A classificação da cultura material é essencial na análise arqueológica. Na análise cerâmica, a natureza dos atributos selecionados e as categorias definidas podem variar consideravelmente de acordo com os objetivos da classificação e do projeto de pesquisa. Entre os atributos de uma análise tecnológica estão

  • A.

    a forma do vaso, forma da borda, ângulo de inclinação da borda, forma da base, forma do lábio, espessura da parede, diâmetro da borda.

  • B.

    o método de construção/manufatura do vasilhame, o antiplástico, o tratamento das superfícies, tratamento da borda/lábio, tipo de queima, tratamento pósqueima, textura, cor e marcas de uso.

  • C.

    as matérias-primas e os tipos de argilas identificadas, a olho nu ou com uma lupa, nos fragmentos ou recipientes cerâmicos, percursos de áreas para a localização de possíveis fontes de matérias-primas e estudo da geografia e dos dados das geociências sobre a região.

  • D.

    as técnicas de construção e manufatura como a construção, forma e tipo do lábio da borda e da base, a existência ou não de apêndices como alças, asas, bico, furos e apliques.

  • E.

    a forma geométrica e contorno (simples, composto, inflectido, complexo) do corpo e os pontos característicos (terminais, tangenciais, de inflexão e angulares), espessura da parede, inclinação da parede, forma da boca, diâmetro de abertura e profundidade reconstruída.