“Os arquivos públicos são os conjuntos de documentos produzidos e recebidos, no exercício de suas atividades, por órgãos públicos de âmbito federal, estadual, do Distrito Federal e municipal em decorrência de suas funções administrativas, legislativas e judiciárias.” (Lei nº 8.159 de 08/01/1991, Capítulo II, Artigo 7º). Quanto à identificação, os documentos públicos podem se considerados:

I – Correntes – com ou sem movimentação são fonte de consultas frequentes.

II – Públicos – que possuem autorização e uso exclusivo da instituição arquivística pública, em sua esfera de competência.

III – Permanentes – documentos de valor histórico, probatório e informativo que devem ser definitivamente preservados.

IV – Inalienáveis – que possuem valor permanente e imprescritível, mantendo-se em foro privilegiado.

V – Intermediários – aguardam eliminação ou recolhimento para guarda permanente.

Duas das descrições acima apresentadas são inadequadas. Quais?
  • A. IV e V.
  • B. II e IV.
  • C. II e III.
  • D. I e II.
  • E. I e V.