Arquitetura

Segundo Kenneth Frampton, sob muitos aspectos, o Estilo Internacional pode ser entendido como pouco mais que uma expressão conveniente, denotando uma modalidade arquitetônica cubista que se espalhou por todo o mundo desenvolvido na época da Segunda Guerra Mundial. Pode-se afirmar que algumas das características comuns ao Estilo Internacional são:

  • A.

    a deliberação de fazer uma arte em conformidade com a sua época, a renúncia de modelos clássicos do passado, tanto na temática como no estilo e a procura de integração da arquitetura às características locais.

  • B.

    a deliberação de fazer uma arte em conformidade com a sua época e a invocação de modelos clássicos do passado, tanto na temática como no estilo.

  • C.

    o uso das formas geométricas simples, a ausência do uso de ornamentos aplicados, coberturas planas, as superfícies grandes, sem texturas e amiúde brancas, grandes áreas envidraçadas e o uso generalizado da construção em aço e concreto armado.

  • D.

    a busca de uma funcionalidade decorativa e a invocação de modelos clássicos do passado, tanto na temática como no estilo.

  • E.

    a preocupação básica com as formas abstratas, a renúncia ao decorativismo e a procura de integração da arquitetura às características locais.