Miriam Celeste Martins, quando diz que "...cor não existe para ser fria ou quente, primária ou secundária, mas para expressar estados da alma, para construir sutis mutações ou explodir com a sua materialidade...Linha não existe para ser sinuosa, reta ou quebrada, mas para expressar tensão, fluência, devaneio, rigor." , torna claro que, no ensino das artes visuais, a técnica além de ser experimentada, existe também para:

  • A.

    avaliar a compreensão dos conteúdos básicos da linguagem visual

  • B.

    demonstrar a habilidade do aluno no manejo da linguagem visual

  • C.

    sustentar e dar corpo às idéias que se desvelam pela linguagem visual

  • D.

    exercitar o contato com os elementos que compõem a linguagem visual