Em uma cidade média formada por “mares de morros”, observa- se um modelo de urbanização de alta densidade que impermeabiliza o solo nos topos dos morros e meias encostas sem controle urbanístico. As áreas baixas e várzeas são objeto de um intenso controle urbanístico e ambiental por se tratar de uma unidade de conservação. Entretanto, não há fiscalização. Essas áreas baixas foram ocupadas informalmente por uma população de baixa renda, que representa 25% da população urbana.

Assinale a alternativa mais adequada para um projeto de reurbanização por parte do Poder Público com menor custo social e econômico, prevendo um longo período de amortecimento dos investimentos.

  • A. Imediata remoção da população com programa de conscientização ambiental.
  • B. Regularização fundiária das áreas baixas sem dispêndio de recursos com infra-estrutura.
  • C. Remoção de toda a população da cidade e implantação de um plano urbanístico que leve em conta a população existente e seu respectivo crescimento vegetativo.
  • D. Regulamentação urbanística nas áreas altas e de meia encosta, favorecendo a permeabilidade de solo em conjunto com regularização fundiária e urbanística das áreas baixas e realocação da população em área de risco.
  • E. Regulamentação urbanística nas áreas altas e de meia encosta, favorecendo a permeabilidade de solo em conjunto com remoção de toda a população em área de risco e construção de conjunto habitacional em área de expansão urbana.