No campo das políticas públicas, a área do patrimônio vem demonstrando especial vitalidade com o surgimento de novas categorias de bens de interesse difuso ou público, que despertam hoje a atenção de organismos nacionais e internacionais e cujo valor reside fundamentalmente na possibilidade e na necessidade de seu uso coletivo, garantindo o mais amplo possível acesso da população a eles, posto que constituem recursos essenciais para a garantia de vida digna da população humana, inclusive as futuras gerações. Entre estas novas modalidades de patrimônio destacam-se:
  • A. patrimônio genético e patrimônio imaterial ou intangível.
  • B. patrimônio genético e patrimônio material.
  • C. patrimônio genético e patrimônio espiritual.
  • D. patrimônio etnográfico e patrimônio espiritual.
  • E. patrimônio etnográfico e patrimônio material.