Considerando o gerenciamento de pessoas, analise as proposições a seguir.

1) Reconhecer a dignidade humana e a importância do trabalho de cada funcionário é a base das boas relações em qualquer organização.

2) Se não existir unidade de comando, existirá uma administração cuja capacidade decisória passará para chefes de nível intermediário, gerando contra-ordens, provocando desconforto e desmotivação, repercutindo na qualidade da assistência.

3) Tudo o que se refere à gestão de pessoas deve ser totalmente delegado aos chefes e ao setor de RH, e o Diretor não deve ser ouvido.

4) Nunca será função do Diretor hospitalar decidir sobre políticas de desenvolvimento de pessoas, remanejamentos, transferências, nem ordenar e decidir em ultima estância as auditorias administrativas. Em casos de problemas relacionados à assistência, tais como negligência ou imprudência, os chefes responderão judicialmente.

5) A qualidade assistencial, a motivação e a competência do comando da liderança refletem em indicadores de qualidade, tais como produtividade, redução de infecções, baixo absenteísmo e reconhecimento social dos serviços prestados.

Estão corretas, apenas:

  • A.

    3 e 5.

  • B.

    1, 4 e 5.

  • C.

    1, 2 e 5.

  • D.

    2, 3 e 4.

  • E.

    1, 2 e 3.