Arquivologia Gerenciamento arquivistico de documentos eletronicos

Segundo Rosely Curi Rondinelli (Gerenciamento arquivístico de documentos eletrônicos: uma abordagem teórica da diplomática arquivística contemporânea. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2002. p. 57), o documento arquivístico eletrônico pode ser considerado a partir das regras de representação de seu conteúdo, assumindo o caráter textual, gráfico, imagético, sonoro ou uma combinação dessas diferentes linguagens. Com tal afirmação, a autora

  • A.

    questiona o estatuto probatório de todo e qualquer documento arquivístico eletrônico.

  • B.

    considera que os elementos constitutivos dos documentos de arquivo, eletrônicos ou não, são similares, pois apresentam a mesma estrutura.

  • C.

    defende a idéia de que só pode haver documento autêntico em ambiente tradicional.

  • D.

    enfatiza a impossibilidade de se fazer uma abordagem diplomática do documento eletrônico, cujo suporte é completamente dissociado do conteúdo que pretende veicular.

  • E.

    exclui os chamados documentos eletrônicos do universo dos documentos arquivísticos, pois as regras de representação que presidem sua forma nada têm a ver com os suportes convencionais.