No Brasil, nos últimos anos, tem-se buscado a maior eficiência do processo de fixação biológica do nitrogênio (FBN) em feijoeiro. Uma das hipóteses levantadas foi a de que algumas estirpes da bactéria rizóbio codificavam uma enzima, controlada pelo código genético da planta que aumentava a eficiência da FBN. Hoje, através dos estudos de genética molecular, foi comprovado que essa enzima existe e que aumenta a eficiência da FBN. O nome da enzima e sua forma de ação, respectivamente, são

  • A.

    Hidrogenase - atua na oxidação parcial ou total do H2 evoluído.

  • B.

    Nitrogenase - atua na evolução de CO2.

  • C.

    Glutamato sintetase - atua no transporte de elétrons e na evolução de nitrogênio.

  • D.

    Hidrogenase – atua na fixação parcial do O2 e H2O evoluídos.

  • E.

    Nitrogenase – atua na fixação do nitrogênio atmosférico e na evolução de O2.