Instruções: Para responder às questões de números 66 a 70, considere as informações a seguir.

Considere um projeto de restauro e requalificação de uso de sítio de valor histórico-arquitetônico, tombado pelos três níveis dos sistema federativo, integrado por edificação da virada dos séculos XIX e XX e seu entorno de ambientação. O projeto, liderado por arquiteto especialista em restauro de bens patrimoniais, contempla vários interesses e áreas de conhecimento que congregam vários especialistas.

Para investigar em cotas negativas, evidenciando e analisando estratos antropogênicos, a arqueologia buscou nas ciências da terra a teoria da estratigrafia. Para investigar cotas positivas, entendendo a edificação como documento arqueológico, a arqueologia investiu na releitura do conceito de estratigrafia, criando um mecanismo para a leitura e compreensão de suas transformações ditadas pelas mudanças de uso e ocupação.

Nesse caso, uma das possibilidades de leitura da edificação como documento arqueológico é focada na sua estratificação, dada como

  • A.

    a secção de suas paredes.

  • B.

    os cortes abrangendo o solo, as fundações, as paredes e a cobertura, inseridos em planta.

  • C.

    a visão conjunta da cota negativa e da cota positiva no local de inserção da edificação.

  • D.

    as adições e supressões de alvenaria, como o fechamento ou abertura de portas e janelas ou a construção de cômodos.

  • E.

    análise físico-química dos materiais empregados na construção.