Arquitetura

Num projeto de instalações prediais de esgoto sanitário, a caixa de gordura deve ser

  • A.

    destinada a permitir inspeção, limpeza, desobstrução, junção, mudanças de declividade e/ou direção das tubulações.

  • B.

    destinada a permitir a junção de tubulações do sistema de esgoto sanitário.

  • C.

    destinada a reter, na sua parte superior, as gorduras, graxas e óleos contidos no esgoto, que devem ser removidos periodicamente.

  • D.

    provida de desconector, destinada a receber efluentes da instalação secundária de esgoto.

  • E.

    provida de tampão onde se reúnem os efluentes líquidos cuja disposição exija elevação mecânica.