Segundo o Conselho Nacional de Justiça, os documentos de guarda permanente, após digitalizados, devem ser:
  • A. mantidos;
  • B. eliminados após 10 anos;
  • C. preservados, dependendo do assunto;
  • D. preservados, dependendo da sentença;
  • E. eliminados, dependendo da qualidade da digitalização.