A tipologia documental é hoje um dos temas centrais da arquivologia. Com base na tipologia, pode-se estabelecer séries, segundo Heloísa Bellotto (Arquivos Permanentes, 1991:25), com "uniformidade de função, vigência e procedência". Para que isso ocorra, o arquivista deve estabelecer a tipologia com base

  • A. no organograma administrativo da entidade produtora de documentos.
  • B. na vigência jurídico-administrativa dos documentos em questão.
  • C. em tabelas de equivalência entre tipos diplomáticos e tipos arquivísticos.
  • D. na análise da procedência diplomática dos documen- os em questão.
  • E. na estrutura orgânico-funcional da entidade produtora de documentos.