Nas câmeras digitais, os raios de luz que atravessam a objetiva formam a imagem quando atingem o sensor. Na grande maioria dos equipamentos, o sensor é uma superfície plana composta por uma matriz bidimensional de
  • A. cristais de haletos de prata distribuídos desordenadamente, que convertem a intensidade luminosa em corrente elétrica.
  • B. cristais de haletos de prata distribuídos uniformemente e sensíveis à luz, que transformam a intensidade luminosa em registro digital.
  • C. microcélulas fotoelétricas, distribuídas desordenadamente, que convertem a intensidade luminosa em registro digital.
  • D. microfotossensores, que convertem em cargas elétricas a intensidade luminosa de cada ponto da imagem.
  • E. microfotossensores, que convertem a intensidade luminosa em registro digital.