O manejo nutricional do tomateiro requer cuidados no tocante à adubação mineral e orgânica da lavoura, especialmente na busca pelo equilíbrio entre os nutrientes. Sob condições de manejo inadequado, podem ocorrer distúrbios fisiológicos durante o desenvolvimento vegetativo e reprodutivo dessa cultura. Tais distúrbios estão ligados também a fatores climáticos. Com relação à ocorrência de distúrbios fisiológicos na cultura do tomateiro, assinale a opção correta.

  • A.

    A podridão apical é causada pela deficiência nutricional de magnésio, sendo agravada, entre outros fatores, pela oscilação hídrica e pelo excesso de potássio, de nitrogênio e de cálcio.

  • B.

    A murcha por osmose é causada pelo excesso de água na rizosfera da planta ou por cultivos em solos maldrenados.

  • C.

    A deficiência de potássio pode ocasionar a formação de frutos ocos, leves e descoloridos, entre outros sintomas.

  • D.

    A ocorrência de altas temperaturas e a falta de nitrogênio, comuns em todas as regiões produtoras de tomate no Brasil, causam a queda de flores do tomateiro.

  • E.

    A murcha por asfixia é normalmente causada pelo excesso de sais na rizosfera das plantas, especialmente quando as adubações são feitas no sistema de covas.