As Parcerias Público-Privadas (PPP) são mecanismos de atuação conjunta do Estado com a iniciativa privada, que assumem formas variadas e permitem a flexibilização da ação do Estado em diversas áreas. Essa interação entre o setor público e a iniciativa privada pode ocorrer de diversas maneiras, determinadas por mecanismos e laços contratuais. Os problemas mais comuns nas PPP são provenientes da chamada relação Principal-Agente. Dentre esses problemas, é possível identificar:
  • A. o alto custo dos mecanismos de controle e o baixo nível de flexibilização da atuação estatal;
  • B. os mecanismos de supervisão insuficientes e as dificuldades na execução correta do projeto;
  • C. os projetos altamente detalhados e os custos elevados de execução;
  • D. a total responsabilização dos agentes privados;
  • E. o aumento dos gastos do Estado com planejamento e manutenção de serviços.