A conservação arqueológica começa ainda em campo quando o objeto desenterrado é exposto a condições ambientais novas, dando reinício ao processo de deterioração ou corrosão. Acerca dessa informação, assinale a alternativa que não apresenta procedimento adequado em campo para os objetos em cerâmica.

  • A.

    Não forçar a retirada do solo de objetos ou fragmentos. Quando ele estiver muito seco e endurecido, poderá ser amaciado com aplicações localizadas de água para facilitar o resgate.

  • B.

    Os potes e vasilhames em bom estado de conservação podem ser retirados da terra que os envolve.

  • C.

    Os fragmentos com superfície pintada devem ser retirados com maior cuidado, retirando-se a terra ao redor do objeto de maneira que ele fique em um pedestal, cortando o pedestal a 2-3 cm abaixo do objeto.

  • D.

    Os objetos em cerâmica, em função da temperatura e da duração da queima, apresentam propriedades físicas consideradas estáveis, facilitando sua retirada nas escavações e não apresentando riscos de descolamentos.

  • E.

    No caso de o vasilhame ser grande, o enfaixamento deverá ser feito de maneira gradativa, à medida que a terra ao redor do objeto for sendo retirada vagarosamente.