A irrigação e a drenagem são técnicas antigas que permitiram a implantação de cultivos em regiões de comportamento climático adverso à produção agrícola. Atualmente, com a evolução da hidráulica, das técnicas de interpretações climáticas e com o conhecimento de parâmetros físicos do solo e da água, a irrigação e a drenagem vêm experimentando avanços fantásticos, o que permite a incorporação de grandes áreas ao cultivo agrícola. No entanto, essa evolução pode causar problemas de depauperamento do solo e da água, se cuidados especiais de manejo não forem observados. Com referência a esse tema, responda às questões de 25 a 27.

Considerando-se conteúdos de umidade em volume de 30% e de 15%, respectivamente, para a capacidade de campo e o ponto de murcha de um solo agrícola cuja massa específica global é de 1,05 Mg.m-3, uma cultura com 30 cm de profundidade efetiva do sistema radicular e coeficiente de depleção de 50%, a capacidade real de água nesse solo é de

  • A.

    20,6 mm.

  • B.

    22,5 mm.

  • C.

    36,0 mm.

  • D.

    45,0 mm.

  • E.

    225,0 mm.