiar seus assinalamentos feitos no Cartão de Respostas, ressalvado o disposto
na alínea “c”;
e) ao terminar a prova, o candidato entregará, obrigatoriamente, ao fiscal de sala o seu Cartão de Respostas e o seu caderno de
questões, ressalvado o disposto na alínea “c”, solicitando a devolução do seu documento de identidade, que ficará em poder do
fiscal da sala, porém sempre visível, desde o momento do seu ingresso na mesma;
f) os três últimos candidatos deverão permanecer na sala e somente poderão sair juntos do recinto, após a aposição em ata de
suas respectivas assinaturas.
6.2.5. Os gabaritos das Provas Objetivas serão divulgados em locais, datas e horários constantes na rede Internet no endereço
eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos.
6.3. Da Prova Discursiva.
6.3.1. A Prova Discursiva será realizada por todos os candidatos aos cargos de Médico, em todas as áreas.
6.3.1.1. A Prova Discursiva visará medir os conhecimentos e habilidades necessárias ao desenvolvimento das atribuições de
cada cargo/área, cuja avaliação não é possível nas Provas Objetivas, e será realizada na mesma data desta, podendo ocorrer em
mesmo turno ou em turno distinto.
6.3.1.2. Somente serão corrigidas as Provas Discursivas dos candidatos considerados aprovados, em conformidade com o
Anexo IV deste Edital, nas Provas Objetivas.
6.3.1.3. Aplicar-se-á à realização da Prova Discursiva o determinado no subitem 6.2, no que couber.
6.4. Da Prova de Títulos.
6.4.1. A Prova de Títulos visará valorar o conhecimento do candidato em função do grau de instrução adicional que o mesmo
possui, além do exigido como Pré-requisito e da experiência profissional. A análise dos títulos e a pontuação a eles atribuída
ocorrerão de acordo com os critérios estabelecidos neste Edital e em seu Anexo V.
6.4.2. Serão convocados para apresentar títulos os candidatos aos cargos/áreas de nível superior aprovados na Prova Objetiva,
nos casos de candidatos aos cargos que realizarão somente Prova Objetiva, e os candidatos aprovados na Prova Objetiva e na
Prova Discursiva, nos casos de candidatos aos cargos que realizarão Prova Objetiva e Prova Discursiva. Os documentos
pertinentes à Prova de Títulos, no Núcleo de Computação Eletrônica/NCE, bloco C do Centro de Ciências Matemáticas e da
Natureza/CCMN - Cidade Universitária Ilha do Fundão, em período a ser informado quando da divulgação dos resultados
das provas mencionadas, na rede Internet no endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos, bastando entregar apenas uma
cópia de cada documento.
6.4.3. A Prova de Títulos, por ser uma etapa somente classificatória, não obriga o candidato a apresentar seus títulos. O
candidato que não os apresentar receberá nota zero nesta etapa, mas não será eliminado do concurso.
6.4.4. Os Pré-requisitos relacionados a cada cargo/área não serão considerados como Títulos.
7. DA DIVULGAÇÃO DOS GABARITOS E DAS NOTAS DAS PROVAS
7.1. Os gabaritos das Provas Objetivas, as notas das Provas Objetivas, as notas das Provas Discursivas e as notas Prova de
Títulos serão divulgados em locais, datas e horários constantes na capa das Provas Objetivas e/ou na Internet no endereço
eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos.
7.2. O resultado final será divulgado nos mesmos locais constantes no subitem 7.1 e no Diário Oficial da União, conforme
subitem 11.1, respeitando-se o cronograma contido no endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos.
8. DOS RECURSOS E DOS PEDIDOS DE REVISÃO DE NOTA
8.1. O candidato que desejar interpor recursos disporá de 2 (dois) dias úteis, a contar do dia subseqüente ao da divulgação dos
gabaritos e das notas, em todas as etapas, por intermédios de um dos seguintes meios:
a) Via Internet, em formulário eletrônico, no endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos, onde constarão todas as
instruções necessárias.
b) Utilizar um dos postos de atendimento, relacionados no Anexo VIII, no horário de 09 h à 20 h, onde estarão disponíveis
equipamentos para utilização via Internet do formulário eletrônico, no endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos, onde
constarão todas as instruções necessárias.
8.2. No caso das Provas Discursivas e da Prova de Títulos admitir-se-á o pedido de revisão da pontuação atribuída ao
candidato, podendo ocorrer, como resultado, a manutenção, o acréscimo ou o decréscimo da pontuação inicialmente atribuída.
8.3. Após o julgamento dos recursos interpostos relacionados às Provas Objetivas, os pontos correspondentes às questões,
porventura anuladas, serão atribuídos a todos os candidatos, indistintamente, que não obtiveram os pontos na correção inicial.
8.4. O resultado dos recursos, assim como as alterações de gabarito das Provas Objetivas e as alterações das notas das Provas e
da Prova de Títulos, que vierem a ocorrer após avaliação de recursos, estarão à disposição dos candidatos no endereço
eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos.
8.5. A decisão final da Banca Examinadora será soberana e definitiva.
9. DA CLASSIFICAÇÃO NO CONCURSO PÚBLICO
9.1. A nota final (NF) do candidato no Concurso Público será calculada, considerando-se que NP é a nota da Prova Objetiva,
ND é a nota da Prova Discursiva e NT é a nota da Prova de Títulos, da seguinte forma: NF = (NO X 2) + NT.
9.2. Os candidatos aprovados serão classificados, no cargo/área para o qual concorrem, segundo a ordem decrescente da nota
final.
9.3. Em caso de igualdade na nota final, para fins de classificação, terá preferência o candidato que:
9.4. Após a aplicação dos critérios de desempate, caso permaneça o empate entre dois ou mais candidatos na última posição de
classificação, dentro do número de vagas, haverá sorteio em sessão pública para que seja definida a ocupação da última vaga
do concurso, sendo realizado o mesmo procedimento nas vagas que porventura venham a surgir dentro do prazo de validade do
presente Concurso Público.
10. DA EXCLUSÃO DO CONCURSO PÚBLICO
Será excluído do Concurso Público o candidato que:
a) chegar ao local de prova após o horário fixado para o início da prova ou em local diferente do designado;
b) durante a realização da prova, for surpreendido em comunicação com outro candidato ou pessoa não autorizada,
verbalmente, por escrito ou qualquer outra forma;
c) utilizar-se de livros, códigos, impressos, máquinas calculadoras e similares, pagers, telefones celulares ou qualquer tipo de
consulta durante a prova;
d) fizer, em qualquer documento, declaração falsa ou inexata;
e) faltar com o devido respeito para com as autoridades presentes, com qualquer membro da equipe de fiscalização, assim
como o que proceder de forma a perturbar a ordem e a tranqüilidade necessária à realização da prova;
f) descumprir qualquer das instruções contidas na capa da prova ou no Cartão de Respostas;
g) não realizar a prova, ausentar-se da sala de prova sem justificativa ou sem autorização, após ter assinado a lista de presença,
portando ou não o Cartão de Respostas, no caso das Provas Objetivas, ou qualquer documento de prova no caso das Provas
Práticas;
h) não devolver o Cartão de Respostas, no caso das Provas Objetivas, ou qualquer documento de prova no caso das Provas
Práticas;
i) deixar de assinar o Cartão de Respostas, no caso das Provas Objetivas, ou qualquer documento de prova nos casos das
Provas Práticas, e/ou a Lista de Presença;
j) fizer anotação de informação relativas às suas respostas no comprovante de inscrição e/ou em qualquer outro meio, que não
o permitido;
k) não atender às determinações do presente Edital e de seus Anexos; e
l) Se, a qualquer tempo, for constatada, por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou investigação policial, ter o
candidato se utilizado de processo ilícito, sua prova será anulada e ele será automaticamente eliminado do Concurso Público.
11. DA HOMOLOGAÇÃO, NOMEAÇÃO E POSSE
11.1. O resultado final do Concurso Público será homologado no Diário Oficial da União.
11.2. O candidato concorre às vagas existentes no presente Edital e àquelas que vierem a surgir durante a validade do
Concurso Público.
11.3. O candidato aprovado e classificado, dentro do número de vagas, de acordo com o item 9, será convocado, obedecida a
estrita ordem de classificação, para nomeação, através de carta com Aviso de Recebimento (AR) ou telegrama, obrigando-se a
declarar, por escrito, no prazo máximo de 7 (sete) dias úteis a contar da data de recebimento da convocação, se aceita ou não
ocupar a vaga para o cargo/área para o qual está sendo convocado. O não pronunciamento do candidato no prazo aqui
estabelecido implicará a sua exclusão do Concurso Público.
11.4. No ato da nomeação, todos os pré-requisitos associados ao cargo/área e os Títulos e/ou documentos apresentados
referentes à Prova de Títulos deverão ser comprovados através da apresentação do documento original juntamente com cópia,
sendo excluído do Concurso Público aquele que não apresentar a devida comprovação.
11.5. A aprovação e a classificação final no Concurso Público não asseguram ao candidato o direito de ingresso automático no
cargo/área, mas apenas a expectativa de ser nele nomeado segundo a rigorosa ordem classificatória, de acordo com as
necessidades da Administração, e possibilidades frente à legislação específica.
11.6. A posse fica condicionada à aptidão do candidato em inspeção médica e ao atendimento às condições constitucionais e
legais.
12. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
12.1. O candidato poderá obter informações e orientações sobre o Concurso Público tais como Editais, Manual do Candidato,
Cronograma, procedimentos para inscrição, local de prova, gabaritos, resultado das provas, resultado dos recursos e resultado
final no endereço eletrônico www.nce.ufrj.br/concursos.
12.2. Não será fornecido qualquer documento comprobatório de aprovação ou classificação do candidato, valendo para esse
fim a publicação em Diário Oficial da União.
12.3. O prazo de validade do Concurso Público será de 1 (um) ano a partir da data da publicação do resultado final no Diário
Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez, a critério da UFRJ.
12.4. Todas as informações relativas ao Concurso Público, após a publicação do resultado final, deverão ser obtidas no Setor
de Recursos Humanos da UFRJ.
12.5. A jornada de trabalho é de 40 (quarenta) horas semanais para todos os cargos, exceto para o cargo de Médico, cuja carga
horária é de 20 (vinte) horas semanais.
12.6. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Executiva do Concurso Público, no que tange à sua realização.
Anexo I
Quadro I - Distribuição de vagas
Cargo
HU
Clementino
Fraga Filho
IPPMG
Maternidade
Escola
Creche IDT
Hospital Escola
São Francisco de
Assis
Total
Reserva de
vagas a
Portador de
Deficiência
Assistente Social 2 1 3 ----
Médico Hemoterapeuta Pediátrico 1 1 ----
Médico Infectologista 1 2 2 ----
Médico Pneumologista 1 2 ----
Médico Terapia Intensiva Adulto 4 4 1
Médico Terapia Intensiva Neonatal
2 2 ----
Nutricionista 1 1 1 3 ----
Total 5 4 3 2 1 2 17 1
Quadro II - Pré-requisitos
Nível Superior completo e registro no respectivo Conselho de Classe.
Anexo II - Atribuições dos cargos/áreas
Assistente Social
Atribuições: Atividades de supervisão, coordenação e orientação de trabalhos relacionados com o desenvolvimento,
diagnóstico e tratamento da comunidade, em seus aspectos sociais.
Pré-requisitos: Graduação concluída em Serviço Social e registro no Conselho de Classe.
Médico
Atribuições: Atividades relativas a supervisão, planejamento, coordenação, programação ou execução especializada, em grau
de maior complexidade, de trabalhos de defesa e proteção da saúde individual nas várias especialidades médicas ligadas à
saúde mental e à patologia, e ao tratamento clínico e cirúrgico do organismo humano.
Pré-requisitos comuns a todas as especialidades/áreas de atuação: Superior completo em Medicina com registro no CRM.
Pré-requisitos por especialidade/área de atuação, segundo a Resolução CFM n
o
1.763/05, publicada no D.O.U. , de 09 de
março de 2005:
Hemoterapia: Residência Médica em Hematologia e Hemoterapia ou Título de Especialista em Hematologia e Hemoterapia
concedido pelo Programa de Residência Médica ou pela Sociedade da Especialidade.
Infectologia Hospitalar: Certificado de área de atuação em Infectologia Hospitalar.
Pneumologia: Residência Médica em Pneumologia ou Título de Especialista em Pneumologia concedido pelo Programa de
Residência Médica ou pela Sociedade da Especialidade.
Medicina Intensiva (Adulto): Residência Médica em Medicina Intensiva ou Título de Especialista em Medicina Intensiva
concedido pelo Programa de Residência Médica ou pela Sociedade da Especialidade.
Medicina Intensiva Pediátrica: Certificado de área de atuação em Medicina Intensiva Pediátrica.
Nutricionista
Atribuições: Atividades de supervisão, coordenação, programação ou execução especializada, referente a trabalhos relativos à
educação alimentar, nutrição e dietética, para indivíduos ou coletividades.
Pré-requisitos: Graduação concluída em Nutrição e registro no Conselho de Classe.
Anexo III - Postos de Atendimento on line
Angra dos Reis: Colégio Estadual Conde Pereira Carneiro - Rua Dr. Álvaro Pessoa, N
o
; Araruama: C.E. Edmundo Silva - Rua
Bernardo Vasconcellos, N
o
425; Cabo Frio: Colégio Estadual Miguel Couto - Av. 13 de Novembro, N
o
51; Campos
Goytacazes: ISEPAM - Av. Alair Ferreira, N
o
37; Duque de Caxias: Colégio GPI - Av. Presidente Kennedy, N
o
514;
Itaperuna: Colégio 10 de Maio - Av. Cardoso Moreira, N
o
571; Macaé: CE São Jorge S/C LTDA - Praça Veríssimo Mello, N
o
180; Nilópolis: Colégio GPI - Rua Prof. Alfredo Filgueiras, N
o
369; Niterói: Colégio REI - Rua Maestro Felício Toledo, N
o
489 - Centro; Universidade Federal Fluminense (UFF) - Campus Gragoatá - Rua Visconde do Rio Branco S/ N
o
- São
Domingos; Universo - Rua Marechal Deodoro, N
o
217 - Centro; Nova Friburgo: Associação Educacional Cêfel - Rua José
Tessarollo - Santos, N
o
70. Rio de Janeiro: Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal do Rio de
Janeiro - Av. Pasteur, N
o
250 - Praia Vermelha; Centro Educacional Rosa Chamma; Av. Bras de Pina, N
o
1.424; Centro
Educacional Santa Mônica; Rua Primeira, N
o
848; Cidade Universitária - Ilha do Fundão - Prédio do CCMN, Bloco C (NCE)
- Av. Brigadeiro Trompovisky S/ N
o
; Colégio GPI - Copacabana; Av. N. Sra. de Copacabana, N
o
819 sobreloja -
Copacabana; Colégio GPI - Barra - Av. das Americas, N
o
3.959 grupo 201/sobreloja; Colégio GPI - Tijuca; Rua Pareto, N
o
12, Saens Pena; Colégio GPI - Rua Dr. Pache de Farias, N
o
18 - Méier; Colégio GPI - Rua Ibituruna , N
o
27 - Tijuca; Colégio
GPI - Rua Padre Manso, N
o
202 - Madureira; Colégio Princesa Isabel - Rua dos Palmeiras, N
o
46; Faculdade de Direito da
Universidade Federal do Rio de Janeiro - Rua Moncorvo Filho, N
o
8, Centro RJ; Sindicato dos Trabalhadores da Indústria
Cinematográfica - Rua do Teatro N
o
7; Universidade Estadual do Rio de Janeiro - UERJ - Pavilhão Haroldo Lisboa da Cunha
- Rua São Francisco Xavier, N
o
524 - Maracanã; São Fidelis: CIEP - Rua Eliseo da Costa Santos, S/N
o
; São Gonçalo:
Universo - Rua Lambari, N
o
10 - Trindade; São João de Meriti: Colégio GPI - Av. Automóvel Clube, N
o
2487; Vassouras: CE
Ministro Raul Fernandes - Rua Nilo Peçanha, N
o
166; Volta Redonda: Colégio Macedo Soares - Rua 60, N
o
59.
Anexo IV - Quadro de provas escritas
Cargo Área
Tipo de
prova
Disciplinas
Quantidade
de questões
Valor de
cada questão
Pontuação máxima
por disciplina
por disciplina
Pontuação
mínima por
disciplina para
aprovação
Língua
Portuguesa
20 02 40 16
Todos os
cargos/área
-----
Objetiva
Específica 30 02 60 30
Discursiva Específica 01 100 100 50
Anexo V - Critérios para a Prova de Títulos
(somente para cargos de nível superior)
Médicos Outros cargos
Categoria Descrição
Objeto do
Título
Valor
unitário
em pontos
Valor
máximo
em
pontos
Objeto do
Título
Valor
unitário em
pontos
Valor
máximo
em
pontos
Doutorado 12 12 12 12
Mestrado 10 10 10 10
Título de Especialista
07 07 ---- ----
Curso de
Especialização com
duração mínima de
360 horas
05 05 05 10
Titulação
Curso de Aperfeiçoa-
mento ou de
Extensão com
duração mínima de
80 horas
02 04 02 06
Experiência
Profissional
Tempo de trabalho
Na
especialização
requerida
1 ponto a
cada
período
completo
de 6
meses
22
Na
formação
exigida
1 ponto a
cada
período
completo
de 6 meses
22
Pontuação Máxima 60 pontos
Observações.:
1. Na categoria Titulação, descrições "Curso de Especialização com duração mínima de 360 horas" e "Curso de
Aperfeiçoamento ou de Extensão com duração mínima de 80 horas", não serão aceitos cursos com duração inferior à mínima
exigida, sendo computada apenas a carga horária de cada curso separadamente.
2. Na categoria Experiência Profissional, descrição "Tempo de trabalho", serão somados todos os períodos de trabalho
comprovados. A seguir será pontuado o tempo total múltiplo inteiro de 6 meses.
Anexo VI - Conteúdos programáticos
NÍVEL SUPERIOR
Língua Portuguesa - comum a todos os cargos
Compreensão e interpretação de texto. Adequação vocabular. Linguagem figurada. Redação de frases. Reescritura de frases.
Redação oficial: características e especificidades. Ortografia oficial. Acentuação Gráfica. Flexão nominal e verbal. Pronomes:
emprego, forma de tratamento e colocação. Emprego de tempos e modos verbais. Regência nominal e verbal. Concordância
nominal e verbal. Ocorrência de crase. Pontuação.
Assistente Social (Código ASO)
Conhecimentos Específicos: Estado e Políticas Sociais: questões teóricas e históricas; Seguridade Social e LOAS; Política de
Saúde e SUS: perfil da assistência á saúde, Reforma Sanitária, caracterização organizacional e política do sistema de saúde e
dilemas sócio-institucionais; trabalho coletivo em saúde e interdisciplinaridade; Pobreza e desigualdade social no Brasil;
Avaliação de políticas e programas sociais: conceitos e metodologia; Fundamentos históricos e teórico-metodológicos do
Serviço Social; Trabalho, Ética e Serviço Social; Trabalho profissional, Sistematização e investigação; Família, Dinâmica
social e estratégias de sobrevivência; Práticas, Saberes e estratégias no contexto institucional.
Médico / Hemoterapia Pediátrica (Código MHP)
Conhecimentos Específicos: Coleta de sangue: normas de aceite e rejeição para doação de sangue, anticoagulantes e
preservantes do sangue. Conhecimento sobre a legislação sobre sangue. Fracionamento e estocagem e irradiação do sangue:
efeitos deletérios, viabilidade e reversibilidade. Indicações e métodos de transfusão autóloga, plasmaférese, citaférese.
Substitutos de plasma e hemácias. Imuno-hematologia dos sistemas de grupos sangüíneos: antígenos e anticorpos,
nomenclatura, características, incidência na população, fatores que afetam a ligação antígeno-anticorpo. Coombs Direto e
Indireto. Identificação de anticorpos eritrocitários: técnicas. Transfusão de componentes sangüíneos em pediatria: efeitos sobre
a circulação e na produção de hemácias; indicações de transfusões de hemácias na prematuridade, nas anemias crônicas e
agudas; indicações de transfusões de plasma, plaquetas e crioprecipitado. Suspensão de hemácias. Transfusão de substituição
parcial nas hemoglobinopatias. Derivados sangüíneos: indicações. Aférese: técnicas e indicações. Sistema HLA. Doença
Hemolítica do Feto e Recém-nascido pelo sistema Rh, ABO e outros sistemas de grupos sangüíneos. Reações Transfusionais.
Doenças transmissíveis por transfusão de sangue. Experiência prática em técnicas de coleta de sangue, punção venosa em
pediatria, testes imuno-hematológicos. Qualidade em Serviço de Medicina Transfusional.
Médico / Infectologia (Código MIF)
Conhecimentos Específicos: Infecções por cocos Gram-positivos: estreptococcias, estafilococcias, endocardite bacteriana.
Infecções do trato urinário. Infecções do trato respiratório. Infecções do sistema nervoso central. Infecções gastrointestinais:
helmintíases, infecções por enteroprotozoários, diarréias infecciosas, febre tifóide, cólera. Endemias nacionais: malária,
leishmaniose tegumentar, leishmaniose visceral, doença de Chagas, paracoccidioidomicose, esquistossomose mansônica,
tuberculose. Icterícias infeciosas: hepatites virais, leptospirose, febre amarela. Dengue. Acidentes por animais peçonhentos:
ofidismo, araneísmo e escorpionismo. Profilaxia para tétano, difteria e raiva. Doenças exantemáticas. Doenças sexualmente
transmissíveis. Infecção pelo HIV e Síndrome de Imunodeficiência Adquirida: epidemiologia, diagnóstico, espectro clínico da
infecção em adultos e na criança, complicações infecciosas e neoplásicas (apresentação clínica, diagnóstico, tratamento e
profilaxia), terapia anti-retroviral. Terapia antimicrobiana: princípios gerais de uso das drogas antimicrobianas, espectro de
ação das mesmas; mecanismos de resistência aos antimicrobianos, profilaxia antibiótica. Conceitos epidemiológicos básicos
no controle de infecções hospitalares. Epidemiologia e prevenção de infecções nosocomiais: respiratórias; urinárias;
associadas a cateter vascular; de sítio cirúrgico; de trato gastrointestinal; do sistema nervoso central. Epidemiologia e
prevenção de infecções no hospedeiro imunocomprometido. Epidemiologia e prevenção de infecções em profissionais de
saúde. Doenças emergentes. Uso de imunobiológicos na prática clínica.
Médico / Pneumologia (Código MPN)
Conhecimentos Específicos: Estimativa de risco de infecção por TB em população de alta cobertura de vacinação com BCG;
Epidemiologia molecular na TB: aplicabilidade e limitações; Recentes avanços no conhecimento da relação
parasita/hospedeiro de TB; Mecanismos efetores da imunidade inata e adquirida em TB; Novos métodos diagnósticos de
biologia molecular no paciente sob suspeita de TB; Impacto do HAART na morbi/mortaliidade do paciente com TB e HIV;
Interações farmacológicas entre fármacos anti-TB e medicamentos utilizados para o controle de outras co-morbidades;
Tratamento da tuberculose latente no paciente HIV negativo e positivo; Abordagem do contato de paciente com TB pulmonar:
prioridades e limitações; Aplicabilidade de medidas de biossegurança para o controle de TB intra-hospitalar; Infecciosidade do
paciente com TB: impacto da virulência do bacilo e da co-infecção pelo HIV; Perspectivas para novas vacinas no controle da
TB; Desenho de ensaios clínicos para novos farmacos, novas vacinas e novos métodos diagnósticos para TB.
Médico / Terapia Intensiva Neonatal (Código MTN)
Conhecimentos Específicos: Aspectos epidemiológicos e mortalidade perinatal; Diagnóstico da maturidade fetal e do recém
nascido, características do RN a termo, pré-termo e pós-termo: características do RN adequado, pequeno e grande para a idade
gestacional; Conceito de risco e identificação do grupo de risco no período neonatal; Principais necessidades de atendimento
do RN de risco no berçário e na rede básica; Reanimação do RN na sala de parto; Diagnóstico das condições do RN, anóxia
neonatal; Exame físico do RN, Cuidados devidos ao RN termo e pré-termo; RN de baixo peso; Conceitos e características; RN
filho de mãe diabética; Infecções congênitas; Infecções adquiridas: do trato urinário, do trato respiratório, artrite e
osteomielite, meningite e septicemia; Distúrbios metabólicos, hidroeletrolíticos e do equilíbrio do ácido-básico; Distúrbios
endócrinos:Hiperbilirrubinemias: abordagem diagnósticos e terapêutica; Afecções hematológicas mais comuns: anemias
policitemias, trombocitopenias, distúrbios Hemorrágicos mais comuns e uso de sangue e derivados; Afecções cardiológicas
mais comuns: insuficiência cardíaca congestiva, cardiopatias congênitas; Afecções gastrintestinais: diarréia, enterite
necrotizante; Afecções respiratórias mais comuns: síndrome da angústia respiratória idiopática, síndrome da aspiração
meconial, pneumotórax e pneumomediastino, persistência de circulação fetal, insuficiência respiratória aguda e suporte
ventilatório; Emergências cirúrgicas do recém-nascido; Reanimação do RN na sala de parto. Diagnóstico das condições do
RN, anóxia neonatal. Apnéia. Tocotraumatismo; Convulsão no período neonatal; Hemorragia intracraniana; Afecções renais,
ósseas e oftalmológicas do RN;Alimentação do recém-nascido a termo e pré-termo, nutrição parenteral; Aleitamento materno,
drogas e lactação, infecção na nutriz e amamentação; Alojamento conjunto; Fluídos eletrólitos: necessidades hídricas e
calóricas do RN; Mal formações congênitas; Declaração de nascido vivo, procedimentos invasivos em terapia intensiva
neonatal.
Nutricionista (Código NUT)
Conhecimentos Específicos: Princípios nutricionais na saúde: sistema de homeostasia, metabolismo dos macronutrientes
energéticos, antioxidantes e radicais livres, equilíbrio ácido básico e integração hormonal do metabolismo. Inter-relações
metabólicas de tecidos em diferentes estados nutricionais e patológicos. Distúrbios no metabolismo hidroeletrolítico. Terapia
Nutricional Enteral e Parenteral. Terapia Nutricional Domiciliar. Interação droga x nutrientes. Alimentos Funcionais
prebióticos, probióticos, fitoquímicos e simbióticos. Importância do nutricionista na implementação de pesquisa científica em
Nutrição Clínica. Avaliação e Tratamento Nutricional, em adulto e em criança, nas seguintes condições patológicas:
desnutrição, obesidade, distúrbios alimentares, sistema digestório e anexos, doenças cardiovasculares, hipertensão arterial,
estresse metabólico Sepse, trauma, queimaduras e cirurgia, endocrinopatias - Diabetes Mellitus, hiper e hipofunções,
anemias, doenças pulmonares, distúrbios renais, câncer, SIDA, doenças autoimune, Alergia e intolerância alimentar, distúrbios
neurológicos, doenças ósseas e transplante de órgãos. Administração de serviço e pessoal em nível hospitalar
Anexo VII - Cidades de prova
Angra dos Reis
Cabo Frio
Campos dos Goytacazes
Macaé
Niterói
Nova Friburgo
Petrópolis
Rio de Janeiro
Volta Redonda
Duque de Caxias
Nova Iguaçu
Anexo VIII - Postos de atendimento para recursos
NCE: Av. Brigadeiro Trompovisky S/N; Ilha do Governador; Rio de Janeiro
Faculdade de Direito: Rua Moncorvo Filho, 08 Centro RJ; Centro; Rio de Janeiro
CFCH: UFRJ (Praia Vermelha); Av. Pasteur, 250; Praia Vermelha; Rio de Janeiro
CCS: Hall de acesso à Biblioteca Central - Av. Brigadeiro Trompovisky S/N; Ilha do Governador; Rio de Janeiro