Considere-se a implantação de uma edificação isolada no terreno, com fachadas orientadas para norte, sul, leste e oeste, em condições climáticas como temperaturas médias elevadas e alta umidade relativa do ar, características do litoral paulista. Pretendendo-se dispensar climatização artificial no condicionamento térmico dos ambientes, recomenda-se, dentre outras medidas de projeto,
  • A. utilizar, nas paredes externas, materiais dotados de alto grau de isolamento térmico, e reduzir ao mínimo a renovação de ar nos ambientes internos, de forma a minimizar a entrada de calor na edificação.
  • B. utilizar, nas paredes externas, materiais dotados de alto grau de isolamento térmico, e sombrear paredes e aberturas.
  • C. construir os vedos em materiais com elevada inércia térmica, de modo a atenuar as grandes diferenças registradas entre as temperaturas diurnas e as noturnas, e reduzir ao mínimo a renovação de ar nos ambientes internos, de forma a minimizar a entrada de calor na edificação.
  • D. construir os vedos em materiais com elevada inércia térmica, de modo a atenuar as grandes diferenças registradas entre as temperaturas diurnas e as noturnas, e sombrear a fachada sul, que recebe incidência mais significativa de radiação solar, especialmente no inverno.
  • E. sombrear a fachada sul, que recebe incidência mais significativa de radiação solar, especialmente no inverno, e garantir alta frequência de renovação do ar.