O arquiteto brasileiro João Filgueiras Lima, o "Lelé" tem uma produção arquitetônica significativa, pela qualidade e pela quantidade. São características constantes dos edifícios públicos projetados a partir dos anos 80 por "Lelé":

  • A. o emprego de equipamentos pesados e sofisticados na montagem dos componentes pré-fabricados, como forma de maximizar ganhos de produtividade.
  • B. a utilização freqüente, nesses edifícios, de painéis duplos intercalados com camada de ar e camada de material isolante térmico, como forma de compensar a esbeltez e o pouco isolamento térmico da argamassa armada.
  • C. a utilização freqüente de painéis de argamassa armada dentro de uma disciplina modular ortogonal em planta, com certa liberdade e diversidade formal no desenho dos componentes, quando consideradas as três dimensões.
  • D. a recusa sistemática ao uso da climatização artificial, mediante o emprego de materiais adequados a uma climatização natural dos ambientes.
  • E. o emprego de uma grande variedade de materiais alternativos, como forma de adequação dos edifícios às condições locais de implantação.