Questões de Concurso de Agricultura/Agropecuária - Agricultura/Agropecuária

Navegar questão a questão

Questão 767637

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 21

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

O tomateiro é uma espécie olerácea cultivada com diversos problemas fitossanitários. Para controlar esses agentes é necessário realizar identificação e medidas efetivas de controle. Ultimamente, são realizadas medidas recomendadas como manejo integrado da cultura. São medidas de controle fitossanitário da cultura do tomateiro, EXCETO:
  • A. Cultivares de plantas melhoradas com resistência genética.
  • B. Circundar o tomatal plantando barreiras vivas (milho) contra os insetos‐pragas.
  • C. Escolher época de plantio que desfavoreçam a doença ou praga e beneficiem o tomateiro.
  • D. Efetuar rotação com culturas não suscetíveis, destacando‐se as solanáceas, sendo as poáceas condenáveis.

Questão 767638

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 22

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

Atualmente, é notória a evolução do controle biológico. A atuação desse procedimento é a aplicação de micro‐organismos vivos, que infectam e destroem os insetos‐praga. Dessa forma, estão disponíveis inseticidas cujo princípio ativo é a bactéria Bacillus thuringiensis. São consideradas vantagens do controle biológico, EXCETO:
  • A. Devido à especificidade, o alvo é uma praga específica ou um grupo de pragas.
  • B. Não ocasiona desequilíbrios biológicos; contrariamente, tende a restabelecer o equilíbrio.
  • C. Não deixa resíduos tóxicos no ambiente, não ocasiona malefícios ao homem, às plantas e aos animais.
  • D. O controle biológico a curto prazo é barato e não atua sobre os fitopatógenos de solo como Stemphylium sp.

Questão 767639

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 23

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

O hábito do consumo de sucos de frutas e hortaliças processados aumentou devido à falta de tempo da população. As frutas consistem em fonte nutricional de vitaminas, minerais e carboidratos solúveis, sendo que algumas possuem teor mais elevado de um ou de outro nutriente. O procedimento de preparação no processamento industrial de frutas absorve grande parte da colheita, o que favorece o consumo destas durante o ano todo, além de reduzir o desperdício de alimentos. O branqueamento é realizado geralmente em frutas e vegetais com a finalidade de, EXCETO:
  • A. Fixar a cor dos vegetais.
  • B. Ativar as atividades enzimáticas.
  • C. Diminuir a quantidade de micro]organismos presentes.
  • D. Eliminar odores e sabores desagradáveis de algumas hortaliças.

Questão 767640

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 24

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

O morangueiro é propagado pelo plantio dos estolhos emitidos pela planta‐mãe, em dia longo, após o período de colheita. Quando utilizado como mudas, os estolhos enraízam‐se mais facilmente e originam plantas mais vigorosas e produtivas em relação às mudas obtidas pela divisão da planta matriz. Referem‐se à implantação da cultura comercial de morangueiro as seguintes informações, EXCETO:
  • A. Enviveiramento das mudas adquiridas: janeiro.
  • B. Cobertura com plástico negro: por ocasião do plantio.
  • C. Preparo do solo, calagem e adubação orgânica: janeiro – fevereiro.
  • D. Transplante das mudas para os canteiros definitivos: fevereiro – junho.

Questão 767641

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 25

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

As fabáceas (leguminosas) abrangem algumas hortaliças‐fruto de grande aceitação popular. Nesta cultura, uma anomalia constatada é a queda de flores, decorrente de extremos de temperatura: calor e frio excessivos. A falta de polinização provoca vagens deformadas. Com relação à colheita e comercialização do feijão‐vagem, assinale a afirmativa INCORRETA.
  • A. Colheitas frequentes elevam a produtividade, razão pela qual não se deve deixar vagens velhas nas plantas.
  • B. Colheitas manuais são iniciadas aos 40‐50 dias após o transplante para as cultivares de porte determinado, prolongando por 20 dias ou mais. Na colheita mecanizada de vagem, são realizadas duas colheitas ao ano.
  • C. O mercado interno de vagens frescas, para o preparo doméstico, destino da quase totalidade da produção, embala o produto nas tradicionais caixas tipo K, que suportam de 20‐23 kg. A industrialização da vagem ainda é rudimentar.
  • D. As vagens são colhidas imaturas, ainda tenras, com sementes pouco desenvolvidas, apresentando polpa espessa e carnosa. O ponto ideal é quando atingem o máximo desenvolvimento, todavia antes que ser tornem fibrosas e com sementes salientes.

Questão 767642

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 26

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

Dentro de uma mesma área ocorre uma grande diversidade de características físicas, químicas e biológicas do solo. Ressalta‐se que o solo age na produtividade de plantas e na vida microbiológica. É correto afirmar que
  • A. as subamostras são retiradas em profundidade de 0‐10 cm e a cada semestre de 20 a 30 cm.
  • B. deve‐se percorrer o terreno em zigue‐zague para colher as amostras que serão enviadas ao laboratório para análise.
  • C. numa gleba que tenha até 30 ha em pequenas propriedades e até 50 em propriedades maiores, deve‐se colher, no mínimo, 10 amostras e, quando for o caso, misturar as subamostras de profundidades diferentes.
  • D. cerca de 0,5 kg de subamostras misturadas devem ser colocadas em sacos plásticos ou caixas de papelão com identificação; dessa forma, é recomendado guardar na propriedade uma amostra igual para garantir eventual nova análise em caso de dúvida.

Questão 767643

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 27

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

O abacaxi é uma planta tropical, originalmente cultivada em terras recém‐desmatadas. É considerada uma planta rústica, que requer poucos tratos culturais para seu crescimento e produção. Este fato decorre das características morfológicas, anatômicas e fisiológicas que lhe permitem sobreviver em condições ambientais adversas. O abacaxizeiro é atacado por grande variedade de doenças causadas por fungos, bactérias e vírus, além de anomalias de causa não parasitária. São doenças que atacam a cultura do abacaxizeiro:
  • A. Septoriose, fasciação, mosaico dourado, fusariose e podridão negra do fruto.
  • B. Queima solar, fasciação, mosaico dourado, mancha negra do fruto e septoriose.
  • C. Fusariose, mancha negra do fruto, podridão negra do fruto, queima solar e fasciação.
  • D. Murcha fusariana, podridão negra do fruto, queima solar, mosaico comum e amarelo baixeiro.

Questão 767644

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 28

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

O uso de defensivos por alguns agricultores é o meio de controle mais usado e considerado como único meio de confiabilidade. Entretanto, o aplicador deve ser treinado para essa tarefa, potencialmente perigosa para a saúde dele e, às vezes, causadora de resíduos tóxicos no alimento e com possibilidade de impacto ambiental negativo. São procedimentos de segurança durante a aplicação de defensivos, EXCETO:
  • A. Uso obrigatório de equipamento de proteção individual (EPI), com o intuito de diminuir o contato entre a calda que está sendo pulverizada e qualquer parte do corpo do operador.
  • B. Após o uso, as embalagens ainda contendo defensivos devem ser guardadas fora do alcance de crianças e animais domésticos, longe da moradia ou de depósitos de alimentos. Quando vazias, devem ser submetidas à tríplice lavagem ou levadas para reciclagem.
  • C. Dar preferência a defensivos eficientes, de maior segurança ao operador. Os inseticidas biológicos são inofensivos ao homem, entretanto, sempre que possível, o técnico deve recomendar formulações que enquadrem nas classes toxicológicas: classes II (tarjeta azul) e classe I (tarjeta verde).
  • D. Evitar a pulverização contra o vento, devendo o operador localizar‐se de modo a impedir que a calda pulverizada atinja qualquer parte do corpo, especialmente, o rosto. Dias de muitos ventos são inapropriados para pulverização, devido à diminuição da eficiência, aumentando, assim, os riscos para o operador.

Questão 767645

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 29

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

Frutos são órgãos originados do crescimento determinado das estruturas que formam as flores ou inflorescências. O processo de amadurecimento constitui‐se na fase final da maturação. São transformações que ocorrem durante o processo de amadurecimento dos frutos, EXCETO:
  • A. Amolecimento e mudanças na composição da pectina.
  • B. Alteração na produção de etileno que induz o início do amadurecimento dos frutos não climatéricos.
  • C. Alteração na composição dos carboidratos com degradação do amido em açúcar e interconversão dos açúcares.
  • D. Alteração de cor, havendo destruição da clorofila (desverdecimento da casca), revelação de pigmentos carotenoides (cor laranja e amarela), síntese de pigmentos carotenoides (cor vermelha em tomate) e síntese de antocianinas (cores vermelha e azul).

Questão 767646

Prefeitura de Natividade - RJ 2014

Cargo: Técnico Agrícola / Questão 30

Banca: CONSULPLAN Consultoria (CONSULPLAN)

Nível: Médio

Recentemente, no controle de pragas, enfatiza‐se o uso de métodos ecologicamente seguros, que minimizem os efeitos colaterais indesejáveis causados pelo uso de inseticida, valorizando a proteção do ambiente e da saúde. O uso do manejo integrado de pragas em moscas‐das‐frutas requer atenção especial devido aos seguintes aspectos, EXCETO:
  • A. Preconiza o uso racional de agrotóxicos, visando preservar ao máximo os inimigos naturais.
  • B. Os frutos, normalmente, são consumidos in natura; dessa forma, exige‐se atenção especial quanto à presença de resíduos de agrotóxicos.
  • C. As moscas‐das‐frutas danificam o produto acabado (o fruto) e somente em grandes populações seus danos são verificados e seus níveis elevados.
  • D. O controle químico convencional na forma de pulverização em cobertura ou como isca tóxica atinge indiscriminamente a praga e seus inimigos naturais, especialmente parasitoides que também são atraídas pelas iscas tóxicas.