Segundo Clifford Geertz, “nós somos animais incompletos e inacabados que nos completamos e acabamos através da cultura – não através da cultura em geral, mas através de formas altamente particulares de cultura: dobuana e javanesa, Hopi e italiana, de classe alta e classe baixa, acadêmica e comercial.” Para este antropólogo, a Antropologia Cultural define-se como
  • A. uma ciência experimental em busca de leis.
  • B. uma ciência social aplicada e baseada em comprovação empírica.
  • C. uma ciência positiva calcada em fontes arquivísticas fidedignas e métodos objetivos.
  • D. um ramo da Antropologia Física.
  • E. uma ciência interpretativa em busca do significado.