Na década de 80, chegaram ao Brasil metodologias norteamericanas de leitura de imagens, que utilizavam as habilidades de descrever, analisar, interpretar e produzir como as bases do ensino de artes. Por mais de duas décadas, os professores brasileiros de artes encontraram dificuldades de apropriação dessas propostas, porque
  • A. a tradição do “saber fazer” que predominava no contexto brasileiro desvalorizava outras habilidades como o saber ler e interpretar.
  • B. as concepções de alfabetização visual aceitas e utilizadas no Brasil eram as formuladas pelos autores espanhóis e portugueses.
  • C. as vivências pedagógicas existentes no contexto brasileiro possuíam uma sólida base de leitura de imagem, refutando um modelo estrangeiro.
  • D. o entendimento comum dos educadores era o da incapacidade natural das crianças brasileiras para a habilidade da leitura e descrição de imagens.