Segundo o Prof. Renato Aldarvis, até 1936, a administração pública brasileira foi, por herança do Império, eminentemente patrimonialista. Entretanto, com a reforma promovida por Maurício Nabuco, foram substituídas as deletéreas práticas por uma burocracia pública. Entre os benefícios trazidos pela burocracia, pode-se apontar

  • A.

    a profissionalização da administração.

  • B.

    a eliminação do nepotismo.

  • C.

    o foco dirigido para o usuário do serviço público.

  • D.

    a transparência do processo de análise do desempenho funcional.

  • E.

    o desenvolvimento de estratégias de longo prazo.