Um dos autores clássicos da Antropologia é Marcel Mauss que elaborou a teoria social da reciprocidade analisando formas de economia e de direito que precederam as das sociedades modernas. Retirando exemplos de diferentes sociedades tribais, Mauss empreende a relativização do moderno conceito de indivíduo ao demonstrar que
  • A. nestas sociedades, os indivíduos encarnados nos chefes tribais detêm uma força e um poder superiores às coletividades.
  • B. nestas sociedades, o mercado funciona de forma caótica e anárquica não havendo regras para o funcionamento da vida social.
  • C. nestas sociedades, apenas as famílias dos chefes participam dos ritos, das danças e das festas.
  • D. nestas sociedades, os bens, as riquezas e os produtos não têm valor de troca servindo apenas para o consumo no cotidiano.
  • E. nestas sociedades, são as coletividades como pessoas morais que se obrigam mutuamente, trocam e contratam.