Considerando os parâmetros consagrados da antropologia social e cultural, julgue os itens a seguir.

I Como inventor de mundos, o homem é certamente animal. Outros não poderão conhecer senão aqueles mundos possibilitados pelos seus órgãos de sentido, pelas suas estruturas cerebrais, pelas suas condições de vida.

II Uma diferença central entre homens e animais relaciona-se à capacidade humana de simbolizar e, por meio da linguagem, acumular conhecimentos, que são transmitidos de geração a geração.

III Sem a socialização e o aprendizado cultural, o homem, tal qual o conhecemos, seria física e mentalmente inviável.

IV Hoje em dia, pode-se rejeitar o evolucionismo social, mas não se deve esquecer ter sido essa a vertente analítica que fundiu, definitivamente, o nós e os outros em uma só espécie.

V Muito longe das coisas em si, a apreensão que os homens têm do mundo é antropocêntrica. O antropocentrismo é a condição inicial e final de toda relação do homem com o universo.

A quantidade de itens certos é igual a

  • A.

    1

  • B.

    2

  • C.

    3

  • D.

    4

  • E.

    5