Arquitetura

As instalações dos sistemas de tubulações de esgotos sanitários de uma edificação devem ser projetadas de modo a

  • A.

    garantir o escoamento rápido dos despejos, impedir a formação de gases e depósitos no interior do sistema, excluir vazamentos e impedir que os ramais de esgotos recebam despejos de mais de um ramal de descarga.

  • B.

    garantir o escoamento rápido de despejos, prever acessibilidade às tubulações para eventual desobstrução, não permitir vazamentos e impedir a formação de depósitos e escapamento de gases no interior do sistema.

  • C.

    garantir o escoamento rápido dos despejos, impedir as perdas e contaminação de água potável e facilitar a manutenção e unificação dos sistemas de esgotos primários, secundários e águas pluviais.

  • D.

    impedir a contaminação da água potável, facilitar a manutenção, manter as inclinações mínimas de 2% nos trechos de diâmetro menor ou inferior a 75 mm e de 1% nos trechos de diâmetros iguais ou superiores a 100 mm.

  • E.

    impedir a contaminação de água potável, estabelecer a separação entre os ramais de esgoto primário e de águas pluviais, mantendo conexão direta entre os coletores secundários e o coletor público.