Questões de Concurso de Orçamento e Fiscalização - Arquitetura

Ver outros assuntos dessa disciplina Navegar questão a questão

Questão 523856

Tribunal Regional Eleitoral / Rio de Janeiro (TRE RJ) 2012

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 103

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

A respeito de licitações, gerenciamentos e orçamento de obra, julgue os itens subsecutivos.

A licitação é a seleção por meio da qual uma entidade coloca em oferta a realização de uma obra, prestação de serviço ou fornecimento de um bem ou equipamento de construção.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 523857

Tribunal Regional Eleitoral / Rio de Janeiro (TRE RJ) 2012

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 104

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

A respeito de licitações, gerenciamentos e orçamento de obra, julgue os itens subsecutivos.

A licitação só poderá ser lançada por entidades de direito público.

  • C. Certo
  • E. Errado

Questão 914402

Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul - RS (DPE/RS) 2017

Cargo: Analista - Área Arquitetura / Questão 51

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

Para o orçamentista e para quem vai gerir a obra, é de suma importância saber quais são os principais insumos, o total de cada insumo na obra e qual a sua representatividade. Isso serve para priorizar as cotações de preços, definir as negociações mais criteriosas, canalizar a energia dos responsáveis por compras, etc. No processo orçamentário a relação de insumos, em ordem decrescente de custos, denomina-se
  • A. Linha priorizável.
  • B. CUB.
  • C. Balanceamento em ordem.
  • D. Listagem em Kapa − ḵ.
  • E. Curva ABC.

Questão 914403

Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul - RS (DPE/RS) 2017

Cargo: Analista - Área Arquitetura / Questão 52

Banca: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Nível: Superior

A estimativa de custos e o consequente estabelecimento do preço é basicamente um exercício de previsão. Muitos são os itens que influenciam e contribuem para o custo de um empreendimento e de uma obra. A técnica orçamentária envolve a

I. identificação.

II. descrição.

III. quantificação.

IV. análise e valorização.

Está correto o que se afirma em

  • A. I, II e III, apenas.
  • B. I, II, III e IV.
  • C. II e III, apenas.
  • D. I e IV, apenas.
  • E. III, apenas.

Questão 875854

Tribunal Regional do Trabalho / 8ª Região (TRT 8ª) 2016

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 30

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Acerca dos diferentes graus de detalhamento de um orçamento, assinale a opção correta.
  • A. A precisão de uma estimativa de custo não está relacionada ao tipo da obra em estudo.
  • B. No orçamento analítico, utiliza-se de custos históricos e comparação com projetos similares.
  • C. Comumente, o orçamento preliminar é mais detalhado que o orçamento analítico.
  • D. A estimativa de custos é feita a partir de indicadores genéricos, a exemplo do custo unitário básico.
  • E. Diferentemente do setor privado, no setor público não há necessidade de estimativa inicial do custo de um empreendimento.

Questão 875855

Tribunal Regional do Trabalho / 8ª Região (TRT 8ª) 2016

Cargo: Analista Judiciário - Área Apoio Especializado - Especialidade: Arquitetura / Questão 31

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

No que se refere à classificação ABC, ferramenta de controle de obras, assinale a opção correta.
  • A. A classe C reflete os itens mais importantes e que merecem tratamento especial no que se refere a acompanhamento e controle.
  • B. O número de itens que compõe cada uma das faixas deve ser fixo para facilitar o emprego da ferramenta de controle de obras.
  • C. De acordo com a classificação ABC, que permite definir quais os itens de um projeto devem ser controlados, o grau de controle pode e deve ser variável dentro de um mesmo projeto.
  • D. A classificação ABC apresenta-se como um contraponto ao princípio de Pareto.
  • E. Conforme a classificação ABC, os itens do conjunto devem ser ordenados por sua importância relativa, em ordem crescente de importância.

Questão 927972

Tribunal de Justiça   - MS (TJMS/MS) 2017

Cargo: Técnico de Nível Superior - Área Arquiteto / Questão 31

Banca: Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC - PR)

Nível: Superior

Observe o fluxograma apresentado a seguir com suas etapas de estudo condicionantes, composição de custo e fechamento do orçamento.

Sobre orçamento e composição de custo, analise as afirmações a seguir e marque a CORRETA.

  • A. O BDI é o percentual de lucro de uma obra.
  • B. O levantamento quantitativo permite precificar a edificação.
  • C. O custo direto e o custo indireto irão construir o custo total da obra civil, sendo que somente a composição dos custos unitários permite orçar e confeccionar o real custo da obra.
  • D. Ao utilizar o desbalanceamento do BDI, com sua aplicação não uniforme, evita-se o jogo de planilha de preços.
  • E. A planilha de preços é composta pela multiplicação dos custos diretos e indiretos e do levantamento quantitativo.

Questão 927973

Tribunal de Justiça   - MS (TJMS/MS) 2017

Cargo: Técnico de Nível Superior - Área Arquiteto / Questão 32

Banca: Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC - PR)

Nível: Superior

Visando à elaboração de um cronograma de obra para o planejamento e o controle físico financeiro de um edifício com 4 pavimentos, sendo um subsolo com desnível de 4m em relação à rua, um pavimento térreo duplo, um pavimento tipo corporativo com capacidade de carga na laje de 1000 kgf/cm² e um pavimento de cobertura, analise as assertivas a seguir sobre as ferramentas gerenciais que poderão ser utilizadas na atividade e assinale a CORRETA.
  • A. A utilização de pavimento térreo duplo nos obriga a utilizar o método do PDCA (PLAN - DO - CHECK – ACT), pois somente pavimentos térreos simples são contemplados no cronograma físico-financeiro.
  • B. A existência de subsolo com desnível de 4m obriga serviços de contenção de solos e fundações. Eles influenciam na confecção da EAP (Estrutura Analítica de Projeto), de modo a não ser possível contemplá-los no cronograma físicofinanceiro.
  • C. A carga de 1000 kgf/cm² altera completamente o sistema de aferição da estrutura da edificação, dificultando a elaboração do cronograma físico-financeiro.
  • D. A construção do cronograma físico-financeiro independe da confecção de uma EAP (Estrutura Analítica de Projeto).
  • E. Após a elaboração da EAP (Estrutura Analítica de Projeto), poderá ser confeccionado o cronograma físico-financeiro da obra.

Questão 829285

Ministério Público Estadual - SP (MPE/SP) 2016 (2ª edição)

Cargo: Analista Técnico e Científico - Área Arquiteto e Urbanista / Questão 49

Banca: Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (VUNESP)

Nível: Superior

Um projeto apresenta andar tipo de 24 x 30 m e malha estrutural em concreto armado, composta de laje maciça, vigas e pilares, em uma malha regular de 7 x 7 pilares, (vãos de 5 m e 4 m) considerando-se, no cálculo, uma solução em vigas biapoiadas sucessivas, dispostas em malha ortogonal. No seu desenvolvimento, foram apresentadas propostas de alteração na concepção estrutural, sem repercussão significativa, no caso específico, sobre os usos possíveis e sobre os custos dos demais elementos e sistemas da edificação – vedações, esquadrias, instalações, etc. A primeira proposta consistia em redistribuir os apoios uniformemente ao longo das vigas, criando-se, em uma das direções, balanços estruturais de ¼ do vão entre apoios. A segunda, em dimensionar as vigas como vigas contínuas em lugar de biapoiadas. A variação de momentos fletores máximos obtidos em cada uma das propostas, com suas consequências sobre o dimensionamento de armaduras, atuará, do ponto de vista do impacto sobre os custos da estrutura, no sentido
  • A. da redução de custos, em ambas as propostas.
  • B. de redução de custos na segunda proposta, não influindo nos custos na primeira.
  • C. de aumento de custos na primeira proposta, não influindo nos custos na segunda.
  • D. de aumento dos custos na primeira proposta e de redução na segunda.
  • E. do aumento de custos, em ambas as propostas.

Questão 821329

Tribunal de Contas Estadual - PR (TCE/PR) 2016

Cargo: Analista de Controle - Área Arquitetura / Questão 51

Banca: Centro de Seleção e de Promoção de Eventos UnB (CESPE)

Nível: Superior

Assinale a opção correta, acerca do método de análise do valor agregado aplicado ao projeto de construção do edifício sede mencionado no texto 2A5AAA.
  • A. O VP acumulado é também conhecido como custo orçado do trabalho realizado (COTR).
  • B. O CR acumulado é o somatório dos custos incorridos e registrados nas quantidades das atividades previstas até a data de status.
  • C. O método permite estabelecer uma unidade uniforme de medida entre tarefas e recursos distintos, representados pela unidade monetária.
  • D. Como cada projeto de construção civil apresenta uma forma distinta de curva VP, o formato da curva para esse projeto é único.
  • E. Tal metodologia só permite a análise de informações passadas, ou seja, não permite a previsão futura do desempenho do empreendimento.