Uma das principais pragas do cafeeiro é o bicho-mineiro das folhas (Perileucoptera coffeella ). Após fazer a postura da mariposa branca-prateada na face superior da folha, os ovos eclodem e dão origem a pequenas lagartas que penetram no limbo foliar e geram vazios conhecidos como “minas”. Ao completar o seu desenvolvimento, a lagarta sai da mina e se encrisalida, normalmente na parte inferior da folha, protegida por um casulo em forma de . Deve-se estar atento às possibilidades de interação do ataque de outras doenças ou de estiagens que podem elevar a incidência de bicho-mineiro, em decorrência:

  • A.

    do murchidão dos galhos.

  • B.

    da queda das folhas.

  • C.

    da debilidade da planta.

  • D.

    do encolhimento radicular.

  • E.

    da secagem apical.