Administração

Estima-se que, no ano de 2011, as companhias abertas brasileiras gastaram R$ 3,87 bilhões com a remuneração de diretores e conselheiros de administração, valor 14,4% maior que o contabilizado em 2010. Desse total, os diretores ficaram com R$ 3,38 bilhões (alta de 17%), enquanto os conselheiros receberam R$ 434 milhões (queda de 3%). Os dados revelam uma desaceleração importante em comparação à alta de 31% registrada entre 2009 e 2010, quando esses dados passaram a ser divulgados pela primeira vez por exigência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

As remunerações e os incentivos aos executivos de grandes empresas tornaram-se informação fundamental a partir da crise global iniciada em 2008, devido a um conflito de

  • A.

    agência

  • B.

    expansão

  • C.

    diversificação

  • D.

    diferenciação

  • E.

    cadeia de valor