Usuários da Classificação Decimal de Dewey acreditam que o fato desse sistema mudar tão pouco de uma edição para outra é o que faz o seu sucesso. Dificilmente um bibliotecário aceitaria modificações que acarretassem a reclassificação de acervos, a atualização de catálogos e a reorganização das estantes. Por outro lado, a rigidez da CDD tem provocado problemas para a incorporação de novos campos do conhecimento humano. Entre esses problemas, é correto citar

  • a.

    o da ambigüidade do 0 (zero), que às vezes serve de indicador de faceta e por outras, de introdução a subdivisões de classe.

  • b.

    o frágil princípio de síntese que causa inconsistência na classificação, uma vez que a associação de assuntos diferentes é confusa nas tabelas.

  • c.

    o viés ocidental, cristão e pré-tecnológico da classificação, especialmente a dominância norte-americana na descrição dos assuntos.

  • d.

    a complexidade de sua notação, que torna custosa a composição do número de classificação e a respectiva escolha do assunto mais adequado.

  • e.

    a ausência de uma terminologia moderna, que dificulta o trabalho dos profissionais em identificar no sistema as mudanças de fato ocorridas no conhecimento.