Questões de Concurso de Arquitetura - Arquitetura

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 875830

Tribunal Regional do Trabalho / 8ª Região (TRT 8ª) 2016

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 6

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Considerando as figuras precedentes, que apresentam exemplos de abrigos de ônibus, de diferentes autores, localidades e épocas, assinale a opção correta.

  • A. O abrigo representado na figura I, concebido em argamassa armada, apresenta, do ponto de vista estrutural, uma laje nervurada em balanço. Do ponto de vista funcional, o abrigo protege do sol e do vento.
  • B. O abrigo ilustrado na figura II corresponde a uma estrutura monolítica, com uma laje biapoiada.
  • C. O abrigo representado na figura III, que compõe o mobiliário urbano dos primórdios da construção de Brasília, compõe-se estruturalmente de três peças pré-moldadas; e nas duas paredes foram previstos orifícios quadrados destinados a receber placas informativas.
  • D. O abrigo da figura IV, feito com tecnologia recente, em aço, possui, do ponto de vista funcional, espaço semelhante ao abrigo da figura III. A parede maior não tem banco e a parede menor propicia a disposição de informações publicitárias.
  • E. O abrigo da figura V, chamado de estação tubo, apresenta uma linguagem contemporânea de esqueleto estrutural redondo e metálico, que sustenta a vedação em policarbonato. Do ponto de vista funcional, pouco difere dos quatro exemplos anteriores.

Questão 881919

Assembléia Legislativa - MS 2016

Cargo: Arquiteto / Questão 48

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Texto basilar da preservação dos monumentos históricos, a Carta de Veneza (1964) proclama que
  • A. a conservação dos monumentos exige, antes de tudo, manutenção permanente.
  • B. a conservação e a restauração dos monumentos visam a salvaguardar tão somente o seu testemunho histórico.
  • C. os elementos de escultura, pintura ou decoração que são parte integrante do monumento jamais poderão ser retirados para sua conservação.
  • D. os elementos destinados a substituir as partes faltantes devem ser cópias fidedignas das partes originais.
  • E. o monumento é inseparável da história de que é testemunho e não deverá nunca ser deslocado em conjunto ou em parte.

Questão 904850

Hospital Risoleta Tolentino Neves - RN (HRTN/RN) 2017

Cargo: Arquiteto / Questão 26

Banca:

Nível: Superior

As relações entre incorporadores, construtoras e projetistas envolvem diversas dificuldades de ordem técnica e comercial, principalmente pela deficiência de normas e regulamentações que efetivamente possam orientar essas relações. Para minimizar esses problemas, torna-se necessário o estabelecimento de um fluxo de trabalho estável e padronizado para elaboração de diversos projetos de um empreendimento, em que as etapas a serem cumpridas atendam adequadamente às necessidades de todos os intervenientes.

Assim, os autores do livro Gestão e coordenação de projetos em empresas construtoras e incorporadoras: da escolha do terreno à avaliação pós-ocupação apresentam as fases de projeto e seus objetivos: concepção do produto, definição do produto, identificação e solução de interfaces, projeto de detalhamento das especialidades, pós-entrega do projeto e pós-entrega da obra.

Assinale a alternativa que apresenta o objetivo da fase de pós-entrega do projeto.

  • A. Executar o detalhamento de todos os elementos do empreendimento e incorporar os detalhes necessários de produção dependendo do sistema construtivo.
  • B. Analisar e avaliar o comportamento da edificação em uso para verificar e reafirmar se condicionantes e pressupostos de projeto foram adequados e se eventuais alterações realizadas em obra estão compatíveis com as expectativas do empreendedor e de ocupação dos usuários.
  • C. Consolidar o partido e demais elementos do empreendimento, definindo todas as informações necessárias para elaboração dos projetos legais.
  • D. Garantir a plena compreensão e utilização das informações de projeto, bem como sua aplicação correta nos trabalhos de campo.

Questão 904851

Hospital Risoleta Tolentino Neves - RN (HRTN/RN) 2017

Cargo: Arquiteto / Questão 27

Banca:

Nível: Superior

A influência da vegetação e da arborização na temperatura do ar, principalmente em locais de clima tropical e subtropical úmido, está relacionada com o controle da radiação solar, ventilação e da umidade relativa do ar que ameniza em muito o rigor térmico da estação quente.

De acordo com os autores Lúcia Mascaró e Juan Mascaró do livro Vegetação Urbana (2002), em quantos graus a temperatura do ar é menor sob os grupos arbóreos em relação as áreas expostas à radiação solar?

  • A. De 1 °C a 2 °C
  • B. De 3 °C a 4 °C
  • C. De 5 °C a 6 °C
  • D. De 7 °C a 8 °C

Questão 844541

Tribunal Regional do Trabalho / 11ª Região (TRT 11ª) 2017

Cargo: Analista Judiciário - Área Arquitetura / Questão 36

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

A sinalização de segurança contra incêndio e pânico estabelece para dimensões de letras onde h é a altura da letra, em metros, e L é a distância do observador à placa, em metros, a relação:
  • A.
  • B.
  • C.
  • D.
  • E.

Questão 907481

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Tocantins (IFTO) 2017

Cargo: Arquiteto / Questão 34

Banca:

Nível: Superior

As chamadas cartas patrimoniais são documentos cujo caráter é indicativo ou, no máximo, prescritivo. Constituem base deontológica para as várias profissões envolvidas na preservação, mas não são receituário de simples aplicação. A Carta de Veneza, fruto do II Congresso Internacional de Arquitetos e de Técnicos de Monumentos Históricos realizado em Veneza, em 1964, permanece como documento-base do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (Icomos), criado em 1965 e acolhido pela Unesco como órgão consultor e de colaboração.

  • A. reconstrução, conservação, escavação, restauração, restauração.
  • B. restauração, reconstrução, conservação, escavação, restauração.
  • C. conservação, escavação, restauração, restauração, reconstrução.
  • D. escavação, restauração, restauração, reconstrução, conservação.
  • E. restauração, restauração, reconstrução, conservação, escavação.

Questão 907485

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Tocantins (IFTO) 2017

Cargo: Arquiteto / Questão 38

Banca:

Nível: Superior

Tendo em vista algumas teorias que abordam as estruturas e a ordenação do espaço edificado na paisagem urbana, apresentam-se sinteticamente três importantes posturas metodológicas de análise urbana desenvolvidas por autores consagrados, e aplicadas ao longo da segunda metade do século XX, constituindo referências importantes para a cultura e a prática contemporânea do urbanismo:

I. Construção teórica que se concentra em abordar as relações entre o público e o privado como instância privilegiada para apreender – e, desse modo, aprender a projetar – o espaço arquitetural/urbano.

II. Proposição de visão serial como uma metodologia de análise da paisagem. Ilustra a maneira complexa e fragmentada pela qual os espaços arquitetônicos e urbanos se revelam ao nosso olhar. Baseia-se em uma análise intuitiva e artística da paisagem urbana, apresentando três maneiras (categorias) pelas quais o meio ambiente pode gerar respostas emocionais: ótica, lugar e conteúdo.

III. Contribuição teórica que se concentra no lançamento de fundamentos para uma leitura do ambiente baseada na percepção do usuário,definindo categorias de análise da forma visual da cidade. Método de leitura ambiental – perceptiva e cognitiva – baseado em cinco categorias: vias, nós, limites, bairros e marcos.

Escolha a alternativa que relaciona, em sequência correta, os nomes dos personagens responsáveis por tais proposições teóricas.

  • A. Aldo Rossi, Jane Jacobs, Kevin Lynch.
  • B. Jane Jacobs, Herman Hertzberger, Gordon Cullen.
  • C. Kevin Lynch, Aldo Rossi, Gordon Cullen.
  • D. Herman Hertzberger, Gordon Cullen, Kevin Lynch.
  • E. Aldo Rossi, Herman Hertzberger, Jane Jacobs.

Questão 907486

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Tocantins (IFTO) 2017

Cargo: Arquiteto / Questão 39

Banca:

Nível: Superior

Trata-se de um tipo de alicerce raso que abrange toda a área da construção, transmitindo as cargas oriundas dos pilares e paredes da superestrutura descarregando-as sobre uma grande área do solo. Normalmente, executa-se em concreto armado simples, mas também pode ser de concreto protendido quando a obra exigir reforços.

Escolha a alternativa correta que corresponde ao enunciado.

  • A. Sapata corrida.
  • B. Viga de fundação.
  • C. Baldrame.
  • D. Mestra.
  • E. Radier.

Questão 909667

Prefeitura de Salvador - BA 2017

Cargo: Técnico de Nível Superior II - Área Suporte Administrativo - Especialidade: Arquitetura / Questão 40

Banca: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

Nível: Superior

Entre as décadas de 1940 e 1960, a obra de Diógenes Rebouças (1914- 1994), considerado o mais importante arquiteto moderno da Bahia, ajudou a definir uma linguagem arquitetônica para o modernismo baiano que apresenta, como traços distintivos, o uso do concreto armado aparente, a valorização das estruturas, o emprego de grandes vãos e a ênfase na luminosidade natural.

 Com base nas imagens, podemos afirmar que o modernismo arquitetônico está representado em

  • A. I, apenas.
  • B. II, apenas.
  • C. , apenas.
  • D. I e II, apenas.
  • E. III e IV, apenas.

Questão 844548

Tribunal Regional do Trabalho / 11ª Região (TRT 11ª) 2017

Cargo: Analista Judiciário - Área Arquitetura / Questão 43

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Em obras públicas, o serviço preliminar de demolição deve observar a seguinte condição específica:
  • A. selecionar os métodos de demolição da edificação considerando apenas o valor de sua execução.
  • B. selecionar os métodos de demolição da edificação considerando, além dos demais fatores, o valor dos componentes a serem preservados ou reaproveitados.
  • C. planejar a sequência da demolição independentemente dos riscos ao pessoal envolvido nos serviços.
  • D. planejar a sequência da demolição de forma a isentar a contratada dos danos causados à parte remanescente da edificação.
  • E. planejar a sequência e selecionar os métodos da demolição, considerando apenas o valor dos componentes a serem demolidos.