Em uma abordagem formalista, pode-se descrever as poltronas da designer brasileira Júlia Krantz, enfatizando-se

  • A. formas geometrizadas com base na esfera, textura háptica e ritmo ondulado.
  • B. formas concretas baseadas na natureza, textura lisa e ritmo curvilíneo.
  • C. formas naturalistas, textura estriada e ritmo uniforme das linhas de construção.
  • D. formas orgânicas, textura visual estriada e ritmo linear contínuo.