O resgate e o monitoramento arqueológico em obras, em núcleos urbanos, vêm ocorrendo de forma cada vez mais frequente no Brasil. Nessa perspectiva, considere as afirmativas a seguir.

I Escavações nesses ambientes não apresentam possibilidade de associar a cultura material aos segmentos sociais específicos, havendo, no entanto, a possibilidade de analisar comportamento de consumo.

II Nessas áreas, as intervenções são extremamente positivas, pois podem oferecer acesso a informações sobre o processo de urbanização. As amostras podem representar os diferentes grupos sociais espalhados pelo núcleo urbano.

III Nessas áreas, a probabilidade de se encontrarem ossadas humanas é especialmente alta, havendo a necessidade de um levantamento cuidadoso e de orientação e monitoramento constante dessas áreas.

IV Intervenções nessas áreas podem ser extremamente produtivas do ponto de vista da produção científica, sendo que as camadas arqueológicas podem estar mais preservadas.

V O trabalho do arqueólogo, na maioria das vezes, está subordinada ao dos arquitetos.

Essas afirmativas referem-se, na ordem apresentada, a:

  • A.

    entorno de igrejas, quintais de residências, lixeiras coletivas, obras de restauração, vias públicas.

  • B.

    lixeiras coletivas, vias públicas, entornos de igrejas, quintais de residências, obras de restauração.

  • C.

    obras de restauro, lixeiras coletivas, vias públicas, quintais de residências, obras de restauração.

  • D.

    entorno de igrejas, obras de restauração, lixeiras coletivas, vias públicas, quintais de residências.

  • E.

    quintais de residências, entorno de igrejas, obras de restauração, vias públicas, lixeiras coletivas.