Arquitetura

A adoção do partido arquitetônico em função das características climáticas, além da forma mais apropriada, deve considerar:

  • A.

    fluxos de ventilação devido à ação do vento; amplitude da temperatura diária; orientação e dimensionamento das aberturas; localização dos diversos blocos no espaço físico; determinação das máscaras produzidas por obstruções externas às aberturas e indicação dos elementos externos de projeção da radiação solar (construções, vegetação, etc.).

  • B.

    amplitude da temperatura diária, fluxo de ar considerando a altura medida a partir da metade da altura da abertura de entrada de ar até a metade da abertura de saída de ar; orientação e dimensionamento das aberturas; determinação da sombra das edificações e determinação das máscaras produzidas por obstruções externas às aberturas.

  • C.

    fluxo de ar considerando a altura medida a partir da metade da altura da abertura de entrada de ar até a metade da abertura de saída de ar; orientação, disposição e dimensionamento das aberturas; trocas relativas à radiação solar e indicação dos elementos externos de projeção da radiação solar (construções, vegetação, etc.).

  • D.

    amplitude da temperatura diária, trocas relativas à radiação solar; fluxos de ventilação devido à ação do vento; orientação e dimensionamento das aberturas; determinação da sombra relativa projetada das edificações; coeficiente global de transmissão térmica e determinação das máscaras produzidas por obstruções externas às aberturas.

  • E.

    orientação e dimensionamento das aberturas; localização dos diversos blocos no espaço físico; determinação da sombra projetada das edificações; determinação das máscaras produzidas por obstruções externas às aberturas e indicação dos elementos externos de projeção da radiação solar (construções, vegetação, etc.).