Os arquivos estaduais do Poder Judiciário, por intermédio de seus órgãos centrais, passam a integrar:
  • A. o Conselho Nacional de Justiça – CNJ;
  • B. o Sistema Nacional de Arquivos – SINAR;
  • C. o Conselho Nacional de Arquivos – Conarq;
  • D. a Comissão Permanente de Avaliação Documental – CPAD;
  • E. o Programa Nacional de Gestão Documental e Memória do Poder Judiciário – Proname.