NAS QUESTÕES NUMERADAS DE 11 A 25, ASSINALE A ÚNICA ALTERNATIVA QUE RESPONDE CORRETAMENTE AO ENUNCIADO.

Com relação aos Equipamentos de Proteção Individual na aplicação de agrotóxicos, são características exigidas:

  • A.

    A luva é um dos equipamentos de proteção mais importantes, pois protege as mãos, uma das partes do corpo com maior risco de exposição. A luva deve ser impermeável ao produto químico. Produtos que contêm solventes orgânicos, como por exemplo os concentrados emulsionáveis, devem ser manipulados com luvas de borracha látex ou PVC, pois estes materiais são impermeáveis aos solventes orgânicos.

  • B.

    A viseira facial protege os olhos e o rosto contra respingos durante o manuseio e a aplicação. Quando houver somente a presença ou emissão de vapores ou partículas no ar, o uso da viseira, com o boné árabe, pode dispensar o uso do respirador, aumentando o conforto do trabalhador.

  • C.

    Os respiradores, geralmente chamados de máscaras, têm o objetivo de evitar a inalação de vapores orgânicos, névoas ou finas partículas tóxicas através das vias respiratórias. Existem basicamente dois tipos de respiradores: sem manutenção (chamados de descartáveis) que possuem uma vida útil relativamente curta e recebem a sigla PFF (Peça Facial Filtrante), e os de baixa manutenção que possuem filtros especiais para reposição, normalmente mais duráveis.

  • D.

    Jaleco e calça hidro-repelente devem ser confeccionados em tecido de algodão tratado para se tornarem hidro-repelentes, são apropriados para proteger o corpo dos respingos do produto formulado e não para conter exposições extremamente acentuadas ou jatos dirigidos. Os tecidos de algodão com tratamento hidro-repelente ajudam a evitar o molhamento e a passagem do produto tóxico para o interior da roupa, e não devem ser usados por longos períodos pois podem impedir a transpiração do aplicador.