NÃO representa uma diretriz do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, segundo a legislação que cria o SISAN:

  • A.

    Promoção da intersetorialidade das políticas, programas e ações governamentais e nãogovernamentais.

  • B.

    Centralização das ações nas esferas de governo federal e municipal.

  • C.

    Monitoramento da situação alimentar e nutricional, visando a subsidiar o ciclo de gestão das políticas para a área nas diferentes esferas de governo.

  • D.

    Conjugação de medidas diretas e imediatas de garantia de acesso à alimentação adequada, com ações que ampliem a capacidade de subsistência autônoma da população.

  • E.

    Estímulo ao desenvolvimento de pesquisas e à capacitação de recursos humanos.