O antropólogo William Foote-Whyte escreveu um ensaio que se tornou clássico em Antropologia, no qual explicita algumas considerações metodológicas sobre a pesquisa de campo e a etnografia, procedimentos que distinguem o fazer antropológico. O conceito por ele explorado de “observação participante” consiste em que o antropólogo:
  • A. apenas pode pesquisar grupos dos quais é integrante ou participante.
  • B. deve manter uma postura ora de observação ora de participação.
  • C. ao realizar a pesquisa de campo observa uma realidade da qual participa existencialmente durante o período da pesquisa.
  • D. deve também ser um militante nos projetos políticos da comunidade que observa.
  • E. deve se converter à cultura do observado durante a pesquisa de campo para demonstrar apreço à cultura que observa.