O exercício da arquitetura e urbanismo é regulado por lei, devendo ser examinado se o objeto de investigação é de responsabilidade de um profissional legalmente habilitado. Mas nem todos os serviços exigem a participação de um arquiteto e urbanista. É exemplo de atuação que prescinde a participação de arquiteto e urbanista:
  • A. a execução de atividade privativa de arquiteto e urbanista por pessoa que não o seja, desde que a tarefa tenha sido delegada por um arquiteto e urbanista registrado no CAU.
  • B. as áreas de atuação nas quais a ausência de formação superior exponha o usuário do serviço a qualquer risco ou danos materiais à segurança, à saúde ou ao meio ambiente.
  • C. atos não privativos dos profissionais de arquitetura e urbanismo, quando elaborados por alguém que se apresente como arquiteto e urbanista, mas não tenha registro no CAU.
  • D. planejamento urbano e regional.
  • E. Nenhuma das alternativas.